Research | Pesquisar artigos de Belverede

Select the language

terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

Saindo pela tangente...


Tangente raio definição Geometria, Trigonometria Matemática. coloquial lição espiritual Tânia Guahyba Belverede Eliseu Antonio Gomes


“SAINDO PELA TANGENTE”

Uma semana... Sim, há uma semana esta palavra tem martelado a minha mente!

Não. Não estou em idade escolar “dando trabalho” aos meus neurônios estudando Geometria, Trigonometria ou Matemática. Para falar a verdade, nem gostava delas em meus tempos de carteira escolar, tanto é que segui para a área de Humanas; Pedagogia e Teologia para ser mais exata (desculpe o trocadilho... rs).

Também examinando minha vida com Deus, não achei nada que o Espírito Santo estivesse falando ao meu respeito, no momento.

Parei. Orei. E percebi que Deus queria me falar algo a respeito da vida cristã de alguns, senão de muitos que estão por aí e ao meu redor. 

Alertar... 

É o dever do Atalaia, certo?

O que é uma TANGENTE?

A definição exata: Do latim “tangens”, o termo tangente é simultaneamente um substantivo e um adjetivo que faz referência àquilo que toca ou que tange. O conceito é frequente no âmbito da geometria, já que se pode falar da reta tangente e da tangente de um ângulo. Uma (linha) reta tangente é aquela que tem um único ponto em comum com uma curva (o ponto de tangência). Este ponto constitui a pendente da curva. A tangente de um ângulo, por outro lado, é a relação entre os catetos de um triângulo retângulo. Pode expressar-se como valor numérico a partir da divisão entre o comprimento do cateto oposto e do cateto adjacente do ângulo em questão. Para a trigonometria, o arco tangente é a função inversa da tangente de um ângulo.

A definição coloquial: 

Na linguagem coloquial, a expressão “escapar à tangente” serve para fazer referência à ação que consiste em desviar-se do tema central de uma conversa ou de um debate para mencionar outras questões sem relação direta.

Noutros termos, o novo tema incluído na conversa “toca” o tema central, mas não é o mesmo. Também significa sair, a custo de um disfarce, de uma situação complicada. 

Por fim, na área da música, a tangente é uma lâmina metálica para percussão das cordas do clavicórdio (também chamado popularmente de cravo), que é um instrumento musical do século XIV.

A lição espiritual:

Dadas as devidas explicações sobre o objeto estudado - tangente -, passemos então a lição que o Senhor quer nos dar. 

O Senhor é o Deus que criou todas as coisas existentes neste mundo visível e invisível também. Ele é o Soberano Criador e fala conosco da forma que consigamos entender. Ele usa a natureza, a música, as palavras, A Palavra e o que mais Ele quiser para direcionar Seu povo à Verdade e à Santidade.

Mas é triste para Ele quando um filho seu finge que não O ouve ou até tenta se desviar de Seu olhar amoroso... 

Isto me lembra de um fato por mim vivido há anos atrás... 

Eu era amiga de um casal muito querido, com filhos, mas que se encontrava separado (o marido saiu de casa), mesmo sendo cristãos e ele ministro de louvor na mesma igreja em que eu congregava. 

Preocupava-me a situação deles e orei muito por uma restauração familiar. 

Certa noite no culto, o pregador, que veio de fora “desceu o cajado” sobre casamento, falta de amor, separação, divórcio, etc. Tudo biblicamente embasado! 

Dentro de mim eu pensava o tempo todo neste casal e ao final do culto, ingenuamente perguntei ao marido:

 - ” Ah... Então, fulano, Deus falou com você hoje?”

 E ele rindo cinicamente me respondeu:

- “Que nada! A Palavra passou raspando e eu fiz assim... (ainda fez o gesto com o corpo todo) e desviou de mim! Há, há, há!”

Nem preciso dizer o quanto triste e chocada eu saí de lá. Triste por ver uma chance de reconciliação perdida e chocada com tamanho “abuso da Graça”... 

Sair pela tangente... 

Não enfrentar a situação, não se definir, não se comprometer, não se decidir, não ter firmeza. Desconversar utilizando-se de um discurso vago na tentativa de desviar o assunto.

Tangente, neste caso, é um caminho (uma reta) que “passa raspando” pelo círculo do amor de Deus. Mas não o atinge. Não usufrui nem da correção de amor, muito menos das bênçãos que só se encontra à medida que você se aproxima mais e mais do Centro e com humildade. 

É ficar à margem do Melhor Relacionamento que se pode ter; o do Criador com Sua Criatura. É perder a oportunidade de crescer na Fé, na Esperança e no Amor. Amor verdadeiro. 

É continuar uma caminhada “ad infinitum” para “lugar algum”. Sem esperança, sem propósito, sem Graça! 

E o que é ainda pior: achando que está agradando a Deus com obras mortas. Palha! Feno! (1 Coríntios 3.12-13).

Não devemos ceder à tentação de não responder aos questionamentos que o Senhor nos faz. Ele visa nosso crescimento e saúde espiritual, física, mental, familiar e social. Por mais difícil que seja enfrentar seus próprios medos e pecados a melhor saída não é pela tangente, mas sim, a humildade em reconhecer Deus como Senhor e si próprio como pecador.

"Antes, ele dá maior graça. Portanto diz: Deus resiste aos soberbos, mas dá graça aos humildes." (Tiago 4.6).

Por favor, não perca nesta vida, que é tão curta, a experiência de ser tocado pelas mãos do Oleiro. Do Senhor do Universo! Seja um “clavicórdio” nas mãos do Senhor. Não fuja! Não saia pela tangente!

Deixe-O tocar em sua vida. Sim, porque Ele não invade nem força ninguém.

Então, ao invés de ser uma simples reta que passa ao largo da grandiosidade do Amor e Misericórdia como um cometa que passa perto da Terra e é visto só por um tempo... Você se transformará em um lindo instrumento musical.

Tocado pelas mãos de Deus, sua “música” exalará um amor nunca sentido pelos outros e muitos hão de querer chegar mais perto para ouvir seus melodiosos sons, que levam aos mais altos Céus. E trazem cura nas suas asas. 

"Portanto, como diz o Espírito Santo: Se ouvirdes hoje a sua voz, Não endureçais os vossos corações". Hebreus 3.7,8.

Belo Horizonte, 22/02/2016.
Tânia Guahyba, Pra.

2 comentários:

Flávio da Cunha Guimarães disse...

Parabéns pelo excelente conteúdo, exposição, criatividade e inspiração. Deus o abençoe. Um abraço em Cristo.

Tania Guahyba disse...

Obrigada, irmão Flávio da Cunha Guimarães.
Bom saber que gostou do texto.
Louvo a Deus pelos elogios e transfiro para Jesus, porque sem Ele nada podemos...
Muito bom ter feedback para que nos aperfeiçoemos ainda mais.
Deus o abençoe, bem como a toda sua família
Um abraço.
Tânia Gauhyba

As 7 postagens mais acessadas na semana

As 7 postagens mais acessadas nos últimos 30 dias

As 7 postagens mais populares (geral - desde 12 de junho de 2007)

▲ Clique na imagem para retornar ao topo do blog.

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes
Cidade Ocean - Praia Grande - São Paulo/SP - Brasil.