Research | Pesquisar artigos de Belverede

Select the language

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Minhas considerações sobre o polêmico Caio Fábio


No passado, idos de 1986 e começo dos anos 90, admirava Caio Fábio e fazia bastante esforço para ouvir suas preleções. Eu aprendi a gostar do seu jeito de escrever e o lia com bastante prazer, procurando seus textos mais recentes.

Vieram os escândalos. Envolvimento em irregularidades no meio da política brasileira. Comparei o que tinha lido com o que tinha feito. Fiquei decepcionado com a conduta dele. Mas sem deixar de manter meu respeito por sua pessoa. Continuei lendo-o. Mas, com análise mais apurada. Sem tanta vontade de saber as novidades da escrita dele.

Veio o escândalo sexual e a posterior confissão. A decepção se acentuou, com reservas, pois se confessou publicamente e pediu perdão. Continuei a ler, porém apenas eventualmente, e mantendo análise mais apurada ainda às leituras. Continuei a manter meu respeito por sua pessoa. E passei a orar por ele.

Vieram várias manifestações de "denuncias" da parte dele contra diversos líderes evangélicos. Citava nomes. Mas todo denuncismo que fez nunca foi comprovado. Então minha decepção acentuada aumentou mais. Entretanto, sem deixar de manter meu respeito por sua pessoa. Continuei a orar em seu favor.

Como moderador em sites de relacionamentos, em grandes comunidades do Orkut, Ning e Blogspot nunca deixei que suas "denúncias" não comprovadas e nem que pessoas contrárias a ele entrassem em atritos e fizessem ofensas entre si. Sempre fiz questão de que as duas partes - denunciador (es) e "denunciado (s)" - não tivessem espaços nos fóruns. Fiz isso pensando no Sermão do Monte: bem-aventurado os pacificadores.

No vídeo (apenas áudio, áudio e imagem) mais atual de Caio Fábio no YouTube, quando comenta sobre uma reportagem da revista Época, ele usa termos chulos e faz alusão comparativa mais chula ainda contra lideranças evangélicas no Brasil. E ri. Eu quase chorei ao vê-lo assim. Então a minha decepção foi ao ápice!

O meu respeito por ele está por um fio!

Continuo orando.

E.A.G

__________

O artigo está liberado para cópias, desde que citados o nome do autor e o HTML (link) do blog Belverede.

Um comentário:

Anônimo disse...

Eliseu, compreendi sua decepção. Até porque você demonstra levar a sério o que faz e parece fazer pelo evangelho. Entretanto, quero lançar algumas coisas pra sua reflexão, pois pelo que percebi você não é do tipo que se acha dono da verdade.
1º O reino de Deus não vem com visível aparência. Sendo assim, a aparência pode não condizer com a essência. Nunca ouvi ninguém com uma pregação tão cristocêntrica quanto o pastor Caio Fábio.
2º O rei Davi fez o que fez e se arrependeu. Enquanto muitos fazem bem pior e não confessam, pelo contrário encobrem, pois só querem cultivar sua reputação de santo. Mateus 6.5-13. A reputação vem antes do caráter, esse era o grande mal dos fariseus.
3º Leia Ezequiel 16 e 23.1-13 e veja que comparações mais "chulas", mas parece que o povo andava tão duro, que Ezequiel lança mão de alusões tão "chulas".
Algum tempo atrás, pensava como você, mas não comecei a ouvir algumas mensagens do pastor mencionado e perceber o que ele prega incansavelmente. Te aconselho a fazer o mesmo. Que Deus continue a te abençoar. Irmão em Cristo.

As 7 postagens mais acessadas na semana

As 7 postagens mais acessadas nos últimos 30 dias

As 7 postagens mais populares (geral - desde 12 de junho de 2007)

▲ Clique na imagem para retornar ao topo do blog.

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes
Cidade Ocean - Praia Grande - São Paulo/SP - Brasil.