Research | Pesquisar artigos de Belverede

Select the language

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Deus galardoador

Debatendo com algumas pessoas sobre a questão do Criador responder orações daqueles que são servos de Cristo, pessoas que passaram pelo novo nascimento, que andam no Espírito, fui surpreendido por alguém que dizia que Deus diante das orações Deus age como é opositor, por conta de ser o Todo Poderoso, o Soberano.

Etimologia bíblica

Interpretando as Escrituras Sagradas à luz do Evangelho de Jesus Cristo, gosto de analisar os textos bíblicos analisando o conteúdo de especialistas no idioma grego.

É muito bom analisar a Bíblia fazendo uso do idioma original, porque assim o leitor ultrapassa o limite do vocabulário do tradutor. Interessar-se pela etimologia de vocábulos dos originais da Bíblia é importante. É uma forma de aumentar o conhecimento sobre o conteúdo das Escrituras quanto aos idiomas que Deus escolheu para nos dar a Palavra dEle em formato escrito.

E remetendo-me aos vocábulos opositor e adversário, observamos que o anjo caído, que se rebelou contra Deus e foi precipitado do céu, não tem nome próprio, ele é conhecido em grego como Opositor (Satanás).

Se no idioma grego “opositor” é o termo satanás, não posso aceitar que Deus tenha ações de oposição/satanização contra aqueles que abriram o coração confiando nEle e Lhe procurando e apresentando os seus anseios. A ação de Deus é exatamente o contrário. “Deleita-te no Senhor e ele satisfará os desejos do seu coração” (Salmo 37.4).

Graça aos que se aproximam do trono da graça

Graça significa favor imerecido em grego.

Deus quer o bem de todos nós, por este motivo existe a revelação do Salmo 37.4 e outros versículos bíblicos mostrando que há disposição de Deus em responder as orações dos seus filhos.

Eu oro ao Deus crendo que nas horas em que O busco desfruto da presença dEle, pois está assentado no trono da graça, e sou atendido, porque Ele é galardoador de todos que se aproximam. Creio assim porque é isso que está declarado em Hebreus 11.6.

Observemos o ensino de Paulo sobre oração:

“Do mesmo modo também o Espírito nos ajuda na fraqueza; porque não sabemos o que havemos de pedir como convém, mas o Espírito mesmo intercede por nós com gemidos inexprimíveis. E aquele que esquadrinha os corações sabe qual é a intenção do Espírito: que ele, segundo a vontade de Deus, intercede pelos santos. E sabemos que todas as coisas concorrem para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito." - Romanos 8. 26-28.

Todas as coisas não são algumas coisas. E bem é bem... Não é mal... Acho que é importante frisar isso, porque há quem distorça.

Observemos o ensino de Pedro sobre oração:

Semelhantemente vós jovens, sede sujeitos aos anciãos; e sede todos sujeitos uns aos outros, e revesti-vos de humildade, porque Deus resiste aos soberbos, mas dá graça aos humildes.Humilhai-vos, pois, debaixo da potente mão de Deus, para que a seu tempo vos exalte; lançando sobre ele toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós. 1ª Pedro 5.5-7.

Observemos o ensino de Tiago sobre oração:

E, se algum de vós tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente, e o não lança em rosto, e ser-lhe-á dada.

Peça-a, porém, com fé, em nada duvidando; porque o que duvida é semelhante à onda do mar, que é levada pelo vento, e lançada de uma para outra parte.
Tiago 1.5-6.

Enfim...

O Deus que eu sirvo não é meu opositor. Eu creio que Ele é o meu Deus Pai Celestial, e atende aos desejos do meu coração, que está lavado e remido pelo sangue de Jesus. O Deus que eu sirvo não age como meu opositor, Ele ouve minhas orações.

E.A.G.

Nenhum comentário:

As 7 postagens mais acessadas na semana

As 7 postagens mais acessadas nos últimos 30 dias

As 7 postagens mais populares (geral - desde 12 de junho de 2007)

▲ Clique na imagem para retornar ao topo do blog.

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes
Cidade Ocean - Praia Grande - São Paulo/SP - Brasil.