Research | Pesquisar artigos de Belverede

Select the language

sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

O cristão evangélico na academia de ginástica

Ao observar o que acontece nos grandes centros urbanos do Brasil, percebemos que existe exagero quanto aos cuidados com a imagem da estrutura física. Pessoas passam horas se exercitando numa espécie de culto ao próprio corpo. Não é papel exclusivo do povo brasileiro praticar exercício físico com a finalidade de melhorar a estética, ao redor do mundo toda cultura valoriza a imagem pessoal, ainda que de maneiras distintas.

O cristão evangélico pode frequentar academia de ginástica? Alguns perguntam se a pessoa cristã pode ser frequentadora desses lugares. Ao crente maduro na fé, essa pergunta é desnecessária e considerada desgastante.  Mas, de tempos em tempos tal interrogação sempre vem à tona, é realizada com interesse sincero por crentes novos convertidos.

Não podemos desmerecer ninguém, nem os que são favoráveis ao uso da academia e nem aqueles que são contra. Seja qual for sua opinião sobre o assunto, deve possuir respaldo bíblico.

Ter uma bela aparência, estar bem cuidado e saudável é uma situação ótima, todavia, o que mais importa não é se estamos gordo ou magro, fransino ou musculoso, pois o que há de maior valor é o que mantemos em nosso coração (Salmo 119.11; Mateus 15.11).

Crentes contrários  

Indivíduos com a mente fechada, sendo homem ou mulher, dizem que é pecado frequentar a academia, usam o texto bíblico de 1 Timóteo 4.7-8: "Exercita-te a ti mesmo em piedade; porque o exercício corporal para pouco aproveita, mas a piedade para tudo é proveitosa, tendo a promessa da vida presente e da que há de vir." 

Com este argumento, afirmam que o frequentador de academia seria alguém com os pés já no inferno, pois  frequentá-la seria uma espécie de supervalorização da imagem, alimentação da vaidade. Mas se esquecem que as Escrituras nos informam que tudo (repito: tudo) é vaidade. Está  escrito em Eclesiastes 1.2: "Vaidade de vaidades, diz o pregador, vaidade de vaidades! Tudo é vaidade." Ou seja, tanto a opção de recusa quanto a de frequentar a academia ambas são escolhas vaidosas.

Exercício da piedade e exercício físico

"O exercício corporal para pouco se aproveita." Pouco" não é o mesmo que nada, e não é reprovação. O texto bíblico compara o exercício da piedade com o exercício físico. Logicamente a atividade física vale menos. Contudo não há censura em nenhum lugar da Bíblia quanto aos cuidados com o corpo.

Piedade, em grego é "eusebeia", tem a conotação de reverência e respeito a Deus tanto em palavras quanto em ações. Portanto, a atitude mais relevante na vida do cristão é o cuidado com as coisas espirituais e não a dedicação em cuidar de sua parte física.

Crentes favoráveis

Os cristãos que não se deixam prender ao núcleo mais conservador da religião cristã afirmam que não é pecado frequentar uma academia. Usando o texto de 1 Coríntios 3.17, argumentam que o corpo humano é o templo do Espírito Santo e que o cristão deve conservá-lo em boa forma, sempre da melhor maneira possível.

Eles dizem: "Quem quiser ir, que vá, pois tem mais é que se cuidar: ir ao spa para realizar reeducação alimentar; praticar natação, exercitar-se em hidroginástica, etc. Mas quem não quiser que não vá. Porém, qualquer que seja a  decisão que seja feita com moderação."

Saúde

Não podemos julgar um pelos outros. Cada qual sabe o que está enfrentando em questões de saúde.

Precisamos cuidar do corpo. Conheço algumas pessoas que passaram a frequentar academias por orientação médica, com a finalidade de mudar a postura e livrarem-se de dores na região da coluna. Situação assim merece ser bem aproveitada. Quem não frequenta deveria pelo menos caminhar três vezes por semana. Jesus e seus discípulos faziam exercícios todos os dias ao caminharem levando a mensagem das Boas Novas de salvação pelos vales e montanhas de Israel.

O hábito de frequentar academia é bom. O cuidado com o corpo por motivos de saúde não é coisa do mundo pós-moderno, é possível constatar vários indícios de atividades físicas regulares nas sociedades antigas.

Pode ou não pode?

O cristão pode tudo, porque todas as coisas são lícitas. Mas o cristão precisa priorizar o que edifica e não se deixar dominar por nada, evitar ser pedra de tropeço na vida do próximo pelo seu modo de viver. Ver: Romanos 14.22-23; 1 Coríntios 6,12; 10,23.

Conclusão

Quem pensa ser necessário alimentar a vaidade ao extremo, deve vigiar, pois pode cair no engano do Maligno.

Considero gente fora da realidade quem segue exageradamente uma moda, porque mais cedo ou mais tarde será abandonado por ela, pois todas as modas são temporais. Provavelmente, daqui uns anos essas pessoas, modeladas em máquinas de academia de ginástica, terão vergonha de mostrar suas imagens em fotos e vídeos, considerarão no futuro o registro do estilo de vida que levam agora imagens que devem esconder e esquecer.

Sinceramente, não considero corpos modelados em malhações de academias os mais bonitos. Mas respeito quem se sinta melhor torneando as linhas de seu corpo.

E.A.G.

Artigo publicado a partir de uma participação em debate sobre o assunto no grupo Assembleia de Deus Tradicional em 30 de janeiro de 2015 - https://www.facebook.com/groups/adtradicional/

3 comentários:

Ismael Brito disse...

A Paz do Senhor Jesus.
Parabéns pelo texto, concordo com o irmão e vejo que há exageros quanto ao desprendimento e liberdade em favor da "saúde", mas como diz o texto: todas as coisas me são licitas, mas nem todas as coisas me convem...

Um assunto muito importante no meio cristão, estou reverberando o texto em meu blog "Aqui eu Aprendi!" e direcionando para esta tão rico espaço.

Irmão Eliseu, abraço fraterno
Pastor Ismael

RaDio coneXão fUnk disse...

Gostei
😘

Eliseu Antonio Gomes disse...

Rádio Conexão.

Deus te abençoe, radialista.

Abraço.

As 7 postagens mais acessadas na semana

As 7 postagens mais acessadas nos últimos 30 dias

As 7 postagens mais populares (geral - desde 12 de junho de 2007)

▲ Clique na imagem para retornar ao topo do blog.

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes
Cidade Ocean - Praia Grande - São Paulo/SP - Brasil.