Research | Pesquisar artigos de Belverede

Select the language

domingo, 8 de fevereiro de 2009

O APOCALIPSE - DEFINIÇÕES ESCATOLÓGICAS SOBRE A VOLTA DE CRISTO E O MILÊNIO

Imagem: Tati Andrade

Os quatro cavaleiros do Apocalipse
.
Ao ler o livro Apocalipse, é importante compreender alguns termos usados nas doutrinas escatológicas:
.
A segunda vinda de Cristo: A volta corporal de Cristo à terra, primeiro em glória como juiz e então como Rei..
O arrebatamento: A reunião instantânea de toda a Igreja existente na terra para encontrar-se com Jesus nos ares e estar com Ele para sempre..
O milênio: O período de mil anos revelado em Apocalipse 20, durante o qual Cristo reinará sob a terra em comprimento às alianças Abraâmica, Davídica e da nova Aliança. Será um período de paz, prosperidade e justiça.
.
O pré-milenismo clássico ou histórico: O prefixo "pré" significa "antes", dizem que Cristo irá voltar antes do milênio.
.
O pré-milenismo: A perspectiva de que a 2ª Vinda de Cristo acontecerá primeiro, e então será erguida pelo cumprimento literal do milênio (Apocalipse 20)..
O pós-milenismo: A perspectiva de que o mundo será "cristianizado" gradativamente, e a Igreja reinará durante um milênio após a 2ª vinda de Cristo.
.
O amilenismo: A perspectiva que diz que não haverá milênio. A 2ª vinda de Cristo simplesmente ocorrerá no final da História.
.
O pré-tribulacionismo: A perspectiva afirmando que o arrebatamento acontecerá na História, sem aviso prévio, após o qual a tribulação começará, tendo seu complemento na 2ª vinda de Cristo(portanto, a Igreja não passará pela tribulação)..
O pós-tribulacionismo: A perspectiva dizendo que o arrebatamento coincidirá com a 2ª vinda de Cristo ao final da tribulação (portanto, a Igreja passará pela tribulação)..
O mid-tribulalacionismo: A perspectiva que afirma que o arrebatamento ocorrerá no meio do período da tribulação, mas a 2ª vinda de Cristo acontecerá ao final da mesma (portanto, a Igreja não passará pela segunda metade da tribulação)..
O pré-milenismo pré-tribulacionista / pré-tribulacionista dispensacionalista: É uma posição semelhante ao pré-milenista clássico, é o retorno secreto de Cristo.
.
E.A.G.

4 comentários:

Valney Ribeiro Jr. disse...

Muito úteis essas definições, visto que o livro do Apocalipse é um dos que provocam mais polêmicas nas cadeiras dos institutos de Teologia. Aproveitando o assunto, o que importa é que seja lá qual for a interpretação correta do milênio e da grande tribulação, precisamos melhorar a cada dia nossos caminhos diante de Deus, para aquele dia não nos pegar de surpresa. Um grande abraço e a Paz do Senhor.

Crescendo com Deus disse...

Creio que o arrebatamento vai acontecer antes do milênio. Seguindo-se então, o periodo da grande tribulação e só então acontecera o milênio. No entanto, o que importa mesmo que estejamos preparados para subirmos ao soar da trombeta. Que estejamos sempre alertas para um acontecimento de grande impacto para toda a humanidade.
Arrebatamento: uma realidade!

Pastor Sergio Fraga disse...

Meus amados, essas linhas de pensamentos surgem a partir do momento em que exista interesse pelo assunto que é sem dúvida alguma muito empolgante. As dúvidas e opiniões divergentes na verdade existem em todos nós, mas todas acabam somatizando para sermos cada vez mais criteriosos e cuidadosos no julgar.
Sendo assim quero dar um pouquinho da minha contribuição, pois segundo algumas das minhas pesquisas, tenho observado que em todas as linhas de pensamentos existem pontos verdadeiros, mas acho que o que é mais coerente é pensarmos que não podemos entender este assunto sem observarmos o livro do profeta Daniel no capítulo 9 em que ele faz menção das 70 semanas, que não se refere a igreja, mas sim a Israel. Acho que aqui é o segredo de toda polêmica, porque pelos cálculos as 70 semanas já teriam passado se a igreja estivesse incluída nela, mas é óbvio que depois das 69 semanas, com a ressurreição de Cristo, deu-se uma interrupção para o tratamento de Deus com a Igreja, neste momento o relógio de Deus com relação a Israel parou e ele está tratando com a igreja, quando este período se findar então Deus volta outra vez a tratar co Israel dando assim o cumprimento da última semana de 7 anos que se encaixa perfeitamente no período da grande tribulação.
Mas para que isso aconteça a igreja precisa sair do cenário, o que acontecerá com o arrebatamento.
Deus começou a Igreja com a descida do Espirito Santo no pentecoste e começará a grande tribulação com a subida do Espirito Santo que habita na Igreja, portanto levando a Igreja.
Isto não significa que o Espírito Santo não estará atuando na grande tribulação, ele sempre atuou no antigo testamento e sempre estrá atuando, mas não como hoje atua na igreja. Na grande tribulação será um período de juízo, haverá salvação, mas como que pelo fogo, as pessoas terão que crer e andar pela fé mesmo, dispostas a morrer, o que ocorrerá.
Outra coisa importante é que a Bíblia não fala de mais duas voltas de Cristo e sim de uma segunda vinda, isto tem criado muita confusão em relação ao arrebatamento. Acontece que quem fala sobre o arrebatamento é Paulo, em segunda Tessalonicense e em I Coríntios. Paulo foi o apóstolo para falar aos gentios e não a Israel, ainda que a igreja seja formada também de Israelenses precisamos entender que igreja é Igreja e Israel é Israel, isto é muito importante no relógio de Deus, Paulo não falou da segunda vinda de Cristo, falou da nossa reunião com ele nas alturas, é a Igreja sendo retirada para o alto, o Céu apenas se abre para a Igreja se encontrar com Cristo, não é a vinda de Cristo ainda, este é uma acontecimento distinto predito por Paulo.
O fim da grande tribulação, ou da última semana, culmina com a Segunda vinda de Cristo, aí sim descendo até a terra quando todo olho O Verá, dando início ao milênio, que será o Reino de Cristo com a Igreja.

Que Deus nos dê a verdadeira compreensão de todas as coisas.

www,revelacaodabiblia.com.br disse...

O ensino racional dispensacionalista do qual faz parte a pré-tribulação, que prega a segunda vinda de Jesus antes da grande tribulação, foi inventado pelo teólogo e falso profeta John Nelson Darby, (1800/1882) e adotado por Cyrus Ingerson Scofield (1843/1921). Esse ensino é uma HERESIA APOSTATA. Posto que todos os seus muitos tentáculos doutrinários contenham desprezo ao que o Senhor ensina nas sagradas escrituras.
Infelizmente essas filosofias teológicas têm sido amplamente aceitas em quase todas as igrejas evangélicas. Alguns adotaram essas doutrinas por não conhecerem a verdade sobre essas doutrinas malignas, por isso acham que DISPENSAÇÃO E PRÉ-TRIBULAÇÃO é o “mais certo”.
Muitos evangélicos esquecem que frente à bíblia NÃO EXISTE “O MAIS CERTO”, pois uma doutrina se é bíblica ELA É TOTALMENTE CERTA, É VERDADEIRAMENTE ESPIRITUAL.
Se UMA DOUTRINA contém fermento HUMANO, OU DEMONÍACO, não é o mais certo, nem o menos certo, É SIMPLESMENTE ERRADA, HERÉTICA, IDÓLATRA, porque contém desrespeito à palavra de Deus.
Para haver arrebatamento é necessário fazer a primeira ressurreição e a transformação dos salvos vivos. Para que isso tudo ocorra é necessário que Jesus venha à segunda vinda.

Jesus não veria uma vez para fazer SOMENTE O ARREBATAMENTO, isso não existe na bíblia.

O “dragão” leva o homem a desobedecer à palavra do Senhor desde o jardim do Éden. O inimigo usa as forças do mal, “as serpentes/os demônios”, para dissiminar suas doutrinas de demônios. Foi o que ele fez para levar Eva a abandonar a palavra do Senhor.

Deus diz algo e o inimigo faz de Deus um mentiroso, ao apresentar outra palavra, como se Deus estivesse errado.

Deus diz algo e o inimigo desdiz com outra palavra “boa para se comer e agradável aos olhos, desejável para dar entendimento” ai o homem toma do seu fruto, e come. Semelhante ao relatado em GENESIS 3:6.

O inimigo também poderá usar outro ser humano, à semelhança de quando ele usou Eva com outra mensagem, para induzir Adão a desobeder à palavra do Senhor.

Em toda a bíblia, vemos Deus trazendo a sua profecia, a sua doutrina sobre algo, e vemos o inimigo interferir com seus ensinos malignos, contrários à palavra do Senhor.

Independente do meio que o inimigo usar, o resultado é a condenação do homem que atender a voz do inimigo. O juizo vem sobre o homem por ter deixado a palavra do Senhor, por seguir doutrinas contrárias à palavra de Deus. Isso é o que ocorre com o ensino humano/demoníaco conhecido como DISPENSAÇÃO E PRÉ-TRIBULAÇÃO.

Deus prescreveu tudo sobre a segunda vinda visível de Jesus, depois da grande tribulação, e o INIMIGO, usando homens, DISTORCEU TUDO com uma palavra agradável aos olhos humanos, uma palavra boa para se alimentar, desejável para anunciar,... do tipo: “A igreja não passaria pela grande tribulação”... Muitos correram após isso, abandonaram a doutrina do Senhor, e seguiram doutrinas maléficas.

DIZER QUE A IGREJA NÃO ESTARÁ NA GRANDE TRIBULAÇÃO é algo agradável, alimenta o coração dos servos. NO ENTANTO, não é a verdade descrita na palavra do Senhor. Uma vinda às escondidas, e antes da grande tribulação, NÃO É O QUE O ESPIRITO DISSE à igreja.

O RESULTADO DE PREGAR a doutrina dispensacional-pretribulacionista É A CONDENAÇÃO DOS SERVOS, PREGADORES DISSO, POSTO QUE Seja UM ACRESCIMO/SUPRESSÃO À PALAVRA DE DEUS. (Apoc.:22:18,19).

MAIS DETALHES leia em: WWW.REVELACAODABIBLIA.COM.BR (sobre corpo e sobre arrebatamento).

As 7 postagens mais acessadas na semana

As 7 postagens mais acessadas nos últimos 30 dias

As 7 postagens mais populares (geral - desde 12 de junho de 2007)

▲ Clique na imagem para retornar ao topo do blog.

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes
Cidade Ocean - Praia Grande - São Paulo/SP - Brasil.