Research | Pesquisar artigos de Belverede

Select the language

segunda-feira, 30 de outubro de 2017

Cristo em mim


Alphonsine Imaniraguha

Eu nasci e cresci em Ruanda, tinha cinco irmãos e os meus pais eram as pessoas mais incríveis. Meus pais eram muito religiosos e íamos à igreja regularmente. Nós líamos a Bíblia e orávamos juntos como família todas as noites. Fomos ensinados a amar e a tratar os outros como se fossem pessoas da família. Quando imaginava como seria o céu, eu visualizava a minha família fazendo fila diante de Deus e o meu pai apresentando a minha mãe e nós filhos a Ele. E então Deus nos daria um empurrãozinho deixando-nos entrar no céu. Eu jamais poderia imaginar que as coisas poderiam ocorrer de outra maneira.

Mas por volta das 8 horas da noite de 6 de abril de 1994, o avião presidencial foi abatido no desembarque em Kigali. Em poucos segundos, o genocídio de Ruanda começou. As estatísticas estimam que cerca de um milhão de pessoas foram massacradas em 100 dias, e este número incluía os meus pais e dois dos meus irmãos. Pela graça de Deus eu sobrevivi com meus três irmãos mais novos, que estavam todos com menos de 10 anos, e eu tinha apenas 13.

Ao mesmo tempo em que eu estava grato por estar vivo, meu mundo mudou para sempre. Logo percebi que as minhas asas imaginárias para o céu tinham sido quebradas e que precisaria descobrir  uma outra maneira para chegar lá. Tendo os meu anos de adolescência roubados, meu coração estava ferido e pesado. Tudo que eu almejava era conquistar algo para apagar a minha dor.

Certo dia, enquanto eu ainda estava na escola, ouvi alguém gritando a distância. Fui andando em direção ao som que ouvia, quando percebi que vinha de um pastor.

Ele estava afirmando aos que o ouviam que há Alguém que pode ser um pai para os órfãos e aliviar sua dor. Pensei que alguém tivesse lhe contado sobre mim. Ele convidou as pessoas que precisam de oração. Ajoelhei-me, soluçando, e pedi a Deus que se tornasse meu Pai celestial. Ele se tornou real para mim conforme lemos em Sua Palavra. O Senhor realmente andou comigo "através do fogo" e proveu por minhas necessidades e também as de meus irmãos.

"Não removas os marcos antigos, nem entres nos campos dos órfãos, porque o seu Vingador é forte e lhes pleiteará a causa contra ti - Provérbios 23.10, 11.

"Quando passares pelas águas, eu serei contigo; quando, pelos rios, eles não te submergirão; quando passares pelo fogo, não te queimarás, nem a chama arderá em ti. Porque eu sou o SENHOR, teu Deus, o Santo de Israel, o teu Salvador; dei o Egito por teu resgate e a Etiópia e Sebá, por ti. Visto que foste precioso aos meus olhos, digno de honra, e eu te amei, darei homens por ti e os povos, pela tua vida" - Isaías 43.2-4.

Levei muito tempo para perdoar aqueles que nos feriram, e às vezes ainda sofro. Mas o que me impede de odiar é saber que eu também preciso de perdão. Se Deus pesasse os meus erros contra mim, eu teria vergonha. Todos nós precisamos de perdão, esperança e amor que vem de Deus - e que um dia fará nova todas as coisas.

E.A.G.

Fonte: Pão Diário, volume 20, página 372, 1ª edição 2017, Curitiba - PR (Ministério Pão Diário).

Alphonsine Imaniraguha é sobrevivente do genocídio ruandês de 1994 e fundadora do Ministério Rising Above the Storms (Subindo acima das tempestades). Ela possui um blog, Beauty for Ashes,  nele ela aborda a fé em Cristo e escreve sobre seu ministério, que visa socorrer crianças de Ruanda.

Nenhum comentário:

As 7 postagens mais acessadas na semana

As 7 postagens mais acessadas nos últimos 30 dias

As 7 postagens mais populares (geral - desde 12 de junho de 2007)

▲ Clique na imagem para retornar ao topo do blog.

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes
Cidade Ocean - Praia Grande - São Paulo/SP - Brasil.