Research | Pesquisar artigos de Belverede

Select the language

sábado, 14 de março de 2015

Não darás falso testemunho

Por Eliseu Antonio Gomes

Numa sociedade simples, vivendo no deserto, Moisés apresentou o Decálogo, que entre as dez determinações divinas havia a proibição ao falso testemunho. A justiça deveria ser preservada por considerações das circunstâncias sociais e econômicas. Então, o nono mandamento surgiu para vetar a mentira, o mexerico e o testemunho falso contra o próximo, nos tribunais e no dia a dia.

Tanto no Antigo Testamento quanto na Nova Aliança esses três pecados são considerados partes do estilo de vida do ímpio, que motivado por intriga, inveja ou suborno usa a língua com maldade e com falta da verdade.

A mentira

Não devemos mentir contra ninguém. A Bíblia declara que a mentira é pecado e que o Diabo é o pai da mentira. Entre as pessoas mundanas, é aceitável a busca pelo interesse pessoal usando despudoradamente a mentira. Inventa-se o dolo contra alguém e este alguém que se vire com as explicações necessárias para restabelecer a verdade.

A verdade corresponde aos fatos e permanece em oposição à falsidade. A verdade é o conhecimento da realidade que o ser humano constata e relata. Deus é a Verdade e deseja que os nossos relacionamentos sejam pautados na verdade.

Deus se importa com o que sai da boca de seus servos e deseja que haja somente a verdade nos lábios do seu povo. O crente deve escolher sempre andar pela e na verdade em quaisquer lugares. Na família, na escola, no trabalho, nas amizades.

O mexerico

Entre os israelitas, as pessoas que espalhassem tagarelice maldosa estavam sujeitas à condenação da legislação mosaica.  "Não andarás como mexeriqueiro entre o teu povo; não te porás contra o sangue do teu próximo. Eu sou o Senhor" - Levítico 19.16.

Atualmente, com o advento das redes sociais, um comentário maldoso e mentiroso pode produzir danos irreparáveis muito rapidamente devido ao número de pessoas que terão acesso a ele.

Quem é de Jesus tem compromissos relacionados com a verdade. A verdade de quem é, do que faz e do que fala. Portanto, jamais deve emprestar a sua língua para levantar falso testemunho e espalhar ondas de boatos contra o próximo.

O falso testemunho

A mentira e a falsidade aborrecem a Deus e prejudicam o próximo, pode destruir lares, arruinar carreira profissional, e até induzir a vítima ao suicídio. É um atentato contra o Criador e contra a criatura. é capaz de destruir o bom nome que alguém levou uma vida inteira para construir (Salmo 109.2; Provérbios 6.16-19).

Quando os judeus caminhavam pelo deserto rumo à Canaã, quase todos os crimes tinham como resultado as penas capitais. A pessoa que testemunhasse com falsidade sabia que se não fosse descoberta em seu erro teria que ser executora do próximo contra quem mentiu, e por ser culpada de sangue inocente, a lei determinava que aquele que cometeu tal delito, o falso testemunho, deveria pagar com a própria vida (Deuteronômio 17.7).

A violação do nono mandamento é um pecado grave na lei divina e crime na lei dos homens - calúnia e difamação - mas muitos não se dão conta disso. De acordo com o código penal brasileiro, o crime de falso testemunho consiste em fazer afirmação falsa, ou negar ou calar a verdade como testemunha em processo judicial, policial ou administrativo. Dar, oferecer ou prometer dinheiro ou outra vantagem a testemunha, para fazer afirmação falsa, negar ou calar a verdade em depoimento, ainda que a oferta não seja aceita.

Conclusão

"Jesus respondeu: Tu dizes que eu sou rei. Eu para isso nasci, e para isso vim ao mundo, a fim de dar testemunho da verdade. Todo aquele que é da verdade ouve a minha voz" -  João 18.37.

O propósito do nono mandamento é erradicar a imputação falsa que ofenda a reputação e a honra do próximo, coibir difamadores e caluniadores. Jesus Cristo ratificou o nono mandamento e o apóstolo Paulo reafirmou que emitir falso testemunho é uma ação de pecado, portanto está claro que é dever do cristão permanecer longe da mentira, calúnia, falsidade e mexericos (Mateus 19.18; Romanos 13.9; 2 Corintios 12.20).

Deus deseja que venhamos a amar a respeitar o próximo, jamais usar subterfúgios maldosos contra o nosso semelhante. O cristão verdadeiro não se ajunta com fofoqueiros e mentirosos. Sabe que no Dia do Juízo teremos que dar conta ao nosso Senhor de toda palavra ociosa proferida pela nossa boca (Mateus 12.36).

E.A.G.

Compilação:
Ensinador Cristão, ano 16, nº 61, página 41, jan/fev/mar 2015, Rio de Janeiro (CPAD). 
Êxodo, Introdução e Comentário, R. Allan Cole, páginas 154, 155, reimpressão 2011, São Paulo (Vida Nova);
Lições Bíblicas - Professor, Os Dez Mandamentos - Valores divinos para uma sociedade em constante mudança, Esequias Soares, 1° trimestre de 2015, páginas 76 a 82, Rio de Janeiro (CPAD). 

Nenhum comentário:

As 7 postagens mais acessadas na semana

As 7 postagens mais acessadas nos últimos 30 dias

As 7 postagens mais populares (geral - desde 12 de junho de 2007)

▲ Clique na imagem para retornar ao topo do blog.

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes
Cidade Ocean - Praia Grande - São Paulo/SP - Brasil.