Research | Pesquisar artigos de Belverede

Select the language

quinta-feira, 2 de julho de 2015

Votação da proposta de emenda constitucional que reduz a maioridade penal de 18 para 16 anos é aprovada

Eduardo Cunha (PMDB-RJ), parlamentar evangélico, fez manobra inteligente e redução da maioridade penal avançou e passou em nova versão, frustando as intenções do Partido dos Trabalhadores (PT) e do seu auxiliar Partido Socialista e Liberdade (PSOL).

Votação da proposta de emenda constitucional que reduz a maioridade penal de 18 para 16 anos é aprovada na Câmara dos Deputados às 00h51 de 02 de julho de 2015.

Menos de 24 horas depois de uma rejeição, graças a um acordo realizado com líderes favoráveis a redução da maioridade penal - aliança entre as lideranças do PMDB, PSDB, PSC, PHS, e PSC - o presidente da Câmara, não se deu por derrotado ao recolocar em votação nesta quarta-feira (14) o texto original da PEC que reduz a maioridade penal de 18 para 16 anos para cometimento de crimes graves. Proposta parecida foi rejeitada pelo plenário ontem de madrugada, com 303 deputados votando a favor quando eram necessários 308. A proposta anterior previa que fosse alterada a maioridade nos casos de crimes hediondos - latrocínio e estupro -, homicídio doloso (intencional), lesão corporal grave, seguida ou não de morte, e roubo qualificado.

A redação do texto original e mais branda que a redação do substitutivo, vetado ontem. A PEC aprovada é fruto de uma emenda aglutinativa – texto escrito a partir de trechos de propostas de emenda à Constituição apensadas ao texto que está na pauta do plenário. Crimes como o tráfico de drogas foram excluídos e jovens que cometerem os crimes de homicídio responderão como adultos e cumprirão pena em cárceres separados de presos menores de 14 e maiores de 18.

Parlamentares contra a redução da maioridade reclamaram, declarando que o presidente da Câmara passou por cima da Constituição Federal e do regimento da Casa. "Na verdade, quando você rejeita o substitutivo, você passa à votação do texto original, você só não pode repetir o mesmo texto como o que existiu ontem" - rebateu Cunha em entrevista aos jornalistas de plantão.

Ontem, a votação era acompanhada nas galerias da Câmara efusivamente. Pouco mais de 150 manifestantes integrantes União Nacional dos Estudantes (UNE) e à União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes) assistiam a sessão das galerias do plenário e, ao ser revelado o resultado no painel, comemoraram ao gritos de "não, não, não à redução".

Hoje, um dos parlamentares responsável pela reviravolta do resultado que revelaram mudança de voto foi Heráclito fortes (PSB-PI). Na terça-feira, manifestantes o deixaram de pernas para o ar durante protesto contra PEC. O tombo lamentável ocorreu em um dos acessos ao salão verde da Câmara dos Deputados, quando um estudante o empurrou..

A redação original recebeu 323 votos a favor, 155 contra e 2 abstenções. O resultado atual é a primeira etapa da decisão deste tema, ainda haverá outra votação no segundo semestre e depois o projeto terá que passar pelo Senado Federal.

E.A.G.

Nenhum comentário:

As 7 postagens mais acessadas na semana

As 7 postagens mais acessadas nos últimos 30 dias

As 7 postagens mais populares (geral - desde 12 de junho de 2007)

▲ Clique na imagem para retornar ao topo do blog.

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes
Cidade Ocean - Praia Grande - São Paulo/SP - Brasil.