Research | Pesquisar artigos de Belverede

Select the language

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

A LEI DE MOISÉS E A LEI DE CRISTO

A Lei Moral ainda vigora nos dias atuais.

Quando Jesus morreu na cruz, o véu do templo foi rasgado do alto até embaixo. Nós sabemos, o véu separava o povo judeu do espaço do templo judaico, do lugar que era considerado o Santo dos Santos, onde era guardada a arca da aliança, e os sacerdortes levitas tinham permissão para entrar uma vez ao ano para oferecer sacrifícios de animais. Este ritual era o mais importante da Lei de Moisés. O livro Aos Hebreus é claríssimo sobre este assunto, ao mencionar que as cerimônias judaicas não valem  para a Igreja do Cristo.

A Lei Moral aponta ao pecado, nos direciona para viver de acordo com a vontade de Deus. Ela não tem poder para salvar do pecado, não nos livra do efeito mortal do pecado, mas traz à tona a consciência da existência dele, faz com que a alma pecadora saiba que é necessário reconhecer a Cristo como Senhor e Salvador, e incentiva o homem a se humilhar e se confessar a Jesus pedindo perdão e assim receber perdão (1ª João 1.9).

A Lei de Moisés era composta de ritos cerimoniais,
obrigava os homens a fazer circuncisão; a fazer rituais de holocausto usando animais para expiação de pecados (como uma simbologia do sacrifício de Cristo na cruz).


Quando o Filho de Deus morreu e ressuscitou dos mortos, os atos simbólicos do judaísmo deixaram de ser necessários. Ninguém mais precisa da Lei Cerimonial.

A Lei de Moisés foi abolida, acabou, mas a Lei Moral, vigora. Ela é para todos, judeus e gentios. O cristão, que faz parte da Igreja de Cristo, está obrigado a cumprí-la:

“Não penseis que vim revogar a Lei ou os Profetas; não vim para revogar, vim para cumprir" - Mateus 5:17-18

“Levai as cargas uns dos outros, e assim cumprireis a lei de Cristo - Gálatas 6.2.

“Aquele, porém, que atenta bem para a lei perfeita da liberdade, e nisso persevera, não sendo ouvinte esquecidiço, mas fazedor da obra, este tal será bem-aventurado no seu feito” - Tiago 1.25.

“Assim falai, e assim procedei, como devendo ser julgados pela lei da liberdade - Tiago 2.12.

E.A.G.
Este artigo está liberado para cópias, desde que citados o nome do autor e o link (HTML) do blog Belverede.

Atualizado em  12 de janeiro de 2011.

Um comentário:

Anônimo disse...

Se você acha que devemos guardar o velho pacto, ou parte dele, como a tábua das dez palavras, vou ter que discordar, pois se ainda estiver retido e desposado da lei e mandamentos dado a Moíses, como serei desposado da nova lei de Cristo, ou seja, da aliança da graça. Estaria em adultério espiritual, como bem ensina Paulo, onde uma mulher (igreja), só é liberta do marido, para poder ser de outro, quando o antigo morrer, não sendo o caso de quem ainda diz guardar parte do velho pacto.

As 7 postagens mais acessadas na semana

As 7 postagens mais acessadas nos últimos 30 dias

As 7 postagens mais populares (geral - desde 12 de junho de 2007)

▲ Clique na imagem para retornar ao topo do blog.

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes
Cidade Ocean - Praia Grande - São Paulo/SP - Brasil.