Research | Pesquisar artigos de Belverede

Select the language

sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

CATÁSTROFE EM PETRÓPOLIS, TERESÓPOLIS E NOVA FRIBURGO


Montanhas de Petrópolis by Claudio Brisiguello - Flickr

Políticas públicas equivocadas

As catástrofes das enchentes no Rio de Janeiro, em Petrópolis, Teresópolis, Nova Friburgo e cidades adjacentes já soma 541 mortes. Ela tem a ver com a urbanização à revelia de órgãos públicos; rios canalizados equivocadamente, impermeabilização do solo exageradamente, casas construídas em locais irregulares, falta de coletas do lixo e entulhos. As autoridades deveriam ser chamados às suas responsabilidades por causa da má administração e tantos descasos.

Vale lembrar o seguinte: o governo federal liberou R$ 780 milhões para os municípios atingidos pela catástrofe. E a verba de R$ 1 bilhão.para a reforma do estádio do Maracanã.

A dimensão do problema é bem maior do que dimensionamos

Não é só o Brasil que está afetado, e nem é só o Rio de Janeiro

Alguns dias atrás vimos na televisão neve caindo em excesso em Nova York, e, não lembro em qual país e cidade da Europa, havia sol quando no passado era tempo de cair neve.

Neste início de ano, o estado de São Paulo também tem sido grandemente castigado pelas chuvas. A população da capital tem passado por alagamentos, sofrido bastante.

O derretimento das geleiras

Pesquisei sistematicamente isso no final de 2010, por causa de um TCC sobre Meio Ambiente.

Por causa da pesquisa, penso que não é apenas por má administração pública que acontece enchentes. Existe o fator mudança climática, sendo o principal fato o Aquecimento Global, que provoca derretimento de geleiras. Elas são enormes, algumas em dimensão continental. Estão se diluindo dia a dia no Alasca, nos Andes, no Himalaia, em montanhas da África, no Kilimanjaro, e na Antártica. E isto provoca o aumento dos níveis de água nos mares.

Chove... Os rios levam a água pluviométrica aos mares e lá essas águas de chuva recebem assentamento em nível mais alto e com maior demora porque se encontram com as águas das geleiras. O nível dos mares estão mais altos por causa das águas das geleiras! Por causa disso vemos mais alagamentos que anos atrás, quando as geleiras estavam firmes, antes do derretimento.

Repito: isto não tira a responsabilidade das autoridades públicas, prefeitos, governadores e presidentes. Do Brasil e exterior. Eles precisam enfrentar o problema e viabilizar formas de driblar tudo isso.

A triste, trágica e singular história de Petrópolis

Infelizmente, nessa horrível catástrofe, que no momento da redação dessas linhas conta 43 mortes, podemos ver a razão do nome daquele município. Petrópolis significa "cidade das pedras".

As enxurradas dos temporais fizeram com que enormes pedras rolassem ladeira abaixo, algumas com dois metros de altura, e junto com a violência das águas derrubassem árvores, destruíssem pontes, passassem por cima de automóveis e casas, ceifassem vidas. E, mostrassem que haviam muitas residências construídas sobre rochas, cobertas por camadas de terras, que deslizaram empurradas pelas fortes infiltrações de águas.

E.A.G.

Nenhum comentário:

As 7 postagens mais acessadas na semana

As 7 postagens mais acessadas nos últimos 30 dias

As 7 postagens mais populares (geral - desde 12 de junho de 2007)

▲ Clique na imagem para retornar ao topo do blog.

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes
Cidade Ocean - Praia Grande - São Paulo/SP - Brasil.