Research | Pesquisar artigos de Belverede

Select the language

sexta-feira, 4 de março de 2016

Polícia Federal surpreende Lula em sua casa e leva-o detido para depor

Ex-presidente Lula é levado à força para prestar depoimento

Nesta sexta-feira, a Operação Lava Jato, que investiga esquema bilionário de lavagem de dinheiro e evasão de divisas, chegou na 24ª fase. Segundo a PF, a operação ocorre na residência do ex-presidente Luiz Inácio da Silva, na Grande SP, e em outros pontos de SP, RJ e Bahia. Lula é alvo de condução coercitiva - quando policiais podem até conduzir a pessoa à força - e terá de prestar esclarecimentos respondendo quais são os motivos dos presentes recebidos de empreiteiras envolvidas na corrupção do escândalo em crimes da Petrobras. Os alvos principais são Lula, sua mulher e os dois filhos.

Em 29 de fevereiro, último, advogados do ex-presidente protocolaram pedido de habeas corpus no Tribunal de Justiça de São Paulo, para evitar seu depoimento na investigação feita pelo Ministério Público Estadual de São Paulo sobre o luxuoso apartamento tríplex reservado à sua família no Guarujá (SP) e também não ser preso. A surpresa? A ação do Juiz Federal da 13.ª Vara Criminal Federal de Curitiba, juiz Sergio Moro, atuante no Paraná, expediu o mandado de detenção coercitiva.

Em automóvel descaracterizado, Lula foi conduzido de sua residência, em São Bernardo dos Campos, para um departamento situado no aeroporto de Congonhas. Toda a área do aeroporto está isolado.

O rumo da investigação causa perplexidade no mundo político e deixa o meio jornalístico em polvorosa, aqui no Brasil e em redações no exterior, pois atinge o topo da pirâmide. Comenta-se que a ação ousada não trouxer à luz provas consistentes, terá viés negativo.

Paulo Sakamoto, presidente do Instituto Lula, braço direito do ex-presidente, também é alvo de outro mandado de condução coercitiva e terá que prestar esclarecimentos.

A PF age no Instituto Lula, na Zona Sul de São Paulo, o prédio está cercado por todos os lados por carros da polícia e helicópteros sobrevoam a região.

Na frente da casa do ex-presidente, há bastante movimentação. Estão presentes a Polícia Militar, CET (polícia de trânsito, que não interrompeu o tráfego) e forma-se uma multidão que protesta contra e a favor de Lula. Partidários gritam "isso é golpe" e manifestantes comemoram a detenção. Por volta de 7 horas, manifestantes e simpatizantes de Lula entraram em luta corporal. Carros passam fazendo buzinaços contra e a favor da operação policial.

Segundo Paula Valdez, repórter da Band falando ao programa Café com Jornal, a PF suspendeu todos os seus trabalhos neste dia, dando prioridade à investigação, nomeada como Operação Aletheia (do grego: busca da verdade), que apura empreiteiras e o pecuarista José Carlos Bumlai, se favoreceram Lula dando-lhe um sítio em Atibaia e um triplex no Guarujá como forma de esconder desvios do esquema de dinheiro da Petrobras.

De acordo com um dos procuradores do Ministério Público Federal, o líder do Partido dos Trabalhadores é um dos principais beneficiários de valores oriundos da Petrobras, muitos valores que foram ditos por Lula ter origens em palestras, na verdade vieram para suas contas por ser o chefe do esquema Petrolão.

Atualização, 09h13: Afonso Florence, líder do Partido dos Trabalhadores na Câmara dos Deputados, convoca vigília dos militantes e pede serenidade e parcimônia, mas conclamando os pobres e movimentos sociais a reagirem. Acusa oposição de criar factóide. Diz que Lula foi atacado moralmente pela operação Lava Jato, afirmando que a PF está instrumentalizada politicamente. 

Nenhum comentário:

As 7 postagens mais acessadas na semana

As 7 postagens mais acessadas nos últimos 30 dias

As 7 postagens mais populares (geral - desde 12 de junho de 2007)

▲ Clique na imagem para retornar ao topo do blog.

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes
Cidade Ocean - Praia Grande - São Paulo/SP - Brasil.