Research | Pesquisar artigos de Belverede

Select the language

domingo, 21 de maio de 2017

O que existe debaixo do tapete da Senadora Gleisi Hoffman?



Gleisi Hoffmann. Nascida em família de descendentes alemães. Paranaense. Advogada. Senadora. Ex-diretora financeira da Itaipu Binacional. Ex-ministra-chefe da Casa Civil no governo de Dilma Housseff, Atual líder da Comissão de Assuntos Econômicos do Senado. Atual líder da bancada do Partido dos Trabalhadores no Senado. Esposa de Paulo Bernardes, o ex-ministro de Planejamento (governo Lula) e ex-ministro das Comunicações do governo Dilma Housseff - aquele homem preso preventivamente na Operação Custo Brasil por desviar dinheiro de aposentados em empréstimos consignados.

Gleisi Hoffmann, pelo fato de ter sido Ministra-Chefe da Casa Civil no governo de Dilma, é vista como altamente suspeita de participar de esquemas de corrupção executados por políticos do Partido dos Trabalhadores. Muitos brasileiros se perguntam: Ela sujou as mãos no lamaçal promovido pelo alto escalão de estrelas do PT, como fizeram seus antecessores José Dirceu e Antonio Palocci?

Não pode cair no limbo do esquecimento que esta senhora está citada na operação Lava Jato, em delação premiada, feita pelo doleiro Alberto Youseff e Paulo Roberto Costa. Foi apontada como a candidata que na campanha de 2010 ao Senado recebeu R$ 1 milhão oriundo da corrupção acontecida na Petrobras e teve o nome incluído na Operação Lava Jato; e tem inquérito aberto no Supremo Tribunal Federal por causa disso.

Penso que o nome de Gleisi não recebe destaque especial nas primeiras páginas das principais revistas semanais e jornais e em matérias exibidas pelos telejornais, nem sequer a imagem é associada aos escândalos de Caixa 2, porque os jornalistas possuem maiores interesses em publicar coisas a respeito de políticos corruptíveis que possuem projeção impactante em nível nacional. Pudera um jornalista investigativo levantar esta pauta e trazer à baila seu passado. Exame com resultado limpo ou não, que a verdade seja falada com total imparcialidade partidária. O herói investigativo que fizer isso merece prêmios da categoria jornalística, desde os Abecip e Vladimir Herzog, passando pelo Ayrton Senna, até um Pulitzer - acompanhado de muitas honrarias nunca dadas antes aos profissionais da Notícia.

Eu acredito que o Ministério Público, e a Polícia Federal não estão parados, não se esqueceram da importante investigação sobre esta senadora. Seu belíssimo par de olhos bonitos não a salvarão de pagar por prováveis atos fraudulentos que tenha cometido. Creio que pelo fato de existir uma fila enorme de casos sujos no meio político, a parte do chiqueiro. que, talvez, ela possa ser a responsável está no compasso de espera. Suas atividades ilícitas, caso existam, terão sua vez de serem devassadas completamente e levadas à efetiva sessão de tribunal. Primeiro, levam ao julgamento e prendem os tubarões maiores. Depois, a pescaria tem como alvo os filhotes.

Acho que a Gleisi sabe bem disso. No primeiro momento em que o tapete da Senadora for levantado, se houver sujeira escondida, a imundície ficará exposta ao eleitor brasileiro. Havendo lixo, ela procederá de maneira igual os seus antecessores da Casa Civil. Eles disseram em alto e bom som “sou inocente e provarei a minha inocência”.

O Ministério Público Federal e a Justiça carregam nos ombros um nobre compromisso a cumprir em favor das gerações presente e futuras do Brasil. Qual? Investigar exemplarmente e punir com o peso máximo da lei quem está no meio político e não merece receber o voto à representação do povo honesto e trabalhador.

E.A.G.

Nenhum comentário:

As 7 postagens mais acessadas na semana

As 7 postagens mais acessadas nos últimos 30 dias

As 7 postagens mais populares (geral - desde 12 de junho de 2007)

▲ Clique na imagem para retornar ao topo do blog.

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes
Cidade Ocean - Praia Grande - São Paulo/SP - Brasil.