.____________________________________________

Este site tem a finalidade de, com toda a simplicidade das pombas, prudentemente, mostrar o que o crente em Jesus espera. Reflexão. Informação. Opinião. Troca de ideias. Blog idealizado por Eliseu Antonio Gomes. Criado em 12 de junho de 2007.

Research | Pesquisar artigos de Belverede

segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

CPAD - EDB 2012 - 4º trimestre: Malaquias e a sacralidade da família


O profeta

Malaquias é o profeta que fecha o grupo Doze Profetas Menores e também quem Deus usou para fechar a mensagem divina na forma escrita no Antigo Testamento.

O nome Malaquias aparece na introdução da obra, significa "meu mensageiro, meu anjo". Pode ser entendido como nome próprio e também como um título a quem o Senhor usa como porta-voz.

O casamento

Deus criou a instituição família e odeia o divórcio. É digno de nota que o primeiro livro do Antigo Testamento Gênesis, é o livro que apresenta o Criador formando a família, e que Malaquias, o último, apresenta o Senhor repreendendo o divórcio (Gênesis 2.21-22, Malaquias 2.16).

Alexandre Coelho escreveu o seguinte: "Deus condena os filhos de Israel pela prática dolosa do divórcio com suas esposas judias, a fim de se casarem com mulheres estrangeiras. Pelo teor do texto, entendemos que se tratava de homens com certa idade, que desprezavam a esposa com quem tinham se casado na juventude para contraírem núpcias com mulheres estrangeiras mais novas".


O livro

O livro foi escrito a partir de 516 a.C, depois que foram retomados as cerimônias de culto no templo de Jerusalém, depois da reconstrução empreendida por Zorobabel.

Em sua mensagem, Malaquias anuncia que Deus virá julgar e purificar o seu povo, para o que enviará primeiro um profeta como Elias para lhe preparar o caminho. Nos Evangelhos de Mateus e de Lucas, esta promessa está relacionada com João Batista, escolhido para preparar a vinda de Jesus Cristo (Mateus 17.11-13; Lucas 1.17).  

Gostei do comentário de Esequias Soares na revista para mestres, no tópico Interação: Comumente isolamos um assunto de determinado contexto literário ignorando o tema central daquela obra. O livro de Malaquias é o exemplo perfeito disso. Quando falamos nele, pensamos logo em "dízimo". É como se "Malaquias' e "dízimo" fossem temas amalgamados. No entanto, veremos que o assunto predominante do profeta Malaquias não é o dízimo (este apenas é tratado num contexto de corrupção sacerdotal e da nação), mas contrariamente, é o ralacionamento familiar e civil entre o povo judeu que constituem o seu tema principal.

O ministério

Malaquias começou a profetizar quando o povo e os sacerdores desrespeitavam o mandamentodo Senhor. A situação religiosa tinha se degradado, a moral tinha descido ao nível do insuportável, o culto era menosprezado pelos judeus. 

Afirma-se que o profeta tenha agido no período intermediário entre os ministério de Ageu e Zacarias, por volta dos séculos VI e início do  V a.C. Também levanta-se a hipótese que Malaquias tenha profetizado e sua profecia tenha dado abertura para as reformas realizadas por Neemias, visto que seus escritos refletem as condições existentes da época em que os muros foram reerguidos.

Conclusão

A mensagem enérgica de Malaquias contra a degradação moral e religiosa de seu tempo, prepara a comunidade para o reencontro com Deus. O convite também é válido para todas as pessoas da Era Cristã, que hoje não realizam momentos de adoração pautados pelo que têm de melhor. 

Consulta:

Bíblia de Estudo Almeida, edição 2006, Barueri (Sociedade Bíblica do Brasil).
Os Doze Profetas Menores, Alexandre Coelho e Silas Daniel, página 106, Rio de Janeiro (CPAD).

Nenhum comentário:

Voltar ao início da página


Blog Belverede 12 anos de atividades - https://belverede.blogspot.com.br

Lições Bíblicas 2019

Tabernáculo: Símbolo da Obra Redentora de Cristo


EBD - Escola Bíblica Dominical.

13 Lições comentadas por Elienai Cabral (CPAD)

Entre 7 de Abril e 30 de Junho, as igrejas evangélicas que usam o currículo pedagógico da Casa Publicadora das Assembleias de Deus (CPAD) estarão lecionando as treze matérias da revista Lições Bíblicas, cujo comentarista é Elienai Cabral e o tema é O Tabernáculo: Símbolos da Obra Redentora de Cristo.

A vontade deste Blogueiro é trazer aos Leitores de Belverede postagens relativas aos assuntos abordados pelo articulista da CPAD. Se assim Deus permitir, é o que farei, pois é perceptível que o subsídio é algo de extremo interesse do povo cristão. Certa vez, um irmão moçambicano declarou ter enorme expectativa por esta espécie de postagem.

Abaixo, os nomes de 13 lições. As lições marcadas em negrito e sublinhadas possuem hiperligação, ao clicar sobre elas você será encaminhado para outro espaço deste blog, abrirá para você a página da postagem correspondente.

A nossa oração é para que cada publicação seja de bom proveito espiritual a todos, lembrando que cada uma delas não substituem o conteúdo criado pelo Pastor Elienai Cabral.

Não existe interesse comercial nesta iniciativa. Peço sua gentileza, divulgue estas matérias, tanto presencialmente quanto em suas redes sociais.

Sumário

Lição 7
O Lugar Santo

Lição 8
O Lugar Santíssimo

Lição 9
A Arca da Aliança

Lição 10
O Sistema de Sacrifícios

Lição 11
O Sacerdócio de Cristo e o Levítico

Lição 12
A Nuvem de Glória

Lição 13
O Sacerdócio Celestial

Introdução aos livros da Bíblia Sagrada.
Objetivo ainda em fase de conclusão.

Antigo Testamento
GênesisÊxodoLevíticosNúmerosDeuteronômioJosuéJuízesRute1 Samuel • 2 Samuel • 1 Reis • 2 Reis • 1 Crônicas • 2 Crônicas • Esdras • Neemias Ester • Jó • Salmos Provérbios • Eclesiastes • Cantares • Isaías • JeremiasLamentações • Ezequiel • Daniel • Oseias • JoelAmósObadiasJonas • Miqueias • NaumHabacuqueSofonias Ageu ZacariasMalaquias