Research | Pesquisar artigos de Belverede

Select the language

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

A simbologia bíblica do relacionamento entre pastor e ovelha

Pastor dá sal para suas ovelhas.
 Tela de Rosa Bonheur - 1864 - Museu Condé, Castelo de Chantilly, Oise, França. 

Por Eliseu Antonio Gomes

Recentemente, li numa das redes sociais que faço parte, uma postagem extremamente pertinente, que desejo compartilhar com os leitores deste artigo: o estado espiritual dos crentes em face de tantas heresias em nossa contemporaneidade.

Reflita comigo: Se eu e você contemplar ovelhas no campo, totalmente desprotegidas, perceber que o rebanho está magro, cheio de carrapicho, machucado, diremos que o pastor delas não está cuidando com o zelo que deveria cuidar. Não é à toa que Jesus usou a figura de linguagem pastor/ovelha. Fazendo uso deste recurso linguístico, podemos dizer que o estado espiritual da membresia de uma igreja, se os membros estão espiritualmente fracos ou fortes, é resultado direto do tamanho de dedicação da liderança que o Senhor colocou sobre ela.

Desvios doutrinários sempre ocorreram no seio da Igreja, desde o primeiro século da Era Cristã e continuarão a existir até o Dia do Arrebatamento da Noiva do Cordeiro. Entretanto, são muitos os que usam a frase "é o cumprimento da Palavra" para acomodar-se em meio ao naufrágio da fé de tanta gente em nossa geração. Estes, esquecem-se que Jesus Cristo veio ao mundo buscar e salvar os que se perderam, envia líderes para instruir os meninos da fé e que o apóstolo Paulo nos impele a admoestar os fracos para que se corrijam. Lucas 19.10; Mateus 28.19; Gálatas 6.1-2.

A joia verdadeira é parecida com a falsa mas não é igual. Então, cabe aos pastores assumir o compromisso de ensinar novilhos e ovelhas, o povo que está sob sua liderança, que compõe a Igreja de Cristo, para que não seja enganado com ensinamentos heréticos. Os pastores, incansavelmente, precisam abraçar o atributo da sua função e instruir o rebanho, com a finalidade de que eles possam por si mesmos desprezar a alimentação estragada e/ou falsificada. Fazer com que o novo convertido cresça até ser capaz de discernir entre o metal precioso, que de fato é ouro, e o ouro reluzente dos tolos, fazer com que sejam sábios e valorizem a doutrina de Cristo e refutem os ensinamentos heréticos.

É válido mencionar Ezequiel (34.2) e Jeremias (23.1). A síntese das mensagens destes profetas é: ai dos pastores negligentes, eles terão seu momento de acerto de contas com o Dono das ovelhas!

Concluo esta reflexão afirmando que se os pastores não se esforçarem no ministério do ensino e aconselhamento pastoral, serão cobrados por Cristo e sentenciados ao inferno por negligência ao trabalho que lhes foi confiado por Deus. Afirmo isto usando Apocalipse, capítulos 2 a 3.22. É válido lembrar que Cristo, ao analisar o estado espiritual das sete igrejas, dirigiu-se aos líderes delas. Por quê? Porque a responsabilidade da qualidade espiritual da membresia era totalmente de seus pastores!

E.A.G.

A-simbologia-biblica-do-relacionamento-pastor-evangelico-e-ovelhas

2 comentários:

Carlos Alexandre disse...

É com satisfação e alegria que leio esse artigo, muito bom.Gostaria de colaborar com a nobre visão do autor: Sempre foi, mas nos nos dias atuais e com a banalização da função "pastoral" as chamadas "ovelhas" tratam a igreja como um restaurante popular... quanto mais barata a comida melhor. Sou a terceira geração de protestante da minha família e adepto de uma ortodoxia sábia e moderada quanto ao ensino bíblico. As multidões por simples observação estão lotado os "restaurantes populares". Ainda que seus gerantes sejam 'mamocêntricos', processados por pedofilia, largados de suas esposas... Ao ler esse belo e verdadeiro artigo o leitor precisa ter em mente que o sumo pastor Jesus Cristo, deve uma comunidade/igreja local- membros; 12 pessoas que finalmente sobraram 11. Mt 28.16... Bem, sem esta análise, o colega que sabidamente tem um vida reta e de trabalho geracional mas não gerencia uma "restaurante popular" não baratei o ensino poderia ser tomado como culpado... Apenas colaborando com o autor e este belo artigo.

Eliseu Antonio Gomes disse...

Caro amigo,

Gosto da analogia bíblica que compara a carreira do cristão com as fases da vida humana.

• Jesus Cristo disse que é preciso nascer outra vez (João 3.3);

• Pedro ensinou que os crentes precisam de leite racional para crescer (1 Pedro 2.2);

• Paulo declarou que Cristo deu para a Igreja apóstolos, profetas, evangelistas, pastores e doutores, para que os cristãos cresçam na fé, cheguem até a sua altura espiritual (Efésios 4.9-14).

Obrigado por suas palavras amigáveis, que ensossam o artigo.

Abraço.

As 7 postagens mais acessadas na semana

As 7 postagens mais acessadas nos últimos 30 dias

As 7 postagens mais populares (geral - desde 12 de junho de 2007)

▲ Clique na imagem para retornar ao topo do blog.

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes
Cidade Ocean - Praia Grande - São Paulo/SP - Brasil.