Research | Pesquisar artigos de Belverede

Select the language

sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

Credulidade mística

As pessoas estão sendo iludidas, pois o Inimigo de nosas almas dá com uma mão e toma com a outra.

Por Esequias Soares

As práticas esotéricas vêm fascinando a sociedade brasileira, como nunca antes. Jogo de búzios, tarô, cartomancia, astrologia, cristalomancia, quiromancia, necromancia, e todas as categorias de clarividência. Muitas dessas artes de prever o futuro eram proibidas por lei, segundo artigo o artigo 27 da Lei de Contravenções Penais, que considerava "contravenção o ato de explorar a credulidade pública mediante sacrilégios, predições do futuro, explanação de sonhos e práticas semelhantes". O Senado Federal, no entanto, aprovou, no final de 1997, a lei que legaliza a prática de prever o futuro, depois de aprovada pela Câmara dos Deputados.

Os clarividentes ganham espaço cada vez maior na mídia. A televisão brasileira está bombardeando os lares com propagandas esotéricas. A cada dia que passa o número deles vai aumentando. Isso sem contar as feiras místicas espalhadas pelos principais shopping centers do país e os congressos esotéricos promovidos por esses videntes. 

Esse crescimento se deve a dois fatores principais: a credulidade do povo e os problemas sociais e espirituais de nossa nação. O povo brasileiro é muito crédulo e voltado para o misticismo. A começar pela capital. Brasília é reconhecida pelos místicos como uma cidade esotérica, pois nelas se encontra "altar" para todos os ramos do esoterismo. Dizem que o planalto brasileiro atrai energia cósmica.

A crise pela qual o Brasil está passando afeta muitos aspectos da vida do brasileiro de todas as classes. O desemprego, a ansiedade, a depressão, além dos muitos casos de opressão maligna, são fatores que desestruturam a vida dos homens. São pessoas cheias de problemas no lar, no trabalho; casais que não se entendem; filhos revoltados com os pais. Por não conhecer a Palavra de Deus, vendo uma propaganda, muitas vezes até bonita e bem apresentada, capaz de impressionar qualquer um que não conheça a Bíblia, somando-se a isso a superstição típica do povo, tudo isso passa a sert um convite tentador. Eis aí a fotografia, sem retoques, da sociedade brasileira.

Essas são algumas das razões porque o esoterismo está presente na vida do povo brasileiro. Pode ser visto na política, nos meios de comunicação, no comércio, no esporte, na arte, na literatura e até na educação. Os videntes usam pessoas influentes da sociedade: atores, artistas, políticos, financistas e empresários para fazer propaganda da televisão, na tentativa de conquistar a credibilidade do publico.

Os depoimentos apresentados nas propagandas podem até ser verdadeiros, pois se trata de previsões com base nos elementos do ocultismo. Se Satanás não apresentasse sinais sobrenaturais, dificilmente enganaria o povo. Mesmo assim, a imprensa tem mostrado muitas fraudes nesse negócio. A revista Veja, de 14 de janeiro de 1998, páginas 18 e 18, mostra que Mãe Dinah, respondendo uma consulta or correspondência, garante para Marli Marcondes dos Santos "breve uma fase muito boa em sua vida". A consulente morreu antes de ler a resposta. Esse é apenas um de muitos exemplos.

De qualquer modo, essas pessoas estão iludidas, pois o Inimigo de nossas almas dá com uma mão e toma com a outra. Ele é o príncipe das trevas e pai da mentira (João 8.44) e nada pode oferecer ao homem. Jesus disse que ele veio para "roubar, matar e destruir" (João 10.10). Por essa razão, não podem receber as bênçãos de Deus os que consultam adivinhos, pois estão procurando os videntes esotéricos e não com a Palavra divina. A Bíblia diz que Saul morreu porque consultou a adivinha e não ao Senhor (1 Crônicas 10.13). Deus condena todo tipo o tipo de adivinhação:astrologia, tarô, búzios, necromancia, numerologia, hepatoscopia, rabdomancia (Levítico 19.26; Deuteronômio 13.13; 18.9-14; 2 Reis 17.17; e Ezequiel 21.21).

Jesus é o único que liberta o homem do medo, as superstições, das garras de Satanás e da condenação (Romanos 8.1). Só existe uma maneira de o povo saber disso: tomando conhecimento da mensagem de Deus. Por isso devemos cumprir a incumbência que o Senhor nos deu de levar o Evangelho a todos. Já dizia Van Baalen, em 1935, que "as seitas são as contas vencidas da igreja". Eis aí o desafio!

E.A.G.

Mensageiro da Paz, ano 68, nº 1334, maio de 1998, página 7, Bangu, Rio de Janeiro, CPAD.

Nenhum comentário:

As 7 postagens mais acessadas na semana

As 7 postagens mais acessadas nos últimos 30 dias

As 7 postagens mais populares (geral - desde 12 de junho de 2007)

▲ Clique na imagem para retornar ao topo do blog.

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes
Cidade Ocean - Praia Grande - São Paulo/SP - Brasil.