Research | Pesquisar artigos de Belverede

Select the language

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

Viver dói - a dor diz que você está vivo

Por Silmar Coelho

Assim também vós, agora, na verdade, tendes tristeza, mas outra vez vos verei, e o vosso coração se alegrará, e a vossa alegria ninguém poderá tirar" - João 16.21, 22.

"Está doendo, está doendo".

Anthony Quinn, o grande ator que fez Barrabás no cinema, interpreta um esquimó chamado Inuk, em "Sangue sobre a neve". Talvez, você não saiba, mas nada é mais importante para um esquimó do que seus cães.

Nunca emprestará os cachorros, porque ele depende dos cães para sobreviver no gelo. Sem esses animais, o esquimó não pode se locomover, caçar, pescar e/ou continuar vivo.

Durante o filme, Anthony Quin é preso por dois homens brancos e viaja em meio a um tempestade de neve. O vento sopra sem parar, trazendo lufadas de neve e atrapalhando a visão no caminho.

Inuk avisa aos homens brancos que eles estão viajando sobre o mar e que o gelo pode quebrar a qualquer momento. Pede para que os policiais permitam que Inuk os guie, já que ele conhece melhor o Ártico. De repente, o gelo se abre, um dos homens com o trenó entra na água gelada. Rapidamente, o outro policial segura as mãos do amigo para salvá-lo. Inuk grita para que ele não enfie as mãos na água congelante. O policial não escuta Inuk, coloca as mãos na água e puxa o amigo para fora. As roupas molhadas congelam imediatamente; o policial tenta arrancá-las, cortando-as com a faca.

Inuk avisa que o esforço é em vão. Em segundos, o homem está morto. Como as mãos do policial ficaram tempo demais na água gélida, Inuk, sabiamente, arranca as luvas do policial para ver o estrago. As mãos estão congeladas por causa do frio.

Sem tempo para acender uma fogueira, já que precisa aquecer as mãos do policial rapidamente para salvá-lo, Inuk corre até os cães, solta um deles e os trás para perto do policial. Pega a faca e, sem dó, enfia na barriga do cão, rasgando-a. Enfia as mãos dormentes do policial dentro da barriga do cão. Então, o sangue quente aquece as mãos do policial, salvando-o da morte certa.

O policial grita sem parar: "Está doendo, está doendo!" Inuk permite que o policial tire as mãos de dentro  do cão morto e diz: "Você não é capaz de suportar a dor?".

O policial querendo demonstrar coragem, enfia as mãos no sangue quente outra vez. Inuk afirma: "Está doendo, é a vida voltando. Só a morte não dói". O policial foi salvo.

Está doendo?

É sinal de que Deus está agindo para realizar o parto da vitória em sua vida.

A dor diz que você está vivo. Enquanto houver dor, é sinal de que o Espírito Santo ainda está agindo em sua vida. 

Pois bem, chegou a hora de dar à luz milagres! A ausência da dor significa que a morte está perto. É possível morrer sem dor, mas nada nasce sem dor. Portanto, não se desespere.

"A mulher quando está para dar à luz, sente tristeza, porque é chegada a sua hora; mas, depois de nascida a criança, já não se lembra da sua aflição, pelo prazer de ter vindo um homem ao mundo. Assim também vós agora, na verdade, tendes tristeza, mas outra vez vos verei, e o vosso coração se alegrará, e a vossa alegria ninguém poderá tirar" - João 16.21, 22.

Fonte: Renovação da Fé, ano 15, nº 58, 4º trimestre de 2013..
Silmar Coelho é escritor e pastor, doutor em liderança pela universidade Oral Roberts, Tulsa, USA.

2 comentários:

Vanderleia disse...

Muito bom, a dor é sinal de que estamos vivos.

Elizeu Rodrigues disse...

nossa, fazia tempo q não ouvia falar neste filme nem no grande ator Anthony Quinn, dos temerosos dráculas, entre outros.

Uma das coisas q mata é o medo. O medo da morte é falta do conhecimento do autor da vida.

As 7 postagens mais acessadas na semana

As 7 postagens mais acessadas nos últimos 30 dias

As 7 postagens mais populares (geral - desde 12 de junho de 2007)

▲ Clique na imagem para retornar ao topo do blog.

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes
Cidade Ocean - Praia Grande - São Paulo/SP - Brasil.