Research | Pesquisar artigos de Belverede

Select the language

quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

Réveillon sem motivos para festejar

O dia de ontem é só um passado que fica em nossa memória, os momentos presente e futuro não nos pertencem. O fanatismo religioso é algo repugnante. A instituição casamento deve ser considerada com toda seriedade. Ao se divertir, o bom senso não deve ser desprezado.

Sábado, 31 de dezembro de 2016: Num bairro de classe-média em Capinas (SP), crime passional termina em massacre. Alguns minutos antes da meia-noite, Sidnei Ramos de Araujo (46 anos; técnico de laboratório), durante a celebração da chegada de 2017, invadiu uma residência e atirou e matou sua ex-esposa, Isamara Filier, de 41 anos, seu filho de 8 anos João Vitor e também mais dez pessoas. Apenas cinco alvos do atirador escaparam da morte, sendo que duas conseguiram sair ilesas dos disparos efetuados contra elas. Sidnei, que disputava na justiça a guarda da criança que tinha com Isamara, suicidou-se no local com um tiro na cabeça. Antes de cometer essas loucuras, ele havia escrito cartas avisando aos amigos da intenção de matar e demonstrava estar muito insatisfeito com o processo de divórcio.

Sábado, 31 de dezembro de 2016: Atentado na discoteca de Istambul faz 70 feridos e 39 vítimas fatais. Ainda na noite da passagem de ano, ocorreu um atentado numa discoteca de Istambul, Turquia. Após provocar a mortandade, disparando quase 200 balas, o atirador evadiu-se do local. O grupo terrorista Estado Islâmico reivindicou a autoria do atentado. 

Domingo, 1º de janeiro de 2017: Sessenta presos foram assassinados em rebelião em presídios de Manaus. Este foi o maior massacre de presidiários desde o ocorrido no complexo Carandiru, em São Paulo, em 2 de outubro de 1992. Os detentos no Complexo Penitenciário Anísio Jobim, na capital do Amazonas, foram assassinados durante uma rebelião que começou na primeira hora de 2017 e acabou 18 horas depois. O jornalismo informa que as mortes ocorreram motivadas por uma guerra entre grupos de facções criminosas. A maioria das vítimas foi degolada. 

Lei que facilita divórcios completa uma década. Segundo pesquisa Estatística do Registro Civil 2014, divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o número de divórcios no Brasil aumentou em mais do que o dobro nos últimos dez anos. Em 2004, aconteceram 130 mil registros, contra 340 mil de 2014. O aumento coincide com o início da lei de separação conjugal em cartório. De lá para cá, mais de 1 milhão e meio de casais, sem filhos menores de 18 anos e sem filhos deficientes, separam-se em ação denominada como “amigável”. Ora, se marido e mulher realmente fossem amigos não se separariam. Destes 1 milhão e meio, considerando as separações apenas em cartórios, nesta última década a média de separações ao dia foram 410 mil.

As quedas de relâmpagos durante o verão. Meteorologistas afirmam que Brasil é o país com maior incidência de raios no período do verão. Só na última semana de 2014 mais de 10 pessoas faleceram atingidas pela descarga elétrica. Já nos primeiros dias de 2017, uma pessoa morreu em praia do litoral paulista. Durante as chuvas, não é seguro ficar em espaços abertos e nem debaixo de árvores.

Comentário do Editor de Belverede. Nestas notas, informações extraídas dos sites de notícias, vemos que o dia ontem é só um passado que fica em nossa memória, e os momentos presente e futuro não nos pertencem. O fanatismo religioso é algo repugnante. A instituição casamento deve ser considerada com toda seriedade. Ao se divertir, o bom senso não deve ser desprezado.

E.A.G.

Nenhum comentário:

As 7 postagens mais acessadas na semana

As 7 postagens mais acessadas nos últimos 30 dias

As 7 postagens mais populares (geral - desde 12 de junho de 2007)

▲ Clique na imagem para retornar ao topo do blog.

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes
Cidade Ocean - Praia Grande - São Paulo/SP - Brasil.