Research | Pesquisar artigos de Belverede

Select the language

terça-feira, 3 de abril de 2012

Malafaia e o esclarecimento aos colaboradores

Saiu no Blog do Juber Donizete uma postagem comentando a resposta de Silas Malafaia sobre alguns Internautas, e blogueiros, que o criticam por usar um avião, que está em nome da Associação Vitória em Cristo.

 Confira:

• Verdade Gospel -  Pr. Silas comenta a guerra entre Macedo e Valdemiro e faz novas declarações (a partir da segunda metade do corpo do texto: Aos caluniadores, invejosos, simples na fé e pessoas de bom senso).

• Cristianismo Radical:  Após criticar Macedo e Valdemiro, Malafia defende a compra de avião (leia também o espaço de  comentários).

Para começar, digo o seguinte: Não considero os líderes cristãos pessoas perfeitas. Todos eles são falhos. Alguns, aprecio mais, outros, menos. Olho para todos eles de maneira igual: não são impecáveis.  E se não são, não existe motivo para cobrar a perfeição.

Tenho uma opinião formada sobre a abordagem deste assunto, já expressei em meu blog, numa ocasião em que troquei postagens com nosso querido irmão Robson Silva. Quem quiser conferir: Prossigo Para o Alvo: Robson Silva pergunta

É o seguinte: Se os colaboradores do ministério de Malafaia, parte considerável não é de assembleianos, sabem de antemão os objetivos, cabe a eles avaliar a situação, se convém ou não apoiar ministerialmente. Eles são adultos, livres para decidir o que fazer com o dinheiro deles, estão no Brasil, país com liberdade religiosa. Eu penso que eles aprovam a compra da aeronave, porque continuam a enviar ajuda monetária após a aquisição do jato.

Ao contrário do que muitos irmãos da Bléia me rotularam, eu, Eliseu Antonio Gomes, não sou um fã de Malafaia. Meus olhos estão fitos em Jesus Cristo. Sou alguém que se esforça para imitá-lo, e sei que não sou perfeito. Dou meu apoio a Malafaia na “briga” contra o aborto e em investidas contra os objetivos exclusivistas de grupos homossexuais, em questões do tipo PL 122/2006 e qualquer ação contra a família nos moldes bíblicos. E, sobre essas pautas, eu tenho elas comigo antes de conhecer Malafaia na televisão. Aliás, eu atacava o PL 122/2006 antes do pastor atacar.

Gosto de dizer que não sou anti-Malafaia. E nesses embates Malafaia X blogs / sites, uso imparcialidade total. Essa postura incomoda a muitos...

E, vamos à imparcialidade no próximo parágrafo: É fato que Malafaia faz declarações antecipadas sobre os “sonhos de consumo” em revista produzida por ele e destinada aos ofertantes. E isso é um detalhe que eu, nos meus quase 30 anos de conversão em uma Assembleia de Deus, a completar em junho, não vi em outros ministérios assembleianos. E vale dizer que praticamente todos os ministérios possuem seus veículos de comunicação, na maioria, são jornais com oito ou dez páginas.

Por quê não fazem relatórios públicos do que há para adquirir e do que foi adquirido? No meio pentecostal AD acontece o contrário do que Malafaia faz em sua revista, enviada pelos Correios. Falando especificamente da minha região, cidade de São Paulo, sou testemunha de um fato triste e alarmante. Um pastor renomado, conhecido em nível nacional e internacional, nos idos da década de 90, apoiou a arrecadação de dinheiro para compra de uma emissora de rádio. Existe até relato de ofertante que vendeu o único imóvel para colaborar. Até hoje a emissora de rádio não foi comprada e não existe declaração do que foi feito com o dinheiro recebido.

Vamos ser justos e tratar a liderança cristã assembleiana de maneira igual.

E.A.G.

2 comentários:

ROBSON SILVA disse...

Paz, meu amigo...

Encontrei sua referência às nossas trocas de ideia lá no Blog do Juber - Cristianismo Radical... Só depois vi no Blogroll a citação no teu post no BELVERE... Agradeço a lembrança!

Com relação a defesa de Malafaia (ou parte do que lá foi comentado) repito aqui o que disse lá no Blog do Juber:

"O evento foi tão grandioso que virou notícia no Jornal Nacional da Rede Globo."???

E desde quando virar "notícia no Jornal Nacional da Rede Globo" é referência para credenciar ou dar credibilidade a alguém??? Lá até estupro simulado é motivo para audiência...

Nunca que a emissora vai reportar um evento evangelístico querendo dar notoriedade ou difusão a mensagem bíblica da Salvação... se não com interesses (atuais ou futuros) econômicos, políticos, estratégicos...

E, como sempre fazem os que estão na mira da legítima dúvida do povo, lá vem ele com o texto áureo dos "injustiçados":

“Não julgues para que não sejais julgados, pois a medida que você julga você também será julgado”.

$$$$ São todos sacos de um mesmo tipo de farinha $$$$"

E acrescento:

Não dá para ser imparcial diante de práticas, ainda que legais - não posso aboná-las pois desconheço a contabilidade daquela empresa - são no mínimo imorais do Aspecto Bíblico...

E antes que se diga que os APÓSTOLOS (os legítimos) FIZERAM O MESMO, há de se consideram, no mínimo, o contexto em que viviam, de dominação e perseguição política e religiosa...

Ademais a destinação daqueles recursos, embora servisse aos pais da Igreja, atendiam em sua quase totalidade as necessidades vitais e imediatas da igreja (da coletividade) e não aos interesses pessoais de Pedro, de Tiago, de João...

Isto posto, concluo dizendo que NÃO DEVEMOS SER TROUXAS ou IDIOTAS ao ponto de nos posicionarmos IMPARCIALMENTE sobre a alegação de que "ELES SÃO ADULTOS, PORTANTO QUE SE DANEM", quando podemos nos opor "COMO ADULTOS, LIVRES, CRÍTICOS, CRENTES, TEMENTES, RESPONSÁVEIS..." a este tipo de ardil falacioso (com perdão da redundância)...

Em tempo, rogo que não tome a expressão "NÃO DEVEMOS SER TROUXAS ou IDIOTAS ao ponto de nos posicionarmos IMPARCIALMENTE" como algo pessoal... Mas como você bem deve saber, é assim que o Pr. Malafaia define aqueles que são PARCIALMENTE contrários à Teologia da Prosperidade - prática por ele defendida com "unhas e dentes", bem como por seus parceiros ministeriais norte americanos... E você sabe bem do que estou falando!!!

Forte abraço!

PROSSIGO (PARCIAL) PARA O ALVO!!!

Eliseu Antonio Gomes disse...

Robson.

Pois é, alcançar a fama é algo fácil, muitos são os famosos.

Os motivos da Globo fazer referência aos eventos da Asssociação Vitória em Cristo são conhecidos; a concorrência com a Record e a taxa de crescimento dos evangélicos no Brasil. Enfim, ela precisa dos evangélicos para continuar em atividade.

É claro que Malafaia sabe disso. E usa a situação em seu favor e em favor do ministério AVEC.

Sobre seu comentário, digo-lhe que não são todos que são pautas do jornalismo. Há pesquisa séria antes de encampar o nome de quem aparecerá em uma "série" de abordagens, porque nem todos repercutem à contento dela. A Rede Globo não usará qualquer pastor contra a Record e nem para se tornar representativa entre a crescente massa evangélica que a sintoniza.

Veja bem: estou dizendo da posição da emissora, não estou colocando em dúvida o valor de pastores não escolhidos por ela.

Você repete adjetivos que Malafaia usa. E sobre esses adjetivos, eu comentei que não considero líderes evangélicos impecáveis e nem cobro a perfeição deles.

Deus abençoe você, meu irmão.

Abraço.

As 7 postagens mais acessadas na semana

As 7 postagens mais acessadas nos últimos 30 dias

As 7 postagens mais populares (geral - desde 12 de junho de 2007)

▲ Clique na imagem para retornar ao topo do blog.

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes
Cidade Ocean - Praia Grande - São Paulo/SP - Brasil.