Research | Pesquisar artigos de Belverede

Select the language

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Orações e jejuns de Neemias

"E sucedeu que, ouvindo eu estas palavras, assentei-me e chorei, e lamentei por alguns dias; e estive jejuando e orando perante o Deus dos céus" - Neemias 1.4.

O primeiro capítulo do livro de Neemias descreve Neemias oração e jejum, por causa de seu grande sofrimento a notícia de que Jerusalém tinha sido desolada. Com certeza ele não foi o único judeu a clamar ao Senhor durante o período do exílio babilônico. Porém, de todas as orações, as orações dele foi diferente, pois obteve resultado positivo. Ele assentou em seu coração orar e agir, reconstruir os muros de Israel, sua devoção e intenção foram tão fortes que se absteve de comer e beber, e assim seu clamor foi atendido. Seus muitos dias de clamor e jejum foram caracterizados por lágrimas, muitas súplicas a Deus por misericórdia a seu povo.

Neemias tinha o propósito definido de buscar a Deus. Ao receber notícias do estado da sua nação, desolada, em caos total, assolada por inimigos incircuncisos, sentiu-se impactado, triste, mas não se abateu. Quis, humildemente, fazer a diferença e ser instrumento nas mãos do Deus das promessas.

A Bíblia Sagrada mostra um padrão de comportamento específico quanto aos praticantes de orações e jejuns. No Antigo e Novo Testamento os servos de Deus jejuavam durante as épocas de crise. Nestes exemplos de oração e jejum, vemos que as súplicas, e a adoração ao Senhor, acompanhados de jejum, alcançaram o favor do Senhor.

Encontramos outros exemplos de jejuns no Antigo Testamento:

1 - O jejum de 40 dias ao pé do Monte Sinai, em preparação da Aliança (Êxodo 34:28);
2 - Ana, orou e jejuou implorando a Deus que sua madre pudesse gerar uma criança. Deus ouviu sua oração e concedeu a ela o prazer de tornar-se a mãe de Samuel (1º Samuel 1.7);
3 - Davi chorou, orou e jejuou, por seu filho doente (2º Samuel 3.35; 12.16, 21-22).
4 - Houve jejum no momento da reconstrução do Templo (Neemias 9.1);
5 - Houve jejum durante o ministério do profeta Joel (Joel 1.14; 2.15);
6 -E também, jejum de solidariedade no ministério do profeta Isaías (Isaías 58.1-12
7 - Ester pediu a Mordecai e aos judeus para jejuar por ela enquanto se preparava para comparecer diante de seu marido, o rei (Ester 4.16).

Exemplos de oração e jejum no Novo Testamento:

1 – Jesus Cristo jejuou 40 dias e 40 noites;
2 - A profetisa Ana era assídua no templo, aos 84 anos de idade adorava noite e dia em jejuns e orações. A consagração dela fazia parte de seu ministério ao Senhor, enquanto aguardava o cumprimento da profecia sobre o nascimento do Salvador (Lucas 2.37);
3 - A igreja de Antioquia jejuava durante o culto quando o Espírito Santo falou com eles sobre enviar Saulo e Barnabé para a obra do Senhor (Atos 11).

Neemias foi ouvido por Deus. Mas, a priori, a resposta que obteve não foi de vitória, ele foi levado para uma grande turbulência. A sua persistência nessa luta o levou à extraordinária vitória e consequente proteção divina de Israel.

Hoje, devemos jejuar e orar tendo em mente que poderemos ter uma forte resistência, e é preciso ter o mesmo ânimo de Neemias. Não devemos desanimar porque o objetivo não é alcançado de imediato e as lutas aparecem. Às vezes, como no caso de Neemias, que enfrentou Simbalate e Tobias, situações pioram em nossas vidas, e isso acontece porque Deus está respondendo o nosso clamor!

Sejamos perseverantes, lutemos e superemos as dificuldades, pois Deus é conosco (1ª Tessalonicenses 5.17).

E.A.G.

Nenhum comentário:

As 7 postagens mais acessadas na semana

As 7 postagens mais acessadas nos últimos 30 dias

As 7 postagens mais populares (geral - desde 12 de junho de 2007)

▲ Clique na imagem para retornar ao topo do blog.

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes
Cidade Ocean - Praia Grande - São Paulo/SP - Brasil.