Research | Pesquisar artigos de Belverede

Select the language

domingo, 17 de janeiro de 2016

Esteja alerta e vigilante, Jesus voltará

"Porque, como o relâmpago ilumina desde uma extremidade inferior do céu até à outra extremidade, assim será também o Filho do homem no seu dia" - Lucas 17.24.

O Brasil nunca desceu tão profundamente  num vale de corrupção como encontra-se nos dias atuais. A corrupção está impregnada nas esferas  pública e privada. Multiplicam-se notícias sobre o aumento da violência; atos de "justiçamentos" com as próprias mãos; cidadãos adultos e  jovens na faixa de menoridade penal, juntos para cometer crimes. Quando a polícia prende os criminosos, a justiça solta devido a frouxidão do Código Penal.

Sob a tutela do Ministério da Educação, a agenda do doutrinamento da homossexualidade tenta empurrar à força dentro das escolas a ideia da normalidade o estilo de vida heterossexual e a Ideologia de Gênero.

Além dessas coisas, o mundo está perplexo com ameaças de guerra, a crise dos refugiados da Síria, os desentendimentos diplomáticos entre Estados Unidos e Rússia, os atentados terroristas cometidos pelo Estado Islâmico na França e outros países.

Quando Ló saiu de Sodoma, choveu fogo do céu. "Mas no dia em que Ló saiu de Sodoma choveu do céu fogo e enxofre, e os destruiu a todos" - Lucas 17.29.

Nas gerações de Ló e Noé os comportamentos da humanidade era assim como nos dias de hoje. índices altíssimos de corrupção, da violência desproporcional de gente poderosa contra as pessoas mais humildes e fracas, e a predominância da imoralidade.

Precisamos relembrar que Ló não era um exemplo de perfeição e virtudes, mas reconheceu que a catástrofe viria e buscou meio de salvar-se com a sua família. Nos dias dele as pessoas prosseguiam nos negócios da vida e não prestaram atenção ao exemplo e ao ensino dele. O fato de desconsiderarem o homem de Deus não lhes trouxe isenção do julgamento divino.

A experiência de Ló serve como advertência aos cristãos e aos que vivem neste mundo desprezando orientações bíblicas. Tal mensagem não é para aqueles que pensam que merecem um destino melhor do que o próximo, mas, sim, para aqueles que no meio da indiferença e complacência universais, reconhecem que a situação é desesperadora e perguntam "o que devo fazer para ser salvo?" 

Jesus prometeu que virá outra vez para nos buscar. "E, se eu for e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos tomarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também" - João 14.3.

Se eu quiser conhecer a imensa graça, a impressionante e inigualável bondade de Deus, terei que estar aos pés da cruz. Devo estar onde Deus libera a graça. Devo olhar para aquela cruz onde Jesus morreu.

"Ninguém vem ao Pai senão por mim", disse o nosso Jesus Cristo.  E Pedro disse; "Também debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos". João 14.6; Atos 4.12.

Os ímpios vão experimentar o juízo de Deus. "Eles serão castigados com a destruição eterna e ficarão longe da presença do Senhor e do seu glorioso poder. Isso acontecerá naquele dia, o dia em que ele vier para ser louvado por todo o seu povo e para receber homenagens de todos os que creem. Vocês também estarão entre eles, pois creram na mensagem que nós anunciamos" - 2 Tessalonicenses 1.9-10 (NTLH).

Há muitas situações injustas na vida: rumores mentirosos arruínam uma reputação; um bêbado bate o carro contra um ônibus cheio de crianças; um drogado desesperado assalta uma loja e mata pessoas inocentes; uma moça é violentada pelo namorado em quem confiava.

Diante de situações parecidas, alguns perguntam: "onde está Deus e porque não faz nada a respeito?" Coisas terríveis assim não são causadas por Deus. São causadas por pessoas que decidem pecar e no seu pecado prejudicam as outras. O Altíssimo é justo e o ato da sua justiça se mostra contra toda a injustiça. Deus geralmente não acerta as contas na mesma hora, mas jamais deixa de fazer isso. Elas não vão deixar de pagar. Pelo menos, não no fim.

Quando Jesus voltar, parte dos acontecimentos envolvendo a volta de Cristo no Dia do Senhor, os que não obedecem ao Evangelho de Jesus Cristo, por castigo, sofrerão penalidade de eterna destruição, os malvados serão banidos para sempre da face do Senhor e da glória do seu poder, enquanto os salvos estarão para sempre com o Senhor. (2 Tessalonicenses 1, 7, 9).

Um dos sinais da volta de Jesus é o surgimento de falsos cristos. "Porque hão de surgir falsos cristos e falsos profetas, e farão grandes sinais e prodígios; de modo que, se possível fora, enganariam até os escolhidos" - Mateus 24.24.

O capítulo 24 de Mateus (1-44) registra o discurso de Jesus após ter deixado o templo pela última vez, quando predisse a destruição do Templo e de Jerusalém, a sua vinda e o fim do mundo.

Comparar os falsos cristos e falsos profetas com a descrição do Anticristo em 2 Tessalonicenses 2.9-10.

Os que amam a vinda de Jesus buscam-no pelas madrugadas em oração. "Eu amo aos que me amam, e os que diligentemente me buscam me acharão" - Provérbios 8.17.

Na passagem de 8.17, Jesus Cristo se faz ouvir claramente, descreve o seu amor e a sua solicitude em atender à oração (João 13.1; Hebreus 7.25).

Os capítulos 8 e 9 de Provérbios mostram a personificação da Sabedoria numa mulher, que convida a todos ao seu banquete, onde serve pratos excelentes, em contraste com as mulheres voluptuosas que convidam e arrastam homens desatentos às "doces águas roubadas" (9.13-18).

Não se esqueça do exemplo da mulher de Ló que olhou para trás. "Lembrai-vos da mulher de Ló" - Lucas 17.32.

Não sabemos o nome da esposa de Ló, mas de seus interesses sim. Ela era materialista. Deus ordenou que deixasse sua casa sem olhar para trás, e foi incapaz de obedecer uma ordem tão simples, mesmo sabendo que a cidade em que morava estava prestes a ser destruída.

As narrativas bíblicas ajudam a orientar a caminhada de fé, às vezes confusas. É necessário priorizar em nossos corações Deus e os seus mandamentos, o reino de Deus e a sua justiça (Mateus 6.33).

Conclusão

A primeira vinda de Jesus  foi um "brado" de justiça  de Deus contra a injustiça dos homens (João 1.4-5).

Não estamos cientes sobre  a exatidão do dia e da hora em que Jesus Cristo voltará, mas sabemos que chegará o dia em que o nosso Senhor virá para levar os fieis ao Céu e para julgará grandes e pequenos, ricos e pobres (Mateus 25.31-46). O Filho retribuirá a cada um conforme a verdade de suas ações. A segunda vinda de Jesus Cristo demonstrará a sua grandiosa justiça.  

E.A.G.

Outras abordagens contendo temática sobre o fim-dos-tempos:
EBD Sumário - O final de Todas as Coisas. Esperança e glória para os salvos
O Arrebatamento da Igreja: Esperança do salvo em Cristo

Belverede, Eliseu Antonio Gomes, A mulher de Ló,  http://belverede.blogspot.com.br/2012/03/mulher-de-lo.html  3 de março de 2012.
Bíblia Jovem, página 1910, edição 2001, São Paulo (Editora Vida).
Bíblia com Anotações A. W. Tozer, página 1278, edição 2013, Rio de Janeiro (CPAD).
Bíblia Shedd, página 923, 1371 São Paulo, (Edições Vida Nova).  
Ensinador Cristão, ano 17, nº 65, página 38, janeiro-fevereiro-março de 2016, Rio de Janeiro (CPAD).
Lucas, Introdução e Comentário, Leon L. Morris, página 244, reimpressão 2011, São Paulo, (Vida Nova).
Manual Bíblico Halley, página 245, edição 1994, São Paulo (Edições Vida Nova). 

Nenhum comentário:

As 7 postagens mais acessadas na semana

As 7 postagens mais acessadas nos últimos 30 dias

As 7 postagens mais populares (geral - desde 12 de junho de 2007)

▲ Clique na imagem para retornar ao topo do blog.

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes
Cidade Ocean - Praia Grande - São Paulo/SP - Brasil.