Research | Pesquisar artigos de Belverede

Select the language

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

WIKILEAKS E A DENÚNCIA SOBRE ATENTADO CONTRA JOÃO PAULO II

Em um debate no site de relacionamentos Orkut, numa comunidade evangélica onde tratamaos da questão da Igreja como o Corpo de Cristo, uma pessoa católica manifestou-se assim:

“Sou católico, gosto do Diante do Trono e das suas músicas , mas eu não troco a Igreja Católica por outra igreja cristã, é bonito ver a unidade da igreja católica, por exemplo no próximo domingo é o 4º domingo do Advento, o mesmo evangelho, Mateus 1.18-24 é lido tanto numa igreja do Brasil quanto numa igreja do Casaquistão".

Ao que outra pessoa católica respondeu:

“Pois é. Isso - o mesmo evangelho Mateus 1.18-24 sendo lido na minha igreja e na igreja do Casaquistão - é unidade. Mas eu acho que é em nível  "universal" pro povo evangélico entender. Eles nunca tiveram isso. Pelo andar da carruagem, nunca vão ter, também. Também não troco a Igreja Católica por nenhuma outra igreja cristã (protestante)”.

A minha resposta:

Você parece não entender o sentido bíblico, ou quer continuar ligada ao sentido extra-bíblico, do termo igreja. No Novo Testamento, o significado de "eclésia" / igreja é congregação, com a conotação de "chamados para fora" com a simbologia de membros do Corpo de Cristo, membros diferentes uns dos outros e jamais iguais.

Você está dizendo que a unidade da "eclésia" é apenas ter a mesma liturgia em todos os continentes. Ora, isso não é unidade em sentido pleno! Soldados podem usar o mesmo uniforme, ter o mesmo treinamento, lutar na mesma batalha sob o comando do mesmo general e mesmo assim serem inimigos mortais.

O apóstolo Paulo usou a simbologia da anatomia humana para explicar o que é a Igreja do Senhor. "Porque o corpo não é um só membro mas muitos" (1ª Coríntios 12.14).

A Igreja do Senhor é um organismo espiritual vivo. Ela é o Corpo de Cristo, que é composto de diversidade com unidade. Não é composta de templos construídos com tijolos e cimento em arquiteturas gregorianas, ela não é uma organização humana com sede e governo neste mundo.

As denominações evangélicas são membros do Corpo de Cristo, então, nada mais natural que sejam distintas entre si. Cada uma delas se constitui em representação da totalidade da Igreja, são partes do Corpo cuja cabeça é Jesus Cristo.

Ao analisar a História da Igreja, observando o movimento protestante, consideremos a figura do corpo humano, que é composto de muitos membros, todos úteis e diferentes uns dos outros, com função definida e distinta visando o bem coletivo do conjunto de orgãos. Para ser membro desse Corpo de Cristo, espiritual, é preciso exercitar a fé integrado em uma das muitas denominações evangélicas existentes no mundo, respeitando as diferenças e unindo esforços com objetivo comum. Qual? Obedecer ao mandamento que encontramos em Marcos 16.15-16.

Para estar integrado como membro do Corpo de Cristo, é necessário estar unido, estar junto em sentido mais profundo do que a situação de padronização na questão litúrgica. 

Não há nada de errado com a diversidade litúrgica nas igreja evangélicas, a constituição de movimentos cristãos com suas características diferenciadas, placas diferentes umas das outras. Essa diversidade da Igreja do Senhor é positiva. Todas elas são absolutamente iguais quanto a confessar sua fé em Jesus. São idênticas ao crerem que Jesus Cristo é o único Senhor e Salvador.

A denúncia do Wikileaks

Na semana passada, a Imprensa noticiou que o site Wikileaks interceptou e-mail, cujo conteúdo revela que a ordem para o atentado contra João Paulo II, em 13 de maio de 1981, partiu de dentro da Santa Sé.

Vale relembrar que o Vaticano é reconhecido como um território soberano com o governo da Igreja Católica, onde até é necessário uso de passaporte para entrar lá. Parece que lá, mesmo sendo exercida por sacerdotes, existe a espécie de política das mais bravas! O pessoal de partidos da direita católica, segundo o site Wikileaks, tramou o assassinato de Karol Wojtila, ou João Paulo II, como quiserem chamá-lo, para frustrar a abertura diplomática do Vaticano com o governo soviético. O cardeal Agostino Casaroli, secretário de Estado do Vaticano, é um dos nomes citados como mandante do crime.

Diante dessa inteceptação de e-mail pelo site Wikileaks, percebemos que Mehmet Ali Agca é um assassino, sim... Mas, o papel dele naquele atentado foi apenas como "o gatilho", não foi quem planejou a morte do papa. A ordem para matar o pontífice-mor foi de líderes católicos, motivados por interesses quanto aos rumos políticos do Vaticano.

Embora o atentado tenha sido um fracasso, não foi inteiramente frustrado, fez com que o papa nunca mais tivesse saúde e viesse a morrer estando muitíssimo doente, em consequência do tiro que sofreu.

Isto é a unidade católica? 

E.A.G.

Nenhum comentário:

As 7 postagens mais acessadas na semana

As 7 postagens mais acessadas nos últimos 30 dias

As 7 postagens mais populares (geral - desde 12 de junho de 2007)

▲ Clique na imagem para retornar ao topo do blog.

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes
Cidade Ocean - Praia Grande - São Paulo/SP - Brasil.