Research | Pesquisar artigos de Belverede

Select the language

terça-feira, 9 de fevereiro de 2016

Os campos estão brancos para a ceifa

http://belverede.blogspot.com.brPor Pr. José Wellington Bezerra da Costa

"Não dizeis vós que ainda há quatro meses até que venha a ceifa? Eis que eu vos digo; levantai os vossos olhos e vede as terras, que já estão brancas para a ceifa. E o que colhe recebe galardão e ajunta fruto para a vida eterna, para que, assim o que semeia como o que ceifa, ambos se regozijem" - João 4.35-36. 

Quando Jesus transmitiu este sublime ensinamento, era o momento em que a terra estava sendo preparada para o plantio. Logo mais seria colocada a semente no solo, para somente quatro meses após ser iniciada a colheita. O Mestre, porém, ordenou que seus discípulos levantassem os olhos e observassem que os campos estavam brancos, prontos para a ceifa.

Quem ainda não contemplou um plantio de algodão, em que de longe se avista os capuchos brancos, prontos para a colheita? Se houver displicência por parte de quem o plantou, e passar o prazo da ceifa, todo aquele investimento ficará perdido. Houve a preparação da terra, o combate às pragas, a seleção e a compra das sementes, o plantio, a retirada das ervas daninhas, para o bom aproveitamento daquele solo.

Jesus levou para o campo espiritual a tradição agrícola judaica, para o cultivo e produção de um determinado tipo de lavoura.

A Palavra de Deus é considerada uma modalidade de semente que é plantada nos corações dos pecadores. Nós somos os lavradores que receberam a incumbência de anunciar a mensagem de salvação a todos os homens. O campo para este plantio é o mundo.

Os lavradores precisam estar preparados para lidar com a preciosa semente, que é a Palavra de Deus. O Todo-Poderoso não aceita que algo seja feito para Ele sem uma preparação anterior. Devemos nos preocupar com a tradução da Bíblia para os idiomas e dialetos dos povos não-alcançados.

Muitos foram os que tiveram esta visão. Eu pergunto: Como se poderia evangelizar a China, se não houvesse antes a preocupação de se traduzir a Bíblia do inglês para o chinês? Esta foi a preparação deste maior campo missionário do mundo. Observa-se hoje o grande resultado desta árdua tarefa, que culminou até com a morte de quem se empenhou para entregar à nação mais populosa de Terra a Bíblia em seu vernáculo

O lavrador, que deseja plantar em um campo missionário, também precisa preparar-se, ou seja, é necessário aprender o idioma, os costumes, a cultura de um povo, para que seja bem-sucedido na árdua tarefa de ganhar aquelas almas para Cristo, pois, caso contrário, corre o risco de retornar frustrado por não ter alcançado o resultado almejado: a transformação de uma sociedade pelo poder da Palavra de Deus.

Existem várias agências missionárias que estão investindo neste propósito de preparar vários tradutores da Bíblia para diversos idiomas e dialetos, a fim de que a evangelização destes povos torne-se mais simples.

João Ferreira de Almeida teve esta preocupação e nos presentou a Bíblia em nosso vernáculo. Seria de bom alvitre que os nossos índios pudessem ler a Palavra de Deus em seus dialetos, pois muitos não sabem falar o português. Pensemos nisso!
_________

O Pr. José Wellington Bezerra da Costa é pastor-presidente do Ministério Belém - Assembleia de Deus no Estado de São Paulo; presidente da Convenção Fraternal Inter-Estadual das Assembleias de Deus no Estado de São Paulo - Ministério do Belém (CONFRADESP) e da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB).

Fonte: Jornal Ceifeiros em Chamas; ano 8; nº 148; junho de 2009.
Texto resumido para adaptação ao blog Belverede.
Postagem original: Os campos estão brancos para a ceifa, 4 de junho de 2009


Nenhum comentário:

As 7 postagens mais acessadas na semana

As 7 postagens mais acessadas nos últimos 30 dias

As 7 postagens mais populares (geral - desde 12 de junho de 2007)

▲ Clique na imagem para retornar ao topo do blog.

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes
Cidade Ocean - Praia Grande - São Paulo/SP - Brasil.