Research | Pesquisar artigos de Belverede

Select the language

segunda-feira, 5 de junho de 2017

Fé como um grão de mostarda – parte final


Por Marcel Malgo


Lembremos de 1 João 5.4: !porque todo o que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo: a nossa fé!. Que fé é essa que vence o mundo? É uma fé poderosa, forte, que supera tudo? De modo algum! A fé que vence o mundo é a fé singela, que muitas vezes não se sente; é a fé sacudida e posta à prova, mas assim mesmo firmada no sangue reconciliador e salvador de Jesus Cristo! Isto é tudo" Essa fé não se apóia no que sentimos ou percebemos, mas naquilo que sabemos, que Jesus venceu o mundo (João 16.33 b), e que de fato somos filhos de Deus. Essa é a fé que remove montanhas!

Como seria bom se compreendêssemos hoje o que significa de maneira bem prátic nos contentarmos com a fé simples como um grão de mostarda. Então muitos de nós mudariam totalmente sua vida espiritual teimosa e pouco inteligente! Que de uma vez por todas reconhecêssemos que o caminho da fé é simples; que não se trata de fazer grandes esforços espirituais, porém simplesmente de confiar naquilo que nos é oferecido em Cristo!

Grandes resultados da fé como um grão de mostarda


Em Isaías 42.3 a, está escrito: "Não esmagará a cana quebrada, nem apagará a torcida que fumega". Esta é uma profecia messiânica que é confirmada no Novo Testamento (Mateus 12.20) de uma maneira direta em relação a Jesus Cristo, e por isso já se tornou grande fortalecimento para muitos filhos de Deus. Entretanto essa palavra também pe uma figura de uma pessoa que possui fé como um grão de mostarda. Pois a cana quebrada ainda não foi esmagada, está apenas quase partida, e uma torcida que fumega ainda não está totalmente apagada. E nesse sentido esta palavra aponta para a fé mais pequena possível que uma pessoa pode possuir, fé como de um grão de mostarda.

Você compreende o que o Senhor quer dizer com isso? Talvez você leia esta mensagem com o estado interior de uma "cana quebrada" ou de uma "torcida que fumega". Talvez sinta-se interiormente fraco e miserável, e em seu interior só resta uma fé ínfima, do tamanho de um grão de mostarda. Você se sente assim porque diante da alma se amontoam grandes montanhas de angústias, preocupações e problemas. Todavia agora escute bem: : o fato de você se sentir como uma "cana quebrada" ou uma "torcida que fumega" prova que em você ainda existe algo. Pois uma cana quebrada ainda não está amassada, e uma torcida que fumega ainda não está apagada. Apesar de todos os montes de dificuldades que talvez neste momento existam à sua frente, você ainda tem uma centelha de fé. e É é justamente isso que você tem que ativar agora, uma vez que Jesus diz: "Se tiverdes fé como um grão de mostarda, direis a este monte: passa daqui para acolá, e ele passará. Nada vos será impossível".

Todos esses montes, problemas e dificuldades podem ser "lançados no mar" se você ativar e aplicar sua pequena fé. Embora ela seja como um grão de mostarda, em outras plavras, isso acontece se você simplesmente vier agora a Jesus como você é. Ele não "esmagará a cana quebrada, nem apagará a torcida que fumega". Pelo contrário, no Salmo 34.18 está escrito: "Perto está o Senhor dos que têm coração quebrantado e salva os de espírito oprimido".

Uma coisa, contudo, você precisa fazer: você - "a "cana quebrada" e "a torcida que fumega" - tem que buscar a Jesus assim como você é. Com isso você torna ativa a sua fé como um grão de mostarda. E por meio dissso você terá condições de "lançar no mar" todos os montes, preocupações e problemas. Incentivo cocê a vir ainda hoje, agora, a Ele com o pouco que você tem - com sua fé como um grão de mostarda. Assim o Senhor lhe pode encontrar de maneira totalmente nova, e fazer transbordar sua vida como talvez nunca aconteceu antes!

Nesse contexto, façamos- a pergunta:

Como aconteceu a alimentação dos cinco mil?

Para poder alimentar os milhares de ouvintes, os discípulos já haviam projetado um plano "muito bom": "Ao cair da tarde, vieram os discípulos a Jesus e lhe disseram: O lugar é deserto, e vai adiantada a hora; despede, pois, as multidões para que, indo pelas aldeias, comprem para si o que comer" - Mateus 14.15. O Senhor, porém, por uma proposta dessas, mas por uma bem diferente. Ele não necessitava dos estoques de gêneros alimentícios dos arredores para poder alimentar as milhares de pessoas. Ele procurou por alguém que tivesse fé como um grão de mostarda. Ele necessitava de alguém que possuísse pouco, e que estivesse disposta a dar o pouco que possuía. Por meio disso, Ele seria capaz de realizar uma grande obra.

E de fato estava presente "um rapaz" que, como está escrito em João 6.9, tinha "cinco pães de cevada e dois peixinhos", e que estava disposto a Lhe entregar esse pouco! E o que fez o Senhor com isso? "Então, Jesus tomou os pães e, tendo dado graças, distribuiu-os entre eles; e também igualmente os peixes, quanto queriam" (versículo 9).

Dessa maneira o Senhor Jesus alimentou cinco mil homens, além de mulheres e crianças, com cinco pães de cevada e dois peixinhos. No entanto, entendamos corretamente; Ele só realizou este milagre porque estava presente alguém - justamente este rapaz - que demonstrou a fé como um grão de mostarda, entregando ao Senhor o pouco que possuía. Que montanhas de problemas e receios foram afastados dos discípulos e ao mesmo tempo lançados no mar! Eles viam montes enormes diante de si, porquanto como seria possível alimentar um número tão grande de pessoas? Eles também já haviam se preocupado em como poderiam afastar estes "montes". Mas Jesus não  necessitava de nada disso. Ele apenas procurou a fé como um grão de mostarda que acabou encontrando nesse rapaz. Dessa maneira todos os montes de dificuldades e impossibilidades "foram lançados no mar".

Seja você, ainda hoje, como este rapaz, consagre ao Senhor o pouco que tem. Traga ao Senhor a sua fé como um grão de mostarda, e Ele virá ao seu encontro de maneira totalmente nova. Entregando o pouco de fé que você possui, Ele terá condições de lançar no mar" as montanhas de sua vida, suas dificuldades e preocupações! Não é o tamanho de nossa fé que faz a diferença, mas a fé como um grão de mostarda num grande Deus!

A definição da fé.
A mostarda como condimento e símbolo de fé cristã.

Fonte: Chamada da Meia-Noite, março de 1998,páginas 6 a 8. Portal da editora: www . chamada . com . br/

Nenhum comentário:

As 7 postagens mais acessadas na semana

As 7 postagens mais acessadas nos últimos 30 dias

As 7 postagens mais populares (geral - desde 12 de junho de 2007)

▲ Clique na imagem para retornar ao topo do blog.

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes
Cidade Ocean - Praia Grande - São Paulo/SP - Brasil.