Research | Pesquisar artigos de Belverede

Select the language

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Bondade e justiça de Deus no Juízo Final

Uma pessoa ateísta fez a seguinte pergunta:

- Se Jesus manda perdoar, amar inimigos, porque Ele não faz o mesmo no Dia do Juízo Final e abre as portas do céu para todas as pessoas entrarem?

Ao ser bom, Deus é sempre justo. Ao ser justo, Deus não erra.

A tal pergunta é formulada por uma pessoa totalmente egoísta. A pessoa pensa em pecar continuamente e quando chegar no final ser perdoado. Ela age com a filosofia de prazer pessoal, não tem amor pelo próximo, ama apenas a si mesma. Não analisa a dor e as perdas das vítimas.

Bem, vamos criar uma suposição. Alguém agiu assim:

1 - adulterou;

2 - matou;

3 - roubou;

4 - estuprou muita gente.

Deus, bom e justo, olhou tudo isso. Mas Ele prestou atenção por todos os ângulos das situações, porque é onipresente, onisciente e onipotente.

1 - viu a dor que o adultério causou na vítima da traição conjugal e a angústia dos filhos gerados no casamento abalado;

2 - viu as lágrimas da família que enterrou o corpo da pessoa assassinada;

3 - viu o sofrimento de quem foi roubado;

4 - conheceu as dores da garota violentada no corpo e na alma.

Deus é testemunha das vítimas de todos os pecadores. Então, se Ele perdoasse os pecados de pecadores impenitentes, estaria cometendo injustiças e maldades com as vítimas de todas essas atrocidades.

Não é justiça e bondade perdoar quem é mau, quem não quer se arrepender dos males que fez, faz e planeja fazer. Não é justiça e bondade perdoar quem debocha da questão de pedir perdão a Deus e ao próximo, quem queira viver sendo sarcástico, a se divertir com o sofrimento alheio.

O pecado sempre fere pessoas. É por este motivo que Deus detesta o pecado e pede para que o pecador se arrependa e evite pecar. Arrepender-se é mudar de vida, é abandonar o mal e praticar o bem.

Deus é amor e quer perdoar hoje. O Dia do Julgamento Final não será dia de perdão. Enquanto estamos vivos, temos a condição de pedir perdão e recebê-lo. Para ser perdoado é preciso ter a vontade de deixar a vida de pecado, de atos que causam dores ao próximo. Depois da morte, só resta o decreto justo e bom de Jesus Cristo. Aqueles que não quiseram ser justos e bons com os semelhantes terão que pagar por suas decisões cruéis.


E.A.G.

Nenhum comentário:

As 7 postagens mais acessadas na semana

As 7 postagens mais acessadas nos últimos 30 dias

As 7 postagens mais populares (geral - desde 12 de junho de 2007)

▲ Clique na imagem para retornar ao topo do blog.

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes
Cidade Ocean - Praia Grande - São Paulo/SP - Brasil.