Research | Pesquisar artigos de Belverede

Select the language

quinta-feira, 27 de setembro de 2012

A sábia oração do profeta Elias e o jugo desigual do rei Acabe

http://www.tapuz.co.il/blog/net/viewentry.aspx?entryId=1870968
Fêmea de falcão, nas proximidades do Monte Carmelo, no kibbutz de Ramot Menashe - Israel

Houve em Israel um rei perverso cujo nome era Acabe. Ele era o sétimo filho de Onri, o segundo de sua família a sentar-se no trono real. A história do seu reinado está registrada em 1  Reis, entre os capítulos. 16 ao 22. 

Acabe casou-se com uma mulher estrangeira. Antes, Deus havia orientado seu povo dizendo que os israelitas não deveriam se casar com estrangeiros, porque os outros povos não o adoravam como único e verdadeiro Deus. 

A mulher que Acabe casou-se era sidônia e se chamada Jezabel. Ela cresceu sem aprender em sua casa a adorar ao Senhor Deus, mas ao falso deus Baal. Adorar a Baal era o mesmo que adorar ao próprio Satanás. 

Acabe jamais deveria ter escolhido Jezabel para ser sua esposa, pois ela não amava a Deus. O rei falhou como líder de sua família e como líder de Israel. Suas atitudes tiveram como consequência o fluxo de influências erradas em sua família e também entre os súditos judeus. A má influência de sua esposa Jezabel ultrapassou as muralhas do palácio. Ela introduziu na nação de Israel cultos pagãos. O povo começou a seguir o exemplo do monarca e sua esposa e muitas pessoas em Israel começaram a adorar os falsos deuses Baal e Astarote (1 Reis 21.25-26).

Após o casamento de Acabe, Deus colocou em seu caminho um profeta, que chamava-se Elias, que significa "meu Deus é o Senhor" (1 Reis 17.1). O profeta entregou uma mensagem dura ao monarca, fez veemente oposição a Jezabel por causa de suas tendências religiosas pagãs. Encontrou-se com o rei e disse-lhe: "Em nome do Senhor, o Deus vivo de Israel, de quem sou servo, digo ao senhor que não vai cair chuva durante os próximos anos, até que eu diga que anuncie que cairá". E foi exatamente o que aconteceu, o povo foi punido por causa da idolatria, as chuvas cessaram em Israel.

Tente imaginar essa cena. Tente imaginar o que deve ter passado na cabeça do poderoso rei Acabe e da rainha Jezabel. 

Elias observou as consequências daquele casamento equivocado, e deve ter ficado muito entristecido. Por que será que ele disse que não ia chover até o dia que ele orasse e pedisse que chovesse? Porque queria que o povo só adorasse a Deus e deixasse de adorar deuses falsos. Porque era conhecedor do conteúdo das Escrituras Sagradas, sabia que nos Dez Mandamentos constava a determinação que os judeus não deveriam ser idólatras, só adorassem ao Criador dos céus e da terra; sabia que as bênçãos divinas não são dadas aos pecadores; era conhecedor do texto do livro de Deuteronômio. 

"Guardai-vos, que o vosso coração não se engane, e vos desvieis, e sirvais a outros deuses, e vos inclineis perante eles; e a ira do SENHOR se acenda contra vós, e feche ele os céus, e não haja água, e a terra não dê o seu fruto, e cedo pereçais da boa terra que o SENHOR vos dá" - Deuteronômio 11:16-17. 

A carta de Tiago (5.17) cita a oração de Elias mas não diz qual pedido ele fez ao Senhor. Não temos essa informação bíblica, porém podemos compreender que foi uma oração bastante consciente. Elias sabia que Deus odeia o pecado e vela sobre sua Palavra para que ela se cumpra. 

Em momentos de privações Deus não abandona aqueles que são servos fiéis. Elias foi instruído a após transmitir a mensagem a Acabe a ir à beira de um riacho de Querite, além do Jordão, ali não faltou a ele água para beber. E toda noite Deus enviou corvos com pão e carne para que se alimentasse. Quando o ribeiro secou, Deus ordenou que ele se dirigisse à casa da viúva de Sarepta, uma cidade de Sidom, com as escassas provisões de quem ele foi alimentado durante grande período de fome. 

Ao passar três anos depois que o profeta Elias enfrentou os falsos profetas de Baal.,ele foi até o rei e disse-lhe. segundo a Palavra do Senhor "Agora, vá comer, pois eu já estou ouvindo o barulho de muita chuva." (1 Reis 18.1, 41-42). Enquanto Acabe foi comer, Elias foi subir ao alto do monte Carmelo. Ali ele se inclinou até o chão, pôs a cabeça entre os joelhos, e disse ao seu ajudante: "Vá e olhe para o lado do mar." O ajudante foi e voltou dizendo: "Não vi nada." Sete vezes Elias mandou que ele fosse olhar. Na sétima vez, ele voltou e disse: "Eu vi subindo do mar uma nuvem pequena, do tamanho da mão do homem. Então Elias mandou: "Vá onde está o rei Acabe e lhe diga que apronte o carro e volte para casa." Em pouco tempo o céu se encheu de nuvens escuras, o vento começou a soprar, e uma chuva pesada começou a cair. Acabe entrou em seu carro e partiu para um lugar chamado Jezereel. O poder e a alegria do Senhor Deus estava sobre Elias, ele apertou seu cinto e correu na frente de Acabe todo o caminho até a cidade. Transtornados, Acabe e Jezabel passaram a perseguir e tentar matar o profeta, sem sucesso em todas as tentativas.

A vida de Acabe é um exemplo aos cristãos solteiros, de como ele não deve fazer ao buscar uma companheira e instituir sua família. É necessário valorizar a Deus e obedecer seus mandamentos, tê-lo como Senhor, não casar-se com incrédulos, porque o cônjuge trará para dentro do lar influências que desagradarão profundamente ao Senhor, que reterá suas bênçãos.

Como cristãos, devemos orar como orou Elias, segundo a vontade de Deus, vontade esta que está patente na Bíblia Sagrada. Nenhum cristão tem necessidade de realizar núpcias com anticristãos, é um erro desnecessário esse tipo de aliança. Muitas pessoas passam por consequências dolorosas demais porque desprezam a vontade de Deus para suas vidas por causa de casamentos assim.

Todo aquele que segue a vontade própria e despreza a Palavra de Deus perece (Provérbios 13.13). 

 E.A.G.

2 comentários:

efsbio disse...

Prezado Amigo, no seu texto foi dito que depois de tres anos Elias falou com acabe para comer e beber que ele faria chover. No livro de Reis não menciona os tres anos, acho. Qual seria a sua fonte? Seria Cronicas? Grato, a paz.

Eliseu Antonio Gomes disse...

Amigo e irmão em Cristo.

Sua pergunta é pertinente.

Acrescentei ao texto a referência bíblica. É: 1 Reis 18.1, 41-42.

Além dessa referência, já havia usado Tiago 5.17, que menciona três anos de seca.

Obrigado.

As 7 postagens mais acessadas na semana

As 7 postagens mais acessadas nos últimos 30 dias

As 7 postagens mais populares (geral - desde 12 de junho de 2007)

▲ Clique na imagem para retornar ao topo do blog.

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes
Cidade Ocean - Praia Grande - São Paulo/SP - Brasil.