Research | Pesquisar artigos de Belverede

Select the language

sábado, 17 de dezembro de 2016

Não perca a identidade


Por Eliseu Oséas Ribeiro

"Vós sois o sal da terra; ora, se o sal vier a ser insípido, como lhe restaurar o sabor? Para nada mais presta senão para, lançado fora, ser pisado pelos homens" - Mateus 5.13.

Tenho por certo que Jesus visualizou esses dias, tempos difíceis, onde necessitamos redobrar nossa vigilância para não perder a nossa identidade, ou seja, quem somos em Cristo Jesus. É um alerta a nos dizer: Não tome a forma, os hábitos, o linguajar desse mundo, lembrem-se que vocês são "Sal e luz".

Aspecto do sal.

O sal possui efeito curativo. Quando esbarramos em algo, esfolamos alguma parte do corpo, ou quando aparece uma afta na boca, é aconselhável colocar sal no local da ferida. Embora pareça terrível e desesperador, o sal age trazendo a cura.

Deste modo nós, os cristãos, se nos antepomos à mentira cultural, à corrupção ou a qualquer ato pecaminoso. Tal característica gera algum desconforto àqueles que assim se comportam, não estranhe se você for rotulado como "chato" ou "radical".

Vamos nos lembrar da nossa identidade., pois foi Jesus quem declarou: vós sois sal".

Provoca sede

Ao degustar uma deliciosa feijoada ou bacalhoada, pratos tipicamente acurados no sal, pouco tempo depois, estamos bebendo muita água, pois outra característica do sal é provocar a vontade de beber água. 

Precisamos entender com muito amor as atitudes de amigos e parentes, no que tange aos questionamentos de nossa conduta e postura de fé, assemelhando-se à Palavra de 1 Pedro 3.15: "... antes, santificai a Cristo, como Senhor, em vosso coração, estando sempre preparados para responder a todo aquele que vos pedir razão da esperança que há em vós".

Não nos aborreçamos, visualizemos essa situação como oportunidade para expor "a razão da nossa esperança". Reagindo desta maneira, a pessoa vai se calando e passa a nos escutar com atenção. Em situação como essa nos damos conta que as almas têm sede.

Vamos nos lembrar da nossa identidade, pois foi o próprio Jesus que declarou: Vós sois sal".

Conservante

Há um costume, principalmente da região nordeste do nosso Brasil, de  salgar a carne, para ampliar seu tempo tempo de utilidade, pois o sal tem o atributo da preservação.

Dia após dia, este mundo vem se deteriorando, é irreversível o processo de deterioração.

Ponho-me a pensar na seguinte situação: digamos que nossos vizinhos da direita e da esquerda não tenham Jesus como Senhor e Salvador. Então, toda manhã eles correm para ver se ainda estamos em nossas casas, pois quando a Igreja for retirada da Terra, esse mundo se deteriorará por completo-o, chegará ao adiantado estado de putrefação, exalará cheiro muito ruim, devido ao estado avançado de putrefação. O apodrecimento não acontece agora por causa da minha e da sua presença, que somos igreja, estamos preservando-o,

Vamos nos lembrar da nossa identidade, pois foi quem declarou: Vós sois sal".

E.A.G.

Fonte: Revista Renovação da Fé, página 46, ano 16, nº 67, julho a agosto de 2016, São Paulo (PROL Gráfica e Editora). Título original do artigo: "Não perder a identidade". Conteúdo adaptação ao blog.

Nenhum comentário:

As 7 postagens mais acessadas na semana

As 7 postagens mais acessadas nos últimos 30 dias

As 7 postagens mais populares (geral - desde 12 de junho de 2007)

▲ Clique na imagem para retornar ao topo do blog.

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes
Cidade Ocean - Praia Grande - São Paulo/SP - Brasil.