Research | Pesquisar artigos de Belverede

Select the language

quinta-feira, 20 de maio de 2010

ACORDO BRASIL-IRÃ, QUE VERGONHA!

Lamentamos profundamente o fato de o Brasil ter-se colocado, perante toda a comunidade mundial, como um dos fiadores do acordo de enriquecimento do "urânio iraniano".

Como o Brasil pode ser fiador de um acordo envolvendo um nação que, em várias ocasiões, tem manifestado, de maneira clara e aberta, o desejo da destruição total do Estado de Israel, que é uma nação sobera e democrática?

O que o Brasil está fazendo pode ser muito bem ilustrado pela seguinte situação: na rua onde você mora tem um vizinho rico e poderoso que fala para todo mundo que pretende destruir um outro vizinho que mora na mesma rua. O vizinho, soberbo e rico, diz que deseja matar, não somente o vizinho que ele odeia, mas destruir também toda a sua família e sua casa. Como esse vizinho poderoso nunca ameaçou você, e você tem interesses comerciais com ele, você finge que não sabe de nada, que nunca ouviu nemhuma ameaça dele contra o outro vizinho. Você se faz de surdo, movido por interesses egoístas. Que vergonha!

Onde estão os nossos princípios de cidadamia, os nossos valores humanitários? O que estamos ensinando aos jovens que nos observam e o que ensinaremos às gerações futuras?

O Brasil jamais pode ser fiador de uma nação que apregoa suas intenções declaradamente irascíveis e exterminadoras.

Isto é um absurdo! Que vergonha!

Associação Vitória em Cristo
Silas Malafaia
Vice-Presidente do CIMEB (Conselho de Pastores do Brasil)
__________

Fonte: Informe Publicitário, circulado nos principais jornais do Brasil em 20 de maio de 2010.

Nenhum comentário:

As 7 postagens mais acessadas na semana

As 7 postagens mais acessadas nos últimos 30 dias

As 7 postagens mais populares (geral - desde 12 de junho de 2007)

▲ Clique na imagem para retornar ao topo do blog.

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes
Cidade Ocean - Praia Grande - São Paulo/SP - Brasil.