Research | Pesquisar artigos de Belverede

Select the language

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Rafinha Bastos: o piadinha-sem-graça

Começo a pensar que o piadinha-que-ninguém-ri, Rafinha Bastos, deve ser um sobrevivente de atropelamento no perigoso trânsito da cidade de São Paulo. Deve ter batido forte a cabeça no meio-fio, o que resultou em múltiplos fraturamentos expostos na região craniana e perda de 500 gramas de massa encefálica.

Tenho a tendencia de pensar que ele foi socorrido pelos valorosos bombeiros, voou de helicóptero deitado numa maca direto para uma mesa de cirurgia do Hospital das Clínicas. Os médicos fizeram um ótimo trabalho e ele voltou para a rotina diária. Fecharam o crânio, fizeram operação plástica perfeita e não há sinal de cortes na pele.

Mas, como nem tudo pode ser perfeito, ele passou a acreditar que é o centro do universo, tudo gira e existe em volta dele e para ele, é o umbigo do mundo, e um comediante stand up. E agora, tendo a absoluta certeza que é necessário para o humor nacional, fala asneiras sem parar. 

A idiotice que incomodou a sociedade e o fez perder a cadeira do Custe o Que Custar (CQC), programa da Band, capitaneado por Marcelo Tass,  foi dizer que transaria com Vanessa Camargo e o feto que ela gestava. O mais recente delírio, segundo o Jornal da Tarde, Coluna Entre a Gente (quinta, 2 de fevereiro) o fez brincar com o azar alheio. Ele zombou das pessoas que usam os serviços da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE). Falou que internaria seu orgão genital na entidade após usar um preservativo com efeito retardado.

Isso gerou uma consequência que doerá onde pulsa o coração gelado dele, o bolso. A 2ª Vara  Cívil de São Paulo determinou a retirada do mercado do DVD “A Arte do Insulto”, onde está galhofa de Rafinha contra os doentes e seus familiares, em até 20 dias. E, segundo o JT, Rafinha terá que pagar uma indenização de R$200 mil.

Rafinha, basta! Seria muito bom se se decidisse mudar. Se não for possível mudar o comportamento, que mudasse de endereço. Que tal arrumar as malas e ir morar no meio da Floresta Amazônica? Lá é o lugar certo para os antisociais. Com certeza os bichos não rirão do que ele disser. Mas, com certeza também nenhum bicho chorará com as novas torpezas que disser. Isso já é uma grande bem para a humanidade

Rafinha Bastos é uma dessas pessoas muito difíceis de alguém gostar. 

E.A.G.

2 comentários:

OUÇA A PALAVRA DO SENHOR disse...

QUANTA ALTA DE AMOR E RESPEITO AO PRÓXIMO DA PARTE DESTE "JOVEM", SEU FUTURO PODERIA SER BRILHANTE CASO AGISSE DE OUTRA FORMA, UMA FORMA MENOS EGOÍSTA (II Tim. 3:2), MAS VIVEMOS NOS ÚLTIMOS DIAS, ENTÃO POSSO ENTENDER O QUANTO A PALAVRA DE DEUS É A CADA DIA MAIS VIVA AINDA, POIS SE CUMPRE O PRONUNCIADO DE QUASE DOIS MIL ANOS ATRÁS. SE OS HOMENS SÃO AMANTES DE SI MESMOS, COMO PODERÃO PENSAR NO PRÓXIMO E EVITAR OBRAS TÃO MÁS?
www.oucaapalavradosenhor.com

Blog Cristiano Santana - Uma Visão do Mundo disse...

Mais deprimente ainda, Elizeu, é saber que ele é da descendência de Abraão.

Ao contrário de generalizar, dizendo que todo judeu é sarcástico, desumano e insensível, afirmo que o Rafinha Bastos é um exemplo de mau testemunho entre os judeus, pois se seguisse estritamente, não digo a religião, mas a ética judaica, que tem, como um dos principais preceitos, o respeito ao ser humano, com certeza ele seria motivo de orgulho para essa nação.

Abraço

Cristiano

As 7 postagens mais acessadas na semana

As 7 postagens mais acessadas nos últimos 30 dias

As 7 postagens mais populares (geral - desde 12 de junho de 2007)

▲ Clique na imagem para retornar ao topo do blog.

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes
Cidade Ocean - Praia Grande - São Paulo/SP - Brasil.