Research | Pesquisar artigos de Belverede

Select the language

terça-feira, 30 de março de 2010

O PROFETA JEREMIAS E O FALSO DEUS BAAL

A chamada do profeta Jeremias se consistiu na missão de alertar seus compatriotas quanto ao abandono da fidelidade ao Senhor. O povo de Judá, embora tivesse sido ensinado pelo Senhor a respeito de tão abominável pecado, que deveria evitar, se perdeu na prática da idolatria, adorava outros deuses, imitando os povos circunvizinhos. Entre estes deuses haviam Baal e Astarote (Êxodo 20.3-6).

O que era pecado, aos contemporâneos de Jeremias, era tido como correto. Eles escarneciam do profeta e de Deus. Diziam que o Criador era incapaz de agir, fosse para o bem ou para o mal. Por tamanha apostasia, o profeta predisse que Judá e Jerusalém seriam exilados. O que veio a acontecer não muito anos depois.

O nome do falso deus Baal, em sua origem, nos tempos mais remotos, não era nome próprio, significava senhor ou dono, empregou-se para caracterizar a relação da divindade com o seu senhor, também era usado para indicar a relação do homem com a sua mulher, então sendo usado o termo marido.


Posteriormente, foi usado como nome composto para designar o deus de cada lugar, como por exemplo Baal Peor, o dono do monte Peor. Cada região cultivada possuía seu próprio Baal que, segundo a crença fecundava a terra por meio de suas fontes e a quem, como dono divino, se devia tributo. Havia várias formas de Baal, que eram encontradas em diversas cidades. Baal-Berite (Senhor da Aliança), adorado em Siquem; Baal Zebube (Senhor das Moscas) adorado na cidade de Ecrom pelos filisteus). Veja: Números 25.3; Juízes 8.33; 9.4. Baal também era chamado de Hadade, e adorado em todas as povoações da fenícia.

O plural “Baalin” é referência às sua várias representações, locais ou regionais.

Baal era o mais conhecido dos deuses de Canaã, acreditava-se que ele era o principal deus responsável pela fertilidade, pela germinação dos plantios, pelas multiplicações dos rebanhos e pelo aumento dos filhos na comunidade.

Durante certo tempo o culto a Jeová e a Baal foram duas religiões que seguiram seu curso em paralelo; no entanto, com o passar dos anos a adoração ao Senhor Baal ou Senhor de Canaã assumiu hegemonia expressada em rituais hediondos e imorais.

O culto a Baal foi uma das piores tentações dos israelitas, desde os tempos antigos Levantaram altares nos terraços das casas, nas ruas de Jerusalém e em todas as cidades de Judá (Juizes 2.13; 1º Reis 16.31-32; Jeremias 7.9; 11.13; 32.29).

Baal era a divindade masculina e Asera a sua companheira, conhecida também como Astarote. Asera era a equivalência feminina de Baal entre os fenícios e os cananeus, e chamada pelos isrelitas de Poste-Ídolo.

O culto a Baal introduzido em Israel por Acabe foi o Melkart de Tiro.

E.A.G.
__________

Subisídio preparado com a finalidade de aproveitamente nas escolas dominicais, cujas aulas usem a revista Lições Bíblicas: Jeremias - Esperanças em Tempo de Crise; comentarista Claudionor de Andrade (CPAD). Artigo dirigido à lição 2 - Os Perigos do Desvio Espiritual.

2 comentários:

inara disse...

Boa noite!!
pROCURANDO SOBRE O SIGNIFICADO DE MEU NOME, Inara, vi que era filha de Baal...mas quem era iNARA na mitologia??
Obrigada!

Eliseu Antonio Gomes disse...

Prezada Inara.

Seu nome lembra uma música do grupo de pagode Katinguelê, e creio que deve tê-lo recebido por causa dela.

Lendo o que escreveu neste blog, fiz uma pesquisa na Internet.

Vários sites brasileiros, oferecem significados de nomes. De uns recebemos a informação que Inara tem origem indígena, sendo ela a progenitora da água. Outros, afirmam que Inara tem origem numa deusa mitológica hitita, a filha de Baal.

Mas, em alguns sites similares no idioma inglês, nos é informado que Inara é nome masculino. E que tem origem árabe. Apresentaram nomes similares em húngaro (Iivire), irlandês (Íoivihar) e escocês (Ioivihar). Conferir: http://www.behindthename.com/php/search.php?terms=inara&nmd=n&gender=both&operator=or e aqui http://www.baby-names-and-stuff.com/arabian-baby-names/inara.asp .

Inara em árabe é إنارة. E é traduzido “de iluminação”, termo que remete à janela aberta e às luminárias.

Na Wikipédia, em inglês, achamos Inara Serra. A página nos informa que trata-se de uma das principais personagens do seriado de ficção científica Firefly / filme Serenity, para um roteirista, produtor e diretor de Hollywood, chamado Joss Whedon (Buffy a Caçadora de Vampiros, Angel). O personagem Inara Serra é interpretada pela atriz brasileira - a carioca naturalizada americana Morena Baccarin. Nas telas, Inara é uma mulher budista que presta serviços como dama de companhia.

Outra página da Wikipedia, em inglês, diz que Inara, em hitita, seria a deusa dos animais selvagens e filha do deus Tempestade, remetendo este nome para a mitologia grega, mais precisamente aos personagens mitológicos Artemis, Perséfone e Deméter ( http://en.wikipedia.org/wiki/Inara ).

Voltando a citar os sites em inglês, dedicados a explicar significados e origens de nomes, encontrei neles, também, usuárias usando Inara. Elas também informam que a origem do nome é árabe, acrescentando que significa raios de luz, enviado do céu. Algumas delas, revelam que o nome teve influência na série da televisão Firefly.

Enfim, o nome Inara possui diversas informações que vão uma de encontro com as outras. Mas, é certo que ele tem a ver com luz.

Volte outra vez ao Belverede.

Abraço.

As 7 postagens mais acessadas na semana

As 7 postagens mais acessadas nos últimos 30 dias

As 7 postagens mais populares (geral - desde 12 de junho de 2007)

▲ Clique na imagem para retornar ao topo do blog.

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes
Cidade Ocean - Praia Grande - São Paulo/SP - Brasil.