Research | Pesquisar artigos de Belverede

Select the language

segunda-feira, 29 de maio de 2017

Xenofobia não é atitude de cristão


Na quinta-feira passada foi sancionada pelo presidente da república a Lei da Migração, com vista a beneficiar o estrangeiro que queira se estabelecer no Brasil. Tal sanção de Michel Temer não observa a segurança nacional, não observa o alto nível de desemprego entre brasileiros. Pergunta-se: Quantos migrantes chegam aqui, além dos haitianos, fugidos das consequências dos desastres naturais? Quantos competirão pelas vagas de trabalho com os brasileiros desempregados? 

Neste tempo tenebroso ouvimos e lemos sobre jovens, cuja origem é a família desestruturada, que estão cooptados para agir segundo a ideologia de grupos terroristas como Al Qaeda, Boko Haram e Estado Islâmico. E nesta situação fica cada vez mais difícil aceitar a convivência com gente estranha e / ou estrangeira.

Mesmo que pareça difícil a convivência, sendo nós cristãos, é nosso dever superar o sentimento de xenofobia, exercitar a fé, agir com amor para com todos, inclusive com aqueles que nos metem medo ou passam diante de nós como se fossem gente invisível aos nossos olhos.

Anotemos o ótimo exemplo de Ananias, que aceitou o pedido de Cristo para encontrar-se com Saulo de Tarso. Tal qual Ananias, temos que sair, mais do já saímos, das nossas situações confortáveis e dos nossos espaços cômodos. Jesus pediu que Ananias orasse em favor de Saulo. Ananias foi. Ananias orou. Saulo se converteu! (Atos 9.1-20). Antes de converter-se, Saulo respirava ódio contra cristãos, era comparável aos líderes fundamentalistas islâmicos que espalham terror em nossa época por países da Europa e África.

Anotemos também a lição transmitida na parábola de Cristo aos discípulos, em Lucas 10.30-35. É nossa obrigação de cristão parar por algum tempo com algumas atividades, muito mais do que já paramos, tal qual fez o Samaritano, com o objetivo de prestar atendimento às necessidades do próximo, que é o estranho que aparentemente nada tem a retribuir pelo bem que lhe prestamos.

E depois de realizar o bem, precisamos agradecer a Deus por todas as oportunidades que pudemos revelar o amor divino através de nossos atos de bondade. Seja em favor do amigo ou do desconhecido, para com o concidadão ou ao estrangeiro, ao que pensamos ser merecedor da caridade ou ao que acreditamos que nada merece de bom.

Exercitemos o nosso cristianismo hoje e sempre.

E.A.G.

Nenhum comentário:

As 7 postagens mais acessadas na semana

As 7 postagens mais acessadas nos últimos 30 dias

As 7 postagens mais populares (geral - desde 12 de junho de 2007)

▲ Clique na imagem para retornar ao topo do blog.

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes
Cidade Ocean - Praia Grande - São Paulo/SP - Brasil.