Research | Pesquisar artigos de Belverede

Select the language

sexta-feira, 8 de agosto de 2014

A fé e a oração de Jabez

"Houve um homem chamado Jabes, que foi a pessoa mais respeitada da sua família. A sua mãe pôs nele o nome de Jabes porque ela havia sofrido muito durante o parto. Jabez invocou o Deus de Israel, dizendo: Oh! Tomara que me abençoes e me alargues as fronteiras, que seja comigo a tua mão e me preserves do mal, de modo que não me sobrevenha aflição! E Deus lhe concedeu o que lhe tinha pedido" - 1 Crônicas 4.9-10 (NTLH).

O nome Jabez (a'-bez) possui significado forte e extremamente negativo: "tristeza"; "causador de dor"; ou, "ele causa dor"; ou, ainda, "ele causa tristeza".

A genealogia em que o nome de Jabez aparece é a da família real de Judá. Qual seria o motivo da mini-biografia de Jabez estar incluída bem no meio desta lista? Temos poucas informações sobre quem era ele. Sabemos apenas que sua mãe chamou o seu nome Jabez, porque deu-lhe à luz sentindo tristeza, e que foi ele quem mais sobressaiu entre seus irmãos.

O que Jabez fez de tão extraordinário que seja digno de nota? Ao examinar o texto bíblico, encontramos algo especial que explica a razão de existir tal registro bíblico. Jabez invocou o Deus de Israel, portanto, ele era um adorador do Deus verdadeiro. Podemos entender que era homem de constante oração e determinado a alcançar um objetivo. É um exemplo de servo de Deus.

O leitor atento da Bíblia certamente já percebeu que todos os nomes bíblicos, de Gênesis a Apocalipse, carregam a sorte de uma pessoa. Jacó, por exemplo, quer dizer “suplantador”, nome muito apropriado para o patriarca maquinador. Noemi e seu marido colocaram em seus filhos os nomes de Malom e Quilom, que significa “franzino” e “debilitado”, e exatamente assim eram eles, ambos morreram ainda jovens. Salomão significa “paz” e fazendo jus ao seu nome, tornou-se o primeiro rei de Israel a reinar sem precisar ir à guerra.

Assim sendo, Jabez que nasceu numa época em que nomes significavam verdades e eram símbolos da realidade, e viveu durante o período em que o nome era freqüentemente tomado como um desejo ou uma profecia para o futuro de quem o possuía, recebeu uma identificação que significava “dor”, não era um bom presságio para ele. Mas apesar desse quadro inicial negativo, porque tinha fé, acreditava na bondade do Senhor, clamou pela bênção divina e tornou-se um honrado chefe de uma família de Judá,

O nome foi dado a ele no momento do nascimento. Retratava o humor de sua mãe, que o trouxe à luz durante um parto muito complicado e dolorido, seu significado se encaixava às circunstâncias do momento complicado em que nasceu.

Provavelmente, enquanto crescia o seu nome trouxe-lhe amargura, provocou a zombaria e desdém de seus irmãos e circunvizinhos, causando-lhe muitos problemas de relacionamento. Ao longo de seus anos, ouviu sobre o Deus de Israel, vivo e verdadeiro, que havia libertado seus ancestrais da escravidão, que os resgatara de poderosos inimigos e os colocara numa terra de fartura. Ao tornar-se adulto, Jabez acreditava e confiava piamente no Deus de milagres e maravilhas, que ouvia e respondia orações. Então, cansado de sofrer ele decidiu pedir um novo começo para si mesmo e formulou uma das orações mais famosas que encontramos no Antigo Testamento, sabedor de que se dirigia ao Deus que era fiel a aliança que havia feito com seu povo e tinha condições de responder sua oração de forma satisfatória. Ele pediu a bênção do Senhor sobre sua vida. E foi abençoado.

A palavra "bênção" é mais profunda do que uma saudação de "bom dia" ou "boa noite". É mais profunda que a bondade humana de alguém altruísta que favorece outra, expressa a bondade de Deus que ocorre como um favor ilimitado e sobrenatural.

A oração de Jabez não está registrada na Bíblia apenas pelo fato de ter sido feita, mas em razão de como ela foi realizada, isto é, com palavras cheias de fé, sinceridade e devoção, e por seu resultado alcançado. Jabez buscou a providência de Deus de maneira consciente.

Ao clamarmos pela bênção de Deus, não devemos pedir a bênção como se ela fosse algo comum, como se fosse algo que poderíamos conseguir pelo nosso próprio esforço. Ao clamar, devemos esperar pela maravilhosa e ilimitada bondade, que apenas Deus tem para oferecer e deseja conceder.

Ao orar, não é preciso usar as mesmas palavras de Jabez, apenas ter na oração os mesmos elementos: o sentimento de dependência, expressão de confiança, ímpeto, e coração aberto. Ao estar diante da face do Deus pessoal, adorá-lo, sabendo que só podemos pedir que a mão de Deus esteja conosco quando nosso desejo supremo é fazer a vontade dEle. Desta espécie de oração surge a poderosa vontade de Deus, que concede resposta conforme o pedido.

Encontramos na Bíblia muitas mulheres que na condição de mães são mencionadas como influenciadoras de seus filhos, tanto para o bem quanto para o mal. As mães dos reis perversos de Israel, a mãe de Moisés,  a mãe de Timóteo, etc. Através das experiências de Jabez, aprendemos que Deus intervém na vida de quem o ama. Assim, o destino de todos nós não está traçado por causa de erros cometido em momento infeliz de uma mãe ou um pai, ou por outros fatores circunstanciais . É por isso que muitas pessoas estão retratadas na Bíblia com dois nomes de significados diferentes: Abrão se tornou Abraão, Sara, Sarah, Jacó passou a ser chamado de Israel e Simão se transformou em Pedro, e assim por diante.

É preciso servir ao Senhor crendo que Ele quer o nosso bem e sempre mostrará o caminho para sair de qualquer espécie de problema. O exemplo da fé de Jabez nos revela que Deus ouve o clamor do justo e altera o destino ruim que o meio em que vivemos nos coloca. Quando confiamos em Deus, o nosso futuro está nas mãos dEle.

Aprendi com a oração de Jabez que ao orar as palavras não devem sair da minha boca por sair, aquelas que cinco minutos depois da oração não lembro mais o que foi dito. Explicando de outro jeito, não convém fazer orações sem valorizar a liberdade de se aproximar do Trono da Graça. Tenho experiência neste sentido: quando há valor, há resultado positivo, mesmo que a resposta não seja a esperada, sei nitidamente que fui respondido.

E.A.G.

Compilações:
A oração de Jabez, Bruce Wilkinson, 2001, São Paulo (Editora: Mundo Cristão)
http://biblehub.com/1_chronicles/4-10.htm 
http://biblehub.com/commentaries/illustrator/1_chronicles/4.htm 
http://biblia.com.br/dicionario-biblico/j/jabez/ 
http://www.godembassy.org/main/pastor-sandej-adeladzha/item/2110-sudbonosnyie-imena.html?tmpl=component&print=1

Um comentário:

Jesus o bom Pastor disse...

A paz do senhor. Gostei muito dessa postagem, podemos perceber o quanto a sinceridade agrada a Deus, ainda que as circunstâncias sejam desfavoráveis se orarmos com fé, humildade e sinceridade assim com Jabez Deus pode mudar qualquer situação! Deixo aqui o convite para que visite nosso blog http://ministeriocheiosdoespirito.blogspot.com.br/ e compartilhe, estou compartilhando, para assim ajudarmos a espalhar a palavra de Deus. Fique com Deus.

As 7 postagens mais acessadas na semana

As 7 postagens mais acessadas nos últimos 30 dias

As 7 postagens mais populares (geral - desde 12 de junho de 2007)

▲ Clique na imagem para retornar ao topo do blog.

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes
Cidade Ocean - Praia Grande - São Paulo/SP - Brasil.