Research | Pesquisar artigos de Belverede

Select the language

domingo, 26 de junho de 2011

John Lennon: ateu plagiador


Na música God,  (veja letra e vídeo), Lennon canta: "Deus é um conceito pelo qual medimos a dor", "não creio em Jesus", "não acredito na Bíblia, "não acredito no Elvis" (de origem assembleiana e  que gravou hinos evangélicos e até depois de ambos mortos ainda vende mais que ele), "não acredito nos Beatles", "eu acredito em mim e acredito em Yoko Ono", "o sonho acabou".

Um fã de John Lennon certa vez afirmou: "Ele era cara capaz de amar as pessoas simplesmente por amar e não por medo ou busca de recompensa de nenhum tipo de deus ou filosofia"

Não vejo muitas divulgações sobre sua discografia de maneira aprofundada. Poucos citam as manchas de plágios. Tanto a consagrada música de natal Happy Xmas quanto a You cant,t catch me tiveram a assinatura de autoria dele mas eram obras autorais de outros.

You can't catch me não é autoria de John Lennon

O ex-Beatle gravou essa canção e assinou como autor dela.

Mas, ela foi requerida de imediato, judicialmente, pelos detentores da obra musical de Cruck Berry, o cantor a quem é imputado a invenção do rock'n'roll. Para não se desgastar publicamente, Lennon entrou em um acordo. Em 1975, como castigo por ser um bad boy com cara de bom moço que pragava paz e amor, ele gravou e lançou um álbum com duas músicas dos detentores da obra de Cruck Berry, e não recebeu nada financeiramente com o lançamento de todas as faixas do disco. O disco/castigo se chama Rock’n’Roll.

Happy Xmas, executada nas rádios exaustivamente em periodo de Natal não é autoria de Lennon e Yoko Ono

Happy Xmas foi gravada por Lennon em 1971 em Nova York, e atribuida autoria a ele e Yoko Ono. Foi produzida por Phil Spector, um doido acusado e preso por pedofilia. Na verdade, a música é de domínio público, como a Parabéns Para Você, cantadas em festa de aniversário.

A canção era de domínio público, cultura popular, cantada por populares na Inglaterra e Irlanda. Ela chegou aos Estados Unidos pelos escravos. Primeiro, foi aproveitada em estúdio por um cantor negro, um tal de Leadbelly no começo do século 20. Depois, por Woody Guthrie em 1941. Mas a consagração aconteceu em 1958, através do trio Robert Yellin, John Herald e Ralph Rinzler, os primeiros integrantes do grupo Greenbriar Boys. Eles imprimiram o estilo, alterando arranjos e letra, e é a versão que se consagrou mundialmente.

Cantoras e cantores e grupos de rock de peso gravaram a canção de autoria dos Greenbriar Boys, dentre os quais se destacam Peter, Paul & Mary (1963), Joan Baez (1964) e The Hollies (1966).

Haja vista que Lennon gravou a canção exatamente como ela era conhecida nas gravações anteriores, só podemos constatar um descarado plágio de Greenboys!

Conclusão

Achei por bem deixar a informação sobre as cópias e atribuição autoral indevidas porque não vejo Lennon como o agente paz e amor no século 20. A intenção é mostrar que a pregação, à la "paz e amor", de Lennon não estava muito associada com o que ele vivia. Aliás, um fotógrafo brasileiro, que passou quase três meses na casa dele e depois lançou livro com as fotos, afirma que essa parte ideológica "paz e amor" era uma grande influência da esposa, não era próprio dele.

Tenho CDs de John Lennon. Penso que as canções gravadas fora dos Beatles são melhores do que as que ele gravou quando era membro do conjunto... Isso não me impede de ser crítico dele, ao contrário, dá suporte para ser.

 E.A.G.

Nenhum comentário:

As 7 postagens mais acessadas na semana

As 7 postagens mais acessadas nos últimos 30 dias

As 7 postagens mais populares (geral - desde 12 de junho de 2007)

▲ Clique na imagem para retornar ao topo do blog.

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes
Cidade Ocean - Praia Grande - São Paulo/SP - Brasil.