Select the language

Research | Pesquisar artigos de Belverede

domingo, 31 de janeiro de 2016

O exemplo de vida e a morte do Pastor Gilberto Malafaia


Na manhã do dia 12 deste mês, aos 95 anos de idade, o pastor Gilberto Gonçalves Malafaia, pai do pastor Silas Lima Malafaia e fundador da Assembleia de Deus em Jacarepaguá, no Rio de Janeiro, veio a falecer. 

Pastor, pedagogo teólogo, educador, um dos fundadores do Instituto Bíblico Pentecostal (IBP), e ex-integrante da Convenção Geral do Brasil (CGADB), nasceu em 10 de janeiro de 1921, na cidade de Castro Alves, na Bahia. Era filho de João Gonçalves Malafaia e Maria Anunciação Malafaia. Aos 14 anos passou a residir no Rio de Janeiro, município em que conheceu a Jesus Cristo como seu Salvador e Senhor em 3 de novembro de 1939, na Assembleia de Deus de Madureira. 

Casou-se em 24 de abril de 1948 com Albertina Lima Malafaia, de cujo matrimônio nasceram cinco filhos: Samuel (pastor e deputado estadual), Sérgio, Suzana, Silas (presidente da Assembleia de Deus Vitória em Cristo), e Siléia.

Era 1958, foi destacado para servir como presbítero, momento em que já estava consciente da sua vocação ao pastorado e guardou para si esta informação; e ingressou no curso de teologia do Seminário Teológico Betel. Ao concluir o curso, conduziu uma igreja em Madureira por algum tempo e depois voltou a servir a Deus no templo-sede, sempre encontrando oportunidade para anunciar o Evangelho manuseando bem a Palavra de Deus. Algum tempo mais tarde, o jovem teólogo passou a congregar na Assembleia de Deus no bairro da Penha, igreja de sua confirmação ao ministério pastoral.

Em 1962, juntamente com o missionário Nels Lawwewnce Olson fundou o Instituto Bíblico Pentecostal. Ali, por três décadas subsequentes desempenhou as atividades de vice-reitor, reitor e professor de Cristologia, Paracletologia, Liderança Cristã e Regras Parlamentares. Fundou o Seminário Teológico Shalom, atendendo ao desejo dos membros de sua igreja.

Recebeu a ordenação ao pastorado em 19 de novembro de 1966, no ministério do Pastor José Santos, com quem trabalhou como co-pastor na AD situada no bairro da Penha. Seis anos depois, inaugurou a Assembleia de Deus em Jacarepaguá. Em 1978, formou-se em Pedagogia pela Universidade Gama Filho, junto com sua esposa.

Gilberto Malafaia participou de importantes eventos para divulgar a Palavra de Deus. Ele fez parte das comissões organizadoras de cruzadas evangelísticas como A Voz dos Mártires,do norte-americano Rex Humbard; das cruzadas Pela Integração da Família e Cruzada Boas Novas, de Bernard Johnson Junior.

Foi agraciado com a Moção de Congratulações por parte da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro pela sua atuação como presidente da Comissão de Apoio ao reverendo Richard Wurmbrand, líder da Igreja Subterrânea - os cristãos da Rússia - quando este veio ao Brasil.

Fez parte da equipe do Corpo Docente do Curso de Aperfeiçoamento de Professores da Escola Dominical (CAPED), nesta condição viajou para diversos Estados do Brasil.

Também fundou o Desafio Jovem, no Rio de Janeiro, entidade voltada à recuperação de jovens envolvidos com drogas e entorpecentes.

O Pastor Gilberto Malafaia, presidiu a Convenção Estadual das Assembleias de Deus no Estado do Rio de Janeiro entre os anos de 1979 e 1981. E nas assembleias gerais das Assembleias de Deus, chamou atenção de seus colegas de ministério por ser orador dinâmico, cujas prédicas abordavam os mais variados temas.

O corpo do pastor Gilberto Malafaia foi velado no templo da Assembleia de Deus de Jacarepaguá, após o culto de despedida, o sepultamento ocorreu no Cemitério Jardim da Saudade de Sulacap.

O pastor Silas Malafaia, em sua conta oficial no Twitter, fez sua homenagem ao pai. “Acaba de falecer meu pai, Pr. Gilberto Malafaia. No domingo, ele completou 95 anos. Meu referencial, meu herói, homem de Deus. Deixa um grande legado”.

 __________ 

Artigo resumido e adaptado da matéria publicada no jornal Mensageiro da Paz, ano 86, nº 1569, coluna Especial, página 14, referente ao mês de fevereiro de 2016. Título: Pr. Gilberto Malafaia falece aos 95 anos.

E.A.G.

Diferentes entendimentos da felicidade e suas consequências

Os antigos criam que a felicidade dependia de um deus ou deuses. Os gregos tinham deuses volúveis e cheios de vícios que ora favoreciam, ora desgraçavam as criaturas, bastando para isso um deslize do infeliz mortal.

Havia a deusa romana Fortuna. Segundo a crença pagã, era quem distribuía as riquezas e determinava os destinos. Mas sempre era representada com os olhos vendados, pois tomava suas decisões completamente ao acaso.

Ainda hoje, muitos têm uma visão de um Deus caprichoso e volúvel com o qual temos de barganhar para ganhar seu favor. "Eu faço o que você quer e você faz o que eu quero!"

Embora cheia de crendices, a Idade Média mantinha valores nobres e elevados do Cristianismo, apontando a felicidade como resultante da relação adequada com Deus. Quebrar esse relacionamento trazia infortúnios. A felicidade significava cumprir sua missão. Foi esta a atitude do apóstolo Paulo, que, mesmo sofrendo lutas, perseguição e morte violenta, foi feliz. Ele disse: "Combati o bom combate, completei a carreira, guardei a fé" - 2 Timóteo 4.7.

O humanismo renascentista rejeitou os valores absolutos, centrados em Deus, e transformou o homem na medida de todos os valores. Surge o relativismo ético e moral: "Se interessa ao bem da humanidade, é certo!" A felicidade passou a ser a glória e a perfeição humana. Mas que glória em a criatura senão em seu Criador? Fez-se necessário dar novo sentido ao homem, agora sem Deus como referência. Contudo, o tempo e as guerras mundiais eliminaram todo o idealismo humanista: não somos seres gloriosos, somos feras que devoram outras feras. Assim resta apenas sobreviver e tirar o máximo da vida.

Sobre isso, basta ler sobre o pensamento dos positivistas anteriores às grandes guerras e sua crença na sublimidade humana e compará-los aos existencialistas do pós-guerra. Estes últimos afrmam que o homem é um nada, um vazo sem sentido e sem esperança. Notamos facilmente a mudança de pensamento.

Muitos, então, voltaram-se ao hedonismo, pensamento que diz que o sentido da vida está no prazer. "Comamos e bebamos porque amanhã morreremos" (Isaías 22.13; 1 Coríntios 15.32). O prazer e o capital acumulado tornaram-se a única esperança de felicidade no pós-modernismo.

O Cristianismo, porém, insiste que a felicidade se encontra na relação de amor com o Criador e na realização do propósito da vida que Ele nos deu. Deus não é volúvel, inconstante e cheio de caprichos, mas fiel e constantemente amoroso. Aliás, é o seu próprio Filho quem nos dá a receita da felicidade suprema.

_________

Nota: A palavra hedonismo tem sua raiz no idioma grego, está ligada à "hedoné", que significa prazer.

E.A.G.

Smilinguido - Agenda 2013, Josias Brepohl / Jaqueline J. Vogel Firzlaff, mensagem dedicada ao mês de fevereio, Curitiba (Luz e Vida).  Publicado no blog com adaptação.

O Espírito Santo, Ele comunica a verdade!

Se eu fosse pedir para você descrever seu Pai celestial, você me daria uma resposta. Se eu fosse pedir para você me contar o que Jesus fez por você, certamente você me daria uma explicação convincente. Mas, se eu pedisse para você falar do papel do Espírito Santo em sua vida…? Olhos desviariam. Haveria um aperto na garganta.




João 14:17 diz “O mundo não pode recebê-lo, porque não o vê nem o conhece. Mas vocês o conhecem, pois ele vive com vocês e estará em vocês.”

O que é que o Espírito faz? A Escritura diz que ele conforta e salva.
Ele traz convicção aos perdidos. Ele comunica a verdade.

Você já ficou convicto? Já sentiu o corte da tristeza pelos seus pecados? Compreendeu uma verdade?
Então você já foi tocado pelo Espírito Santo.

Já pensou? Ele já está trabalhando em sua vida.

mensagem de Max Lucado 
de“O Trovão Gentil”

sábado, 30 de janeiro de 2016

Voz da Verdade e a produção de seus DVDs


Pastor abraça casal
 (que não cedeu  permissão de
 veiculação de suas imagens)
"Em matéria de show, qualidade, não tem igual. Não estou falando da qualidade na questão de espiritualidade, nisso todos os irmãos que gravam DVDs são iguais. Falo de dinheiro aplicado no show, o valor que se propõe a aplicar no evento. Aí, não tem igual."

Pastor Carlos A. Moyses, do conjunto Voz da Verdade, no qual é compositor de praticamente todos os louvores e um dos vocalistas, falando aos seus telespectadores ao apresentar o mais novo trabalho.

Transmissão na grade de programação da emissora de televisão RedeTv!, hoje, 30 de janeiro de 2016, por volta de 13 horas.

E.A.G.

sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

O arrebatamento da Igreja

Por Eliseu Antonio Gomes

"De fato, nós sabemos que, quando for destruída esta barraca em que vivemos, que é o nosso corpo aqui na terra, Deus nos dará, para morarmos nela, uma casa no céu. Essa casa não foi feita por mãos humanas; foi Deus quem a fez, e ela durará para sempre. Por isso gememos enquanto vivemos nesta casa de agora, pois gostaríamos de nos mudarmos já para a nossa nova casa no céu. Aquela casa será o nosso corpo celestial" - 2 Coríntios 5.1-2; Nova Tradução na Linguagem de Hoje - NTLH (Sociedade Bíblica do Brasil).

Muitas pessoas acreditam no céu, entretanto perguntam como ele é realmente. Está em algum lugar do espaço? Como a eternidade será vivida? A Bíblia não diz exatamente como ele é, mas dá uma ideia em detalhes importantes.

O céu é o lugar onde Jesus mora e onde moraremos com Ele. É um local diferente de tudo que já tenhamos visto ou experimentado, é muito melhor do que imaginamos. Literalmente, representa um suspiro de alívio aos que sofrem e estão cansados.  onde não haverá mais dor, um ambiente em que ninguém que lá estará ficará só e não envelhecerá. Antes do arrebatamento, estamos sujeitos às intempéries da vida, mas após o arrebatamento viveremos felizes para sempre com Jesus Cristo nas Mansões Celestiais..

Quando não havia retornado ao céu, Jesus prometeu que iria preparar um lugar para seus discípulos. Agora, a morada celestial está pronta para receber a todo cujos nomes estiverem escritos no Livro da Vida (João 14.2; Apocalipse 20.15).

Em breve iremos participar das Bodas do Cordeiro. "Alegremo-nos, exultemos e demos-lhe a glória, porque são chegadas as bodas do Cordeiro, cuja esposa a si mesma já se ataviou, pois lhe foi dado vestir-se de linho finíssimo, resplandecente e puro. Porque o linho finíssimo são os atos de justiça dos santos" - Apocalipse 19.7-8.

Ser arrebatado é a esperança de todo o crente. É uma esperança segura, uma vez que quem garante é o próprio Filho de Deus.

Para quem segue o curso deste mundo, aos que rejeitam a Jesus Cristo e são indiferentes ao sacrifício do Senhor na cruz, a promessa de ir morar no céu é recebida como incerta, porque não possuem perspectiva alguma sobre o futuro quanto ao que será deles mesmos na esfera espiritual.

A vinda do Filho de Deus: como se dará o arrebatamento e a ressurreição dos mortos? "Depois, nós, os que ficarmos  vivos, seremos arrebatados, juntamente com eles nas nuvens..." 1 Tessalonicenses 4.17.

O arrebatamento da Igreja é um dos acontecimentos proféticos mais alegres e impressionantes da Bíblia. Trata-se da plenitude da salvação, quando todos os salvos sobressairão sobre os pecadores impenitentes, serão glorificados por Deus através de Cristo.  Isto é esclarecido de maneira inequívoca em 1 Tessalonicenses 4.15-18. Tal texto bíblico aumenta a nossa confiança de que um dia  reencontraremos e estaremos para sempre próximos de pessoas muito queridas que já partiram e estão com o Senhor.

Todos os salvos serão arrebatados, aqueles que já entregaram suas vidas ao Salvador têm a certeza de que em breve iremos nos encontrar com Jesus Cristo. 

A vinda de Jesus ocorrerá em duas fases distintas. 

Na primeira fase, haverá o arrebatamento da Igreja. Jesus voltará  invisível aos olhos do mundo, detendo-se nas nuvens, não tocará tocará na Terra, e, em abrir e fechar de olhos, arrebatará para si todos os santos.
"O próprio Senhor descerá do céu com alarido e com som de trombetas"; os mortos em Cristo ressuscitarão primeiro; nós, os que estivermos vivos, e permanecermos na Terra seremos arrebatados (grego: harpazo - este vocábulo dá a ideia de rapto, ou remoção repentina, de modo súbito) juntamente com eles nas nuvens. Quando, então, encontraremos o Senhor e estaremos para sempre com Ele.
Todos os salvos que foram transformados, mediante o novo nascimento serão arrebatados.
O apóstolo Paulo revelou o que chamou de "mistério" a respeito do arrebatamento: "Eis que vos digo um mistério: nem todos dormiremos, mas transformados seremos todos, num momento, num abrir e fechar de olhos, ao ressoar da última trombeta. A trombeta soará, os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados. Porque é necessário que este corpo corruptível se revista da incorruptibilidade, e que o corpo mortal se revista da imortalidade. E, quando este corpo corruptível se revestir de incorruptibilidade, e o que é mortal se revestir de imortalidade, então, se cumprirá a palavra que está escrita: Tragada foi a morte pela vitória" - 1 Coríntios 15.51-54.
Paulo explica que todos aqueles que permanecerem fiéis ao Senhor serão transformados, alguns  crentes não dormirão (morrerão), mas seus corpos serão instantaneamente transformados. Portanto, nesta ocasião, os que estiverem vivos serão arrebatados e os que morrerem em Cristo ressuscitarão para a vida eterna. Isso ocorrerá antes da Grande Tribulação.
Assim como Jesus ordenou ao defunto Lázaro que saísse para fora do túmulo, também se fará ouvido no dia do arrebatamento, então aqueles que morreram em fidelidade se levantarão e o acompanharão rumo ao céu (João 5.28; 11.43). A singularidade de sua voz ressuscitará bilhões de crentes, nos termos descritos de Salmos 29.3-9. 
A segunda fase da vinda do Senhor acontecerá sete anos mais tarde, já no fim da Grande Tribulação. Dessa vez, Ele voltará em grande poder e glória, visível aos olhos de todos e acompanhado dos santos que foram arrebatados. Virá, então, para salvar e restaurar o povo de Israel, destruir o anticristo, amarrar o Diabo e governar a Terra por mil anos.

A carne e o sangue não poderão herdar o Reino de Deus. "Isto afirmo, irmãos, que a carne e o sangue não podem herdar o reino de Deus, nem a corrupção herdar a incorrupção" - 1 Coríntios 15.50.

Por causa da sua cultura, os cidadãos de Corinto não acreditavam na ressurreição. Pensavam, antes, que apenas a alma se levantaria dos mortos, deixando o corpo para trás. Porque Jesus ressuscitou dos mortos, temos esperança, salvação, vitória e bom propósito. Podemos ser confiantes na fé e diligentes em nosso trabalho.

Tenha confiança hoje por causa de tudo que Jesus fez. Ele aniquilou o poder da morte para que você possa ter a vida eterna com Ele.

Nosso corpo abatido será transformado em um corpo glorioso. "Irmãos, sede imitadores meus e observai os que andam segundo o modelo que tendes em nós. Pois muitos andam entre nós, dos quais, repetidas vezes, eu vos dizia e, agora, vos digo, até chorando, que são inimigos da cruz de Cristo. O destino deles é a perdição, o deus deles é o ventre, e a glória deles está na sua infâmia, visto que só se preocupam com as coisas terrenas. Pois a nossa pátria está nos céus, de onde também aguardamos o Salvador, o Senhor Jesus Cristo, o qual transformará o nosso corpo de humilhação, para ser igual ao corpo da sua glória, segundo a eficácia do poder que ele tem de até subordinar a si todas as coisas" - Filipenses 3.17- 21.

Paulo desafia os crentes filipenses a imitarem a Cristo usando seu próprio padrão e exemplo comportamental. Isso certamente não quer dizer que deviam copiar tudo que o apóstolo fazia, pois tinha acabo de afirmar que não era perfeito (3.12).Mas, assim como esforçava-se para ser semelhante a Cristo, os filipenses deveriam imitar o seu esforço neste objetivo. Naquela época, Paulo não poderia pedir-lhes que lessem a Bíblia, muito provavelmente os Evangelhos ainda não tivessem sido divulgados amplamente, restava-lhe solicitar que o imitassem.

As pessoas frequentemente baseiam seu conceito próprio em suas realizações. Mas o nosso relacionamento com Cristo é muito mais importante que o nosso conhecimento, trabalho, riqueza, sucesso. O cristão é particularmente escolhido por Deus  e chamado para representá-lo às outras pessoas, seu valor não consiste em suas realizações, mas na realização do sacrifício de Jesus na cruz.

Paulo critica não só os judaizantes, mas também os cristãos comodistas, aquelas pessoas que afirmavam ser cristãs mas não viviam de acordo com o modelo de serviço e sacrifício de Cristo. Estas, embora religiosas, não aguardam a volta de Cristo, portanto, serão deixadas para trás quando a Igreja for conduzida ao Céu.

Os que permanecem fiéis até à morte receberão a coroa da vida. "Não temas as coisas que tens de sofrer. Eis que o diabo está para lançar em prisão alguns dentre vós, para serdes postos à prova, e tereis tribulação de dez dias. Sê fiel até à morte, e dar-te-ei a coroa da vida" - Apocalipse 2.10.

O apóstolo João escreveu várias recomendações para diversas igrejas situadas na Ásia Menor, às quais diziam respeito à fidelidade e ao fervor a Deus (2.1-29). Em resumo, emitiu a orientação de Jesus Cristo para que os cristãos mantenham os olhos fixos nEle, evite viver em pecado e aplique a Palavra de Deus em suas vidas, diuturnamente, em razão de que somente aqueles que perseverarem até o fim em sua fidelidade ao Senhor compartilharão a glória de Deus na eternidade.

Aqueles que forem fiéis farão parte da primeira ressurreição. "Vi também tronos, e nestes sentaram-se aqueles aos quais foi dada autoridade de julgar. Vi ainda as almas dos decapitados por causa do testemunho de Jesus, bem como por causa da palavra de Deus, tantos quantos não adoraram a besta, nem tampouco a sua imagem, e não receberam a marca na fronte e na mão; e viveram e reinaram com Cristo durante mil anos. Os restantes dos mortos não reviveram até que se completassem os mil anos. Esta é a primeira ressurreição" - Apocalipse 20.4-5.

Na oração Pai Nosso, Jesus nos ensina a alimentar o desejo de que haja o contínuo e poderoso avanço da causa de Deus sobre a Terra. Incentiva-nos a orar pedindo para que para que aumente a maravilhosa notícia da liberdade Cristo entre os desinformados e os corações dos homens converta-se a fim de que aumente a população do Reino.

Está para chegar o momento do triunfo final do Reino de Deus sobre o mal. quando Satanás será amarrado e ele com os pecadores não arrependidos serão condenados  ao sofrimento eterno.

"Maranata, ora vem Senhor Jesus" (Apocalipse 22.20). Apesar dos obstáculos que os crentes enfrentam nesta vida, todos os que tiverem a Jesus como o seu Senhor, em todas as épocas, passarão a eternidade em comunhão com Deus. Quando o Arrebatamento acontecer, as lágrimas, a ira, e as frustrações desaparecerão para sempre. Assim sendo, o desejo mais ardente do cristão deve ser que o Senhor volte logo, para que seja iniciado o processo de condução  à colheita e introduzir-se a fase conclusiva do Reino, após a Grande Tribulação, momento no qual o pecado será destruído em definitivo e a morte morrerá.

E.A.G.

Outras abordagens contendo temática sobre o fim-dos-tempos: EBD Sumário - O final de Todas as Coisas. Esperança e glória para os salvos

Bíblia de Estudo Aplicação Pessoal, páginas 1666, 1766, edição 2004, impresso na Gráfica da Bíblia, Rio de Janeiro (CPAD).
Bíblia de Estudo Devocional- Max Lucado, páginas 1443, 1576, 1596, 1597; página 1650 do apêndice Trinta Estudos para Novos Convertidos, edição 2005, Rio de Janeiro (CPAD).
Lições Bíblicas/Professor - O Fim de Todas as Coisas - esperança e glória para os salvos, Elinaldo Renovato, 1º trimestre de 2016, páginas 34-40, Rio de Janeiro (CPAD). 

Eliseu aumenta o azeite da viúva


Por Eliseu Antonio Gomes

Texto-base: 2 Reis 4.1-7.

O profeta e a viúva endividada

No norte, no reino de Israel, o profeta Eliseu dava continuidade à obra de Deus, depois que Elias partira. Eliseu era muito diferente de seu mestre. Enquanto Elias, admirado por muitos, demostrava ser rígido, impetuoso e inspirava medo em algumas pessoas, Eliseu era alguém mais sociável. Ambos viveram segundo as direções dadas pelo Espírito de Deus, sabiam que Deus havia se declarado amigo dos órfãos e das viúvas (Deuteronômio 10.18), Os dois eram sabedores que, como porta-vozes do Senhor, não podiam fazer ouvidos de mercador ao ouvir as queixas de viúvas; como ministros de Deus, deveriam atender aos enlutados em seus momentos de angústia.

A viúva endividada

Faça um pequeno esforço mental e tente visualizar a cena de encontro entre uma pobre viúva e Eliseu; Ela reclamando desse modo: "Não é justo! Eu perdi um bom marido, que era seu aluno na escola de profetas, e agora perderei meus filhos para pagar suas dívidas! É uma absurdo, meus filhos vão se tornar escravos! Alguém virá para possuí-los como propriedade!". Imaginou? Esta cena nunca aconteceu!

Quando todos os meios terrestre de ajuda estavam fechados para esta mulher aflita, ela foi procurar o profeta Eliseu, sem fazer quaisquer tipo de reclamações. Apenas derramou seus sentimentos de aflição nos ouvidos dele, contou-lhe que seu marido, um homem que fez parte do grupo de jovens profetas na escola criada por Eliseu, havia morrido recentemente e deixado uma dívida cujo valor ela não tinha condições de pagar.

Naquela sociedade e época, não havia perspectiva de um futuro feliz para uma mulher nas condições daquela mulher. Se ficasse sozinha, não teria nenhuma segurança na velhice, pois os filhos é que cuidavam de seus pais idosos, não existia o sistema do Estado efetuando ajuda financeira, como uma aposentadoria ou pensão às mulheres que perderam seus maridos. Consequentemente, restava a ela enfrentar a solidão, o luto, a miséria, o desespero, e até mesmo uma morte prematura por causa da opressão de um credor que violou a Lei de Deus.

Escravidão

A Lei de Moisés permitia que dívidas poderiam ser pagas com a mão-de-obra escrava. Entretanto, era proibido a um credor israelita, a quem outro israelita foi vendido, "obrigá-lo a servir como escravo", e a agir sobre a vida dele rigorosamente. Apesar disso, em alguns casos o quadro era dramático ao extremo, pois os credores eram inescrupulosos e davam pouca atenção às regras impostas por Deus (Levítico 25.39-43).

A viúva estava prestes a perder seus filhos para os credores de seu falecido marido, gente de coração duro, pouco importava se os dois filhos dela eram o seu conforto, se ela e os dois filhos temiam ao Senhor e se poderiam contornar a situação e pagar tudo o que deviam de uma maneira mais suave. Eles eram implacáveis, e levariam seus filhos para trabalharem como escravos.

Porém, felizmente, como mãe e mulher viúva, uma mulher que servia a Deus. ela sabia o que fazer para resolver o seu pesar, deveria resistir com persistência às dificuldades desse mundo, lutar as batalhas da vida sem ser covarde. Era convicta; era que não estava sozinha em sua luta. Lembrou-se do "Pai dos órfãos e defensor das viúvas" e clamou por sua ajuda (Salmo 68.5; Jeremias 33.3).

O milagre da multiplicação 

Por hipótese, baseados em contextos bíblicos referente ao que Deus espera de cada um de nós que confiamos nEle, podemos concluir que antes desta mulher perder seu esposo ela cuidava de seu lar com eficiência, era companheira, apoiava o ministério de seu marido; após a morte dele, ela fez uso de todos os recursos disponíveis para sobreviver dignamente com os filhos e também esforçou-se para honrar a dívida do falecido. Apenas quando não haviam mais meios de arcar com as responsabilidades de sobrevivência dos filhos e estava reduzida à zero a possibilidade de pagar as dívidas e a ameaça de escravização rondava seu lar, ela procurou por Eliseu.

O profeta perguntou-lhe "o que você tem em sua casa?". Ela respondeu: "não tenho nada além de uma vasilha de azeite" (versículo 2). Ao contrário da viúva na história de Elias, Eliseu pediu-lhe para usar tantos frascos vazios quanto possível, recomendou-lhe recolher muitos vasos, "não poucos vasos" (versículo 3).

Em seguida instruiu-lhe para isolar-se em sua casa com seus filhos, orientou-lhe que apenas quando fechasse a porta de sua residência apenas ela e seus dois filhos, no interior do lar, deveriam derramar o óleo de sua pequena jarra em todos os frascos recolhidos por empréstimo (versículo 4). Caso houvesse gente estranha ao recebimento da maravilhosa provisão de Deus, a bênção não aconteceria naquela família.

Quando Eliseu ordenou-lhe: "Vai, pede emprestadas vasilhas a todos os teus vizinhos, vasilhas vazias, não poucas." emitia solicitação preparatória a viúva, preparava-a psicologicamente para viver uma experiência liberal da bondade de Deus, fazia-a quase que antever as grandes coisas que estavam em iminência de acontecer em sua vida atribulada. Aos olhos humanos, a orientação do profeta não parecia ser algo dito por uma pessoa que tivesse realmente o objetivo de ajudá-la. Não fazia sentido algum, mas ela tinha fé e obedeceu a determinação.

Tal qual a indicação do profeta, Jesus também solicita a que façamos uso do interior de nossas casas. Cristo pede que na privacidade do ambiente caseiro busquemos a Deus em oração. A ordem tem o objetivo de fazer com que o cristão tenha o costume de cultivar momentos particulares de comunhão espiritual. Ao fazer uso do quarto com porta fechada, estando sozinhos e sem a menor possibilidade de ser incomodado, obtemos maior chance de dispôr o espírito humano e os pensamentos diante do Espírito Santo e dessa maneira receber o benefício da bênção integral (Mateus 6.1-18).

A lição sobre o Abençoador, o abençoado e a bênção

Logo que a viúva obedeceu detalhadamente o que o profeta disse, ela viu uma ação sobrenatural acontecer, bem diante de seus olhos o óleo começou um processo de multiplicação nos vasos emprestados, Da pouca quantidade de líquido que ela possuía, encheu todos os jarros que havia recolhido. E, em determinado momento, dirigiu-se a um de seus filhos: "Traga-me ainda uma vasilha." (versículo 6). Todos os recipientes estavam cheios e seu filho avisou-lhe que não havia mais recipientes para serem enchidos. Então, o óleo parou de fluir e nenhum elemento da bênção foi desperdiçado. Se houvessem mais vasos, mais azeite fluiria.

Notemos que o azeite parou de multiplicar exatamente no momento que os vasos vazios terminaram. Assim, aprendemos que Deus não se dispõe a dar bênçãos para que sejam desperdiçadas por nós, nunca seremos abençoados com bênçãos que vão além de nossa capacidade de administrá-las de maneira responsável e corretamente.

Após chegar a informação ao profeta que o milagre havia acontecido, ele ordenou que a viúva agisse com honestidade, comercializasse o produto e pagasse o valor de tudo que devia, e vivesse junto com os filhos do lucro das vendas. Ela não era mais uma viúva paupérrima!

A simbologia do óleo

Você sabe que o óleo também é um símbolo do Espírito Santo. Quando o Espírito se envolve em um assunto, o impossível se torna possível. As coisas necessárias começam a acontecer. E a viúva miserável passou a ter o suficiente para pagar os credores de seu marido e ainda cuidar de si mesma e de seus filhos.

A atitude da viúva em crise é uma lição importante para todos os cristãos de hoje em dia. Quando realizamos atos em obediência ao que a Bíblia recomenda, agimos pela fé em Deus. Se obedecemos com coração voluntário, plantamos sementes que serão colhidas em forma de bênçãos no futuro, pois sempre que agimos obedecendo há uma recompensa de Deus para nós.

O Espírito Santo pergunta: o que você tem?  O auxílio do Altíssimo começa a partir do que já temos e dispomos. Ele solicita a você que interaja em seu círculo social usando o que já tem, mesmo que seja pouco.

Antes de Eliseu ajudar a viúva, perguntou sobre suas posses, porque o método de ajuda sobrenatural de Deus sempre faz uso de algo que temos na esfera material. Quando Elias atendeu ao clamor da viúva de Sarepta, ela usou o conteúdo de óleo, farinha e potes; ao multiplicar pães, Jesus recebeu cinco pães e dois peixinhos (1 Reis 17.12; João 6.9).

Pondere seriamente se deseja agir pela fé ou guardar o seu jarro quase vazio, se quer que haja uma multiplicação espetacular ou se pretende viver acomodado com sua situação.

Tudo o que o cristão precisa é confiar e obedecer. Não há melhor opção, a obediência é o que mais importa.

Observe o que há ao ao redor, e olhe para dentro de si mesmo e veja o poder da manifestação espiritual desempenhar maravilhas e tomar conta de sua vida:

•  Você tem peças de roupa, em bom estado de conservação, no fundo da gaveta, que não usa mais. Doe-as no departamento da igreja, para que alguém necessitado possa ser beneficiado;
• Você tem talentos naturais, que não são insignificantes e inúteis, podem ser usados em favor da sociedade e da comunidade cristã, então, disponha-se a trabalhar em favor do próximo; 
• Você tem dons espirituais, dons que foram dados pelo Espírito Santo, e pode usá-los na sociedade e dentro da comunidade cristã, para abençoar muitas pessoas;
• "Abra a sua boca, e eu o alimentarei." - Salmos 81.10 (NVI).
Coloque a fé em ação, sendo confiante nEle será surpreendido com sua prontidão e generosidade. Olhe para os jarros e prepare-se para que o conteúdo multiplique-se.

Impasse

Existe muita gente com estes dilemas: "Por que essa calamidade aconteceu em minha família? Por que as promessas de bênçãos para os justos não se tornam realidade para nós? Por que o meu marido/esposa, mãe/filho(a) morreu na flor da idade? Por que não consigo superar as nossas dificuldades financeiras? Por que sustentar a família é tão difícil para mim?

O incidente nos ensina a confiar em Deus em momentos de necessidade, Deus não desampara os justos, não abandona sua descendência os deixando mendigar o pão (Salmo 37.25). Além de podermos esperar dEle o suprimento das coisas temporais, muito mais ainda poderemos esperar que supra as espirituais  (Salmo 37.16, 25; Filipenses 4:19).

O agir divino

Ninguém deve esperar que um milagre idêntico ao que ocorreu com a viúva na ministração do profeta Eliseu ocorra também nos dias atuais, porém, jamais poderá deixar de crer que o Senhor cumprirá suas promessas, Ele continua disposto a sempre socorrer todas as pessoas que possuem fé, aguardam sua misericórdia estando em perigo, sofrendo com a necessidade extrema e sem nenhum meio de sair da situação por sua própria capacidade.

Através da leitura desta passagem bíblica, entendemos que uma pessoa piedosa e bem intencionada, caso seja imprudente, corre o risco de, da condição financeira estável, passar por grandes infortúnios e afluir à pobreza extrema. E lembramos que Jesus afirmou que vivendo no mundo os cristãos teriam aflições (João 16.33).

Conclusão 

Sem dúvida, encontramos na passagem bíblica 2 Reis 4.1-7 o relato de uma história de sofrimento, que aborda uma das tragédias pouco observada pelas autoridades constituídas em muitos países e pela igreja ao redor do nosso planeta, mas que os cristãos não devem jamais deixar passar em branco. Como cristãos,  em todos os lugares e em todas as épocas.devemos socorrer os necessitados, pois este é o dever de todos nós que cremos e aceitamos a Jesus Cristo como nosso Senhor e Salvador. "Os pobres sempre terão consigo, e poderão ajudá-los sempre  que o desejarem", disse Jesus (Marcos 14.7).

É muito triste a situação do servo de Deus, na posição de chefe da família, ter morrido e deixado sua esposa e filhos em péssima situação financeira. Estar precavido quanto ao bem-estar dos seus entes queridos de sua casa é um contingência de todos os cristãos, pois "quem não cuida dos seus é pior que os incrédulos, abandonou a fé" (1 Timóteo 5.8). 

Os cristãos podem pedir ajuda a Deus em momentos de necessidade, porque Ele é capaz de fornecer abundantemente para as nossas necessidades. Deus quer que sejam aproveitados em seu reino.Ao agir de acordo com a recomendação do Senhor, Ele sempre manifesta a Sua glória, Sua bondade, Sua disposição, a Sua proteção e Sua superintendência sobre nós. O efeito multiplicador sempre se faz presente e preenche os jarros vazios - para abençoar a nós mesmos e também ao próximo.. Basta confiar e pôr a confiança em gestos efetivos que representem a nossa crença.

E.A.G.

quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

Mensagem aos pais



Os pais podem dar alegria e
satisfação a um filho,
mas não há como lhe dar felicidade.
Os pais podem aliviar sofrimento
enchendo-o de presentes,
mas não há como lhe comprar felicidade.
Os pais podem ser muito bem
sucedidos e felizes,
mas não há como lhe emprestar felicidade.

Mas os pais podem aos filhos,
dar muito amor, carinho, respeito,
Ensinar tolerância, solidariedade e
cidadania.
Exigir reciprocidade, disciplina, religiosidade,
reforçar a ética e a preservação da Terra.

Pois é de tudo isso que compõe a 
auto-estima.
É sobre a auto-estima que repousa a alma,
e é nesta paz que reside a felicidade.

Baú de Mensagens

quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Salmo 51.17


Mãe força filho pichador a apagar pichação que fez em parede de lanchonete no Paraná

Na semana passada, a seguinte notícia foi veiculada na Internet:

Mãe indignada fez seu filho adolescente passar por vexame público ao obrigá-lo a apagar uma pichação feita por ele na parede de uma lanchonete, situada perto do Colégio Marquês,  nas proximidades das ruas Uirapuru e Beija-flor, centro de Arapongas, no Paraná.

O fato ocorreu por volta das 13 horas da quinta-feira do dia 13 deste mês corrente. A atitude da mulher, que não teve seu nome apresentado, foi feita com a intenção de ensinar ao filho os valores de cidadania e respeito, foi considerada bom exemplo do exercício da maternidade e elogiada por populares que passavam pelo local. A ação despertou a atenção nas redes sociais, onde grande número de internautas se manifestaram aprovando seu ato como uma lição de vida, de acordo com o site paranaense "A Rede".

O menor foi pego em flagrante delito pelo próprio dono do estabelecimento no momento em que estava sujando a parede, e buscou a presença de sua mãe para ajudá-lo a resolver o imbróglio. A mãe não aceitou o mal comportamento do seu garoto e logo quis consertar o erro dele. Com produtos de higienização apropriados, ela acompanhou o filho desmazelado até o local que cometeu sua besteira e o obrigou a retirar toda a tinta rabiscada que havia pichado, fazendo questão de acompanhar o processo de limpeza até o final, para assegurar que o "trabalho" fosse bem realizado. "Gostaria de dar os parabéns a ela”, disse uma das pessoas que presenciaram a cena interessante.

A humilhação do pichador deve ser imensa,  um internauta que esteve no local registrou o ocorrido  e enviou a fotografia para o jornal da cidade, que publicou uma matéria que ganhou destaque nacional ao ser reproduzida por diversos sites e redes sociais. Inclusive aqui, nesta página, cujo Editor também parabeniza a mamãe.

E.A.G.

terça-feira, 26 de janeiro de 2016

A rádio CBN de São Paulo, os jornalistas e os jornalecos


CBN - A RÁDIO QUE TOCA NOTÍCIA MENTIROSA? | Ao participar de uma Reunião de Pais e Mestres hoje, que na verdade era entre os pais e a coordenadoria da escola, visando preparar o contingente de alunos ao ano letivo 2016, em determinado momento a diretora desabafou assim: "Pela manhã, ouvia a rádio CBN, que tanta gente considera como mídia séria na área do jornalismo. Um repórter disse que as classes das escolas estaduais de São Paulo estão lotadas, com mais de 40 alunos para um professor. Gente, isso é mentira! As classes estão é vazias! Por exemplo, aqui nesta escola temos dezesseis salas, mas só doze estão ocupadas, isto acontece porque faltam pretendentes para preenchê-las. E coisa semelhante acontece em praticamente todas as unidades de ensino oferecidas pelo Estado." Algumas pessoas ali presentes disseram que também ouviram a mesma notícia. Ou será a mesma mentira? Eu acredito na informação da diretora.

Na minha opinião, o tal radialista não é jornalista na essência do termo, mesmo que tenha recebido um diploma da profissão. É um jornaleco, aquele tipo que é indolente e não move nem o dedo mindinho para trabalhar com esmero. Falando por hipótese, se tal radialista estivesse formado em medicina e exercesse a função de médico cirurgião lidando com os pacientes que sofrem do coração, para a tristeza das famílias do doente, ele seria o cardiologista muito querido pelos agentes funerários.

Leia mais: Jornalistas e jornalecos falam sobre a reestruturação do ensino na rede pública estadual de São Paulo 

‪#‎EliseuAntonioGomes‬  ‪#‎Enoticia‬  ‪#‎CBN‬ 

Marina Silva e a frase de efeito contra candidatos oponentes


(IN)JUSTIÇAS | Marina Silva com ótima frase de efeito em entrevista na RedeTV!, ao ser perguntada sobre a enxurrada de mentiras que veio sobre ela durante as eleições: "Dou graças a Deus por sofrer a injustiça e não por praticá-la". ‪#‎Enoticia‬ ‪#‎EliseuAntonioGomes‬

E.A.G.



segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

Fotografias de 1954 e 2014: Avenida São João (capital paulista)



Avenida São João em 1954. Fotografia de Antonio Aguillar.

Em 25 de janeiro de 1954 era celebrado 40º Centenário de São Paulo. Imagem da Avenida São João encomendada pelo jornal O Estado de São.Paulo. À esquerda, bem próximo ao ciclista, o Largo do Paisandu em direção ao centro,  e no alfalto é possível ver a linha de bonde. Ao fundo os prédios do Banco do Brasil e Banco do Estado e o edifício Martinelli.

9 de dezembro de 2014. Avenida São João, uma quadra antes da foto acima. Imagem do meu celular postada no perfil que está no Instagram.

E.A.G.

Fonte:
We Love the Beatles Forever https : // luciazanetti . wordpress . com / 2013 / 01 / 10 / reliquias - historicas - do -acervo - de  antonio - aguillar/
Eliseu Antonio Gomes / @eliseu.gomes | https://www.instagram.com/p/wX_SoewQ86/?taken-by=eliseu.gomes 

sábado, 23 de janeiro de 2016

Jesus também está nas tempestades que você enfrenta




"Bendito o varão que confia no Senhor, e cuja esperança é o Senhor. Porque é como a árvore plantada junto às águas, que estende as suas raízes para o ribeiro, e não receia quando vem o calor, mas a sua folha fica verde; e no ano de sequidão não se afadiga, nem deixa de dar fruto" - Jeremias 17.7-8 (Almeira Revista e Atualizada - SBB).

Quero crer que dentro do coração de cada cristão - gente adolescente, adulta ou idosa, frequentadoras de igrejas evangélicas - existe a semente da Palavra. E esta semente germinou plenamente, se transformou em plantinha frágil, está plantada em solo apropriado ao plantio, suas raízes cresceram, hoje a planta se desenvolveu é forte e tem bons frutos para oferecer. 

O que poderíamos dizer de Jesus, nosso Modelo perfeito de árvore frutífera? Tanto em seu íntimo quanto o seu comportamento em sociedade, viveu absolutamente dentro da vontade do Pai celeste. Mesmo em comunhão, certa vez teve que enfrentar enorme dificuldade ao ser envolvido pelo vento dentro de uma tempestade. 

"Logo em seguida obrigou os seus discípulos a entrar no barco, e passar adiante dele para o outro lado, enquanto ele despedia as multidões. Tendo-as despedido, subiu ao monte para orar à parte. Ao anoitecer, estava ali sozinho. Entrementes, o barco já estava a muitos estádios da terra, açoitado pelas ondas; porque o vento era contrário. À quarta vigília da noite, foi Jesus ter com eles, andando sobre o mar. Os discípulos, porém, ao vê-lo andando sobre o mar, assustaram-se e disseram: É um fantasma. E gritaram de medo. Jesus, porém, imediatamente lhes falou, dizendo: Tende ânimo; sou eu; não temais. Respondeu-lhe Pedro: Senhor! se és tu, manda-me ir ter contigo sobre as águas.  Disse-lhe ele: Vem. Pedro, descendo do barco, e andando sobre as águas, foi ao encontro de Jesus. Mas, sentindo o vento, teve medo; e, começando a submergir, clamou: Senhor, salva-me. Imediatamente estendeu Jesus a mão, segurou-o, e disse-lhe: Homem de pouca fé, por que duvidaste? E logo que subiram para o barco, o vento cessou" - Mateus 14.22-32 (ARA - SBB).

E quanto a nós, seres humanos, pecadores? Embora queiramos realizar a vontade de Deus, e realizemos, também vivemos momentos de luta. Apesar do crescimento promissor, crentes jovens, maduros e com mais anos vividos, não estão isentos de passar pelas "ventanias", como toda árvore frondosa e frutífera sobrevive em meio às intempéries. E experimentam provações de todos tipos (João 16.33)

Como fez Pedro, descemos do barco para apenas dar alguns passos e logo afundar. Porém, creia como eu creio: a mão do Mestre vem em nosso socorro, e por misericórdia dEle somos trazidos e mantidos à tona. Sobrevivemos. Salvos do naufrágio na fé, damos a volta por cima.

E ainda vivos, devemos seguir adiante caminhando com Jesus; falando de acordo com tudo que Ele ensina; fazendo apenas aquelas coisas que Ele também faria; amando a todos como amamos a nós mesmos.

Não desista dos planos que Deus deu a você. Nunca desista de servir a Deus, mesmo que em algumas circunstâncias da vida o vento frio sopre demais, a força do vento empurre você em sentido contrário ao seu destino, mesmo que seus passos naufraguem em água gelada.

Prossiga ao alvo rejeitando as vozes que incentivam você a descansar conversando à roda de escarnecedores. Jamais mude seus objetivos de pessoa cristã, não tire seus olhos de Jesus. Não entristeça o Espírito Santo, que Ele permaneça em sua vida fazendo morada em seu coração. Deus é contigo, quer continuar abençoando você.

E.A.G.

A oração que funciona


Jesus e a mulher cananeia

 ------------------------------------------------------

 "Esforçai-vos, e Ele fortalecerá o vosso coração vós todos os que esperais no Senhor."
 Salmo 31:24
 --------------------------------------------------


“Partindo dali, Jesus seguiu para a região de Tiro e Sidom. Uma mulher cananeia, vindo daquelas redondezas, pôs-se a gritar: Senhor, Filho de Davi, tem compaixão de mim! Minha filha está horrivelmente endemoninhada. Contudo, ele não lhe respondeu. Seus discípulos aproximaram-se dele e rogaram-lhe: Manda-a embora, porque vem gritando atrás de nós. Ele lhes respondeu: Eu fui enviado somente às ovelhas perdidas da casa de Israel.

Então, ela veio e, prostrando-se diante dele, disse: Senhor, socorre-me! Ele, porém, respondeu: Não é justo tomar o pão dos fi lhos e jogá-lo para os cachorrinhos. Ao que ela disse: Sim, Senhor, mas até os cachorrinhos comem das migalhas que caem da mesa do dono. Então Jesus respondeu: Mulher, grande é a tua fé! Seja feito a ti como queres. E desde aquela hora sua fi lha ficou boa” (Mt 15.21-28).

Atitude, humildade, oração e vitória foram algumas das atitudes da mulher cananeia. Ela possuía uma filha cativa por um demônio que a fazia sofrer miseravelmente. Jesus estava passando na região de Tiro e Sidom. Ela estava diante de uma única oportunidade e não a desperdiçou. Não sabemos quantos anos tinha a filha daquela senhora. Mas sabemos que sua mãe tinha um propósito: conseguir a liberdade da filha. Ela não era de Israel. Era estrangeira. Ela não tinha amigos entre os discípulos de Jesus, por isso gritava. Perturbava. E Jesus permanecia em silêncio. Era o Messias; o enviado de Deus exclusivo para Israel.

Os estrangeiros, naquele tempo, não faziam parte da sua missão. A mulher insistia. E quem busca, acha. Quem pede, recebe. E quem bate, a porta abrir-se-lhe-á (Mateus 7.7,8). Ela seguiu literalmente essa receita, sem nunca tê-la ouvido. Buscou, pediu, gritou e bateu. Humilhou-se. Insistiu. Até receber a admiração e o favor do Senhor e a libertação da filha.

Chegou aflita, desesperada. Ouviu palavras duras, mas não desanimou. Saiu chorando, não de tristeza, mas de contentamento. Sua filha estava livre. Ninguém sabe como aquela mulher achou Jesus. Nem ficou evidente quem lhe falou sobre o poder do Senhor sobre os demônios. Também não está escrito como descobriu que a vida miserável da filha era causada por um demônio.

Aquela mulher estava no tempo e lugar certos. Disse Jesus: “Eu sou o caminho, a verdade e a vida” (João 14.6). “Buscar-me-eis e me achareis, quando me buscardes de todo o vosso coração” (Jeremias 29.13). Como foi possível àquela mulher conseguir uma bênção tão grande com tão poucas palavras? Oração. Sim, oração sincera. Não aquela oração de desfiar as contas de um terço. Foi uma oração produzida por um espinho na alma, que a fazia gritar e clamar: “Senhor, filho de Davi, tem misericórdia de mim”.

Há muitos que oram, mas não recebem. Não recebem porque oram mal. A oração para ser respondida tem que estar em harmonia, em sintonia com a vontade do Pai Eterno. Bênçãos grandes vêm de grandes orações e não de orações grandes. Você está com um espinho na alma? Sua dor é muito grande? Insuportável? Medite nas atitudes da mulher cananeia. Deixe de lado seus preconceitos, seu status.

Para chegar ao dono das bênçãos é preciso se despojar da soberba, da presunção humana e do pensamento cartesiano. Abra seu coração e clame a Jesus. Entre no quarto e feche a porta. Ajoelhe-se ao pé da cama e fale com Jesus, como se Ele estivesse assentado nela. Insista. Ore hoje. Amanhã. E continue orando. 

Jesus não é uma lenda. Ele é real. É o filho do Deus vivo, que morreu na cruz, mas hoje está vivo, assentado à direita do Pai. Seus ouvidos estão atentos às orações dos que estão necessitados. Desesperados. De corações quebrantados. Mas não basta ser necessitado, estar desesperado ou apenas quebrantado de coração. É preciso ter atitude: buscar, pedir e bater à porta com um coração sincero. Não uma única batida na porta, mas várias. Não um pedido envergonhado, mas um clamor bem alto. Não uma busca de faz de contas, mas verdadeira.

A mulher cananeia não foi a Jesus achando que talvez Ele a atendesse. Ela foi disposta a ser ouvida de qualquer maneira. Não importava ser chamada de filhote de cachorro, desde que alcançasse o direito de comer das migalhas que caiam dos pratos dos seus senhores. E quando o Senhor ouviu essa resposta, se compadeceu da dor daquela mulher, porque viu nela uma grande fé. E fé é a certeza das coisas antes de vê-las (Hebreus 11.1).

sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

Evitando brigar com porcos


"Nunca lute contra um porco. Quer você ganhe ou perca, ambos sempre saem sujos e o porco adora sujeira e sujar."

Julio Severo, em seu perfil na rede social Google Plus (G+), em 21 de janeiro de 2016, às 15h35. Nesta data, contém: 3.124 seguidores; 51.767.522 visualizações.

A frase faz lembrar da recomendação que encontramos em Mateus 7.6: "Não deis o que é sagrado aos cães, nem jogueis aos porcos as vossas pérolas, para que não as pisoteiem e, voltando-se, vos façam em pedaços" (King James).

Severo edita o blog que tem seu nome, e mais algus outros. https://goo.gl/aUv9Kk

E.A.G.

quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

Davi: a biografia do homem segundo o coração de Deus


A Bíblia Sagrada mostra a biografia de Davi, que encontra-se repleta de circunstâncias românticas e de contraditórios impressionantes, apresenta a condição humana, que manifesta a alma, com suas fragilidades e dinamismos, a excepcional habilidade à superação. Além disso, está marcada pela designação do Senhor, que o descreve como o homem "segundo o coração de Deus" (1 Samuel 13.14 e Atos 13.22).

Apresentamos a sugestão de leitura dos seguintes artigos, publicados há algum tempo aqui no Belverede:


Davi e Golias no Vale de Elã
E.A.G.

quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

Nove dicas para arranjar um (a) namorado (a)

Arranjar um namorado, ou namorada, na igreja,  não é tarefa das mais penosas. Claro que há algumas dificuldades - timidez excessiva, imaturidade, excesso de concorrência etc - mas a fé comum, no caso de pretendentes e pretendidos, costuma abrir as portas dos corações. Se você anda à procura de uma cara-metade e acha que a coisa está difícil, preste atenção a estas dicas:

1. Evite ser um chato ou chata, do tipo que atrapalha a pessoa de seguir a sua vida normalmente. Se você gosta de alguém, demonstre isso, mas não fique o tempo todo por perto. Se a outra parte considerar seu comportamento inconveniente, pode dizer adeus ao relacionamento.

2. Ao terminar o culto, não tenha pressa de ir embora. É naqueles momentos após o fim da reunião, momentos de espairecer, tanto na cantina da igreja como na lanchonete da esquina, que as coisas costumam acontecer. As conversas descontraídas surgem mais fáceis entre um hambúrguer e um refrigerante. Mas nada de desaparecer no momento da pregação, hein? 

3. Respeitando as posturas de sua igreja quanto a usos e costumes, procure melhorar sua estampa. Não precisa gastar fortunas em roupas de grife no shopping - basta uma caprichada. No caso dos rapazes, atenção com as peças descombinadas, tipo camisa xadrez e calça listrada. Elas detestam isso! É, para elas, adereços simples como bijuterias elegantes e maquiagem simles costumam fazer milagres. 

4. Não perca os retiros.  O clima, nessas ocasiões, é  dos mais favoráveis.

5. Limpeza e cuidado com a higiene pessoal são fundamentais para os dois sexos. Desleixo é imperdoável e reduz suas chances a praticamente zero.

6. Ninguém deve cometer o absurdo de usar os ministérios da igreja para aparecer, mas se você se destacar de alguma maneira na comunidade, vai aumentando consideravelmente suas chances. Participar do grupo de louvor é um excelente caminho.

7. Procure observar as características espirituais de seu alvo. Se a pessoa for daquelas mais chegadas a reuniões de oração, congregações, vigílias e jejuns, aí, meu amigo ou minha amiga, não tem jeito - você terá  que se enquadrar e acompanhar o ritmo. Mesmo se o namoro não acontecer, você sairá ganhando mais experiências em sua vida espiritual.

8. Fique de olho na família da pessoa paquerada. Seja sempre atencioso, mesmo com aqueles irmãos menores que insistem em ficar por perto quando tudo o que você quer é estar a sós com ele ou ela. A mãe, e quem sabe futura sogra, também é estratégica - se você conseguir convencê-la de que é uma pessoa responsável e temente a Deus, já terá meio caminho andado. O indicador de aceitação costuma ser o convite para um almoço de domingo. Mas cuidado: mesmo que lhe sirvam jiló ensopado, faça a melhor feição de aprovação. 

9. Finalmente, peça a Deus que lhe dê orientação nesta área da sua vida. Afinal, o Senhor o ama e quer sempre o melhor para você.

__________

Texto resumido e adaptado de:
Eclésia, ano 8, número 89. páginas 62 e 63, maio de 2003, São Paulo- coluna Comportamento; artigo Esperando no Senhor, articulistas: Ester Carolina Pereira, Marcelo Santos e Marcos Stefano (Editora Eclésia Ltda).

terça-feira, 19 de janeiro de 2016

A felicidade do ponto de vista de Deus

O Senhor pode curar o seu coração e o seu corpo.

"Provai e vede que o Senhor é bom, bem aventurado o homem que nele confia" - Salmo 34.8.

Bem aventurado ou feliz é todo aquele que compreende e pratica a mensagem de Jesus.

A felicidade é um grande enigma. Todos a desejam, mas quase ninguém sabe o que ela é. Há um anseio constante em nós que grita por satisfação. e isso tem sido o ponto central da história humana.

O que é isso que o homem busca tanto e do qual só encontra vestígios? De onde vem esse buraco na alma que nos empurra a uma busca sem descanso? Psicólogos e antropólogos afirmam:

"Felicidade é um (...) truque da natureza concebido ao longo de milhões de anos com uma só finalidade: enganar você (...) é uma cenoura pendurada em uma vara de pescar amarrada no nosso corpo. (...) 'A depressão é um mal de uma sociedade que decidiu ser feliz a todo preço' afirma o escritor francês Pascal Bruckner, autor do livro A Euforia Perpétua (...) Felicidade está virando um peso; uma fonte terrível de ansiedade".

Os teólogos afirmam que essa busca é motivada pelo vazio de Deus em nós que nos inquieta e nos rouba a paz - outro conceito ligado à felicidade: Se fôssemos fazer uma soma total de toda a matéria (...) escrita pelos mais renomados psicólogos e psiquiatras a respeito da higiene mental (...) e se pudéssemos expressar concisamente estas porções de conhecimento científico puro, na linguagem dos mais iminentes poetas vivos, teríamos um resumo, embora incompleto e desajeitado, do Sermão do Monte. E se comparados um e outro, o primeiro perderia bastante. Pois, há quase dois mil anos, o mundo cristão tem segurado em suas mãos a solução para suas inquietações e improdutividades. Aqui... encontramos a receita para o sucesso humano com otimismo, mente sadia e contentamento.

Vazio de Deus ou um truque? Apresentamos a definição de felicidade do ponto de vista da maior autoridade no assunto; Jesus, o filho de Deus. Ele falou sobre ela no Sermão do Monte. Nosso desejo é que isso o ajude a não só a encontrar alegrias passageiras , mas também a felicidade como expressão de vida.

O que é a felicidade?

Para compreender a felicidade, devemos tirar os elementos estranhos como quem restaura um quadro antigo coberto de sujeira até surgir a imagem verdadeira. A felicidade é um estado emocional? Não! Emoções fazem parte de nós, de nossa inteligência, mas são mutáveis. A felicidade deveria ser contínua, não apenas surtos ocasionais de prazer, alegria, êxtase ou euforia. A euforia atrapalha e impede a concentração que o digam os apaixonados!). É preciso estabilidade emocional para continuar a vida, estudar, edificar o lar ou educar filhos.

Buscar sempre a euforia me faria perder a vida caçando um fantasma que desaparece ao ser tocado. Seria infantil! A vida só se realiza em algo cujo valor justifique sua existência. Os resultados da vida precisam exceder o valor da própria existência para que esta seja plena e feliz. Se viver somente para prazeres, serei vazio. As verdadeiras realizações são relacionais, envolvem os outros, não objetos, nem mesmo pessoas como propriedade. A felicidade precisa ser compartilhada com alguém, é relacional. Não é possível ser feliz só. Se não viver por algo maior, ainda que me divirta muito, sofrerei enorme vazio existencial.

O caminho da felicidade pode passar pelas crises, pois elas nos amadurecem, fazem-nos sábios e melhores. Não há crescimento sem sofrimento e sacrifícios.

A felicidade é, portanto, ligada ao propósito da existência, subproduto de uma vida que cumpre plenamente a missão que Deus lhe deu. Vai além da emoção passageira, independente das circunstâncias; é satisfação com a própria vida. Perguntar: "Eu sou feliz?" trata do próprio sentido da vida: "Cumpro o meu propósito?" "Estou onde deveria estar?" "Sei quem eu deveria ser ou tento ser quem não sou?" "O caminho que trilho dará sentido à minha existência?" Ao conhecer o meu , saberei o caminho da felicidade. Ao conhecer o meu Criador, conhecerei a felicidade.

Deus o abençoe nessa caminhada!

Smilinguido - Agenda 2013, Josias Brepohl / Jaqueline J. Vogel Firzlaff, mensagem dedicada ao mês de janeiro, Curitiba (Luz e Vida). 

segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

Evidência da fé


A fé produz fruto. A evidência da fé é a obediência. Aquelas pessoas que dizem crer em Deus mas, ainda, em algumas áreas de suas vidas não vivem de acordo com os ensinamentos bíblicos, possuem uma fé que carece de crescimento, ou são apenas gente religiosa.

Veja mais sobre o tema aqui no Belverede.

A definição da fé
Dízimo: ato de amor e fé
A fé se manifesta em obras

E.A.G.

domingo, 17 de janeiro de 2016

Esteja alerta e vigilante, Jesus voltará

"Porque, como o relâmpago ilumina desde uma extremidade inferior do céu até à outra extremidade, assim será também o Filho do homem no seu dia" - Lucas 17.24.

O Brasil nunca desceu tão profundamente  num vale de corrupção como encontra-se nos dias atuais. A corrupção está impregnada nas esferas  pública e privada. Multiplicam-se notícias sobre o aumento da violência; atos de "justiçamentos" com as próprias mãos; cidadãos adultos e  jovens na faixa de menoridade penal, juntos para cometer crimes. Quando a polícia prende os criminosos, a justiça solta devido a frouxidão do Código Penal.

Sob a tutela do Ministério da Educação, a agenda do doutrinamento da homossexualidade tenta empurrar à força dentro das escolas a ideia da normalidade o estilo de vida heterossexual e a Ideologia de Gênero.

Além dessas coisas, o mundo está perplexo com ameaças de guerra, a crise dos refugiados da Síria, os desentendimentos diplomáticos entre Estados Unidos e Rússia, os atentados terroristas cometidos pelo Estado Islâmico na França e outros países.

Quando Ló saiu de Sodoma, choveu fogo do céu. "Mas no dia em que Ló saiu de Sodoma choveu do céu fogo e enxofre, e os destruiu a todos" - Lucas 17.29.

Nas gerações de Ló e Noé os comportamentos da humanidade era assim como nos dias de hoje. índices altíssimos de corrupção, da violência desproporcional de gente poderosa contra as pessoas mais humildes e fracas, e a predominância da imoralidade.

Precisamos relembrar que Ló não era um exemplo de perfeição e virtudes, mas reconheceu que a catástrofe viria e buscou meio de salvar-se com a sua família. Nos dias dele as pessoas prosseguiam nos negócios da vida e não prestaram atenção ao exemplo e ao ensino dele. O fato de desconsiderarem o homem de Deus não lhes trouxe isenção do julgamento divino.

A experiência de Ló serve como advertência aos cristãos e aos que vivem neste mundo desprezando orientações bíblicas. Tal mensagem não é para aqueles que pensam que merecem um destino melhor do que o próximo, mas, sim, para aqueles que no meio da indiferença e complacência universais, reconhecem que a situação é desesperadora e perguntam "o que devo fazer para ser salvo?" 

Jesus prometeu que virá outra vez para nos buscar. "E, se eu for e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos tomarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também" - João 14.3.

Se eu quiser conhecer a imensa graça, a impressionante e inigualável bondade de Deus, terei que estar aos pés da cruz. Devo estar onde Deus libera a graça. Devo olhar para aquela cruz onde Jesus morreu.

"Ninguém vem ao Pai senão por mim", disse o nosso Jesus Cristo.  E Pedro disse; "Também debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos". João 14.6; Atos 4.12.

Os ímpios vão experimentar o juízo de Deus. "Eles serão castigados com a destruição eterna e ficarão longe da presença do Senhor e do seu glorioso poder. Isso acontecerá naquele dia, o dia em que ele vier para ser louvado por todo o seu povo e para receber homenagens de todos os que creem. Vocês também estarão entre eles, pois creram na mensagem que nós anunciamos" - 2 Tessalonicenses 1.9-10 (NTLH).

Há muitas situações injustas na vida: rumores mentirosos arruínam uma reputação; um bêbado bate o carro contra um ônibus cheio de crianças; um drogado desesperado assalta uma loja e mata pessoas inocentes; uma moça é violentada pelo namorado em quem confiava.

Diante de situações parecidas, alguns perguntam: "onde está Deus e porque não faz nada a respeito?" Coisas terríveis assim não são causadas por Deus. São causadas por pessoas que decidem pecar e no seu pecado prejudicam as outras. O Altíssimo é justo e o ato da sua justiça se mostra contra toda a injustiça. Deus geralmente não acerta as contas na mesma hora, mas jamais deixa de fazer isso. Elas não vão deixar de pagar. Pelo menos, não no fim.

Quando Jesus voltar, parte dos acontecimentos envolvendo a volta de Cristo no Dia do Senhor, os que não obedecem ao Evangelho de Jesus Cristo, por castigo, sofrerão penalidade de eterna destruição, os malvados serão banidos para sempre da face do Senhor e da glória do seu poder, enquanto os salvos estarão para sempre com o Senhor. (2 Tessalonicenses 1, 7, 9).

Um dos sinais da volta de Jesus é o surgimento de falsos cristos. "Porque hão de surgir falsos cristos e falsos profetas, e farão grandes sinais e prodígios; de modo que, se possível fora, enganariam até os escolhidos" - Mateus 24.24.

O capítulo 24 de Mateus (1-44) registra o discurso de Jesus após ter deixado o templo pela última vez, quando predisse a destruição do Templo e de Jerusalém, a sua vinda e o fim do mundo.

Comparar os falsos cristos e falsos profetas com a descrição do Anticristo em 2 Tessalonicenses 2.9-10.

Os que amam a vinda de Jesus buscam-no pelas madrugadas em oração. "Eu amo aos que me amam, e os que diligentemente me buscam me acharão" - Provérbios 8.17.

Na passagem de 8.17, Jesus Cristo se faz ouvir claramente, descreve o seu amor e a sua solicitude em atender à oração (João 13.1; Hebreus 7.25).

Os capítulos 8 e 9 de Provérbios mostram a personificação da Sabedoria numa mulher, que convida a todos ao seu banquete, onde serve pratos excelentes, em contraste com as mulheres voluptuosas que convidam e arrastam homens desatentos às "doces águas roubadas" (9.13-18).

Não se esqueça do exemplo da mulher de Ló que olhou para trás. "Lembrai-vos da mulher de Ló" - Lucas 17.32.

Não sabemos o nome da esposa de Ló, mas de seus interesses sim. Ela era materialista. Deus ordenou que deixasse sua casa sem olhar para trás, e foi incapaz de obedecer uma ordem tão simples, mesmo sabendo que a cidade em que morava estava prestes a ser destruída.

As narrativas bíblicas ajudam a orientar a caminhada de fé, às vezes confusas. É necessário priorizar em nossos corações Deus e os seus mandamentos, o reino de Deus e a sua justiça (Mateus 6.33).

Conclusão

A primeira vinda de Jesus  foi um "brado" de justiça  de Deus contra a injustiça dos homens (João 1.4-5).

Não estamos cientes sobre  a exatidão do dia e da hora em que Jesus Cristo voltará, mas sabemos que chegará o dia em que o nosso Senhor virá para levar os fieis ao Céu e para julgará grandes e pequenos, ricos e pobres (Mateus 25.31-46). O Filho retribuirá a cada um conforme a verdade de suas ações. A segunda vinda de Jesus Cristo demonstrará a sua grandiosa justiça.  

E.A.G.

Outras abordagens contendo temática sobre o fim-dos-tempos:
EBD Sumário - O final de Todas as Coisas. Esperança e glória para os salvos
O Arrebatamento da Igreja: Esperança do salvo em Cristo

Belverede, Eliseu Antonio Gomes, A mulher de Ló,  http://belverede.blogspot.com.br/2012/03/mulher-de-lo.html  3 de março de 2012.
Bíblia Jovem, página 1910, edição 2001, São Paulo (Editora Vida).
Bíblia com Anotações A. W. Tozer, página 1278, edição 2013, Rio de Janeiro (CPAD).
Bíblia Shedd, página 923, 1371 São Paulo, (Edições Vida Nova).  
Ensinador Cristão, ano 17, nº 65, página 38, janeiro-fevereiro-março de 2016, Rio de Janeiro (CPAD).
Lucas, Introdução e Comentário, Leon L. Morris, página 244, reimpressão 2011, São Paulo, (Vida Nova).
Manual Bíblico Halley, página 245, edição 1994, São Paulo (Edições Vida Nova). 

sábado, 16 de janeiro de 2016

A chuva de verão é bênção

Por Eliseu Antonio Gomes

Quando não chove durante o período de um mês, a sensação de calor sufocante aumenta a sede, provoca insolação e causa a impressão que o sol queima tudo.

É perceptível que apenas em momento da escassez  o ser humano tem mais facilidade para medir com exatidão o valor das coisas.

Na abundância de água, a rotina de uma mãe encher o prato da criança com sopa e vê-la levar a colher até sua boca, é uma cena trivial. Mas, se na casa falta o precioso líquido na cozinha, torna-se impossível a ela realizar o seu costume de preparar o almoço e a janta para sua família. Darrama lágrimas escondida, para não assustar os filhos.

No campo, o fazendeiro vê o matagal crescer verdejante, olha espinhos e urtigas lamentando-se, porém, ao parar de chover o verde desaparece ao seu redor, as florestas até pegam fogo devido a secura que assola o meio ambiente, as vacas não dão mais o leite, o nível das águas nos rios cai, assustadoramente, e não é mais possível irrigar o solo na medida que a necessidade requer a irrigação. Então, para evitar o acúmulo de prejuízos, ele vai buscar a água em lugares distantes, e é quando olha para o céu, ajoelha-se e reza, ou ora, pedindo o milagre.

Os pingos de chuva caem na cabeça, molham a roupa e a pele, rolam ao pescoço, descem ao cotovelo, caem no pulso e a força da gravidade leva-os ao chão. Formam-se poças. Apenas quando caem abundantemente é que o copo d'água fica mais bonito, as mangueiras são úteis no meio dos jardins, às margens dos rios lavam pés tranquilos e descalços, o celeiro se enche e é uma alegria girar a válvula da torneira. 

Para mim, a chuva de verão não é apenas comum, é especial. Durante o dia, ela se mistura com o brilho do sol e provoca o fenômeno do arco-íris, "trabalha" realizando a supressão da poluição do ar nos céus das grandes cidades e limpa a poeira do chão de terra batida e de asfaltos. Realmente, é sempre bom ouvir o som da chuva. Podemos dizer que é uma satisfação tê-la no volume ideal hoje e sempre, estar no lado de dentro da casa e acompanhar as gotículas descerem no vidro da janela, sentir umedecer o ar, lavar a grama e deixá-la fresca. Também aprecio o som da chuva de verão durante à noite, ela é ótima porque surge com efeito refrescante, traz com ela o aroma que cheira vida, seu frescor inspira à renovação de ânimo.

Os temporais fazem parte do Ciclo das Águas. Toda água que sobe precisa descer em algum momento e algum lugar. É situação natural que os volumes dos rios subam quando chove, é claro que as águas sempre correram e sempre correrão aos pontos mais baixos da terra ao despencar das alturas em forma de temporal.

Quando a chuva forte cai e coloca bairros inteiros submersos, atinge com grande  intensidade campos de plantações, destrói sementes, arrasta insumos, adubos, todo tipo de nutrientes do solo, é preciso cogitar o seguinte: antes das águas invadirem as casas, as casas invadiram seus locais de passagem - cursos de passagens que existem há muito tempo, tempo que nem podemos imaginar o quanto são antigos.

Portanto, se as fortes chuvas descem ladeiras à baixo em enxurradas, invadem residências e fazem pessoas ficarem desabrigadas, feridas e até transformadas em vítimas fatais, é necessário rever a política de construção de centros urbanos e rurais. Não é possível associar as chuvas com os transtornos que acontecem em muitas cidades e povoados camponeses, quando a grande quantidade de água toma conta de tudo, provoca alagamentos, traz lama e derruba muros e paredes, gera perdas de vidas e danos materiais dos mais diversos. 

Se houvesse projeto identificando lugares perigosos em períodos de tempo fechado, e se se evitasse o uso desses locais para construções de vilarejos, ao cultivo de horticultura e pecuária, e outros tipos de atividades sociais, muitos "ais" seriam evitados, muitos sofrimentos não abalariam tantos corações.

É triste saber que muitas pessoas olham para as nuvens no céu com medo e têm pesadelos com enchentes. É lamentável que a Defesa Civil necessite colocar a população em alerta, decretar estado de emergência, tenha que haver o termo "estado de calamidade pública"  apenas porque águas descem do céu sobre a terra.

Que haja chuva sempre nas estações apropriadas. As chuvas são bênçãos de Deus, que venham gotas e mais gotas do céu, pois elas preservam todas as espécies de vida.

Que sempre haja entre nós o bom senso ao interagir com a Natureza.

É tão bom beber água potável!

E.A.G.

As 7 postagens mais acessadas na semana

As 7 postagens mais acessadas nos últimos 30 dias

As 7 postagens mais populares (geral - desde 12 de junho de 2007)

Assuntos abordados em Belverede / clique sobre a palavra para acessar os artigos sobre o tema

.Vida Cristã .Artigo e Comentário .cosmovisão .Comportamento .Televisão .Devocional .Vídeo .Política .CPAD .Líderes e liderados .Blogosfera Evangélica .Lições Bíblicas .Pais e Filhos .Atualidade .Família .Louvores .Charge Tirinha Cartum e Gravura .Dinheiro .Fé .Fruto do Espírito X Carne .Motivacional .Mulher .Casamento .Apologia Bíblica .Sexualidade .Crente Politizado .Música .Silas Malafaia Pr .CGADB .Frases & Imagens Impactantes .Etimologia Bíblica .Prosperidade .Profetas .Saúde .Meio Ambiente e Sustentabilidade .Hermenêutica .Livros e Leitores .redes sociais .Bom humor .Jovens .Conceitos e Preconceitos .Dupla Cidadania .Você sabia? .Ateísmo e Agnosticismo x Fé .Cinema .neopentecostais .Esporte .José Wellington Bezerra da Costa - Pr .Grupo de Colaboradores em Belverede .Personagens da Bíblia .Antigo Testamento .Dica de Blogueiro .Salmos .Introspecção .Natal .Soteriologia .Marco Feliciano Pr .Verdades e Mentiras .Pérolas .Sociedade Bíblica no Brasil .Ecologia .Aborto .Comunicado .Internet .óbito .Escatologia Bíblica .Samuel Câmara-Pr .pentecostalismo .Teologia .Gif .Novo Testamento .Ana Paula Valadão Bessa .[Fotos Belverede] .UBE .Questões (des)complicadas .RR Soares .Facebook .Belverede .Daladier Lima .Missões .animal doméstico .Carlos Roberto Silva Pr:: Blog Point Rhema .Provérbios de Salomão .Fanatismo .Pneumatologia - A Doutrina do Espírito .Quem sou eu? .Aline Barros .Crônicas e fábulas .Diante do Trono .Bíblia de Estudo .Dízimos e ofertas .João Cruzue .Billy Graham .Poema e Poesia .Virtualidade Real e Realidade Virtual .Cosmovisão Cristã .Editora Vida .Namoro .Sermão do Monte .Educação .Páscoa .Guerra e Paz .Gênesis .Nani Azevedo .Hamartilogia - A doutrina do pecado .Julio Severo .Sociedade Bíblica Trinitaria do Brasil .Jeremias .Nova Tradução na Linguagem de Hoje .Postagem Factual .Valmir Nascimento Milomen-Pb .Carta de Tiago .Geremias do Couto-Pr .Lília Paz .Fotos - Templos Evangélicos .Homilética .Virada de Ano .Altair Germano - Pr .Bem aventurança .Randy Glasbergen .rádio .André Valadão .Angeologia .Arlete Oliveira .Carnaval .Dia das Mães .Livros da Bíblia .Nova Versão Internacional .Patmos Music .Sammis Reachers .Arqueologia Bíblica .Banda Voz da Verdade .Crianças .Editora Central Gospel .Geografia Bíblica .Opinião .Priscila B Gomes .Rachel Sheherazade .YouTube .animal selvagem .Eclesiologia .Thalles Roberto .Wilma Rejane EBD / sumário .Cassiane .Editora Vida Nova .Política Brasileira .Editora Mundo Cristão .Ezequias Soares-Pr. .Jabes de Alencar - Pr. .LUCAS - O Evangelho escrito por Lucas .Magno Malta .Pesquisa .Prêmio Carta de Paulo aos Filipenses Smilinguido .Dia dos Pais .Exegese .Martinho Lutero .Botânica .Dia das Crianças .Islamismo .Mensageiro da Paz .animal aquático .Barack Obama .Cartas do Apocalípse .Charles Darwin .Fotos .Gutierres Siqueira .Insetos .Max Lucado .Shirley Carvalhaes X criacionismo versus darwinismo .A Bíblia Viva .Arminianismo .CONAMAD .Calvinismo .Editora Betânia .Eyshila .Fernanda Brum .Harpa Cristã .Jaime Kemp - missionário .Livro de Daniel .Lydia Moisés .Mulheres na Bíblia .Primavera .Tania Guahyba .Twitter .grafite .pássaros na Bíblia .Cristologia .Donald Zolan .Marisa Lobo .Árvores da Bíblia Charles Haddon Spurgeon .Dia da Bíblia .Dia dos Namorados .Edições Vida Nova .Futebol .Josué Gonçalves - Pr. .Livro de Jeremias .Montes da Bíblia .Paulo César Baruk .Reinaldo Azevedo .Soraya Moraes .Verão .Walter Brunelli - Pr. .teatro .Abba Press .Abraão de Almeida-Pr. .Bruna Karla .Carla Ribas .Dia Internacional das Mulheres .Dia de Finados .Esdras Costa Bentho-Pr .Instagram .Livro de Jó .Michael W. Smith .Neiva Silva .Oficina G3 .Oprah Winfrey .Outono .Regis Danese .Silas Daniel - Pr .Valdomiro Santiago - Apóstolo .Vanderleia M. Silva Yosef Nadarkhani .Albert Einstein .Antonio Gilberto - Pr .Cristina Mel .Dia da Mentira .Evangelho de Mateus .Flamir Ambrosio .Gediel Mendes .Gunnar Vingren .Jorge Tadeu Mudalen .João Ferreira de Almeida .Lauriete .Lázaro (ex-Olodum) .Morris Cerullo .Política Internacional .Slide . A. W. Tozer . Pregador Luo . Silmar Coelho - pastor .Adhemar Campos .August Rodin .Bom dia .CPAD Music .Claudionor de Andrade - pastor .Elaine de Jesus .Hillsong .Inverno .John Piper .Lea Wasiliew .Livro de Êxodo .Lucilene Batista de Brito Shirota .Nova Bíblia Viva .Quarteto Harmonia Celeste .Rose Nascimento .Timidez e Ousadia .orai por Israel .publicidade WhatsApp .Alan Kardec .Apocalípse 16 .Bete Gomes .Canon .Carta aos Romanos .Central Gospel Music .Daniel Berg .Danielle Cristina .David Quinlan .Editora Chamada da Meia-Noite .Editora Hagnos .Eduardo Cunha .Elinaldo Renovato - pastor .Enéas Tognini - Pr. .Genivaldo Tavares de Melo .Gesiel Gomes - Pr. .Google .Hernades Dias Lopes .João Alexandre .Livro de Isaías .Livro de Rute .Lourival de Almeida - Pr .MK Music .Marcelo Santos .Martin Luther King .Nito [Rubens Eduardo] .Pena de Morte .Ray Comfort .Robinson Monteiro .Russel P. Shedd .Third Day .Tim Laheye .Voltaire .Watchman Nee Damares .2 Carta de Pedro .2 Coríntios- Carta de Paulo .A Mensagem .Adolf Hitler .Alda Célia .Amizade .Andrea Fontes .Anita Malfatti .BLOG .Banda Catedral .CIMEB .CPAD News .Carta aos Gálatas .Cintia Kaneshigue .Dia Nacional da Consciência Negra .Dia do Professor .Dia do Trabalho .Dwight L. Moody .Eber Cocareli - Pr .Editora Betel .Editora Candeias .Editora United Press .Edna Goetten .Escola Dominical .Evangelho de João .Fecomex .Feliciano Amaral .Google Plus (G+) .Gutemberg - Johannes .História Mundial .Isaac Newton .Içami Tiba .Jairo Elin Gollmann-Ev .John Wesley .Jorge Araujo .Katie Bivens .Katsbarnea .Kelem Gaspar - Missionária .Link Quebrado .Livro de Amós .Livro de Juízes .Livro de Malaquias .Marcelo Crivella .Orquestra Jahn Sorheim .Ozeias de Paula .Paulo Romeiro-Pr .Quatro por Um .Raquel Melo .Retrospectiva 2017 .Robson Silva .Ronaldo Bezerra .Sociedade Bíblica Internacional .Sonia Hernades - bispa .Superstições e Lendas Urbanas .Talita Pagliarin .Tradução King James Atualizada (KJA) .Victorino Silva .folhetos evangelísticos Esequias Soares pastor Graça Music Juliana Bezerra Gomes Nésia de Araujo Gomes William Brassey Hole . .Introspecção . C. S. Lewis . Stephanie Colbert- vocalista Starship .1 Timóteo .A Nova Bíblia Viva .Adilson Lopes .Anderson Freire .Antropologia Bíblica .Antônio Cirilo .Ao Cubo .Arautos do Rei .Bezerra da Silva .Bill Gates .Boa noite .Boa tarde .Brenda-Santos .Bruna Olly .Bruna Surfistinha .C.I. Scofield .CPOL - Curso Preparatório para Obreiros de Pirituba .Caramuru Afonso .Carlos Alberto Bezerra Jr .Carta aos Efésios .Carta de Paulo aos Colossenses .Casamento em jugo desigual .Charles C. Ryrie .Ciclo das quatro estações .Claudio Duarte - pastor .Cleber Lucas .Comunidade Internacional da Zona Sul .Contos .Cristiano Santana .Curiosidades bíblicas .Danny Berrios .Dany Grace .Davi - rei .Deigma Marques .Discopraise .Donald Trump .Downloads .E-books .EBI .Editora Atos .Editora Bom Pastor .Editora Cultura Cristã .Editora Dynamus .Editora SEPAL .Editora Sextante .Eduardo Campos .Elienai Cabral - pastor .Eliseu - profeta .Estevan Hernandes - Apóstolo .Estevão - o primeiro mártir .Evangelho de Marcos .ExpoCristã. .Fatos Curiosos - internacional .Fernandinho .Ficção Evangélica .Filho do Homem .Flamarion Rolando .Frederick K.C.Price .Geisa Iwamoto .Graça Editorial .Grupo Elo .Heber Sousa - pastor .Hebraico .Hieronymus Bock .Homenagem .Igreja Evangélica Indiana .Il Divo .Imprensa Bíblica Brasileira .Instituto Cristão de Pesquisa - ICP .Jair Messias Bolsonaro .Jamily .Jeanne Mascarenhas .Jimmy Swaggart .John Bevere .John Bunyan .John Lennon .Jonas .Josias Botelho .José Wellington Bezerra da Costa Junior - pastor .José Wellington Costa Neto - pastor .José do Egito .Kathy Fincher .Kleber Lucas .Leandro Marques .Lidia Caetano de Sousa - missionária .Literatura .Livro de Deuteronômio .Livro de Eclesiastes .Livro de Habacuque .Livro de Joel .Livro de Josué .Livro de Miquéias .Livro de Números .Livro de Oséias .Livro do Apocalipse .Lições Bíblicas - Jovens .Ludmila Ferber .Lívia Malta .Magno Paganelli .Manuel Ferreira - Bispo .Marcio Melânia .Mariana Valadão .Marina Silva .Mario Teixeira .Marquinhos Gomes .Michelangelo .Mike Smith .Ministério Hebrom .Ministério de Adoração .Missões na Índia .Neemias .Notícia comentada .O Livro de Ageu .Oração .Os presidenciáveis para 2018 no Brasil .Paul Wilbur .Pedofilia .Profetas .Você sabia? .Quarteto Gileade .Rachel Novaes .Rebanhão .Recursos .Ressurreição .Rob Bell .Rodolfo Abrantes .Ron Kenoly .Salomão - rei .Saudade .Snezhana Soosh .Sociedade Bíblica Íbero-Americana .Sofonias .Sony Music .T.A. Hegre .Templo Soul .Vineyard .Voices .Walciley Vieira .William Shakespeare .Wim Malgo .áudio 1 Coríntios Alberto Rezende - pastor Charles Studd Elizeu Martins - pastor George R. Foster

▲ Clique na imagem para retornar ao topo do blog.

Sobre ilustrações no Belverede

O Direito Autoral de algumas imagens encontradas aqui não pertence ao Editor do blog. Esta situação se dá porque elas estão na Internet sem que haja a informação de quem seja o Dono.

Caso você seja o detentor do conteúdo, queira que seja feita a indicação autoral, ou não seja de sua vontade o compartilhamento, solicitamos que nos faça saber disto. Por favor, acesse a página do próprio texto e deixe recado no próprio texto em questão, ou use a página Contato.

Arquivo de postagens

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes
Cidade Ocean - Praia Grande - São Paulo/SP - Brasil.