Select the language

Research | Pesquisar artigos de Belverede

quinta-feira, 31 de julho de 2014

O megatemplo que Edir Macedo considera ser o novo Templo de Salomão

Acontece nesta quinta-feira a inauguração do Templo de Salomão, réplica construída em proporções maiores que o original, pela Igreja Universal do Reino de Deus (IURD), na Avenida Celso Garcia, no bairro do Brás,  na Zona Leste, bem próximo da região central de São Paulo. Afirma-se que a obra custou R$ 680 milhões. 

A presidente Dilma Rousseff e os apresentadores Silvio Santos e Gugu Liberato, parlamentares do PRB, partido com estreita ligação com a Universal e aliado do governo no Congresso, garantiram comparecer. O senador Marcelo Crivella, candidato ao governo do Rio de Janeiro e sobrinho de Edir Macedo, é presença mais que garantida. Convites também foram distribuídos aos 27 governadores, ministros de Estado, ministros do Supremo Tribunal Federal, ao presidente do Congresso, Renan Calheiros, e para o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad.

A estrutura possui 70 mil metros quadrados de área construída — o equivalente a 16 campos de futebol - e comporta mais de dez mil pessoas sentadas. Mede 126 metros de comprimento e 104 metros de largura, essas dimensões superam o tamanho da maior Igreja Católica na cidade de São Paulo, a Catedral da Sé. Alcança 55 metros de altura, o que corresponde a um edifício com 18 andares e representa o dobro do comprimento da  estátua do Cristo Redentor, no Rio de Janeiro.

Segundo Simon Romero, o articulista de uma recente matéria do New York Times, o novo templo da IURD pode ser uma estratégia de marketing que está funcionando. Ele refere-se ao templo como uma das maiores estruturas religiosas do Brasil, fazendo com que a estátua do Cristo Redentor se pareça com um "trinket" (Não sei como traduzir ao pé da letra o termo conforme a intenção da adjetivação do jornalista. Enfeite? Penduricalho? Bugiganga?). Lembra que a Universal projeta sua influência através da rede de televisão e atua em mais de 100 países, inclusive nos Estados Unidos, com cerca de 60 mil religiosos, mas mesmo assim possui concorrência importantes em território brasileiro, fazendo alusão às igrejas evangélicas pentecostais, sem citar o nome delas. Menciona o cenário católico do Brasil e os dados mais recentes do censo do IBGE, em que o número de evangélicos é apontado em curva crescente.

De acordo com o bispo Edir Macedo, o templo não tem o ouro, como a construção original,  mas possui a riqueza de detalhes aplicados a todos os cantos, algo semelhante ao que houve no santuário bíblico. "Temos pedidos, a partir de Jerusalém, o mesmo tipo de pedras usadas por Salomão, pois queremos cobrir as paredes dos templos com eles. Queremos que as pessoas tenham um lugar bonito para buscar a Deus e também ter a oportunidade de tocar essas pedras e orar ", declarou Macedo durante uma reunião em São Paulo. Também disse acreditar que o local não será limitado à visitação dos membros de sua igreja, mas se tornará uma atração cultural e turística que vai chamar a atenção de pessoas de todo o mundo.

O arquiteto e designer do templo, Rogério Silva de Araújo, declarou que o projeto arquitetônico foi elaborado com a melhor tecnologia de ponta visando causar o menor impacto possível ao meio ambiente. Teria sido usado materiais reciclados regionais para viabilizar a utilização racional da energia; criados sistemas de reutilização de água e calor.

No interior do edifício, há salas de aula para 1.300 crianças, e estúdios de rádio e televisão.  "A partir da fachada para o auditório, criamos um ambiente que vai levar as pessoas de volta ao passado. Para isso, usamos tecnologia de ponta associada ao bom senso arquitetônico para evitar um choque de períodos ", disse Araújo ao site da IURD na Nova Zelândia, umas das fontes de donativos para a edificação do prédio.

No lote do templo, há um parque de estacionamento capaz de acomodar 1.000 veículos e 50 ônibus. Cogita-se que para esta proporção, para a região da cidade será preciso aumentar instalações de sinais de trânsito e fazer outras melhorias nas ruas do entorno, para que o fluxo de trânsito não seja prejudicado.

O Ministério Público de São Paulo apura suspeitas de irregularidades na emissão de alvará para construção do complexo. Segundo acusações, o prédio foi erguido com um alvará para reforma, e não para construção, e com esta  documentação em mãos os engenheiros da Igreja Universal conseguiram economizar custos, irregularmente, para a denominação evangélica neopentencostal e tornar favorável as contrapartidas exigidas pela Prefeitura quanto ao tráfego de veículos na região.

Comentário Belverede: Verdades e boatos à parte, considerando que Atos 17.24 afirma que o "Deus que fez o mundo e tudo que nele há, sendo Senhor do céu e da terra, não habita em templos feitos por mãos de homens”, é preocupante ouvir o bispo Edir Macedo e pastores da IURD afirmarem que o suntuoso prédio é a casa do Criador.

E.A.G.

Consultas:
http://ultimosegundo.ig.com.br/politica/2014-07-29/universal-convida-alto-clero-da-politica-a-conhecer-templo-de-salomao.html
http://noticias.r7.com/brasil/templo-de-salomao-sera-inaugurado-nesta-quinta-feira-em-sao-paulo-31072014
http://www.uckg.co.nz/templo-of-solamon.aspx 
http://www.bispomacedo.com.br
http://www.nytimes.com/2014/07/25/world/americas/temple-in-brazil-appeals-to-a-surge-in-evangelicals.html

66 introduções aos livros da Bíblia Sagrada


A intenção do Editor deste blog é entregar aos Leitores de Belverede ao menos um comentário sobre cada um dos sessenta e seis livros da Bíblia Sagrada. Os artigos são o resultado de compilações de livros e revistas de estudos bíblicos, que acompanham a sugestão ao amante da Palavra de Deus de procurar aprofundar-se mais no tema pesquisando em mais fontes.

Na posição de Blogueiro, a proposta está aqui, mas a permissão para que seja exposta todas as introduções do cânon bíblico  vem lá do alto. Que Deus nos permita realizar na íntegra tal objetivo, lembrando que ao curso de sete anos de blogagem uma boa parte já está pronta - basta indicar o post com um link ativo. 

Antigo Testamento

Gênesis  |  Êxodo | Levíticos | Números | Deuteronômio | Josué | Juízes  |  Rute  |  1 Samuel | 2 Samuel | 1 Reis | 2 Reis | 1 Crônicas | 2 Crônicas | Esdras | Neemias | Ester | Jó | Salmos | Provérbios | Eclesiastes | Cânticos dos cânticos de Salomão | Isaías | Jeremias | Lamentações de Jeremias | Ezequiel | Daniel | Oséias | Joel | Amós | Obadias | Jonas | Miquéias | Naum | Habacuque | Sofonias | Ageu | Zacarias | Malaquias 

Novo Testamento

Mateus | Marcos | Lucas | João | Atos dos Apóstolos | Romanos | 1 Coríntios | 2 Coríntios | Gálatas | Efésios | Filipenses | Colossenses | 1 Tessalonicenses | 2 Tessalonicenses | 1 Timóteo | 2 Timóteo | Tito | Filemon | Hebreus | Tiago | 1 Pedro | 2 Pedro | 1 João | 2 João | 3 João | Judas | Apocalipse

quarta-feira, 30 de julho de 2014

Rute: o oitavo livro da Bíblia Sagrada

Boaz permite Rute colher trigos de seus campos. Antes ele
havia ouvido sobre seu tratamento bondoso em favor de
Noemi. Ilustração de William Brassey Hole (1846 1917). 
O autor do Livro de Rute não é identificado no texto. A tradição aponta ao profeta Samuel, devido a semelhança de linguagem com os livros Juízes e Samuel. Outros autores indicados são Davi e Ezequias. No entanto, nenhuma dessas afirmações são comprovadas.

De acordo com o texto, a história acontece no período final do tempo dos juízes, mas sua redação costuma ser datada do tempo do reinado de Davi (Rute 4.22).

O livro de Rute apresenta uma bela narrativa sobre a verdadeira fé e o temor de Deus. Exibe para nós o retrato fascinante de uma mulher que, apesar de ter crescido em uma cultura pagã, aprendeu a honrar e obedecer a Deus por meio do seu caráter exemplar e profunda humildade. Mostra como era o cenário do tempo violento dos juízes pela perspectiva de uma série de vislumbres íntimos da vida particular de membros de uma família israelita. Relembra memoravelmente a bondade e a provisão do Senhor na vida de duas viúvas: Noemi, senhora hebreia, e Rute, jovem moabita.

Rute era viúva, estrangeira e nora de Noemi, sua personalidade era serena e cheia de paz. Ainda que não fluísse sangue israelita em sua veias, ela possuía fé no Deus de Israel, provavelmente por observar o estilo de vida santo de sua sogra.

O relacionamento de amizade entre Rute e Noemi era exemplar, poético, intenso. Não era parcial e nem possessivo. Quando Noemi decidiu voltar para sua terra natal, deixou Rute totalmente livre para permanecer em Moabe. Mas Rute estava determinada a acompanhar Noemi. Assim, após ambas chegarem a Belém, Noemi se empenhou ao máximo para arranjar um novo casamento para Rute. A seu tempo, as duas mulheres assoladas pela pobreza, encontram o favor de um rico fazendeiro hebreu, chamado Boaz, que se apaixonou e casou-se com Rute.

Em meio ao caos nacional e crueldade da época, Boaz demonstrou gentileza, integridade e cuidado com Rute e Noemi, fez o que era certo e bom: "Ouve, filha minha; não vás colher em outro campo, nem tampouco passes daqui; porém aqui ficarás com as minhas moças. Os teus olhos estarão atentos no campo que segarem, e irás após elas; não dei ordem aos moços, que não te molestem? Tendo tu sede, vai aos vasos, e bebe do que os moços tirarem" (2.8-9).

Boaz representa o homem com caráter de Deus, que gentilmente cuidou destas duas viúvas em tempos difíceis, como Tiago 1.17 nos instrui a fazer. Ele considerava Rute uma mulher virtuosa (3.11).

A história contida no Livro de Rute é cheia de amor e devoção, o leitor encontra Deus operando para proporcionar satisfação na vida de pessoas que se sentiam vazias em período de ausência de chuvas. Leitores modernos se deliciam não somente com a história de amor, mas também citam frequentemente o texto encontrado no capítulo 1 e versículo 16 ("aonde quer que tu fores, irei eu, e onde quer que pousares à noite, ali pousarei eu; o teu povo é o meu povo, o teu Deus é o meu Deus") em cerimônias de casamento, como parte da aliança e da promessa entre marido e esposa, sem considerar que a solene declaração são palavras de Rute dirigidas para sua sogra e não para seu par romântico.

As esposas e mães atuais, e cristãos em geral, podem aprender muito com a conduta de Rute, Boaz e Noemi, neste livro que tem um começo triste e um final feliz.

E.A.G.

Compilação:
A Bíblia da Mulher, página 446, impressão de 2011, Barueri, (Sociedade Bíblica do Brasil).
Bíblia Devocional da Mulher, página 306, edição 2003, São Paulo, (Editora Vida)
Bíblia de Estudo da Mulher, página 253, 6ª impressão em 2005, Belo Horizonte (Editora Atos).
Bíblia de Estudo Preparando Casais para a Vida, página 495, 1ª edição em maio de 2013, Rio de Janeiro (Editora Central Gospel).

terça-feira, 29 de julho de 2014

Charge: Inteligência em informática e o relacionamento online


A embriaguez e a sedução da beleza e gosto do vinho


"Para quem são os ais? Para quem os pesares? Para quem as pelejas? Para quem as queixas? Para quem as feridas sem causa? E para quem os olhos vermelhos? Para os que se demoram perto do vinho, para os que andam buscando vinho misturado. Não olhes para o vinho quando se mostra vermelho, quando resplandece no copo e se escoa suavemente. No fim, picará como a cobra, e como o basilisco morderá" - Provérbios 23.29-32.

Entre os muitos conselhos sábios que existem no Livro de Provérbios, encontramos a advertência sobre a embriaguez, o que nos leva a saber que problemas gerados pelo alcoolismo não é um fenômeno apenas da cultura dos tempos atuais. O texto bíblico mostra que já era situação recorrente no antigo Oriente Médio. Os mesmos sintomas que se vêem hoje em uma pessoa alcoólatra, são apresentados na página da Bíblia: brigas, rixas, feridas por motivos banais, queixas, saúde arruinada, perda de controle da própria vida, pesares, olhos vermelhos.

O escritor apresenta o exemplo de um bêbado, que ingere o vinho misturado com outras especiarias ou drogas. O conselho é para guardar-se da sedução da beleza e do gosto do vinho, pois o que parece extremamente apreciável no início ao final se mostrará igual a consequência, quase sempre fatal, do ataque do basilisco e da víbora.

Outras advertências sobre o perigo da embriaguez em Provérbios de Salomão: 20.1; 21.17; 23.20, 21; 23.30-35; 31.4-7.

As referências apontam às bebidas alcoólicas, mas podemos aplicar o mesmo princípio a todas as demais drogas da atualidade chamadas lícidas ou não, como o fumo à base de nicotina e de maconha por exemplo. Assim como era no passado, hoje em dia há muitas pessoas presas ao vício que ainda não se deram conta da situação que se encontram. Ingerem em excesso refrigerantes, estimulantes, suplementos. Sem orientação médica, muitos indivíduos fazem uso de maneira desregrada de analgésicos, xaropes e remédios em geral. Todos esses produtos agem como as sagazes serpentes, que se espreitam e atacam de surpresa envenenando suas vítimas, para segui-las cambaleantes e trêmulas até que caiam e morram, para depois devorá-las. 

E.A.G.

segunda-feira, 28 de julho de 2014

O cuidado ao falar e a religião pura

Por Eliseu Antonio Gomes

Ouvir é uma arte essencial

Há na atualidade pouca disposição em se ouvir, estudar e entender, compreender para expor um assunto. Mesmo sem maturidade intelectual, muitos querem sair por aí questionando e opinando sobre tudo e todos os temas antes de preparar-se para abordá-lo.

Ao ouvir alguém, quer através da comunicação verbal, escrita ou oral, quer através da comunicação não verbal, admitimos a possibilidade de aprender para conhecer. É esperado de quem se propõe a falar sobre qualquer assunto que tenha o mínimo de conhecimento necessário a respeito do tema que falará.

A fala do cristão

"Põe, ó Senhor, uma guarda à minha boca; guarda a porta dos meus lábios" - Salmo 141.3.

Tiago nos aconselha a manter a língua sob irrestrita vigilância. Afirma que "todos tropeçamos em muitas coisas", incluindo-se ele próprio entre os crentes que falham e acrescentando que "se alguém não tropeça em palavra" tal pessoa é perfeita e capaz de refrear todo o corpo.

É muito difícil dominar a linguagem, entretanto, é extremamente necessário combater o tropeço ao falar. A palavra dita sem pensar, fora do tempo, e sem conhecimento dos fatos pode provocar grandes tragédias. Às vezes dizemos algo que não gostaríamos que saísse de nossos lábios, quando percebemos o ato falho já aconteceu e o que foi dito causa sérios problemas a quem diz e a quem ouve. 

O modo de exprimir ideias e sentimentos ou a maneira de dizer revela o coração de uma pessoa. A língua controlada significa um coração e um corpo controlados. O tom de voz e o estilo de expressão apresentam o que vem do pensamento e da intenção, mostra o que está no interior da pessoa; por isso, devemos vigiar, santificando o linguajar e a alma, para não tropeçar no uso do vocabulário e ações.

Jesus Cristo advertiu: "Seja, porém, o vosso falar: Sim, sim; não, não; porque o que passa disso é de procedência maligna" - Mateus 5.37.

A calúnia, a difamação e a injúria constituem crimes cometidos com a língua, pecados que destroem valores humanos. O boato, a murmuração, o palavreado torpe agradam ao diabo e entristecem ao Espírito Santo. Se quisermos atingir o perfil do homem perfeito, teremos que controlar nosso ímpeto e evitarmos tropeçar na comunicação.

O cristão alcança o domínio no diálogo através da constância à leitura e prática do ensino da Palavra de Deus, vigiando e disciplinando a conversa. Ao entregar o nosso eu ao controle do Espírito Santo, Ele pode refrear nossos impulsos, inclusive a compulsão no pronunciar-se desordenadamente.

Através da fala, tanto podemos bendizer como amaldiçoar. É importantíssimo evitar a dubiedade da língua, calar quanto ao ato de disseminar maldição e falar apenas com a intenção de proclamar a bênção.

Na mesma linha de raciocínio de Tiago, 1.19, que ensina ser mais importante ouvir do que falar, o apóstolo Paulo escreveu que a fé surge no coração humano através da disposição de ouvir a Palavra de Deus. Jesus Cristo é o Verbo Divino de Deus, a quem devemos estar sempre atentos (João 1.1; Hebreus 1.1).

Quem ouve o que o Senhor nos diz alimenta a própria alma e ao abrir a sua boca para dirigir-se a alguém, falará reproduzindo a inteireza da Escritura, que "é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redargüir, para corrigir, para instruir em justiça; para que o homem de Deus seja perfeito, e perfeitamente instruído para toda a boa obra" (2 Timóteo 3.16-17).

Que Deus nos ajude a disciplinarmos nossa linguagem para que sirva de instrumento à exaltação do Senhor e à edificação espiritual do nosso próximo.

A religião pura

O que é religião? Geralmente a religião se caracteriza pela crença na existência de um poder ou princípio superior, sobrenatural, do qual depende o destino do ser humano e ao qual se deve respeito e obediência. A religião verdadeira é composta de autênticos discípulos de Cristo, não se consiste em ritual e regra humana, mas em vida de amor a Deus e ao próximo, portanto, ninguém deve pensar que agrada a Deus apenas pelo costume de frequentar um templo.

Na prática da religião pura, o crente possui autocontrole tanto no falar quanto em suas emoções. É pronto para ouvir e não se apressa para dizer algo e irar-se. Em tempo: a Bíblia Sagrada não proíbe o sentimento de indignação, apenas estabelece limites para a conduta cristã em momentos de raiva (Isaías 58.1, 7; Lucas 1945; Efésios 4.26; Provérbios 17.27).

Tiago compara a verdadeira e a falsa espiritualidade, a primeira chamada por ele de religião pura (1.7), que procede do coração voltado para Deus, é compreensiva e manifesta-se em atos positivos. No capítulo 2, ele trata da questão do crente não combinar a profissão de fé com a evidência clara de transformação de vida. E em 4.1-5, 7 enfatiza que a verdadeira espiritualidade é desinteressada, generosa, imparcial e paciente.

Em vista disso, o crente não deve pensar apenas em si mesmo, mas demonstrar o que significa amar tanto de teoria quanto de fato. Não basta dizer que temos fé, o verdadeiro teste da fé não são as nossas afirmações religiosas, mas as nossas ações em compatibilidade com o ensino de Cristo. A religião e a fé verdadeira são demonstradas por obras e atitudes que espelham o autêntico Evangelho.

O praticante da religião pura

"Porque, se alguém é ouvinte da palavra, e não cumpridor, é semelhante ao homem que contempla ao espelho o seu rosto natural; porque se contempla a si mesmo, e vai-se, e logo se esquece de como era" -Tiago 1.23-24.

No capítulo 1, versos 2 ao 18, Tiago aborda a necessidade de o crente pedir a sabedoria do alto. E nos versos 19 ao 27 ele expõe uma análise minuciosa sobre como o cristão deve usar esta sabedoria dentro e fora da comunidade cristã. Ensina que o crente precisa apresentar coerência, pois não é o discurso que mostra quem somos, mas a nossa ação.

O apóstolo usa a ilustração de uma pessoa diante do espelho para descrever o cristão que vive a religião pura. Tal pessoa ora tal qual o salmista, que pedia a Deus ajuda para contar os seus dias até alcançar um coração sábio (Salmos 90.12).

Contemplar-se diante do espelho é a mesma orientação apresentada por Cristo na parábola da trave e o argueiro: antes de observar a falha do outro é preciso observar-se atentamente e  corrigir os próprios erros. Também, é a mesma orientação de Paulo aos crentes à  mesa de Santa Ceia (Mateus 7.5; 1 Coríntios 11.28).

Conclusão

Quem dentre os religiosos é um discípulo de Cristo?

O praticante da religião pura é um autêntico discípulo de Cristo. Ele está pronto para ouvir e usa prudência ao falar; fala na hora certa, do modo certo; não vive uma vida de discursos vazios. Suas palavras são providas de uma consciência oriunda do Evangelho, através de sua conduta as pessoas em sua volta sabem o tipo de fé e sabedoria que ele tem.

Os discípulos de Jesus são pessoas que adotam o sacrifício da santificação pessoal diuturnamente, que é: refrear a língua; o exercício da misericórdia; manter-se puro. Sabem que é por meio da vida consagrada que irão influenciar positivamente o mundo, sabem que cada cristão é responsável por sua santificação e que cada um prestará conta de si mesmo a Deus.

Assim, em tudo que fazem aparece o respeito, a ternura e o amor. Professam e adotam as propostas do Evangelho, como também aplicam sua compreensão crescente da vida do Reino de Deus a todos os aspectos da sua vida na terra. Guardam-se a si mesmos de serem contaminados pelo sistema de valores da sociedade sem Deus; e empenham-se na busca de sua santificação e na pureza da sua vida (Romanos 14.12; 2 Pedro 3.14).

Os discípulos de Jesus são pessoas que adoram ao Pai e servem aos irmãos desinteressadamente.

E.A.G.

Compilações:
Ensinador Cristão, ano 15, nº 59, página 38, julho-setembro de 2014, Rio de Janeiro (CPAD). 
Lições bíblicas - Mestre, Eliezer de Lira e Silva; 3º trimestre de 2014, páginas 33-39, Rio de Janeiro (CPAD).
Lições Bíblicas - Mestre, Elinaldo Renovato de Lima; 1º trimestre de 1999, páginas 45-51, Rio de Janeiro (CPAD).
Revista Exposição Bíblica - Liberdade, Fé e Prática - Gálatas e Tiago; Arival Dias Casimiro; páginas 34; 3ª edição em julho de 2013; Santa Bárbara d'0este/SP (Z 3 Editora Ltda). 

Artigo atualizado: 02/08/14 - 5h01.

Vidraça embaçada

Nem todos os ricos são esnobes
Nem todos os pobres têm coração humilde
Nem toda dor encaminha para algo pior
Nem todo policial é um torturador
Nem toda lágrima nasce com a tristeza
Nem todo sorriso esbanja felicidade
Nem toda zona rural é composta de gente caipira
Nem toda metrópole é um polo industrial
Nem toda vida é vivida entre sonhos e sala de espera
Nem toda pergunta quer uma resposta
Nem toda retórica pretende trazer explicação
Nem toda omissão objetiva ao alívio de sofrimento
Nem toda verdade anunciada tem a dinâmica do amor
Nem todo fato é uma realidade a ser revelada
Nem todo segredo é escondido por ser vergonhoso
Nem tudo que é comum é normal
Nem todas as louras são burras
Nem todos os fins justificam os meios

Obviedades e distorções
Generalizações e percepções claras
Enfrentamento de medos e rejeições aos preconceitos

Atravesse a porta aberta para a liberdade
De ouvir e entender tudo
De se expressar e ser compreendido perfeitamente
Tudo é melhor quando se sabe viver acima das frases feitas
Nada pior do que seguir o fluxo da correnteza sem opção
[ para qual lugar estar.
__________

Por que escrevi os versos acima? A vida é repleta de frases feitas, que parecem explicar tudo em uma síntese mágica que simplifica viver. Mas não existe truque para viver. A vida para ser bem vivida precisa de bases reais, comunicação eficaz, vontade, coragem, observação e lógica.

E.A.G.

domingo, 27 de julho de 2014

quarta-feira, 23 de julho de 2014

Gerados pela palavra da verdade

Por Eliseu Antonio Gomes

Deus é sempre bom

A sabedoria de Deus é pura, boa, humilde, repleta de benignidade e bom senso. A carta de Tiago nos mostra que Ele em sua sabedoria age fazendo apenas o bem, jamais houve ou haverá nEle a variação entre benignidade e malignidade e entre luz e trevas.

Sejamos sempre bons, tratando o próximo como Jesus o trataria.

Os pobres e os ricos da igreja

Tiago usa enfoque escatológico para apresentar lições sobre ética cristã. A perspectiva de libertação ou julgamento na futura volta do Senhor é um fator motivacional que tem como objetivo nos incentivar a viver uma vida santa e agradável ao Senhor. Ele lembra que os cristãos são "herdeiros do reino" e "como que as primícias de suas criaturas", recorda que existe uma recompensa àqueles que se mostrarem fiéis e frutíferos, e faz admoestação dizendo que "o Juiz está às portas" para pedir prestações de contas aos que não vivem ordenadamente (1.10-11, 18; 2.5, 12-13; 3.1; 5.1-6, 9).

Os cristãos que não ocupam posições elevadas na sociedade, embora às vezes sejam desprezadas até dentro das igrejas por serem pobres, não devem ficar tristes, porque são grandes aos olhos do Senhor e jamais serão desprezadas e maltratadas por Deus (Marcos 4.18-19).

Os acumuladores

Tiago afirma que a acumulação de ouro e prata enferrujam e que a tal ferrugem servirá de testemunho contra acumuladores e a devorará como fogo. Diz que o dinheiro atrai desgraça ao que o adora, pois quem trata o dinheiro como "deus" é incapaz de ser justo, não o usa para ajudar o próximo, antes usa o próximo para enriquecer-se ainda mais.

Quem enriquece tendo como meio de enriquecimento a injustiça contra seus irmãos, um dia receberá a cobrança do Senhor dos Exércitos por não ter aliviado o sofrimento de seus filhos (Confira: Tiago 5.3-4).

O apóstolo não condena o rico apenas porque ele é rico, em 1.10-11, esclarece que a pessoa abastada também é considerada um irmão. Ele descreve os pecados que tornam alguns ricos censuráveis: uma maneira egoísta de acumular dinheiro (5.2-3); fraude contra o trabalhador (5.4); luxo sem sentido (5.5); perseguição ao justo (5.6).

Pobreza e riqueza são temas que aparecem em diversas passagens bíblicas. Deus tem um interesse todo especial pelas pessoas humildes de coração, sejam elas pobres ou ricas. Ele põe os pobres, se humildes, em lugares de honra e manda os ricos para longe de sua presença de mãos vazias, se estes forem avarentos e orgulhos (1 Samuel 2.1-8; Salmo 35.10; Provérbios 22.22-23; Amós 8.4-6; Lucas 1.51-53; 6.20, 24; 1 Timóteo 6.17-19).

Posições sociais e o acúmulo de dinheiro não tornam as pessoas mais dignas diante de Deus, então, jamais devemos atribuir a essas coisas importância exagerada e nem honrar as pessoas apenas porque elas os têm.

Os crente maduros

Tiago usa o termo grego "teleios" ao referir-se a "perfeito" -  o dom perfeito. Tal palavra significa completo, maduro, pleno. Quando o crente recebe este dom, amadurece por intermédio dele, aperfeiçoa-se como cristão, torna-se pronto para toda boa obra. Então, que cada um de nós, aperfeiçoados pela dádiva divina, incorporemos ao procedimento diário verdades bíblicas que proporcionem maior equilíbrio e a completa maturidade espiritual. E maduros na fé, tenhamos a oportunidade de acrescentar coisas positivas à vida de outras pessoas, fazendo a diferença necessária ao nosso círculo de influência e para toda a nossa geração.


O Pai das luzes

A descrição de Deus como o Pai das Luzes é única nas Escrituras, restrita à passagem de Tiago 5.17. Com certeza, Tiago fazia referência à Lua, ao Sol e outras estrelas ao usar o vocábulo "luz". Tal abordagem alude à obra criadora e o contínuo exercício de poder de Deus sobre os corpos celestes para nos fazer entender a benevolência do Criador ao gerar o ser humano. (Jó 38-4-15, 28; 19-21; 31-33; Salmos 136.4-9; Isaías 40.22, 26;  38.38).

No mesmo verso bíblico as palavras "sombras" e "variações" são usadas com sentido astronômico, embora não sejam termos técnicos apontam claramente às constantes mudanças observadas na criação. Indicam movimentos cíclicos de rotações de planetas e satélites naturais, fenômenos de eclipses solares e lunares, alternância entre dia e noite, entre a clareza e a escuridão.

Deus, em sua imutabilidade contrastante com a mutação de toda a natureza criada, nos gerou a partir de sua determinação espontânea e gratuita pela palavra da verdade. E nos colocou como as "primícias de suas criaturas" - "criatura" no texto, em grego, é "ktismata", faz referência à criação não-humana.

É importante lembrar que a palavra grega, vertida ao português como "gerou" (apokyeo) significa "dar à luz", ou produzir uma nova vida (Efésios 2.10; 2 Corintios 5.17; Gálatas 6.15). Também, que a afirmação sobre o cristão ser como "a primícia de toda a criação" encontra paralelo em Romanos 8.19-23, e alude à vida espiritual.

O novo nascimento só é possível através da palavra da verdade, e ocorre por intermédio da soberania do Espírito, sendo o homem totalmente passivo nesta questão (Ezequiel 11.19; João 1.11; Filipenses 2.13). O cristão renasce através da palavra do Evangelho, cresce espiritualmente, e amadurece na fé através da aplicação da Palavra de Deus em seu viver. A disponibilidade deste desenvolvimento, cuja capacidade vem da boa dádiva e dom perfeito de Deus, visa à qualidade de uma vida em santidade, para dessa maneira glorificar ao Criador (2 Corintios 6.7; 2 Timóteo 2.5; 1 Tessalonicenses 2.13; Apocalipse 14.4).

Conclusão

As riquezas jamais deveriam dirigir os objetivos e ser a razão de viver do ser humano, pois é um estado transitório. Os recursos financeiros podem ser facilmente perdidos, e sendo assim os crentes ricos e pobres devem se sentir felizes por saber que a fartura e a falta de dinheiro não significam nada para Deus. O que importa para Deus é o que a pessoa tem em seu coração e não o seu status social e saldo da conta bancária.

Que a bondade do Pai Celestial inunde a vida de cada cristão, para que, assim como Ele amou o mundo inteiro, também decida fazer o bem ao próximo. Que nós entendamos e abramos o coração ao agir de Deus e alcancemos plena maturidade espiritual.

E.A.G.

Bíblia de Estudo Aplicação Pessoal, páginas 1752, 1753, edição 2004, Rio de Janeiro (CPAD).
Bíblia de Estudo de Avivamento e Renovação Espiritual, página 1244, edição 2009, Barueri, (Sociedade Bíblica do Brasil).
Lições bíblicas - Mestre, Eliezer de Lira e Silva; 3º trimestre de 2014, páginas 27, Rio de Janeiro (CPAD).
Revista Exposição Bíblica - Liberdade, Fé e Prática - Gálatas e Tiago; Arival Dias Casimiro; páginas 34; 3ª edição em julho de 2013; Santa Bárbara d'0este/SP (Z 3 Editora Ltda). 
Tiago - Introdução e Comentário, Douglas. J. Moo, páginas 44, 75, 76; 1ª edição 1990, reimpressão 2011, São Paulo (Edições Vida Nova)..

domingo, 20 de julho de 2014

Katy Perry: plagiadora de música gospel?

Um grupo de cantores de hip-hop sediado em St. Louis, processam Katy Perry por plágio.

Segundo eles, a cantora pop teria se apropriado da canção religiosa Joyful Noise (Barulho Alegre).

O processo foi aberto em St. Louis, Missouri, por Marcus Gray membro da Igreja Batista Immanuel, em Louisville, Kentuchy (EUA), conhecido pelo nome artístico Flame, e Chike Ojukwu, Lecrae Moore e Emanuel Lamber.

De acordo com o processo contra Katy Perry, referente à música Dark House (Casa Escura), a cantora viola o direito autoral de Joyful Noise. O mesmo processo alega que Joyful Noise foi irremediavelmente maculada, pelo fato da versão copiada fazer evocações ao paganismo, magia negra e imagens Illuminati.

Segundo o grupo de hip hop gospel, Joyful Noise foi composta em 2007 e lançado em 2008. O provável plágio consta do álbum Prism, distribuído pela Capitol Records e lançado em 17 de outubro de 2013. 

Confira você mesmo se é plágio ou não: Joyful NoiseDark House.

A canção Joyful Noise é premiada, recebeu em 2008 o Gospel Music Association Dove Award como melhor rap/música hip hop.

De acordo com o St Louis Post Dispatch , Eric Kayira, um dos advogados dos artistas que movem a ação contra a cantora, Dark House recebeu diversas comparações com Joyful Noise de internautas antes de chegar aos ouvidos de seus clientes. O rapper Flame teria tomado conhecimento do plágio através de seu DJ  Cho'zyn Boy, que por sua vez tomou conhecimento em postagens no microblog Twitter.

E.A.G.

Com informações de The Guardian e Charisma Magazine.

Veja assuntos relacionados no blog Belverede:

Katy Perry, a filha de um pobre pastor

Katy Perry no Rock in Rio

John Lennon: ateu plagiador

sábado, 19 de julho de 2014

Pastor Silas Malafaia denuncia perseguição política e religiosa do PT contra ele

Com provas documentais, Malafaia relata que auditores da Receita Federal fizeram diversas incursões na Assembleia de Deus Vitória em Cristo e na editora Central Gospel, após ele ter pedido na manifestação de Brasília que os mensaleiros fossem presos. 

"Vou dar uma sugestão ao governo do PT. Por que não manda investigar o filho do Lula, que era um pobre rapaz quando o pai dele passou a ser presidente, e hoje é um milionário? Por que vocês não mandam uma investigação sobre ele? Seria muito interessante! E botar aberto, a sociedade precisa saber da riqueza do filho do Lula", disse em determinado trecho de sua fala.

  Fonte: https://www.youtube.com/watch?v=ECUXcCoyy9U

Charge Randy Glasbergen: promessas matrimoniais e a saúde de marido e esposa


sexta-feira, 18 de julho de 2014

Juízes - o sétimo livro da Bíblia Sagrada

Paixão e traição na história de Sansão e Dalila.
Para ter uma noção da atmosfera existente entre os israelitas do tempo dos juízes, imagine o seguinte: nos dias de hoje, o que aconteceria se ninguém respeitasse os sinais de trânsito ao dirigir? Com certeza haveria muita confusão, acidentes, muita gente se machucaria e até morreria. Esta situação nos leva a entender que para a vida ser suportável em sociedade é necessário seguir regras pré-estabelecidas.

Autoria e data

O autor de Juízes é desconhecido. Sabe-se que foi uma pessoa inspirada, que selecionou fontes orais e escritas que provessem uma história de Israel com orientação teológica. Pensa-se que algumas partes do livro pode ter sido escrita por Samuel, pois ele era um escritor (1 Samuel 10.25).

A data exata em que o livro foi composto é desconhecida também, mas sabemos que cobre o período entre a morte de Josué e a instituição da monarquia, que se seguiu à coroação de Saul, porém, antes da conquista de Jerusalém por Davi, cerca de 1050 a 1000 a..C.

Cogita-se que a época dos juízes pode ter ocorrido, aproximadamente, entre 1375 a 1040 a.C. Com certeza, foram anos em que os israelitas mergulharam em densas trevas espirituais e dessa época podemos colher valiosas lições.

Por que o livro é chamado Juízes?

Durante a liderança de Josué, Israel finalmente entrou na terra que fora prometida a Abraão. Havia gigantes na terra; não eram, porém, maiores do que Deus. O capitão do exército divino foi capaz de subjugar todos os inimigos de Israel. Surgiu então uma nova geração que não conheceu a guerra, tampouco conhecia a Deus, nem a obra que o Senhor havia realizado em favor de Israel. E por causa do desconhecimento, os israelitas passaram da vitória à derrota.

O livro de Juízes fala de uma época em que os israelitas não seguiam as regras de Deus. O povo de Israel não expulsou os cananeus da terra prometida, como havia prometido a Deus que faria. E não foi só isso: muitas vezes seguidas adoraram os deuses de Canaã, em vez de adorar o verdadeiro Senhor. É claro que Deus não ficou feliz com aquilo, todas as vezes que isso acontecia eles passavam por experiências ruins, o Senhor permitia que o povo sofresse as consequências de suas escolhas infelizes. Mas, por ser misericordioso, quando eles se lembravam de Deus e imploravam por seu socorro, o Senhor providenciava juízes para restaurar a paz e a ordem. 

As histórias seguem um padrão definido: o povo de Israel peca, sofre, busca a Deus, é salvo por um juiz, desfruta de um período de paz, e volta a pecar novamente.  Os juízes, aos quais o Senhor escolheu e ungiu como o seu Espírito, eram líderes militares e políticos, que mostravam aos israelitas em que eles estavam errando.

Os juízes

Seis indivíduos serviram ao propósito de Deus para libertar Israel, cujo papel de libertação possuem narrativas detalhadas, e são considerados "juízes maiores": Otniel (Juízes 3.9-10), Eúde (3.15), Débora (4.5), Gideão (6.34), Jetfé (11.29) e Sansão (13.29). E outros seis,  mencionados rapidamente  são classificados como "juízes menores": Sangar (3.31), Tola (10.1), Jair (10.3), Ibsã (12.8), Elom (12.11) e Abdom (12.13-15). Além destes, há Abimeleque, filho de Gideão, cuja história está vinculada ao seu pai (8.30-31).

Propósito

A composição de Juízes tem três propósitos: histórico, teológico e espiritual. Historicamente, narra eventos de um período específico de Israel. Teologicamente, enfatiza o princípio estabelecido na Lei de que a obediência ao Senhor gera vida e a desobediência traz opressão. Espiritualmente, apresenta a fidelidade do Senhor à aliança com seu povo.

O leitor deve preparar-se para um grande choque, pois as narrativas deste livro mostra que Deus usou como líderes pessoas que não eram exemplos de perfeição. Às vezes, elas mentiam e perturbavam muita gente, como se fossem garotos pirracentos. Mesmo assim, Deus as usou para fazer cumprir seu plano perfeito. Nesta situação, ficamos pensando que se Ele encontrou um modo de trabalhar com pessoas tão complicadas, realizando proezas através da instrumentalização delas, também pode realizar muitas coisas neste mundo através de pessoas comuns como eu e você, pois usa as pessoas do jeito que elas são.

Através dos relatos contidos em Juízes, conhecemos as consequências desastrosas da quebra de comunhão com Deus. O livro é um lembrete, o Senhor exige compromisso da parte do seu povo, quando cometemos pecados, o Ele permite que sejamos castigados, até chegarmos ao completo arrependimento. Também é um alerta, se insistimos em fazer as coisas do nosso jeito poderemos entrar numa enorme enrascada.

Conclusão

Por vontade própria, Deus não deu ao povo de Israel um monarca, dava-lhes os juízes, pois Ele mesmo era o Rei de Israel.

Deus é o Senhor da história, na plenitude do tempo enviou Jesus como nosso Libertador, nosso Salvador, para nos redimir da opressão do pecado e da morte. Cristo é um Juiz Justo, que haverá de julgar o mundo inteiro (2 Timóteo 4.8; Atos 17.31).

Deus é o nosso Juiz e Libertador (Salmos 75.7; Isaías 45.21), capaz de realizar coisas impossíveis. Nos dias atuais, Deus procura homens e mulheres, pessoas consagradas, a quem possa capacitar. Da mesma maneira que escolheu libertadores, ungindo-os com seu Espírito para que fizessem grandes façanhas no passado, pode nos dotar com o Espírito Santo e nos usar para trazer libertação àqueles que estão presos ao desespero e ao pecado.


E.A.G.

Compilações:
Bíblia de Estudo Indutivo, página 376, edição 1997, Tennessee - EUA (Editora Vida).
Bíblia de Estudo Plenitude, páginas 252 e 253, edição 2001, Barueri (Sociedade Bíblica do Brasil).
Bíblia Jovem, página 352, edição 2001, São Paulo (Editora Vida).
Bíblia FaithGirlz!, páginas 300 e 303, edição 2009, São Paulo (Editora Mundo Cristão).
Dicionário Bíblico Universal A.R. Buckland & Luckin Williams, edição 2007, São Paulo-SP (Editora Vida).
Pequena Enciclopédia Bíblica - O. S. Boyer, 19ª impressão, São Paulo, edição 1992 (Editora Vida). 

quinta-feira, 17 de julho de 2014

A mostarda como condimento e símbolo de fé cristã

Por Eliseu Antonio Gomes

O inimigo de nossas almas trabalha para inserir em nossos corações a dúvida. Ele injeta a pergunta: "será que você tem fé suficiente para receber a bênção?"

Não duvide da sua fé, duvide da dúvida, pois está escrito na Bíblia que Deus responde as orações daquelas pessoas que oram com fé, não importando ser uma fé notável ou insignificante. Assim sendo, a atitude mais acertada após orar é guardar na alma o conteúdo que oramos e partir para as nossas obrigações do cotidiano, colocando a incerteza para longe do coração.

Parábolas

Jesus declarou que não é preciso ter uma fé do tamanho do monte Everest para ter orações respondidas, basta que a fé seja do tamanho de uma minúscula semente de mostarda, cujo diâmetro esférico aproximado é de 1 a 2 milímetros (Lucas 17.6).

Em outra oportunidade, Jesus lançou uma pergunta retórica aos seus discípulos: "com o que pode ser comparado o reino de Deus?" Conferir: Marcos 4.30; Lucas 13.18. A pergunta era compreensível, pois a terminologia da palavra "reino" tem conotações políticas, remete ao mundo visível. Em seguida, Jesus explicou com uma parábola, dizendo-lhes que o reino de Deus nada tinha a ver com a política deste mundo, é igual a semente da mostardeira - entre as sementes, a mostarda é a semente que o olho humano tem mais dificuldade de ver, devido seu tamanho pequenino. E continuou a explicar dizendo que o reino de Deus cresce como uma mostardeira, que oferece seus galhos para servir de abrigo aos pássaros e suas sementes como alimento às aves do céu.

História

Existem achados arqueológicos de origem suméria que citam a semente da mostardeira usada em forma de pó, como tempero por volta do ano 3 mil a.C. Desde os tempos dos antigos romanos a mostarda é usada em cataplasma e sais aromáticos para aliviar a dor e a congestão. Conforme alguns escritos gregos apontam, Hipócrates fazia uso na forma de emplastros com finalidade de combater resfriados.

No século 20, a semente desta erva é encontrada como suplemento e realçador do sabor da carne, de salsichas e saladas, hamburguer, torradas e cachorros-quentes; é encontrada combinada ao fabrico de maionese, curry e picles. 

Por possuir valor nutricional importante, propriedades antioxidantes, conter carboidratos, vitamina, gordura, cálcio, ferro, magnésio, zinco, fósforo, potássio, sódio e água, a semente de mostarda é um condimento muito popular em cozinhas de muitas partes do nosso planeta. Ela é acrescentada às receitas de culinária porque dá sabor e aroma especial à comida. Em algumas ocasiões, é cozida antes de ser levada às refeições, sendo transformada no óleo principal da receita ou moída para ser consumida como farinha. De uma ou outra maneira, os grãos de mostarda sempre ganham destaques aos elementos do prato.

Seu aroma e sabor fortes se desenvolvem somente após trituração e umedecimento. Quando misturada com a água ou o vinagre, produz uma reação química que não existia em seu estado natural, criando uma espécie de óleo volátil de cheiro agradável e sabor picante.

Ainda hoje, entre as especiarias, é a terceira mais consumida, perdendo apenas para o uso do sal e da pimenta, é comum na Europa Ocidental usar a mostarda com mel para suprimir a tosse.

No Paquistão, a semente de mostarda é a segunda principal fonte de riqueza do país. Gera 233 mil toneladas de produção ao ano aos paquistaneses.

Comparações

A fé e o reino de Deus se parecem com a semente de mostarda, que não é vista com facilidade. Não é possível perceber com olhos naturais a fé e também não é possível ver o reino de Deus germinar no coração do crente no primeiro lance de observação.

Entretanto é possível analisar a vida cristã das pessoas a partir destas comparações. Quando a semente é colocada em solo fértil ela se transforma em uma enorme planta. A natureza não tem pressa, é necessário regar, esperar que a semente se transforme em broto e cresça viçosa. Se houver cultivo da fé, o resultado será visível, palpável, provado, aprovado, útil e impressionante. A semente da mostarda é associada ao estímulo, incentivo e satisfação. De igual forma é a fé. Mesmo que pequenina, é o tempero que transforma a vida do crente para melhor.

Assim como não há possibilidade de encontrar a raiz, o caule e as folhas dentro de uma semente, não é possível encontrar, sem exame apurado, os resultados da fé e da obediência antes do tempo adequado. A fé se materializa em atos de obediência; o reino de Deus é realidade na vida das pessoas a partir do momento em que elas decidem, voluntariamente, viver em obediência ao Senhor, o Rei dos reis!

Conclusão

"Mas nem todos têm obedecido ao evangelho; pois Isaías diz: Senhor, quem creu na nossa pregação? De sorte que a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Deus" - Romanos 10.16-17.

Antes de experimentar os resultados da fé em atividade, é preciso crer nas promessas de Deus e obedecer suas orientações com boa disposição.

E.A.G.

Consultas:
Alimentos Saudáveis, Alimentos Perigosos, impressão 1998, impresso na Itália (Reader's Digest).
http://el.wikipedia.org/wiki/Μουστάρδα
http://en.wikipedia.org/wiki/Mustard_seed
http://fr.wikipedia.org/wiki/Moutarde_(condiment)
http://it.wikipedia.org/wiki/Senape

Novelas e o Programa Nacional de Direitos Humanos PNDH 3


Entre as diversas estratégias publicitárias de propagação de produtos, uma bastante usada é o método de criar polêmica. Polemizar é a forma mais barata de fazer a propaganda, pois a divulgação do produto se multiplica no boca a boca. Como blogueiro e usuário de redes sociais, para evitar tomar parte como massa de manobra deste marketing, costumo fazer minhas críticas – especificamente para uma atração - depois que o programa criticado acabou, não está mais no ar.

Ontem, após um telejornal, o meu televisor continuou sintonizado num determinado canal e a próxima atração era uma determinada novela. No diálogo entre três personagens, dois eram patrões homofóbicos e a terceira personagem era uma pessoa homossexual. Também ontem, em outro determinado canal passador de novelas, assistia outra programação quando entrou o espaço de comerciais e surgiu a chamada de uma novela. Qual seria a personagem? Você já deve ter a vaga ideia que a cena posta para chamar a atenção era de uma pessoa interpretando um homossexual!

É muita falta de criatividade mesmo, não é? Depois destas duas situações relatadas acima, fiquei pensando: quanta falta de criatividade, os escritores de novelas deveriam pagar para escrever; os telespectadores deveriam ser bem pagos para perder seu tempo assistindo este tipo de coisa insana.

É uma insanidade jogar fora nove meses da vida, parando por quase uma hora ao dia, para acompanhar em capítulos, maus tratos, adultérios, fornicações, traições, inimizades, vingança. É algo totalmente ridículo as construções de personagens de novelas: duas pessoas após os 30 anos de idade se comportando como dois apaixonados na faixa da adolescência. Caso não fossem invenção de um autor de folhetim, todos os personagens ocupariam manicômios e não haveria tratamento que os curassem.

Refilmagens e o PNDH

Falando de releitura de novelas, a onda agora são as refilmagens. Obras do passado, em que não havia personagens homossexuais são refeitas incluindo essas personagens. Por que será? Além da ausência de criatividade de autores, também existe a doutrinação das massas, cuja mola propulsora é a atual política vigente. Na cúpula do governo executivo federal, é expedida uma tal "carta de intenções", o chamado PNDH (Plano Nacional de Direitos Humanos), "sugestionando" aos meios de comunicação a glamorizar a filosofia gay. E como os canais são concessões públicas, se sentem obrigados a atender a "sugestão". E há quem acredite que vivemos numa liberdade democrática írrestrita.

Conheça o PNDH

"Eixo orientador III

O combate à discriminação mostra-se necessário, mas insuficiente enquanto medida isolada. Os pactos e convenções que integram o sistema regional e internacional de proteção dos Direitos Humanos apontam para a necessidade de combinar estas medidas com políticas compensatórias que acelerem a construção da igualdade, como forma capaz de estimular a inclusão de grupos socialmente vulneráveis. Além disso, as ações afirmativas constituem medidas especiais e temporárias que buscam remediar um passado discriminatório. No rol de movimentos e grupos sociais que demandam políticas de inclusão social encontram-se crianças, adolescentes, mulheres, pessoas idosas, lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais, pessoas com deficiência, pessoas moradoras de rua, povos indígenas, populações negras e quilombolas, ciganos, ribeirinhos, varzanteiros e pescadores, entre outros.
Definem-se, neste capítulo, medidas e políticas que devem ser efetivadas para reconhecer e proteger os indivíduos como iguais na diferença, ou seja, para valorizar a diversidade presente na população brasileira para estabelecer acesso igualitário aos direitos fundamentais. Trata-se de reforçar os programas de governo e as resoluções pactuadas nas diversas conferências nacionais temáticas, sempre sob o foco dos Direitos Humanos, com a preocupação de assegurar o respeito às diferenças e o combate às desigualdades, para o efetivo acesso aos direitos.
Por fim, em respeito à primazia constitucional de proteção e promoção da infância, do adolescente e da juventude, o capítulo aponta suas diretrizes para o respeito e a garantia das gerações futuras. Como sujeitos de direitos, as crianças, os adolescentes e os jovens são frequentemente subestimadas em sua participação política e em sua capacidade decisória. Preconiza-se o dever de assegurar-lhes, desde cedo, o direito de opinião e participação.
Marcadas pelas diferenças e por sua fragilidade temporal, as crianças, os adolescentes e os jovens estão sujeitos a discriminações e violências. As ações programáticas promovem a garantia de espaços e investimentos que assegurem proteção contra qualquer forma de violência e discriminação, bem como a promoção da articulação entre família, sociedade e Estado para fortalecer a rede social de proteção que garante a efetividade de seus direitos.
Diretriz 22:

Garantia do direito à comunicação democrática e ao acesso à informação para consolidação de uma cultura em Direitos Humanos.

Objetivo Estratégico I:
Promover o respeito aos Direitos Humanos nos meios de comunicação e o cumprimento de seu papel na promoção da cultura em Direitos Humanos.
Ações Programáticas:

a) Propor a criação de marco legal regulamentando o art. 221 da Constituição, estabelecendo o respeito aos Direitos Humanos nos serviços de radiodifusão (rádio e televisão) concedidos, permitidos ou autorizados, como condição para sua outorga e renovação, prevendo penalidades administrativas como advertência, multa, suspensão da programação e cassação, de acordo com a gravidade das violações praticadas.
a) Propor a criação de marco legal, nos termos do art. 221 da Constituição, estabelecendo o respeito aos Direitos Humanos nos serviços de radiodifusão (rádio e televisão) concedidos, permitidos ou autorizados. (Redação dada pelo decreto nº 7.177, de 2010)

Responsáveis: Ministério das Comunicações; Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República; Ministério da Justiça; Ministério da Cultura
c)Suspender patrocínio e publicidade oficial em meios que veiculam programações atentatórias aos Direitos Humanos.
Responsáveis: Ministério das Comunicações; Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República; Ministério da Justiça
d)Elaborar critérios de acompanhamento editorial a fim de criar ranking nacional de veículos de comunicação comprometidos com os princípios de Direitos Humanos, assim como os que cometem violações. (Revogado pelo decreto nº 7.177, de 2010) Responsáveis: Ministério das Comunicações; Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República; Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial da Presidência da República; Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres da Presidência da República; Ministério da Cultura; Ministério da Justiça (Revogado pelo decreto nº 7.177, de 2010)
Responsáveis: Ministério das Comunicações; Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República; Ministério da Justiça
b)Incentivar pesquisas regulares que possam identificar formas, circunstâncias e características de violações dos Direitos Humanos na mídia. Responsáveis: Ministério das Comunicações; Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República"

Acesso ao documento completo: http://www.ohchr.org/Documents/Issues/NHRA/ProgrammaNacionalDireitosHumanos2010.pdf

Observação os parágrafos riscados ("Propor a criação de marco legal"...) está apresentado desta maneira na página de origem.

Opiniões

Abordando a questão da doutrinação através de novelas em minha conta no Facebook, tive acesso aos seguintes comentários:

Vera Caldas: "Não assisto, eles (produtores das emissoras) são obrigados a passar, mas eu não sou obrigada a assistir, se todos que não concordam fizessem o mesmo, a audiência não seria tão boa, como eles dizem que está."
João Edis: "Concordo plenamente (sobre o marketing via polêmicas), as pessoas sem perceberem, são usadas como disseminadoras de diversos programas televisivos e de opiniões radicais e nefastas, quando criticam este ou aquele programa, ou personagem, atraem a atenção dos outros para aquilo que foi criticado, é a famosa curiosidade. Outrossim, não preciso assistir nenhuma novela para saber - assim como a pornografia - o quão perniciosa é. Na embalagem de raticida somente 2% é de veneno letal, o restante, ou seja, 98% é saboroso ao paladar."

A síntese da minha opinião sobre novelas e o PNDH

O Programa Nacional de Direitos Humanos é um bom documento. Em se tratando de Direitos Humanos, é claro que qualquer pessoa gozando de juízo saudável concorda com as intenções nele contidas. Porém, as emissoras de televisão, principalmente as produtoras de novelas, precisam estabelecer equilíbrio, pois do jeito que tratam o PNDH parece que esses órgãos de comunicação consideram seres humanos, pobrezinhos carentes de socorro, apenas os homossexuais. É preciso ter o mesmo ânimo para trabalhar com garra na desestruturação de discriminação social contra índios, negros, portadores de deficiência. As concessões públicas de rádio e televisão devem empenhar-se em favor destas classes também, pois também são compostas de seres humanos necessitados de atenção.

Por que não se escreve novelas colocando o negro como personagem principal, patrão dos brancos de todo o elenco? O que leva o autor de novelas a não promover as causas indígenas, tratando-os sem esteriótipos? Cadê o casal de namorados cadeirantes, ou o cadeirante conquistador da atriz mais bela da trama. Onde estão os deficientes protagonistas, qual razão deles não serem as pessoas que mais tempo permanecem em tela?

Os novelistas parecem não se importar muito com esses preconceitos, no dicionário deles o vocábulo diversidade deve estar restrito aos grupos LGBT. Aliás, a impressão é que os autores de novelas colaboram para que cresça mais em nossa sociedade diversos tipos de preconceitos de todas as formas, exceto o que fira os grupos de homossexuais. Será que têm preconceito contra héteros?

E.A.G.

quarta-feira, 16 de julho de 2014

Esperando respostas de Deus


Por Katie Bivens
Tradução livre: Eliseu Antonio Gomes

Nós sempre esperamos por algo. 

Entre nós sempre há quem tenha esperança de encontrar nova oportunidade de emprego ou receber uma promoção. Alguns, simplesmente aguardam o novo álbum do cantor preferido ou cantora predileta. Outros, esperam que seja servido o jantar.

Mas existem pessoas cuja esperança tem como objetivo algo com significância mais séria. Querem respostas para entender situações que quase beiram o limite da impossibilidade de esclarecimento ou realmente é impossível receber explicações satisfatórias nesta vida. 

Há uma mulher, ainda cheia de juventude, que deseja entender a razão de seu marido ter ido embora há seis meses levado por uma doença. 

Uma garota, pretende saber o motivo do falecimento repentino do namorado, encontrado com uma arma na mão. Apesar de não ter dúvidas que houve disparo acidental, deseja receber mais respostas. Outra garota, sonha com o amor correspondido, igual ao que teve e perdeu quando seu namorado foi vítima de leucemia. As duas continuam com suas expectativas. Quando chegará a oportunidade de ambas serem felizes?

Filhos, filhas, irmãos e irmãs do homem que morreu alvejado à bala por policiais, desejam saber o que passou pela mente dele no momento de sua morte violenta. Qual seria o motivo dele não ter acatado a autoridade da polícia?

Crianças em orfanatos precisam de respostas sobre seus pais. O que os levou a não cuidar deles? Qual a razão de desistir de lutar por eles? Por que não mantê-los por perto? Qual a razão de enviá-los aos cuidados de pessoas que não possuem nenhum laço de sangue, nenhum parentesco?

O casal que sonha em um dia ter seu bebê biológico, deseja muito um filho próprio, aguarda a gravidez e se pergunta o motivo da espera e qual a razão de haver tantos casais conhecidos concebendo crianças com extrema facilidade. E, outro casal, pergunta porque seu menino de cinco anos foi tão cedo ao descanso eterno.

Por que ele? Por que ela? Por que eles? Por que isso tinha que ser assim desse jeito? Qual o motivo de Deus permitir isso acontecer?

Todos nós nutrimos alguma espécie de esperança. Talvez, estejamos à espera de uma resposta que jamais chegará. Às vezes, não é possível entender o sentido da vida, então continuamos parados ansiosos por respostas. 

Ao anoitecer, orarei para que você tenha perguntas respondidas. Eu me sinto exausta e sei que você também talvez esteja se sentindo cansado de esperar sua resposta. Não desanime. Lembre-se que Deus é soberano sobre todos os fatos e coisas, inclusive Ele tem poder irrestrito dentro da sala de espera em nossos corações.

__________

Nota Belverede:

"Mas os que esperam no Senhor, renovarão as suas forças, subirão com asas como águias, correrão e não se cansarão, caminharão e não se fatigarão" - Isaías 40.31.

Não é sempre que haverá respostas para as ocorrências desta vida que nos afetam e quase sempre nos machucam. A dor é sempre inconveniente, torturante, e parece insuportável. Ao crente, cabe confiar na bondade de Deus em todas as circunstâncias, seguir adiante embasado e confortado em Romanos 8.28, e manter a certeza que Ele jamais deixará que nos falte o necessário.

E.A.G.

Fonte: Faith is the Thing Required of You - www.katiebivens.blogspot.com

Artigo publicado originalmente em 18 de maio de 2014 com o título Waiting. A autora mora em Hunsville, Alabama, Estados Unidos. Como blogueira, escreve sobre sua fé e sentimentos nos blogs Faith - Is the only think required of you, e registrou experiências missionárias no Peru em Take heart and wait. Possui alguns artigos publicados na revista Shattered Magazine [ http://shatteredmagazine.net/following-jesus-is-hard ], versão online e impressa.

segunda-feira, 14 de julho de 2014

A importância da sabedoria humilde

Tiago distingue dois tipos de sabedoria. Aborda o assunto em duas passagens: 1.5 e 3.13-18. Na primeira, estimula seus leitores a pedirem sabedoria a Deus, se tiverem falta dela. E na segunda, censura algumas pessoas ciumentas e causadoras de divisões na igreja, que, reividicavam ser sábias, comparando o tipo de sabedoria que possuem - terrena, animal e diabólica - com a sabedoria que desce lá do alto.

A aplicação que o apóstolo faz do termo está de acordo  com a ênfase do Antigo Testamento, onde se diz que a sabedoria é uma dádiva divina altamente valorizada (Provérbios 2.6) pelo fato de que ajuda aquele que a possui a compreender a vontade do Senhor e a obedecer a esta vontade.

Há uma ligação entre o Espírito e a sabedoria feita pelo profeta Isaías (11.2) e destaca-se que a descrição das virtudes produzidas pela sabedoria, segundo Tiago (3.17), corresponde de perto à descrição que Paulo fez do fruto do Espírito (Gálatas 5.22-23).

Descrevendo a sabedoria que vem de Deus

A sabedoria genuína pode ser medida pelo caráter de uma pessoa, da mesma maneira que é possível saber que tipo que uma árvore é pela produção de seus frutos.

A verdadeira sabedoria tem origem em Deus e se centraliza em Cristo (Colossenses 2.3; 1 Corintios 1.30). Ela é humilde, é caracterizada por boas obras e produz virtudes que garantem relacionamentos harmoniosos entre os irmãos. Dá capacidade de pensar da maneira mais apropriada, nos faz pessoas melhores quanto ao trato com o próximo. Assinala até onde podemos ir; quanto e como falar. É geradora de amor, cortesia e brandura, sempre manifesta respeito e modéstia e se compraz em fazer o bem.

Não é fator estimulante que leva o crente à arrogância e soberba.

A sabedoria terrena

A falta da sabedoria do alto conduz à desordem, logo a pessoa tola segue à cobiça e à competitividade destrutiva, conforme às pressões da sociedade.

A sabedoria que não vem do alto é a sabedoria do homem sem Deus, que Paulo descreve como "sabedoria deste mundo" (1 Coríntios 1.20, 21). Tiago esclarece que a sabedoria mundana é diferente da sabedoria do alto, é terrena, animal e demoníaca. É terrena porque está em contraste com o que Deus cria a partir do céu e se opõe ao que é sagrado e divino; é animal porque tem origem no homem natural, que não possui condições de entender as coisas de Deus; e, demoníaca, porque é pertinente aos demônios, age de modo contrário aos planos de Deus.

A sabedoria terrena resulta em problemas; inveja, sentimento faccioso (Tiago 3.17), e nos remete aos três inimigos do cristão: o mundo, a carne e o diabo (Efésios 2.1-3).

A necessidade de buscar e ter a sabedoria

Não é o bastante ensinar, é preciso falar e ter o que dizer. Quem pretende ensinar deve ter bom conteúdo e sabedoria para se expressar. Tiago aborda essa questão. Todos os crentes necessitam da sabedoria do alto, pois ela o capacidade a atender ao mandamento de fazer discípulos e o sustenta em todas as situações da vida (Mateus 28.19; Provérbios 4.7).

Caso haja em si falta de sabedoria em alguma área, peça-a a Deus. Ele é bom e liberalmente dá sabedoria a quem lhe pede, para que seja posta em prática como uma ação concreta através da humildade.

A sabedoria do alto nos é transmitida  pelo Espírito Santo (Efésios 1.17; 1 Corintios 2.1-5), através da Palavra (2 Timóteo 3.15) e pela oração (Tiago 1.5).

Conclusão

A vida obedece à Lei da Semeadura, colhemos o que plantamos. O delineamento daquele que não porta a sabedoria do alto é de alguém que comete muitos pecados, principalmente o pecado que Deus mais abomina, a semeadura de contenda entre irmãos. O perfil do crente portador de sabedoria é retratado em pessoas que realizam a colheita de justiça, que é semeada em paz, pois toda pessoa sábia promove a paz (Provérbios 6.16-19; Tiago 3.18).

Tiago orienta seus leitores a abandonarem seus maus desejos e incentiva-os a viverem de modo sábio. A sabedoria de Deus produz bênção, pois o Senhor ama os pacificadores (Mateus 5.9). Busque-a e use-a sempre.

E.A.G.

Bíblia de Estudo Aplicação Pessoal, página 1757, edição 2004, Rio de Janeiro (CPAD).
Revista Exposição Bíblica - Liberdade, Fé e Prática - Gálatas e Tiago; Arival Dias Casimiro; páginas 53-54; 3ª edição em julho de 2013; Santa Bárbara d'0este/SP (Z 3 Editora Ltda). 
Tiago - Introdução e Comentário, Douglas. J. Moo, páginas 52 e 53, 1ª edição 1990, reimpressão 2011, São Paulo (Edições Vida Nova).

Fuleco: o legítimo representante da vergonha brasileira na Copa das copas

Segunda-feira, neste primeiro dia de trabalho após o término da "Copa das copas", cujo campeonato a Alemanha saiu levando ouro, Argentina a prata, e a Holanda o bronze, parece que o povo brasileiro começa a entender a razão de o mascote dos jogos ter sido representado por um tatu.

As amargas derrotas da Seleção Brasileira, de 7 a 1 contra os alemães e 3 a 0 contra os holandeses, são mesmo motivo para pôr a cabeça debaixo da terra, feito um bicho cavador de buracos.

O quarto lugar poderia até ser aceito como algo normal no processo da competição esportiva, se essas duas últimas partidas que o Brasil participou não se desenrolassem com o time - que alguns dizem ser a nossa Pátria de chuteiras - não estivesse composto com onze jogadores se movimentando dentro do gramado sem nenhuma estratégia inteligente de jogo. Foi horrível ver atletas gringos criando ataques eficazes enquanto alguns de nossos compatriotas simulavam faltas tentando enganar o árbitro, esquecidos da tecnologia de última geração presente no estádio - lentes potentíssimas em câmeras geradoras de imagens em alta definição -  que flagrava a "esperteza" e enviava as imagens com os flagras aos quatro cantos do mundo em televisionamento ao vivo.

De tudo isso, o que ficará de bom na lembrança de muitos telespectadores são as imagens em super slow motion, super zoom, e os resultados das transmissões captadas pela câmera que percorria acima do campo presa em um cabo. Vimos cenas excelentes: a vibração do torcedor; o minúsculo gafanhoto devorando folha de grama; a emoção transbordando em lágrima; a gota de suor sobre a pele; o diálogo do atleta que pudemos fazer leitura labial - antes da joelhada nas costas o Neymar proferiu uma expressão torpe. O profissionalismo da equipe de televisão da Fifa está de parabéns!

E.A.G.

domingo, 13 de julho de 2014

Billy Graham fazendo a diferença em uma época de crise

Billy Graham

A palavra que descreve mais adequadamente esta época é crise. Convulsões políticas, convulsão nacional, agitação racial, rebelião contra a ordem existente e revolução definitivas estão se tornando quase comum. Sabemos que as manchetes de amanhã provavelmente trarão algo de novo para a crise e despertarão nossa atenção. 

Muitas pessoas estão perguntando: "Para qual lado caminha a história?" Um estudioso cuidadoso da Bíblia percebe que Deus controla o relógio do destino. Em meio a confusão deste mundo, Deus move-se onipotente, desenvolvendo seu plano imutável e objetivo; os reinos deste mundo se tornarão o Reino do Senhor Jesus Cristo: "Pois Ele deve reinar até que tenha posto todos os inimigos debaixo de seus pés" (1 Coríntios 15.25).

Jesus Cristo está vindo de novo à terra. É Cristo que está no controle, e Ele irá determinar o resultado. A Bíblia é clara em todo momento, contendo a seguinte declaração: "Assim também Cristo, oferecendo-se uma vez para tirar os pecados de muitos, aparecerá segunda vez, sem pecado, aos que o esperam para salvação" (Hebreus 9.28).

Qual é a atitude cristã quanto ao fato da vinda de Cristo? Um homem me disse: "Bem, o Senhor está chegando; então há alguma coisa a ser feita?"

Tal postura fatalista não é ensinada pelo Senhor Jesus Cristo. Quando Ele disse aos seus discípulos sobre seu retorno à Terra, Ele disse: "Negociai até que eu venha" (Lucas 19.13), e "Bem-aventurado aquele servo a quem o seu senhor, quando vier, achar fazendo assim" (Mateus 24.46).

Dwight L. Moody disse uma vez: "Eu olho para este mundo como um navio naufragado. A sua ruína está ficando cada vez mais perto. Deus disse-me: 'Moody, aqui está um bote salva-vidas. Saia e salve o maior número possível antes que a embarcação afunde." Se o fim parecia prestes a vir nos dias de Moody (ele morreu em 1899), será que nós não estaremos muito mais próximos ao clímax da história?

Se alguma vez houve um momento em que o homem deveria fazer uso de botes salva-vidas e sair resgatando tantos quanto possível, este momento é o atual. É por este motivo que o anúncio do Evangelho nos centros estratégicos do mundo sempre será viável.

Acreditamos que o tempo de agora é um dia de gloriosa oportunidade para proclamar a graça e o poder de Cristo, época de aproveitar bem as oportunidades e declarar o Evangelho contra a oposição de toda ideologia falsa.

George Whitefield, o grande evangelista inglês, disse: "Eu estou diariamente à espera da vinda do Filho de Deus." Mas ele não se acomodou e cruzou os braços. Ele dedicou sua vida para divulgar o Evangelho de Cristo.↓4 O profeta Daniel vivia em uma nação pagã e sob as piores condições possíveis. Ele sabia que o juízo de Deus estava prestes a vir, mas não cruzou os braços a esperar o ataque. Abriu as janelas em direção a Jerusalém e orou. Ele andava com Deus.

Não parece que o reinado de Acabe e Jezabel em Israel tenha sido uma boa configuração para o ministério de um grande profeta de Deus. Mas Elias andou com Deus durante esse período escuro, usou a traição covarde do rei Acabe e a estratégia inteligente de Jezabel, a rainha má, como pano de fundo, no qual sua oposição refletiu a glória e o poder de Deus.

Os tempos de crise são momentos em que Cristo deve ser proclamado. Apesar de nunca ter havido um reavivamento mundial, acredito que possa estar iminente. O Espírito de Deus está tornando Seu poder sentido em todo o mundo. Da África, Ásia, América Latina e América do Norte, a partir das ilhas do mar e da Austrália, há relatos de atividade do Espírito de Deus. Este é um momento glorioso para estar vivo.

Descobri que as pessoas em toda parte, em todo o mundo, podem responder ao Evangelho de Jesus Cristo, se o Evangelho foi apresentado forma simples, com piedade cristã.

Há alguns que estão em profundo desespero. Recebo muitas cartas diárias de pessoas que estão desanimadas, deprimidas e à beira de desistir. Elas estão colaborando para o pessimismo do nosso tempo, para a disposição e espírito de nossa época. Um homem na Inglaterra, escreveu: "É tarde demais para fazer qualquer coisa em favor do mundo."

Isso não é verdade. Nem tudo está perdido. Nós ainda temos a Bíblia, e "a palavra de Deus não está presa" (2 Timóteo 2.9). Nós ainda temos o Espírito Santo. Nós ainda temos a comunhão dos crentes. Ainda temos as orações do povo de Deus. Nós ainda temos uma porta aberta para proclamar o Evangelho em muitas partes do mundo.

Há muito a ser adquirida. Lembre-se, Jesus disse: "Bem-aventurado aquele servo a quem o seu senhor, quando vier, achar fazendo assim" (Lucas 12.43).↓4 Eu gostaria de dar-lhe três chaves que abrirão portas de utilidade e poder para você. O primeiro é a chave da humildade, humildade nasce da auto-avaliação honesta. É essencial para todas as pessoas ter a percepção de suas próprias fraquezas, pecados e fracassos. A Bíblia diz: "Se dissermos que não temos pecado, enganamos a nós mesmos, e a verdade não está em nós" (1 João 1.8). A palavra para o pecado aqui é hamartia ; que significa "errar o alvo, falhar, decepcionar."

É uma situação muito difícil ter que confessar que somos pecadores, porque somos suscetíveis ao orgulho. Desejamos manter a sensação que podemos ser bons, honrados e decentes, sem qualquer ajuda de Deus.

Mas Deus declarou: "Não há justo, nem sequer um" (Romanos 3.10), e uma vez que "todos pecaram e estão destituídos da glória de Deus" (Romanos 3.23).↓4 A Bíblia diz para mim que eu pequei.

Minha consciência me diz que eu pequei.

Cada parte da minha natureza aponta um dedo acusador e grita: "Culpado! Culpado! Não há um justo!"

John Bunyan disse: "Quando eu vi John Bunyan como Deus viu John Bunyan, eu não disse que eu era um pecador; eu disse que eu era o pecado a partir do topo da minha cabeça até as solas dos meus pés."

Grandes profetas foram usados ​​por Deus, porque eles eram humildes. Eles viam a si mesmos como Deus os via e perceberam a realidade sobre si mesmo. Quando você confessar como Isaías: "Eu sou um homem de lábios impuros" (Isaías 6.5), estará no limiar de uma vida vitoriosa. Quando você encarar o fato de sua própria inadequação, reconhecer seu próprio fracasso, o seu próprio pecado, terá dado o primeiro passo em direção à obtenção de uma vitória pessoal,gloriosa e maravilhosa que o levará através dos dias de crise que se avizinham.

A segunda chave é o reconhecimento de que o padrão de uma vida consagrada a Deus não é atingível pelo esforço humano. Deus é, antes de tudo, preocupado com o que você é. O que você faz é o resultado do que você é.

Não há nenhuma maneira que nós por nós mesmos possamos gerar santificação. A nossa santificação tem origem em Cristo. Não há nenhuma maneira que nós possamos ser santos sozinhos. A nossa santidade é Cristo. Isso fez com que Paulo escrevesse o seguinte: "Não tendo a minha justiça que vem da lei, mas a que vem pela fé em Cristo, a saber, a justiça que vem de Deus pela fé" (Filipenses 3.9).

A terceira chave é confiança no Espírito Santo. Parafraseando Gálatas 5:16 - "Caminhe por meio do Espírito". Em Romanos 8.14, Paulo escreve: "Todos os que são guiados pelo Espírito de Deus, esses são filhos de Deus."

Você não pode viver a vida cristã por si mesmo. O Espírito Santo deve viver em você e se expressar através de você.

Paulo declarou: "A vida que agora vivo na carne, vivo-a na fé do Filho de Deus, que me amou e se entregou por mim" (Gálatas 2.20). "Assim também vós considerai-vos como mortos para o pecado, mas vivos para Deus em Cristo Jesus, nosso Senhor" (Romanos 6.11).

Os pecados deixam de governar ou dominar você quando você permite que o Espírito Santo viva a vida de Cristo através de você. Tal situação é viver pela fé, viver através da confiança, viver na dependência de Deus.

Se olharmos para os nossos próprios recursos, a nossa própria força ou a nossa própria capacidade, como fez Pedro quando andou sobre a água, então falhamos. Durante estes dias de crise, é preciso lembrar que muitos tropeçam ao longo da estrada da vida. Devemos resgatar tantos quantos pudermos antes da catástrofe paralisante.

Deus está trabalhando no meio da crise. Em meio aos problemas, ao pessimismo e às frustrações dos nossos dias, Deus realiza seu trabalho. É perceptível que há certas coisas que não podemos fazer. Sejamos fiéis nas coisas que Ele nos capacitou a fazer.

Você se submeterá totalmente a Cristo? Como está olhando ao futuro, como se prepara para o dia em que Cristo voltará? Não deve manter-se inerte e querer repassar suas tarefas, cujo cumprimento e resultado é de sua responsabilidade ao seu Pai, não pode reclamar de sua renda, é preciso usar o tempo em oração, ser fiel na adoração, falar aos outros sobre Jesus Cristo, e assim revelar a utilidade, o otimismo , a confiança, que pertence aos filhos de Deus.

Créditos: Associação Evangelística Billy Graham. http://billygraham.org/

As 7 postagens mais acessadas na semana

As 7 postagens mais acessadas nos últimos 30 dias

As 7 postagens mais populares (geral - desde 12 de junho de 2007)

Assuntos abordados em Belverede / clique sobre a palavra para acessar os artigos sobre o tema

.Vida Cristã .Artigo e Comentário .cosmovisão .Comportamento .Televisão .Devocional .Vídeo .Política .CPAD .Líderes e liderados .Blogosfera Evangélica .Lições Bíblicas .Pais e Filhos .Atualidade .Família .Louvores .Charge Tirinha Cartum e Gravura .Dinheiro .Fé .Fruto do Espírito X Carne .Motivacional .Mulher .Casamento .Apologia Bíblica .Sexualidade .Crente Politizado .Música .Silas Malafaia Pr .CGADB .Frases & Imagens Impactantes .Etimologia Bíblica .Prosperidade .Profetas .Saúde .Meio Ambiente e Sustentabilidade .Hermenêutica .Livros e Leitores .redes sociais .Bom humor .Jovens .Conceitos e Preconceitos .Dupla Cidadania .Você sabia? .Ateísmo e Agnosticismo x Fé .neopentecostais .Cinema .Esporte .José Wellington Bezerra da Costa - Pr .Grupo de Colaboradores em Belverede .Personagens da Bíblia .Antigo Testamento .Dica de Blogueiro .Salmos .Introspecção .Natal .Soteriologia .Marco Feliciano Pr .Verdades e Mentiras .Pérolas .Sociedade Bíblica no Brasil .Ecologia .Aborto .Comunicado .Internet .óbito .Escatologia Bíblica .pentecostalismo .Samuel Câmara-Pr .Teologia .Gif .Novo Testamento .Ana Paula Valadão Bessa .[Fotos Belverede] .UBE .Questões (des)complicadas .RR Soares .Facebook .Belverede .Daladier Lima .Missões .animal doméstico .Carlos Roberto Silva Pr:: Blog Point Rhema .Provérbios de Salomão .Fanatismo .Pneumatologia - A Doutrina do Espírito .Quem sou eu? .Aline Barros .Crônicas e fábulas .Diante do Trono .Bíblia de Estudo .Dízimos e ofertas .João Cruzue .Billy Graham .Cosmovisão Cristã .Poema e Poesia .Virtualidade Real e Realidade Virtual .Editora Vida .Namoro .Páscoa .Sermão do Monte .Educação .Guerra e Paz .Gênesis .Nani Azevedo .Hamartilogia - A doutrina do pecado .Julio Severo .Sociedade Bíblica Trinitaria do Brasil .Jeremias .Nova Tradução na Linguagem de Hoje .Postagem Factual .Valmir Nascimento Milomen-Pb .Carta de Tiago .Geremias do Couto-Pr .Lília Paz .Fotos - Templos Evangélicos .Homilética .Virada de Ano .Altair Germano - Pr .Bem aventurança .Randy Glasbergen .Sammis Reachers .rádio .André Valadão .Angeologia .Arlete Oliveira .Arqueologia Bíblica .Carnaval .Crianças .Dia das Mães .Livros da Bíblia .Nova Versão Internacional .Patmos Music .Banda Voz da Verdade .Editora Central Gospel .Geografia Bíblica .Opinião .Priscila B Gomes .Rachel Sheherazade .YouTube .animal selvagem .Eclesiologia .Thalles Roberto .Wilma Rejane EBD / sumário .Cassiane .Editora Vida Nova .Política Brasileira .Editora Mundo Cristão .Ezequias Soares-Pr. .Jabes de Alencar - Pr. .LUCAS - O Evangelho escrito por Lucas .Magno Malta .Pesquisa .Prêmio Carta de Paulo aos Filipenses Smilinguido .Dia dos Pais .Exegese .Martinho Lutero .Mensageiro da Paz .Botânica .Dia das Crianças .Islamismo .animal aquático .Barack Obama .Cartas do Apocalípse .Charles Darwin .Fotos .Gutierres Siqueira .Insetos .Max Lucado .Shirley Carvalhaes X criacionismo versus darwinismo .A Bíblia Viva .Arminianismo .CONAMAD .Calvinismo .Editora Betânia .Eyshila .Fernanda Brum .Harpa Cristã .Jaime Kemp - missionário .Livro de Daniel .Lydia Moisés .Mulheres na Bíblia .Primavera .Tania Guahyba .Twitter .grafite .pássaros na Bíblia .Cristologia .Donald Zolan .Marisa Lobo .Árvores da Bíblia Charles Haddon Spurgeon .Dia da Bíblia .Dia dos Namorados .Edições Vida Nova .Futebol .Josué Gonçalves - Pr. .Livro de Jeremias .Montes da Bíblia .Neiva Silva .Paulo César Baruk .Reinaldo Azevedo .Soraya Moraes .Verão .Walter Brunelli - Pr. .teatro .Abba Press .Abraão de Almeida-Pr. .Bruna Karla .Carla Ribas .Dia Internacional das Mulheres .Dia de Finados .Esdras Costa Bentho-Pr .Instagram .Livro de Jó .Michael W. Smith .Oficina G3 .Oprah Winfrey .Outono .Regis Danese .Silas Daniel - Pr .Valdomiro Santiago - Apóstolo .Vanderleia M. Silva Yosef Nadarkhani .Albert Einstein .Antonio Gilberto - Pr .Cristina Mel .Dia da Mentira .Evangelho de Mateus .Flamir Ambrosio .Gediel Mendes .Gunnar Vingren .Jorge Tadeu Mudalen .João Ferreira de Almeida .Lauriete .Lázaro (ex-Olodum) .Morris Cerullo .Política Internacional .Slide . A. W. Tozer . Pregador Luo . Silmar Coelho - pastor .Adhemar Campos .August Rodin .Bom dia .CPAD Music .Claudionor de Andrade - pastor .Elaine de Jesus .Hillsong .Inverno .John Piper .Lea Wasiliew .Livro de Êxodo .Lucilene Batista de Brito Shirota .Nova Bíblia Viva .Quarteto Harmonia Celeste .Rose Nascimento .Timidez e Ousadia .orai por Israel .publicidade WhatsApp .Alan Kardec .Apocalípse 16 .Bete Gomes .Canon .Carta aos Romanos .Central Gospel Music .Daniel Berg .Danielle Cristina .David Quinlan .Editora Chamada da Meia-Noite .Editora Hagnos .Eduardo Cunha .Elinaldo Renovato - pastor .Enéas Tognini - Pr. .Genivaldo Tavares de Melo .Gesiel Gomes - Pr. .Google .Hernades Dias Lopes .João Alexandre .Livro de Isaías .Livro de Rute .Lourival de Almeida - Pr .MK Music .Marcelo Santos .Martin Luther King .Nito [Rubens Eduardo] .Pena de Morte .Ray Comfort .Robinson Monteiro .Russel P. Shedd .Third Day .Tim Laheye .Voltaire .Watchman Nee Damares .2 Carta de Pedro .2 Coríntios- Carta de Paulo .A Mensagem .Adolf Hitler .Alda Célia .Amizade .Andrea Fontes .Anita Malfatti .BLOG .Banda Catedral .CIMEB .CPAD News .Carta aos Gálatas .Cintia Kaneshigue .Dia Nacional da Consciência Negra .Dia do Professor .Dia do Trabalho .Downloads .Dwight L. Moody .Eber Cocareli - Pr .Editora Betel .Editora Candeias .Editora United Press .Edna Goetten .Escola Dominical .Evangelho de João .Fecomex .Feliciano Amaral .Google Plus (G+) .Gutemberg - Johannes .História Mundial .Isaac Newton .Içami Tiba .Jairo Elin Gollmann-Ev .John Wesley .Jorge Araujo .Katie Bivens .Katsbarnea .Kelem Gaspar - Missionária .Link Quebrado .Literatura .Livro de Amós .Livro de Juízes .Livro de Malaquias .Marcelo Crivella .Orquestra Jahn Sorheim .Ozeias de Paula .Paulo Romeiro-Pr .Quatro por Um .Raquel Melo .Retrospectiva 2017 .Robson Silva .Ronaldo Bezerra .Sociedade Bíblica Internacional .Sonia Hernades - bispa .Superstições e Lendas Urbanas .Talita Pagliarin .Tradução King James Atualizada (KJA) .Victorino Silva .folhetos evangelísticos Esequias Soares pastor Graça Music Juliana Bezerra Gomes Nésia de Araujo Gomes William Brassey Hole . .Introspecção . C. S. Lewis . Stephanie Colbert- vocalista Starship .1 Timóteo .A Nova Bíblia Viva .Adilson Lopes .Anderson Freire .Antropologia Bíblica .Antônio Cirilo .Ao Cubo .Arautos do Rei .Bezerra da Silva .Bill Gates .Boa noite .Boa tarde .Brenda-Santos .Bruna Olly .Bruna Surfistinha .C.I. Scofield .CPOL - Curso Preparatório para Obreiros de Pirituba .Caramuru Afonso .Carlos Alberto Bezerra Jr .Carta aos Efésios .Carta de Paulo aos Colossenses .Casamento em jugo desigual .Charles C. Ryrie .Ciclo das quatro estações .Claudio Duarte - pastor .Cleber Lucas .Comunidade Internacional da Zona Sul .Contos .Cristiano Santana .Curiosidades bíblicas .Danny Berrios .Dany Grace .Davi - rei .Deigma Marques .Discopraise .Donald Trump .E-books .EBI .Editora Atos .Editora Bom Pastor .Editora Cultura Cristã .Editora Dynamus .Editora SEPAL .Editora Sextante .Eduardo Campos .Elienai Cabral - pastor .Eliseu - profeta .Estevan Hernandes - Apóstolo .Estevão - o primeiro mártir .Evangelho de Marcos .ExpoCristã. .Fatos Curiosos - internacional .Fernandinho .Ficção Evangélica .Filho do Homem .Flamarion Rolando .Frederick K.C.Price .Geisa Iwamoto .Graça Editorial .Grupo Elo .Heber Sousa - pastor .Hebraico .Hieronymus Bock .Homenagem .Igreja Evangélica Indiana .Il Divo .Imprensa Bíblica Brasileira .Instituto Cristão de Pesquisa - ICP .Jair Messias Bolsonaro .Jamily .Jeanne Mascarenhas .Jimmy Swaggart .John Bevere .John Bunyan .John Lennon .Jonas .Josias Botelho .José Wellington Bezerra da Costa Junior - pastor .José Wellington Costa Neto - pastor .José do Egito .Kathy Fincher .Kleber Lucas .Leandro Marques .Lidia Caetano de Sousa - missionária .Livro de Deuteronômio .Livro de Eclesiastes .Livro de Habacuque .Livro de Joel .Livro de Josué .Livro de Miquéias .Livro de Números .Livro de Oséias .Livro do Apocalipse .Lições Bíblicas - Jovens .Ludmila Ferber .Lívia Malta .Magno Paganelli .Manuel Ferreira - Bispo .Marcio Melânia .Mariana Valadão .Marina Silva .Mario Teixeira .Marquinhos Gomes .Michelangelo .Mike Smith .Ministério Hebrom .Ministério de Adoração .Missões na Índia .Neemias .Notícia comentada .O Livro de Ageu .Oração .Os presidenciáveis para 2018 no Brasil .Paul Wilbur .Pedofilia .Profetas .Você sabia? .Quarteto Gileade .Rachel Novaes .Rebanhão .Recursos .Ressurreição .Rob Bell .Rodolfo Abrantes .Ron Kenoly .Salomão - rei .Saudade .Snezhana Soosh .Sociedade Bíblica Íbero-Americana .Sofonias .Sony Music .T.A. Hegre .Templo Soul .Vineyard .Voices .Walciley Vieira .William Shakespeare .Wim Malgo .áudio 1 Coríntios Alberto Rezende - pastor Charles Studd Elizeu Martins - pastor George R. Foster

▲ Clique na imagem para retornar ao topo do blog.

Sobre ilustrações no Belverede

O Direito Autoral de algumas imagens encontradas aqui não pertence ao Editor do blog. Esta situação se dá porque elas estão na Internet sem que haja a informação de quem seja o Dono.

Caso você seja o detentor do conteúdo, queira que seja feita a indicação autoral, ou não seja de sua vontade o compartilhamento, solicitamos que nos faça saber disto. Por favor, acesse a página do próprio texto e deixe recado no próprio texto em questão, ou use a página Contato.

Arquivo de postagens

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes
Cidade Ocean - Praia Grande - São Paulo/SP - Brasil.