EBD - Escola Bíblica Dominical

Temas

Angeologia      |      Apologia Cristã      |      Antropologia Bíblica      |      Bibliologia      |      Cristologia     Eclesiologia      |      Escatologia       |      Soteriologia      |      Hamartiologia      |    Pneumatologia      

Select the language

Pesquisar este blog

Arquivo | 14 anos de postagens

sexta-feira, 13 de maio de 2022

Como aproveitar o tempo com inteligência

O único bem distribuído de maneira absolutamente igual entre os seres humanos é o tempo. Nem todos possuem a mesma quantidade de dentes ou cabelos. Uns têm mais e outros menos saúde, força, conhecimento, inteligência, criatividade, dinheiro etc. Mas os dias de todos nós são de vinte e quatro horas, e horas de sessenta minutos. Dois milhões e quinhentos e noventa e dois segundos mensais. Que fortuna!

1 - Valorize o tempo. Seu futuro é determinado pela maneira que usa o tempo de que dispõe, no presente. Dependendo do modo como empregar atualmente este seu precioso capital, o tempo, você poderá ter lucro ou prejuízo; poderá ser bem-sucedido ou fracassado, sentir-se realizado ou frustrado, feliz ou infeliz, útil ou inútil à humanidade. 

"Tempo é dinheiro." Este conhecido provérbio inglês, além de realçar o valor do tempo, ensina que de seu bom uso colhe-se vantagens, e que ele deve ser administrado tão cuidadosamente quanto as finanças.

2 - Aplique bem o tempo.  Trabalhe. Cultive boas amizades. Prepare-se para o futuro. Adquira conhecimento útil. Se possível, aprenda vários ofícios. Viva o hoje, pensando no amanhã. Estabeleça alvos elevados para si mesmo, invista sabiamente cada minuto a fim de atingi-los. 

3 - Não perca tempo. Use seu tempo com o máximo de inteligência. O dinheiro perdido pode ser reencontrado; embora com dificuldade, é possível reavê-lo. Mas o tempo perdido jamais se recupera. 

Tenha sempre à mão uma boa leitura. Enquanto viaja, aguarda a condução ou alguém, faça anotações. Se não for possível ler e escrever, faça planos mentalmente, crie uma poesia, recorde o que aprendeu nas aulas do dia anterior, imagine uma declaração de amor. Ore. Aproveite o tempo!

Ainda que você dissipe apenas vinte minutos cada dia, está perdendo uma grande parte da sua vida. Se o faz desde os quinze anos, quando chegar aos setenta, terá desperdiçado mais de seis mil e quinhentas horas. Nesse espaço de tempo, você poderia ter dominado algum idioma estrangeiro, ou aprendido a tocar algum instrumento musical, escrito alguns livros ou criado um blog e inserido conteúdos relevantes na internet.

4 - Cuidado com os ladrões de tempo. Eles são muitos e nos assediam constantemente. Previna-se. A falta de ordem, metas, planejamento e métodos, livros, revistas, filmes e programas de baixa qualidade, a diversão exagerada, o dormir excessivamente; as conversas entre colegas cujos temas não sejam de importância. Todas essas coisas e circunstâncias roubam seu tempo.

5 - Economize tempo. Se é possível dizer tudo em uma frase e ser compreendido perfeitamente, por que fazer um discurso? Por que escrever um livro, se o que você pretende comunicar cabe numa página? Se uma tarefa pode ser realizada em vinte minutos, porque usar uma hora para efetuá-la? Por que se deslocar, quando puder resolver o problema através de uma mensagem de texto no smartphone? Seja sempre breve, ágil e objetivo.

6 - Poupe tempo. Quando fizer o planejamento de suas atividades, deixe sempre alguns minutos em reserva. Vinte ou trinta são suficientes. Talvez apareçam alguns imprevistos, então precisará deles. Se o dia passar e não houver sido necessário usá-los em emergência, melhor assim. Você terá ganho um pouco mais de tempo e poderá utilizá-lo como achar mais sábio.

7. Contabilize o tempo. Com o objetivo de verificar como está utilizando realmente o tempo, faça ocasionalmente anotações detalhadas durante três ou quatro dias. Depois analise tudo aquilo que você fez, tendo em vista os objetivos que escolheu para a sua vida, seus ideias, seus planos para o futuro. Os "balancetes" esporádicos lhe serão muito úteis, pois revelarão qual tem sido sua filosofia de vida na prática. 

E.A.G.

Nota Belverede: Sem dúvida, o descanso não deve ser desprezado ao administrar o tempo, descansar não é menos importante que estudar e trabalhar. O repouso é essencial para manter a vida saudável. Dormir bem equilibra o organismo, fortalece os sistemas endócrino, imunológico e neurológico. Adormecer, aproximadamente, oito horas por dia ajuda na concentração e na memória, além de produzir  outros benefícios.

Título original: "Como aproveitar melhor o tempo", artigo escrito por Ermelino Ramos à página 8. do jornal Mensageiro da Paz; ano 60; número 1236; distribuído em janeiro de 1990.  Editora: Casa Publicadora das Assembleias de Deus - CPAD.

Nenhum comentário: