Research | Pesquisar artigos de Belverede

Select the language

quarta-feira, 7 de abril de 2010

A IGREJA EVANGÉLICA E AS OBRAS ASSISTENCIAIS - QUAL É O CONCEITO BÍBLICO NESTA QUESTÃO?

No Novo Testamento, está claro que a Igreja deve ajudar aos necessitados, porém, a missão principal da Igreja não é essa.
Existem muitos críticos sobre este assunto, gentes muito mal informadas e mal intencionadas. Afirmam que existe o dever da Igreja em prestar assistencialismo perante a sociedade. Tais críticos parecem não conhecer o papel da Igreja no mundo e também não conhecer a Bíblia tanto quanto deveriam.
A obra social deve ocorrer de acordo com os parâmetros bíblicos. Quais são estes parâmetros da Bíblia?
O apóstolo Paulo tratou sobre este assunto em 1ª Timóteo 5, é a questão da inscrição de viúvas. Ele esclarece quais daquelas mulheres poderiam ser favorecidas com ajuda humanitária, assistência social da Igreja, e quais não. E a situação daquela época serve de padrão para nós, hoje.
Eis os critérios que servem de padrões bíblicos:
1 – o pastor deve ajudar aos membros, o pastor não tem nenhuma obrigação de ajudar aos que estão no mundo sem servir a Deus (1ª Timóteo 5.3-4; 9-10);
2 - o pastor deve ajudar aos necessitados cristãos que não possuem em sua família quem possa fazer isso por eles (1ª Timóteo 5.16);
3 – o pastor não tem nenhuma obrigação de ajudar crentes rebelados, maldizentes, o pastor deve socorrer só aos crentes fiéis, aos tementes a Deus que dão bom testemunho dentro de seus lares e na sociedade (1ª Timóteo 5.9-10).

E.A.G.

O artigo está liberado para cópias, desde que citados o nome do autor e o link (HTML) deste blog.

8 comentários:

Arca Da Alinça disse...

gostei da mensagem, essa mensagem esta certa, tudo que esta escrito e a pura verdade fica na paz!!!!!!!!!!!

Júnior Rubira disse...

Entendo que seja necessário demonstrar um cuidado especial aos domésticos da fé, porém vejo como uma grande necessidade mostrar-mos ao mundo que também podemos ajudar, levando a mensagem da Cruz como nosso ideal para um mundo melhor.

Óbvio que sem cuidar dos nossa não podemos cuidar dos de fora, mas ignorar a miséria deste mundo sem prestar-lhe ajuda é ser cruel.

Acredito que a igreja deve despertar para a ação social, primeiro ao de dentro e depois aos de fora.

Excelente post Eliseu, muitos normalmente não lembram-se deste assunto.

Em Cristo,
Júnior Rubira.

Eliseu Antonio Gomes disse...

Arca Da Aliança

Obrigado pelo apoio. Você e suas palavras de incentivo e confirmação do conteúdo são sempre bem-vindas.

Fique à vontade para criticar, também.

Abraço.

Eliseu Antonio Gomes disse...

Júnior Rubira

Realmente é necessário socorrer dos domésticos na fé quando estes necessitam das suas necessidades básicas. É uma tarefa primordial aos santos.

Sem generalizar, é com tristeza que percebo estar havendo alguma inversão de valores. Esquece-se dos membros e socorrem-se os que não têm compromisso com Deus!

Quanto ao mundo, o dever mais importante da Igreja é anunicar o Evangelho, fazer a divulgação da Palavra é dever real, pois é um mandamento de Cristo.

Cumprindo o mandamento do IDE, auxiliando plenamenete aos domésticos da fé em suas necessidades, então a Igreja poderá fazer assistência aos não-cristãos, prestar socorro humanitário aos não crentes em Jesus. Sem dúvida será atitude honrosa.

Mas, ajudar descrentes e esquecer-se de crentes, é algo super repreensível! Não há cabimento algum! É reprovável!

Abraço.

Júnior Rubira disse...

Concordo plenamente irmão Eliseu, há uma grande inversão de valores, já protestei várias vezes por irmãos estarem necessitando e descrentes serem socorridos primeiro, acho um absurdo.

Se não cuidarmos dos nossos não seremos capaz de cuidar dos de fora.

Eliseu Antonio Gomes disse...

Júnior

Na Bíblia, a Igreja é apresentada como um organismo biológico. Você sabe, a cabeça é Cristo e o tronco e os membros formam a Igreja.

Nesta simbologia, fica claro a necessidade de cuidarmos, como membros da Igreja, uns dos outros.

O alimento é digerido e distribuído a todos os orgãos e partes. Se a alimentação não for ministrada nas doses e periodicidade corretas, se for dada a terceiros quando ainda não estamos plenamente nutridos, todos padeceremos.

Somos um corpo só. Não faz sentido dar de comer ao estômago do vizinho, se o nosso próprio estômago está vazio.

Aí alguém poderá perguntar: e o amor? O mandamento de Cristo (a cabeça da Igreja) é amar o semelhante, mas amá-lo como amamos a nós mesmos! Isto significa ter cuidados pessoais iguais aos que temos com outro. A prioridade é cuidar da gente, depois do outro.

Sim, amemos primeiro o irmão que é um conosco como Igreja, alguém que está ligado ao corpo de Cristo, assim como nós estamos também.

Se o mundo passa fome, vejamos como está Igreja primeiro.

Abraço.

Júnior Rubira disse...

Concordo e assino em baixo, é exatamente o que penso.

Abraço,

Júnior Rubira.

Valdemir disse...

Não concordo com o texto pois penso que a igreja está no mundo para servir a todos. Se Jesus serviu a todos quanto vieram até ele porque a igreja que se diz seguidora de Cristo só serve aos seus. Dessa forma qual a serventia da igreja então se ela não está pra servir sem distinção.
Tiago 2.1 diz: Meus irmãos, não tenhais a fé de nosso Senhor Jesus Cristo, Senhor da glória, em acepção de pessoas. E mais adiante no vs 9 Mas, se fazeis acepção de pessoas, cometeis pecado, e sois redargüidos pela lei como transgressores.
E o proprio Jesus nunca disse para privilegiarmos os "de casa" e desprezarmos os "de fora". Penso que é o momento da igreja rever alguns conceitos para que no dia em que Jesus vier buscar sua noiva não encontrar uma noiva egoista que só pensou em si propria. Somos Sal da Terra e Luz do Mundo se não servimos para els vmaos servir pra quem?

As 7 postagens mais acessadas na semana

As 7 postagens mais acessadas nos últimos 30 dias

As 7 postagens mais populares (geral - desde 12 de junho de 2007)

▲ Clique na imagem para retornar ao topo do blog.

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes
Cidade Ocean - Praia Grande - São Paulo/SP - Brasil.