Research | Pesquisar artigos de Belverede

Select the language

terça-feira, 6 de novembro de 2012

2 Timóteo 1.52: Sei em quem tenho crido


Jó é conhecido como o homem mais paciente da Terra. Mas também pode ser descrito como uma pessoa com alguma dose de presunção. Ele pensava que conhecia Deus suficientemente.

Bem sucedido financeiramente, tinha família grande, era saudável. Perdeu tudo. Em quase todo o Livro de Jó encontramos o patriarca angustiado, em busca de um encontro com Deus para solicitar explicações. Esse encontro aconteceu. Em seu encontro com Deus, Jó não obteve suas respostas, mas mesmo assim ele ganhou um nível maior do conhecimento do Senhor. 

Acreditamos que Deus é trino, mas não sabemos explicar essa crença. Não conseguimos explicar minunciosamente como Deus é, nosso vocabulário não é tão rico para descrever o tamanho do amor de Deus por nós e o projeto de salvação através de Jesus Cristo. Não temos condição de entender detalhadamente a atuação do Espírito. Não sabemos responder a razão do Senhor agir em determinadas situações e em outras parecer estar de braços cruzados. 

Deus falou ao presuncoso Jó: "Quem é esse que obscurece o meu conselho com palavra sem conhecimento" (Jó 38.2). Após ouvir o Criador, Jó disse: "Ponho a mão sobre a minha boca" (40.4) "Meus ouvidos já tinham ouvido a teu respeito, mas agora os meus olhos te viram" (42.5). 

O verbo "saber" tem mais de um significado, uma dessas significações é "experimentar". Apenas quem experimenta o chocolate sabe qual é o sabor dele.

Talvez, Jó se desse por satisfeito em adquirir suas respostas e assim aumentasse seu conhecimento intelectual sobre a existência de Deus. Entretanto, o encontro com Deus, sem as respostas que pediu, permitiu a ele experimentar Deus. 

Enfim, conhecer Deus pessoalmente é mais importante do que saber explicar algumas características a respeito dEle. O conhecimento teológico é importante, mas o saber vindo de uma experiência pessoal com o Criador é algo superior. Tal experiência eleva a alma humana, que passa a saber em quem crê. Quem assim o sabe não precisa explicá-lo.

E.A.G.

Texto adaptado ao blog. Pão Diário, nº 12, 1ª edição, 2009 (Rádio Transmundial).

2 comentários:

DANNILO STELIO disse...

Jó pagou um preço alto para conhecer mais a Deus. Será que hoje, em pleno século 21, estamos disposto a pagar o preço para conhecer mais a Cristo ?

Graça e Paz.

Monteiro disse...

As mensagens bíblicas são incrivelmente diversas. Deus fala de muitas formas conforme nossas necessidades. Só temos que ter cuidado de não sermos heréticos.
O que acho interessante na história de Jó é o fato dos seus amigos falarem de Deus como se O conhecessem. Dessa mesma forma, muita gente se engana quando o assunto é o nosso misterioso Deus.
Existem muitas formas de explicar a Trindade, mas nenhuma delas é completa em si mesma. Uma dessas teorias diz que assim como um triângulo equilátero possui três lados iguais, assim é a Trindade. É interessante para compreendermos a harmonia existente entre as três Pessoas (Pai, Filho e Espírito Santo).
Talvez seja por isso que a Bíblia diz que o justo viverá pela fé. E a fé que move a nossa comunhão com Deus. Não podemos perder a esperança de um dia compreendermos na íntegra todo esse mistério.
Que o Senhor nos abençoe e nos guarde.

As 7 postagens mais acessadas na semana

As 7 postagens mais acessadas nos últimos 30 dias

As 7 postagens mais populares (geral - desde 12 de junho de 2007)

▲ Clique na imagem para retornar ao topo do blog.

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes
Cidade Ocean - Praia Grande - São Paulo/SP - Brasil.