Research | Pesquisar artigos de Belverede

Select the language

terça-feira, 10 de março de 2015

A gratidão dos corvos

Katy Sewall
de Seattle para a BBC News 

Gabi Mann alimenta as aves há anos. Em troca, eles trazem de volta pequenos objetos, como botões, clipes de papel e até brincos. Gabi guarda seus "presentes" cuidadosamente em uma caixa na sala de jantar da casa da família. "Você pode olhar de perto, mas não toque", avisa a menina, repetindo uma frase que diz ao irmão mais novo.

Dentro da caixa é possível ver os objetos embalados e até alguns com rótulos. "Guardamos na melhor condição que conseguimos", disse a menina segurando uma das embalagens. Entre os presentes, está uma bola prateada em miniatura, um botão preto, um clipe azul, uma miçanga amarela, um pedaço de espuma preta, desbotada, uma peça azul de Lego. Muitos deles estão sujos e arranhados, mas, para Gabi, este é um verdadeiro tesouro.

A amizade da menina com os corvos começou por acidente em 2011. Gabi estava com 4 anos e sempre deixava o que estava comendo cair no chão. Ela saía do carro da família, e um pedaço pequeno de frango empanado caía de seu colo. Um corvo vinha voando para pegá-lo. Logo, os corvos estavam observando Gabi, esperando por mais restos de comida. Quando ficou mais velha, a menina recompensou esta atenção das aves dividindo seu lanche a caminho do ponto de ônibus para ir para à escola. O irmão se juntou à brincadeira.

Depois disso, os corvos se reuniam na parte da tarde para receber Gabi, esperando por mais comida. A mãe de Gabi, Lisa Mann, não se importava com o fato de as aves devorarem a maior parte do lanche que ela preparava para a filha.

Em 2013, Gabi e Lisa começaram a oferecer os alimentos seguindo uma rotina diária, em vez de simplesmente derrubar alguns restos de vez em quando. Todas as manhãs, mãe e filha enchiam o bebedouro para aves do quintal com água fresca e cobriam as bandejas para alimentação das aves com amendoins. Gabi também espalhava comida para cachorro na grama. Enquanto elas terminavam este trabalho, os corvos já se reuniam nas linhas telefônicas e postes, piando alto para as duas. Depois que elas adotaram esta rotina, os presentes começaram a aparecer. Os corvos comiam todo o amendoim e deixavam os pequenos objetos nas bandejas vazias: um brinco, uma pedra polida, uma dobradiça. (...)

Gabi já recebeu alguns presentes diferentes. A mãe teve que jogar fora uma pata de caranguejo que estava apodrecendo. A menina também já recebeu um parafuso enferrujado que ela embalou e rotulou como seu "terceiro presente favorito", pois, para ela, o corvo poderia estar tentando "construir uma casa".

A mãe, Lisa, fotografa os corvos e registra o comportamento das aves. O presente mais incrível deixado por eles chegou há algumas semanas, quando Lisa perdeu uma tampa de uma lente da câmera em uma rua próxima e encontrou tempos depois no bebedouro das aves.

Lisa filmou o quintal e assistiu ao vídeo pelo computador. O corvo estava nas imagens. "Você pode vê-lo trazendo a tampa para o quintal. Indo até o bebedouro e até mesmo passando um tempo enxaguando a tampa da lente." "Tenho certeza de que foi intencional. Eles nos observam o tempo todo. Tenho certeza que eles sabiam que eu deixei cair. Sei que eles decidiram que queriam devolver", acrescentou.

__________

Artigos paralelos em Belverede:

A inteligência do corvo
Os corvos na Bíblia

__________

Comentário Belverede: 

"Cantai ao Senhor em ação de graças; cantai louvores ao nosso Deus sobre a harpa. Ele é o que cobre o céu de nuvens, o que prepara a chuva para a terra, e o que faz produzir erva sobre os montes; o que dá aos animais o seu sustento, e aos filhos dos corvos, quando clamam" - Salmos 147.7-9. Interpretação do texto bíblico: Deus usa pessoas bondosas como instrumentos de propagação de sua bondade.

Matéria apresentada neste blog em forma resumida. Acesse a fonte do artigo para encontrar fotos das aves e o parecer de um professor, especializado em vida selvagem, falando sobre a situação apresentada no artigo.

http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2015/02/150226_vert_menina_alimenta_corvos_fn.shtml?ocid=socialflow_facebook

2 comentários:

Theonia Soares disse...

História linda e comovente, exemplo a seguir, tanto da criança como dos corvos, que, por gratidão levam o que tem de melhor para presentear a menina. DEUS sempre usa seus animais para que os humanos sigam, eles muitas vezes servem de exemplo mesmo, mas o ser humano... se acha tão superior a eles que os maltratam. Eu sempre digo que uma pessoa que serve a DEUS de todo o coração, trata bem os animais. Sou "protetora" dos animais e esses dias vi uma noticia de um certo pastor que arrastou um cao amarrado em seu carro, se é verdade ou não, DEUS sabe, confesso que entreguei ao SENHOR mais essa injustiça feita aos animais que DEUS criou e os pôs nesse mundo para que ficasse mais lindo, colorido e amoroso.

" O JUSTO CUIDA BEM DO SEU ANIMAL." Provérbios 12;10
Teônia

Eliseu Antonio Gomes disse...

Por é, Theonia.

O Criador tem um propósito ao ter colocado entre nós os animais.

É importante lembrar que figuras de bichos também são citadas nas Escrituras nas descrições do querubins, uma classe dos anjos.

Abraço.

As 7 postagens mais acessadas na semana

As 7 postagens mais acessadas nos últimos 30 dias

As 7 postagens mais populares (geral - desde 12 de junho de 2007)

▲ Clique na imagem para retornar ao topo do blog.

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes
Cidade Ocean - Praia Grande - São Paulo/SP - Brasil.