Research | Pesquisar artigos de Belverede

Select the language

sexta-feira, 2 de março de 2012

Jesus Cristo: as questãos dos milagres e da devoção dos seguidores


Logicamente que a atitude de um cristão é buscar o Abençoador e não apenas as bênçãos. Quem pensa em servir ao Senhor deve tomar a cruz e negar-se a si mesmo, abandonar os convites do mundo e viver como uma nova criatura.

Ao mesmo tempo, eu me lembro dos relatos do Novo Testamento, quando Jesus pisou na terra.  Ele efetuou diversos milagres.  Ressuscitou mortos, multiplicou peixes e pães, curou cegos, aleijados e leprosos. Todas as pessoas que procuraram Jesus naquela época se aproximaram interessadas em curas. E foram curadas, sem nenhuma censura por parte de Cristo. Ele não repreendeu ninguém.

Mas nos dias atuais, algumas pessoas criticam quem procura bênçãos físicas e materiais nas igrejas. Até dizem que as pessoas abençoadas por Jesus no passado, depois o abandonaram quando Ele foi preso, julgado e morto. Dizem que os israelitas deveriam acompanhar Jesus em sua prisão. Estão enganados quem pensa que o dever das pessoas da época de Jesus era fazer uma guerra contra Roma para libertar Jesus. Tal pensamento de revolta não tem respaldo bíblico.

Naquele momento, fisicamente, nenhum discípulo deveria seguir a Cristo, pois só Ele tinha condições de fazer o sacrifício perfeito em favor dos pecadores.

Estão equivocados quem pensa que os discípulos erraram ao se afastarem do Mestre naquele momento de aprisionamento, seguido de tortura e morte. Não era vontade de Deus que os israelitas entrassem em guerra com os romanos para libertar Jesus.  Esses críticos esquecem-se que quando Jesus foi preso, Pedro enfrentou os soldados romanos, pegou espada e cortou a orelha de um deles. Jesus o repreendeu, pediu que o discípulo guardasse a espada, e curou o homem ferido, colocando a orelha no lugar. Com isso, vemos que Jesus passou a mensagem que a missão dEle não era revolucionária.

Lembremos de João Batista, chamado por Deus para anunciar a Cristo aos discípulos: "Eis o Cordeiro de Deus que tira o pecado mundo". Os cordeiros eram usado para sacrifícios no templo judaico. A mensagem de João Batista anunciava qual era a missão de Cristo, morrer por toda a Humanidade. O único a morrer pela Humanidade deveria ser o Cordeiro de Deus.

Quando Jesus ressuscitou haviam mais de 500 discípulos com Ele (1 Coríntios 15.6). E depois que Jesus subiu ao céu, ocorreu aglomeração de multidão, mais de 3 mil, mais de 5 mil. Essas pessoas ouviram Pedro pregar e atenderam a voz do Espírito e se converteram ao Senhor. Podemos pensar que nesse meio estavam diversos israelitass curados por Jesus. Ex-cegos, ex-leprosos, ex-aleijados, pessoas que comeram os pães e peixes multiplicados (Atos 2.41 e 4.4).

E.A.G.

Nenhum comentário:

As 7 postagens mais acessadas na semana

As 7 postagens mais acessadas nos últimos 30 dias

As 7 postagens mais populares (geral - desde 12 de junho de 2007)

▲ Clique na imagem para retornar ao topo do blog.

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes
Cidade Ocean - Praia Grande - São Paulo/SP - Brasil.