Research | Pesquisar artigos de Belverede

Select the language

quinta-feira, 28 de julho de 2016

Relações interpessoais em conflito na vida do cristão


"Amados, amemo-nos uns aos outros, porque o amor procede de Deus; e todo aquele que ama é nascido de Deus e conhece a Deus. Aquele que não ama não conhece a Deus, pois Deus é amor"
 1 João 4.7-8

Hoje, eu me deparei com um desabafo de uma pessoa amiga no Facebook. Ela é cristã e está vivendo uma situação de interesses incompatíveis com um grupo de pessoas não evangélicas. A circunstância é bastante comum e sendo assim, para que haja aprendizado, penso ser interessante compartilhar este fato, porém, preservando os nomes de envolvidos.

"Não vou insistir em certas coisas que sei que não vão ser mais as mesmas. infelizmente as pessoas crescem, mudam, traem e deixam morrer aquele amor inocente, usam desculpas para serem frias e irreverentes. Para mim, nada justifica a ausência. Acho que já sofri demais nesse âmbito. Eu não consigo enxergar motivos que justifiquem o desprezo em qualquer tipo de amor. Porcelana quebrada não se refaz, e mesmo que consertasse jamais seria igual! (...) Então se não for pra ser como antes, para que tentar?' (...) 'Eu sou humana primeiramente, e tenho direito a ter meus sentimentos. e certos sentimentos quando não são recíprocos, não vale apena insistir." 

Irmã A.,

Você tem razão, os dias passam, as pessoas crescem e mudam. Num dia são crianças e algumas com o passar do tempo tornam-se apenas grandes. Sim, digo “grandes” porque algumas crescem sem amadurecer, sem tomar atitudes de gente adulta. Eu acredito que você está no processo de amadurecimento e amadurecerá completamente.

Vou parafrasear o apóstolo João, no primeiro capítulo da primeira carta: você já sabe o que vou dizer, e porque sabe quero relembrar contigo, com a intenção que preserve a comunhão com Deus e assim a sua alegria em Cristo seja sempre completa.

Desculpas para deixar de amar? Nem Deus aceita esta tipo de evasiva ou justificativa. A ordem é amar até os inimigos!

Desprezar e ser frio? São muitas pessoas que passam por essas fases de relacionamentos difíceis. Quem é alvo de atitudes assim, sendo cristão de verdade, deve encarar a situação como oportunidade de amar mais! Sim, amar como um cristão amadurecido! Amar como Jesus Cristo amou a todos nós, que somos pecadores.

Os momentos conflitantes são momentos de irar sem pecar. Ser guiado pela raiva é o mesmo que se permitir regredir, se deixar diminuir porque está autorizando a própria destruição. Colhemos só aquilo que plantamos, a semeadura de ações raivosas nunca terá como consequência a sega do abraço do Pai celestial (Gálatas 6.7-8). Então, nunca deixe de amar, ame quem te ama e ame quem não tem capacidade de demonstrar reciprocidade de sentimento.

Como manifestar amor nesta situação crítica? Coloque-se no lugar do outro que está vivendo o período do amor frio, analise se a pessoa precisa de tempo para pensar e reagir à frieza que invadiu o coração dela; não deixe de orar para que Deus ajude-a a viver como alguém amadurecido. Ao manifestar seu amor, não pense que deverá humilhar-se para está pessoa de coração frio, humilhe-se somente diante de Deus em momentos de oração e dessa maneira será exaltada (1 Pedro 5.6). Leia a Bíblia e pense em agir conforme a Bíblia recomenda (Salmos 119.105).

A raiz de todos os males está naquele que Deus expulsou lá do céu! Ele pecou no início, induziu Adão e Eva a pecarem e tenta nos persuadir a pecar também. Deus é amor e a fonte de amor, portanto, jamais pratica o mal, não responde ao mal com o mal, ao contrário, responde com o bem, sempre age benignamente (Romanos 13.10; 1 Coríntios 13.4).

Nestes momentos que recebemos essas atitudes de indiferenças, falo por experiência própria, a tendência é querer agir segundo a concupiscência da carne, revidar com a mesma moeda. Então, precisamos nos lembrar de que Deus é justo e não permite que nós recebamos tentação além do nosso limite. E sendo assim, devemos lembrar que, mesmo sendo um momento tão absurdo, podemos escolher continuar a viver segundo o Espírito. E se rejeitamos a carne e escolhemos viver conforme o Espírito, demonstramos para nós mesmo e para Deus que realmente o amamos, porque quem ama o próximo também ama a Deus de verdade!

Ame, irmã A.. Conserve o entusiasmo em relação à fé em Cristo.

Torço por sua felicidade!

Seu irmão em Cristo,

Eliseu.

4 comentários:

Luciana Quedevez "Para a glória de Deus" disse...

Quando decidimos fazer a vontade do Pai, o Espírito Santo nos ajuda a amar,enquanto não decidimos agiremos com pensamentos humanos e trataremos com indiferença.

Eliseu Antonio Gomes disse...

Luciana, concordo plenamente com seu modo de entender este assunto.

arlete barros da silva disse...

Eu gostaria muito de entender isso a palavra de Deus

Eliseu Antonio Gomes disse...

Olá, Arlete.

Que bom, você manifestar este desejo de entender a Palavra de Deus.

Eu penso que o que deve fazer em primeiro lugar, para entender as Escrituras Sagradas corretamente, é buscar ao Senhor em oração, pedindo que Ele a ajude através do Espírito Santo. Tenha certeza que o pedido será atendido, pois esta é a vontade dEle para você.

Em segundo lugar, ao estar com um exemplar em mãos, ter a disposição de ler com a mente aberta, deixando que o conteúdo bíblico molde seu jeito de agir e reagir, modo de pensar e viver.

Terceiro: aconselho que participe de escolas bíblicas dominicais. Eu conheço o currículo da Assembleia de Deus, com materiais publicados pela Casa Publicadora das Assembleias de Deus. São revistas que trazem ensino bíblico com uma maneira simples de explicar. Além da CPAD, existem outras editoras cujo material didático são importantes, outra que recomendo é a Central Gospel.

E.A.G.

As 7 postagens mais acessadas na semana

As 7 postagens mais acessadas nos últimos 30 dias

As 7 postagens mais populares (geral - desde 12 de junho de 2007)

▲ Clique na imagem para retornar ao topo do blog.

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes
Cidade Ocean - Praia Grande - São Paulo/SP - Brasil.