Research | Pesquisar artigos de Belverede

Select the language

domingo, 30 de novembro de 2014

Sete pedras de tropeço à pureza sexual das mulheres

Hortense de Beauharnais (1783-1837), esposa do rei holandês
 Luis Napoleão, irmão de Napoleão Bonaparte. Ela entrou para
a história com seu nome associado às aventuras
 de infidelidade conjugal. 
Por Shannon Ethridge
Tradução livre: Eliseu Antonio Gomes

Não são apenas os homens que sofrem com a tentação sexual. Na verdade, nos dias atuais as mulheres precisam de orientação clara sobre a linha que não devem ultrapassar. 

Entregar-se a um romance ardente... Aproximar-se da mesa do colega de trabalho descontraidamente e com a intenção de atrair a atenção para si... Encontrar-se no espaço virtual com uma pessoa em sala de bate-papo, e aceitar elogios "quentes" que afagam o ego... Alguns desses comportamentos, aparentemente inofensivos, poderiam ser considerados atos dolosos e uma traição no casamento? Sim ou não? 

Onde está a linha entre a integridade sexual e a falta de compromisso com Deus? O que constitui a infidelidade conjugal? A mulher pode considerar-se "em estado de pureza" se a relação com o homem não se concretizar fisicamente? A relação enquanto apenas em estágio mental pode ser considerada uma relação  pura?

Algumas mulheres cristãs assumiram para mim o envolvimento em relações virtuais que havia conotação sexual, e mesmo assim se consideravam pessoas sexualmente íntegras. Entretanto, nossa sexualidade não é apenas o que fazemos, mas também o que somos.

Ao nos criar, Deus não nos fez apenas um corpo de carne, também criou a mente. Ele nos fez seres vivos constituídos de coração e espírito. Estes quatro componentes se combinam para formar um todo, composto de estrutura material e substâncias abstratas.  *

Devemos preservar o corpo, superfície visível e tateável, que é apenas uma parte de quem somos. Mas, é vital que, quanto ao compromisso sexual, também haja cuidado com o coração, a mente e o espírito. 

Componentes da sexualidade

Durante a última década, buscando minha própria cura a partir destas questões, bem como o ensino sobre o tema da pureza sexual, eu entendi que, de uma ou outra forma, a integridade sexual é uma batalha que toda mulher deve lutar.

Certa vez, em uma celebração de casamento, após o casal passar pela cerimônia religiosa se dirigiu ao salão de recepção, onde uma mesa enorme estava coberta com uma linda toalha de renda e sobre ela exibia um bolo confeccionado em várias camadas, diversas iguarias, talheres, guardanapos personalizados com monogramas, taças de cristal. Tudo era espetacular, menos o cuidado de quem preparou aquela mobília, pois se esqueceu de fixar de maneira adequada uma das quatro pernas dobráveis, então, quando houve um toque todas as coisas deslizaram ao chão. 

Esta experiência nos ajuda a visualizar o conceito da composição do ser humano. Quando todos os quatro pés de uma mesa não estão firmes, a possibilidade de um acidente é muito grande. O mesmo pode ser dito da nossa sexualidade. Os quatro componentes, corpo, mente, coração e espírito devem permanecer bem fixados para refletir a pureza e a integridade.

Assim sendo, na questão do compromisso sexual, como podemos proteger com segurança nossas mentes, corpos, corações e espíritos? Quais são as situações em que as mulheres são propensas a "deslizar", em qual condição a integridade sexual é destruída? Iremos examinar as tentações mais comuns que as mulheres enfrentam.

Sete armadilhas à pureza sexual

1. comparações doentias. É tentador analisar a aparência do companheiro de matrimônio e comparar com as aparências, mais encantadoras, do pastor atencioso, o galã de Hollywood e do vizinho charmoso, e fantasiar o que poderia viver com eles.

Quando nos comparamos com a modelo de revista ou com a jovem e inteligente secretária, que é a mulher mais bonita do escritório, é óbvio que nos sentimos descontentes.

Nestas duas situações, há o risco de a desilusão afetar o relacionamento conjugal. Podemos cair no desencanto com nossos maridos "menos perfeitos" ou nos sentirmos inferiorizadas. Se você se sentir presa às comparações, procure três virtudes relacionadas ao seu companheiro ou sobre você mesma e faça uma oração agradecendo a Deus por Sua criação maravilhosa. 

2. fantasias mentais envolvendo outros. Se você descobrisse que seu marido fantasia relações com outras mulheres enquanto está em intimidade com você, você se sentiria ofendida? Obviamente, sim. E a maioria dos maridos se sentiriam da mesma forma, se a situação fosse inversa.

Para evitar que sua mente se afaste do leito conjugal é recomendável que as luzes se mantenham acesas durante os momentos íntimos. A recomendação parece estranha, mas pense bem e faça isso. Ao conversar com alguém não fechamos os olhos e nem viramos o rosto para ela e dessa forma estabelecemos a conexão. De igual maneira,  é mais perfeito o contato corporal entre marido e esposa se houver olhos nos olhos e a visualização de um e outro.  

Os olhos fechados e a escuridão dificultam ao invés de estimularem a intimidade sem mácula se a mente é propensa a vaguear. Visualizar o cônjuge durante o ato sexual ajuda a manter-se mentalmente conectada a ele.

As mulheres solteiras também precisam estar conscientes que não é conveniente deixar a imaginação livre para construir relações ilícitas, pois a permissão quebra as defesas de sua mente e a enfraquece espiritualmente. É sempre necessário lutar contra a tentação, é preciso evitar em todos os momentos que as fantasias invadam os pensamentos com idealizações de pecado. 

3. assuntos emocionais. A maioria das mulheres protegem seus corpos do pecado sexual, mas permitem que seus corações se desviem para longe da santidade. Mesmo que o relacionamento sexual nunca se torna físico, quando o coração da esposa cede aos sentimentos imorais, imaginando-se com um homem fora do casamento, o golpe de traição é igualmente esmagador contra o marido e contra Deus, que é santo. "Venerado seja entre todos o matrimônio e o leito sem mácula; porém, aos que se dão à prostituição, e aos adúlteros, Deus os julgará" - Hebreus 13.4.

Desiludidas, algumas mulheres procuram tratar o problema de solidão ou rejeição se consolando com alimentos, outras, através do desenvolvimento mental de relações sexuais.

Geralmente, as mulheres não estão dispostas a perder-se em um caso emocional. Se você sente atração imprópria por um homem, evite estar só com ele (mesmo que em ambiente público), abstenha-se de conversar assuntos que jamais conversaria com ele na presença de outras pessoas, incluindo essa mesma condição em comunicações telefônicas, e-mails e chats.

Lembre-se de Provérbios 4.23: acima de tudo é preciso guardar o coração! 

4. pornografia e a atmosfera poluída de chat. Os homens não são os únicos tentados a espreitar pornografia. Muitas mulheres admitem possuir o hábito ao usar a Internet. É provável que a compulsão começa com a curiosidade, talvez interessadas em saber o que seus maridos observam e mais tarde para satisfazer seus próprios apetites lascivos.

Assistir conteúdo pornográfico empurra nossas mentes para longe do plano de Deus, que pretende um ambiente de pureza no ambiente do casamento. E por este motivo as imagens de outras pessoas não devem ter espaço em nossas mentes, inclusive quando estamos em conjunção carnal com nossos cônjuges.

Muitas mulheres apreciam sexo virtual em salas de bate-papo com desconhecidos. Causa forte emoção para elas a intimidade cibernética com um estranho. Divulgam e têm a expectativa de aprender coisas novas com o outro, sem perceber que essa espécie de intimidade é apenas um substitutivo barato, embora aparentemente intenso é coisa irreal. A verdadeira intimidade é a conquistada através do contato pessoal, através de períodos longos de tempo em que duas pessoas se relacionam dentro do matrimônio. 

A mulher solteira demonstra seu amor por Deus, evitando satisfazer a natureza sexual através da virtualidade insalubre, concentrando seus pensamentos nEle e sobre as coisas saudáveis que Ele preparou para ela realizar e que tem convicção ser do seu agrado. Quando ocorrem as relações cibernéticas imorais, a culpa inibe a intimidade com o Senhor.

5. Filmes românticos e novelas. Não é coincidência que o período que eu mais estava experimentando a tentação extraconjugal era durante os dias em que eu assisti All My Children, One Life to Live e Hospital Geral, quando meus filhos iam dormir.  Quando colocamos lixo em nossas mentes, a consequência natural é que eles apodreçam, cheirem mal e contaminem as nossas vidas.  

Romances podem ter um efeito semelhante, induzindo ao adultério mental e físico. Embora existam alguns bons romances de autoria de cristãos, se você se sentir decepcionada com seu marido, não ignore-o e nem troque-o, mentalmente, pelos atores e personagens da ficção.

Cuide bem da sua sobriedade emocional e leve à sério a fidelidade no casamento.

E.A.G.

Postagem paralela: A pornografia pode ser danosa ao cérebro, segundo pesquisa do Instituto Max Planck feita por Simone Külhn
_________

* Nota do Editor de Belverede:
Seguimos  a corrente teológica que define o homem como um ser tríplice, composto de corpo, alma e espírito. Entendemos que em muitas citações em que a Bíblia apresenta a palavra coração, faz isso como um termo sinônimo à alma, e vice-versa. Também, entendemos que o intelecto, ou mente humana, é a alma.

Fonte: Charisma Magazine - http://www.charismamag.com/life/women/10043-7-stumbling-blocks-to-sexual-purity

Um comentário:

TKM disse...

.
Parabéns pela Postagem!
Fato é que cada vez mais somos prisioneiros das já quase imperceptíveis armadilhas da sensualidade, que se espalham rapidamente nessa Nova Era, voltada para a Sexualidade ... onde o Proibido,
vem a se tornar Lícito, por força de Lei!

As 7 postagens mais acessadas na semana

As 7 postagens mais acessadas nos últimos 30 dias

As 7 postagens mais populares (geral - desde 12 de junho de 2007)

▲ Clique na imagem para retornar ao topo do blog.

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes
Cidade Ocean - Praia Grande - São Paulo/SP - Brasil.