Research | Pesquisar artigos de Belverede

Select the language

sábado, 10 de dezembro de 2011

O surgimento da Teologia da Prosperidade

A Casa Publicadora das Assembleias de Deus entrega aos assembleianos a revista Lições Bíblicas para o 1ª trimestre de 2012, cujo título é A Verdadeira Prosperidade - A Vida Cristã Abundante, cuja autoria dos comentários é de José Gonçalves.

A primeira lição, de 1º de Janeiro, o título é O Surgimento da Teologia da Prosperidade. No trecho Leitura Bíblica em Classe, o texto escolhido foi Lucas 12.23-21, a passagem em que uma pessoa pede a Jesus para aconselhar o irmão dele a dividir a herança, e o Mestre responde "homem, que me pôs a mim como juiz ou repartidor entre vós?" e em seguida pede cuidado aos discípulos para não se deixarem dominar com a avareza e conta a parábola do rico insentato, que é um avarento.

Eu me lembrei de uma experiência que tive com essa passagem bíblica.

Sem defesas e sem ataques.

Certa vez, escrevi neste blog, algo sobre finanças e apareceu alguém atacando o Pr. Silas Malafaia, Morris Cerullo e a Bíblia Batalha Espiritual e Vitória Financeira.

O assunto do artigo que escrevi  não era  Cerullo, não era Silas Malafaia e nem a tal Bíblia de Estudo, tão criticada e tão pouco conhecida por quem a critica. Eu dei um jeitinho de fazer o crítico comentar sobre a passagem da parábola O Rico Insensato (Lucas 12.13-21). Ele comentou. Depois, peguei a Bíblia Batalha Espiritual e Vitória Financeira e publiquei o comentário de Cerullo sobre a mesma passagem. O conteúdo estava em acordo com o comentário do crítico. Depois pedi ao crítico para opinar, se estava de acordo com o que eu havia publicado, sem dizer a fonte, claro! Ele elogiou bastante. Eu revelei que era de autoria de Cerullo, texto extraído da Bíblia de Estudo que ele acabara de falar muito mal. Ele ficou embasbacado, tentando remediar o irremediável, porque havia dito que Cerullo era pregador da Teologia da Prosperidade. Por fim, ele quis me convencer que não agia preconceituosamente.
Difícil entender algumas atitudes!
__________

"Ganância. Grego - O termo pleonexia significa o desejo avarento de ter mais do que possuímos. A ganância é idolatria (Col. 3.5), um pecado que exclui a pessoa do céu (1 Co 6.10). É a raiz de muitas outras formas de pecado e afasta o ser humano da fé (1 Tm 6.9, 10). Além disso, estimula as pessoas a mentir (2 Rs 5.22-25), a roubar (Js 7.21) e a cometer assassinato (Ez 22.12). Enfim, é capaz de levar a pessoa à ruína e a à perdição eterna (1 Tm 6.9).

A ganância foi um dos primeiros pecados a surgir depois que Israel entrou na Terra Prometida e fez com que o povo de Deus fosse derrotado na guerra (Js 7.21). Também estava presente na Igreja primitiva, e o juízo divino caiu  sobre os avarentos, para demonstrar a gravidade desse pecado (At 5). Devemos estar vigilantes, para impedir que a ganância entrte em nosso coração.

Lucas 12.22-29. Jesus, após advertir os discípulos a não tornarem-se gananciosos e a não confiarem nas riquezas terrenas, acrescentou que NÃO SE PREOCUPASSEM com as necessidades básicas da vida. (...) Se olharmos para as circunstâncias, permitiremos que Satanás enchaa nossa mente com preocupações e dúvidas e ficaremos presos em um ciclo de derrota financeira. Temos que lançar fora toda preocupação e dúvida. Precisamos desviar os olhos das circunstâncias e apresentar as nossas necessidades ao Pai, com fé, confiando que Ele fará exatamente o que prometeu" - Bíblia Batalha Espiritual e Vitória Financeira,  página 1305, Edição Janeiro de 2007 (Editora Central Gospel).

Confira todas as abordagens sobre as matérias da revista no blog Belverede: EBD 2012 primeiro trimestre: Verdadeira prosperidade - vida cristã abundante


E.A.G.

4 comentários:

Anônimo disse...

Saudações em Cristo!, o problema é que Cerullo e outros tele-evangelistas falam tantas mentiras, que quando eles falam algo coerente fica dificil acreditar que foi ele quem disse.

Abraços no amor de Cristo - Pb. João Eduardo Silva - AD Min. Belém - SP.

Elizeu Rodrigues disse...

Hoje a AD onde eu sirvo a Deus só fala no dinheiro, no deus mamon. Hipocrisia essas licões da EBD. Um ex: NOTA BEP, pg 1481, Mc 10.30-RECEBA CEM VEZES TANTO. As recompensas prometidas neste versículo não devem ser entendidas literalmente. Pelo contrário, as bençãos e alegrias inerentes nos relacionamentos citados aqui serão experimentados pelo discípulo genuíno, que se nega a si mesmo por amor a Cristo.

Xará, não entendo o que o pr Donald quer dizer aqui, ainda que a data da BEP é de 95, quando nossa denominação era radicalmente contra a prosperidade, seja como na teologia, seja como fosse na época.

Ele diz que as benção não são literais: ???. Depois diz que apenas o discípulo genuíno: ???. E que se nega: ???. Ela acha que o discípulo que não é genuíno vai para um céu de nível 2, 3, 4, e o genuíno no nível 1, como acontece nos púlpitos de igreja hoje. Abracos

Eliseu Antonio Gomes disse...

Caro João Eduardo Silva.

Ilustre irmão e presbítero, a questão que eu eleborei com o crítico devido ao preconceito.

Preconceituar, infelizmente, é o maior modismo que os cristãos estão afundados nestes dias. Para muitos, é tido como normal formular opiniões sobre assuntos e pessoas que desconhecem. E isso é pecado...

Só Deus conhece o coração alheio, nós não.

Em tempo: não defendi Cerullo, tentei abrir os olhos do crítico, que estava falando de uma publicação que não havia comprado. Como opinar assim? Ele queria adivinhar? Adivinhação não é coisa de Deus.

Abraço.

Eliseu Antonio Gomes disse...

Prezado Elizeu.

Eu sou uma pessoa que tem diversas bíblias de estudos na prateleira. Mas, o objetivo principal é estar ciente do que acontece no mercado cristão. Leio, analiso, comparo. E, o que faz com que o conteúdo pesquisado entre em meu coração é a oração acompanhada da paz de Cristo.

Existe o filtro 1 Tessalonicenses 5.21. Usemos sempre!

Abraço.

As 7 postagens mais acessadas na semana

As 7 postagens mais acessadas nos últimos 30 dias

As 7 postagens mais populares (geral - desde 12 de junho de 2007)

▲ Clique na imagem para retornar ao topo do blog.

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes
Cidade Ocean - Praia Grande - São Paulo/SP - Brasil.