.____________________________________________

Este site tem a finalidade de, com toda a simplicidade das pombas, prudentemente, mostrar o que o crente em Jesus espera. Reflexão. Informação. Opinião. Troca de ideias. Blog idealizado por Eliseu Antonio Gomes. Criado em 12 de junho de 2007.

Research | Pesquisar artigos de Belverede

sexta-feira, 21 de março de 2008

O significado cristão da Páscoa - parte 1 de 2


O substantivo páscoa é derivado de uma palavra hebraica que significa passagem.

A páscoa é a festa anual dos hebreus, que comemoram a saída de seus antepassados do Egito, a libertação da nação de Israel do regime de escravidão. Foi instituída em lembrança da passagem do anjo exterminador quando ocorreu a morte dos primogênitos egípcios sendo que os filhos dos israelitas foram poupados. Êxodo 12.11-27.

No Novo Testamento encontramos referências a ela como a “festa dos pães asmos” e “os dias dos pães asmos” - Lucas 22.1; Atos 12.3; 20.6.

Com toda certeza no céu o Senhor dos Exércitos esperou a hora certa de ressuscitar o amado Filho Unigênito. O Pai jamais O abandonou. Na hora certa Deus deu a ordem e liberou seu poder. "A este ressuscitou Deus ao terceiro dia e lhe concedeu que se manifestasse" (Atos 10.40). E o Filho ressuscitou em glória. 

A Páscoa traz à memória que o sacrifício de Jesus na cruz do Calvário não foi em vão. Lembra aos cristãos os três dias que abalaram o mundo. Os três dias em que o corpo do Salvador ficou inerte sem vida, dias em que o mundo espiritual e terreno pararam, o momento que mudou o curso da Humanidade. 

No mundo terreno, os apóstolos se entristeceram e choraram a morte do seu Mestre e Senhor. Festa de um lado, tristeza do outro e silêncio da parte do Senhor. Há quem queira conjecturar que o inferno todo festejou achando que tudo havia vencido ao Criador. Satanás festejava com toda sua trupe a morte de Cristo, como se estivesse vitorioso. Até que o Filho de Deus ressuscitou, trazendo a todos a oportunidade de encontrar a salvação. A ressurreição de Cristo Jesus trouxe paz e esperança aos que creem. Então, para os cristãos, a Páscoa também é motivo de celebração. O cristianismo comemora a ressurreição de Cristo. 

"E, achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, tornando-se obediente até a morte, e morte de cruz" - Filipenses 2.8.

A Páscoa remete ao poder ressuscitador de Deus. Convém aos cristãos fazer uma aplicação pessoal do ensinamento que encontramos sobre a Festa da Páscoa.
• O poder que ressuscitou Jesus habita em nós. Muitos de nós precisamos de ressurreição em áreas diferentes das nossas vidas. Qualquer área que esteja morta será ressuscitada porque o poder da ressurreição está em nós. Se tivermos consciência desse poder que está em nós, então, crescemos como cristãos e fazemos a diferença neste mundo.
• Se andarmos em novidade de vida, as pessoas vão ver que o nosso comportamento e que o nosso proceder é diferente. Os problemas não são mais sinônimos de derrotas mas oportunidades de manifestar o poder de Deus e agradecer pelas vitórias.
A fé vem ao coração do ser humano através do conhecimento da Palavra. Portanto, cada um de nós precisamos nos esforçar para conhecer a Palavra cada dia mais. Como?
• Lendo: "E o terá consigo, e nele lerá todos os dias da sua vida, para que aprenda a temer ao Senhor seu Deus, a fim de guardar todas as palavras desta lei, e estes estatutos, para os cumprir" - Deuteronômio 14.19.
• Memorizando: “Guardo no coração as tuas palavras, para não pecar contra ti” - Salmo 199.11.
• Estudando: “Se buscares a sabedoria como a prata, e como a tesouros escondidos a procurares, então entenderás o temos do SENHOR, e acharás o conhecimento de Deus” - Provérbios 2.4-5. 
• Meditando: “Não cesses de falar deste livro da lei; antes medita nele dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer segundo a tudo quanto nele está escrito; então farás prosperar o teu caminho e serás bem sucedido” - Josué 1.8.
• Praticando: “Mas aquele que considera atentamente na lei perfeita, lei da liberdade, e nela persevera, não sendo ouvinte negligente, mas operoso praticante, esse será bem-aventurado no que realizar” - Tiago 1.25.

A igreja não deve falar como o mundo fala, fazer tudo o que o mundo faz, porque quem ainda está no mundo fala segundo as perspectivas da incredulidade e do medo. Crente crê! A boca do crente fala segundo a fé que enche o seu coração. Fazendo isso nós vivemos em novidade de vida, vivenciamos a graça do poder de Deus em nosso dia a dia, mantemos dentro do coração a presença do Cordeiro Pascal, Jesus Cristo, morto e ressuscitado.

E.A.G.

Fonte:
Apostila Vida Cristã e Testemunho, Billy Graham (Editora Betânia);
Enciclopédia Ilustrada do Conhecimento Essencial (Reader's Digest);
Dicionário Bíblico Universal (Editora Vida).

6 comentários:

bob.loco disse...

legal seu blog, sabe nao sou mto ligado a religiao, porem sei que existe uma grande quantidade de pessoas que gostam, e acho que um blog que trata desses assuntos pode atrair um grande publico, pois nao me recordo de outros blogs tratando desses assunto assim como voce.

ah e sobre o comentario que vc deixou nu meu blog, acho meiu dificil aquele flagra la ser um erro de digitação,girias de internet ou problema no teclado, tudo bem que em muitas vezes isso acontece, mas naquele caso trocar a palavra "ibope" pela "qi" deve ter sido um engano, ou ela nao sab os seus devidos significados. hehe mas valew pelo comentario

abraçao

Daniel Moreira disse...

Retribuindo a visita e informando que te respondi no blog.

Segue assim:

Eliseu, obrigado pelo comentário. Concordo que homossexualismo é pecado diante da Bíblia. E contra isso não há argumento. Tbem concordo que há exageros.

Porém acho que o outdoor é inadequado. Toda e qualquer mensagem fora de um contexto fica sem critério e neste caso ofensiva, pois o endereçado não goza do mesmo ponto de vista, ou seja, não tem como exigir dele o comportamento e consciência de um cristão. Primeiro ela precisa passar pelo processo de conhecer a Jesus, depois, como consequência disto a vida dele será transformada, e tenho certeza que para melhor.

Na minha conversão só tive que arrepender de um pecado, o da incredulidade. Porque eu era incrédulo é que praticava as coisas de errado. Não tinha parâmetro. Hoje, eu creio em Cristo, tanto que sou imitador. Logo tenho Referencia. Porém exigir o mesmo de um não cristão é um erro clássico do legalismo. Enfim, só sei que este assunto vai trazer mais dor de cabeça pro pessoal do VINACC do que frutos.

Anônimo disse...

Nossa, nem eu sabia diso tudo
Parabens

v.carlos disse...

Aí Eliseu! Apreciei muito sua sugestão de meditação>"Sendo os caminhos do homem agradáveis ao Senhor, até a seus inimigos faz com que tenham paz com ele" - Provérbios 16.7.

Eu comentei na Confeitaria, pq eu sou amigo do Sammis (por ter ele postado um poema meu no blog de poemas cristãos)

Mesmo assim gostei do seu comentário, eu possuo um blog próprio, caso queira dps acesse>
www.amandoaoproximo.blogspot.com


Obrigado
Fique na GRAÇA!

v.carlos disse...

E FELIZ PÁSCOA! =)

DIRETO AO CORAÇÃO disse...

Olá meu irmão Eliseu, muito interessante a matéria e bem abrangente.
Parabens pelo trabalho, tenho certeza que esclareceu a muita gente !!!
Fique na Paz e um abraço deste irmão em Cristo.
Rogerio Cavalcanti

Voltar ao início da página


Blog Belverede 12 anos de atividades - https://belverede.blogspot.com.br

Lições Bíblicas 2019

Tabernáculo: Símbolo da Obra Redentora de Cristo


EBD - Escola Bíblica Dominical.

13 Lições comentadas por Elienai Cabral (CPAD)

Entre 7 de Abril e 30 de Junho, as igrejas evangélicas que usam o currículo pedagógico da Casa Publicadora das Assembleias de Deus (CPAD) estarão lecionando as treze matérias da revista Lições Bíblicas, cujo comentarista é Elienai Cabral e o tema é O Tabernáculo: Símbolos da Obra Redentora de Cristo.

A vontade deste Blogueiro é trazer aos Leitores de Belverede postagens relativas aos assuntos abordados pelo articulista da CPAD. Se assim Deus permitir, é o que farei, pois é perceptível que o subsídio é algo de extremo interesse do povo cristão. Certa vez, um irmão moçambicano declarou ter enorme expectativa por esta espécie de postagem.

Abaixo, os nomes de 13 lições. As lições marcadas em negrito e sublinhadas possuem hiperligação, ao clicar sobre elas você será encaminhado para outro espaço deste blog, abrirá para você a página da postagem correspondente.

A nossa oração é para que cada publicação seja de bom proveito espiritual a todos, lembrando que cada uma delas não substituem o conteúdo criado pelo Pastor Elienai Cabral.

Não existe interesse comercial nesta iniciativa. Peço sua gentileza, divulgue estas matérias, tanto presencialmente quanto em suas redes sociais.

Sumário

Lição 7
O Lugar Santo

Lição 8
O Lugar Santíssimo

Lição 9
A Arca da Aliança

Lição 10
O Sistema de Sacrifícios

Lição 11
O Sacerdócio de Cristo e o Levítico

Lição 12
A Nuvem de Glória

Lição 13
O Sacerdócio Celestial

Introdução aos livros da Bíblia Sagrada.
Objetivo ainda em fase de conclusão.

Antigo Testamento
GênesisÊxodoLevíticosNúmerosDeuteronômioJosuéJuízesRute1 Samuel • 2 Samuel • 1 Reis • 2 Reis • 1 Crônicas • 2 Crônicas • Esdras • Neemias Ester • Jó • Salmos Provérbios • Eclesiastes • Cantares • Isaías • JeremiasLamentações • Ezequiel • Daniel • Oseias • JoelAmósObadiasJonas • Miqueias • NaumHabacuqueSofonias Ageu ZacariasMalaquias