Temas

Angeologia      |      Apologia Cristã      |      Antropologia Bíblica      |      Bibliologia      |      Cristologia     Eclesiologia      |      Escatologia       |      Soteriologia      |      Hamartiologia      |    Pneumatologia      

Select the language

EBD - Escola Bíblica Dominical | Julho a Setembro de 2022.

Pesquisar este blog

Arquivo | 14 anos de postagens

sábado, 21 de maio de 2022

A história do hino Mais Perto Quero Estar

Sarah Fuller Flowers Adams: a história do hino "Mais Perto Quero Estar, Meu Deus de Ti" - Harpa Cristã nº 183

Diversas mulheres, consagradas a Deus e ao trabalho ministerial do louvor, entraram para a história da Igreja ao usarem seus talentos poéticos, então, hoje,  temos muitos hinos escritos por elas. Um dos mais conhecidos foi escrito por Sarah Fuller Flowers Adams, conhecido no Brasil pelo título "Mais perto quero estar, meu Deus de Ti". 

Sarah nasceu em 22 de fevereiro de 1805 na Inglaterra, em Old Harlow, Essex. Em determinado momento de consagração, ficou muito tocada com a história relatada no texto capitulado em Gênesis 28.10-17, sentiu-se inspirada e resolveu escrever uma poesia a respeito, que na atualidade é de conhecimento universal. Quando entoamos este hino que incorpora seus versos, são poucos que sabem que foram escritos tendo em mente a visão de Jacó em Betel, a escada que alcançava o céu, e os anjos que desciam e subiam por ela.

Harpa Cristã: Mais Perto quero estar, meu Deus de Ti - nº 187

O pai de Sarah Flower, homem praticante da Palavra de Deus, pertencia a uma família de banqueiros, mas dedicou-se como editor de um jornal semanal em Cambridge. Sarah era caçula, ficou órfã de mãe aos cinco anos de idade e cresceu sob os cuidados paternos e da irmã mais velha, Eliza Flower, que também notabilizou-se como compositora. A jovem Sarah chamava atenção pelo talento em literatura, muitos textos de sua autoria foram publicados no periódico do pai. 

Em sua fase adulta, já casada com William Bridges Adams, foi bem sucedida ao participar de Macbeth, de William Shakespeare, como atriz, e obteve também relativo sucesso em outras peças teatrais, porém, afastou-se das artes cênicas e demonstrou fervor religioso através da poesia. A pedido do seu pastor, William Johnson Fox, Sarah contribuiu com 13 poesias e sua irmã com 62 melodias para a compilação de hinos preparada por ele à liturgia da igreja, entre as composições de Sarah foram apresentadas "Mais perto quero estar..." e "Ele envia o sol, Ele envia chuva" [He sendeth sun, he sendeth shower] - este segundo foi entoado em seu funeral.

Durante a meia-idade, Sarah sofreu com surdez, problema de saúde que seu pai também era acometido. Morreu sem ter filhos aos 43 anos de idade, foi sepultada perto do marido, dos pais e da irmã. Richard Garnett, uma pessoa amiga de sua família, a descreveu assim: "Todos os que conheceram a Sra. Adams falam dela pessoalmente com entusiasmo; ela é descrita como uma mulher de beleza e magnetismo singular, meiga e verdadeiramente feminina, distinta, e em seus dias de saúde era alegre e espirituosa.

No terrível episódio do desastre do transatlântico Titanic, sobreviventes contaram que quando o navio estava sossobrando, na iminência de haver o horrível pânico generalizado, a orquestra de bordo tocou "Mais perto quero estar, meu Deus de Ti", o que consequentemente resultou em uma apresentação musical comovente e impressionante; tripulantes davam-se as mãos e cantavam à medida que a embarcação afundava.

Dizem que quando os cristãos visitam as regiões citadas nas narrativas bíblicas, chegando em Betel, param e cantam este hino. Os versos contidos nele têm sido ao longo dos anos um grande auxílio e um enorme conforto para momentos de dificuldades.

A melodia para os versos de "Mais perto quero estar..." foi composta por Lowell Mason [nascido em 08/01/1792, em Medfield; falecido em 11/08/1872, Massachusetts]. Mason relatou que sua inspiração surgiu durante uma noite sem dormir, enquanto esteve deitado com as luzes apagadas e envolto no pleno silêncio de sua residência, ao amanhecer escreveu as notas da canção, dando-lhe o nome Bethany. O hino acompanhado da letra consta nos hinários Cantor Cristão, com o número 283, e na Harpa Cristã, catalogado pelo número 187. A tradução ao português foi feita por João Gomes da Rocha.

Memórias dos Batistas. 'Mais Perto: a história do hino de Sarah Flower Adams' - igrejabatista.net/blog/mais-perto-a-historia-do-hino-de-sarah-flower-adams - Publicado em 21/02/2020. Acesso: 21/05/2022.
Mensageiro da Paz. Ano 33; 1ª quinzena de 1963; número 9; página 5. Redação e oficinas: Rua São Luiz Gonzaga, 1951. Benfica, Rio de Janeiro [Casa Publicadora das Assembleias de Deus - CPAD].

5 comentários:

Anônimo disse...

O hino é lindo,mas,há pessoas cristã que acham que é próprio pra funeral.
Se for não tem problema.

Eliseu Antonio Gomes disse...

Internauta anônimo.

Sim, o hino pode ser entoado em um funeral. Aos que estão no mundo, sem Deus, morrer é um momento de desespero e muita dor, porém, para nós os salvos significa apenas um momento de despedida e à ida ao encontro do Pai celeste. Queremos estar mais perto de Deus!

Abraço.

Anônimo disse...

Sempre que tenho oportunidade,louvo esse hino,mais perto quero está meu Deus de ti , ainda que seja a dor que me una a tí...

Anônimo disse...

Esse hino é louvado nos momentos difíceis da vida de cada um ,conforto Espiritual, só que sempre acreditei que fosse jotinha que fosse autor ele sempre falava.

Anônimo disse...

Eu amo esse hino,porque eu quero estar perto de Deus.no dia que Ele nos chamar.ou arrebatar a sua igreja!