Research | Pesquisar artigos de Belverede

Select the language

sexta-feira, 2 de novembro de 2012

A atuação dos gafanhotos

"O que deixou o gafanhoto cortador comeu-o o gafanhoto migrador; e o que deixou o gafanhoto migrador comeu-o o gafanhoto devorador; e o que comeu o gafanhoto devorador comeu-o o gafanhoto destruidor" - Joel 1.4.

A lagarta (em hebraico, gāzām), o gafanhoto (‘arbeh), a locusta (yeleq) e o pulgão (hāsīl) provavelmente não são quatro tipos diferentes de insetos, mas quatro estágios no crescimento do gafanhoto:

• Gāzām: de uma raiz desusada que significa devorar; tipo de gafanhoto peregrino, locusta: lagarta, gafanhoto cortador.

• ‘Arbet/rābhāh : termo usado para gafanhoto no sentido de seu crescimento rápido.

• Rābhāh: raiz primitiva, aumentar (em qualquer aspecto); trazer, muito; em abundância; abundantemente; mais em número; multiplicar.

• Yeleq: de uma raiz desusada que significa lamber, um devorador, especificamente o gafanhoto.

• Hāsīl/hāsal: assolador, isto é, o gafanhoto pulgão, larva, lagarta, destruidor.

Os gafanhotos se reproduzem aos milhares. Alimentam-se exclusivamente de vegetais. A densidade do enxame alcança determinado nível que é capaz de devorar qualquer planta que esteja em seu caminho. Onde uma nuvem desses insetos pousa tudo é devastado em poucas horas.

Quando esses bichos voadores aparecem, provocam pavor nos agricultores, pois quase nada se pode fazer contra eles. Os gafanhotos são responsáveis por prejuízos incalculáveis, a presença deles traz a miséria. Quando consomem uma lavoura, voam para outra plantação.

Quando uma invasão de gafanhotos devastou a terra de Judá, o profeta Joel meditou sobre a calamidade, e a Palavra do Senhor veio a ele. Em sua profecia, descreveu a praga como se fosse um exército humano, assemelhou-o a uma nação inimiga, compreendendo a situação como o agir divino através do exército do Senhor (Joel 1.6; 2.11). Supõe-se que fossem gafanhotos do deserto, um tipo de inseto ortóptero que destruiu a Palestina em 1915 d.C.

Da mesma maneira como a praga de gafanhotos zombou do orgulho que o Egito tinha da fertilidade da sua terra, também a invasão de gafanhotos serviu de repreensão ao povo de Deus, que se esqueceu de que a sua prosperidade vem do Senhor (Êxodo 10.1-19; Deuteronômio 6.10-12; 8.10-14, 17-20).

O profeta Joel enfatizou que os gafanhotos consumiram completamente tudo o que era comestível na terra . Ele escreveu dizendo que os dentes desses insetos são como dentes de leões, seus queixos são fortes como de leões, descreveu a ação deles como incançáveis soldados de guerra (1.6-9). Essa comparação é usada também em Apocalipse 9.8.

Assunto paralelo: Joel e o derramento do Espírito Santo.

E.A.G.

Consultas:

Bíblia de Estudo Palavra-Chave Hebraico e Grego, edição 2011 (CPAD);
Bíblia Sheed, edição , 2011, (Edições Vida Nova);
Bíblia Thompson, edição 2007 (Editora Vida);
O Novo Dicionário da Bíblia, Volume II, edição 1.981 (Edições Vida Nova).

Nenhum comentário:

As 7 postagens mais acessadas na semana

As 7 postagens mais acessadas nos últimos 30 dias

As 7 postagens mais populares (geral - desde 12 de junho de 2007)

▲ Clique na imagem para retornar ao topo do blog.

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes
Cidade Ocean - Praia Grande - São Paulo/SP - Brasil.