Research | Pesquisar artigos de Belverede

Select the language

sábado, 5 de julho de 2014

Descoberta sinagoga dos tempos de Cristo

Na sexta-feira de 11 de setembro de 2009, um comunicado com data do dia anterior da Autoridade de Antiguidades de Israel (IAA), informou que em uma escavação nas margens do Mar da Galileia, com o objetivo de construir o resort  Magdala Center - construção da entidade católica Legionários de Cristo, cuja finalidade era servir de centro para peregrinos -, arqueólogos descobriram ruínas de uma sinagoga que remonta o primeiro século.

O terreno situa-se às margens do Lago Tiberíades, na localidade de Migdal (Magdala, em aramaico, terra natal de Maria Madalena).

A escavação arqueológica, dirigida por Dina Avshalom-Gorni e Arfan Najar, teve iniciou em 27 de julho daquele mesmo ano e após um mês de trabalho descobriu-se os primeiros vestígios que aquele local era um lugar importante.

Segundo os especialistas, essa é uma importante e surpreendente descoberta, revela a exata localização da cidade de Migdal, ou Magdala. No decorrer escavações, outros achados relevantes levaram a considerar de que se tratava de uma sinagoga dos tempos de Jesus, em que Maria Madalena, cuja origem é este lugar, como também muitas testemunhas oculares do ministério de Cristo, devem ter frequentado. Como Magdala está a apenas sete quilômetros da antiga Cafarnaum, região onde Jesus se estabeleceu durante o tempo de seu ministério público, existe a possibilidade de alguma vez o próprio Jesus ter comparecido ali para ensinar e pregar.

As sinagogas eram templos em que os judeus de uma região costumavam se reunir a fim de estudar e ler as Sagradas Escrituras. Essas construções surgiram durante o cativeiro babilônico quando a cidade de Jerusalém e o Templo estavam em ruínas após a conquista efetuada por Nabucodonosor em 586 a.C.

Representantes da IAA revelaram que a construção era contemporânea do Templo de Jerusalém, remodelado por Herodes, o Grande (mencionado no Evangelho segundo Mateus ao decretar o massacre de crianças da cidade de Belém, possivelmente destruída nos anos da revolta dos judeus contra os romanos, entre os anos 66 e 70 d.C.).

A construção pertence a um grupo de outras seis sinagogas descobertas recentemente, todas pertencentes ao mesmo período histórico. O mais interessante da descoberta é uma pedra esculpida que se encontrou no centro do edifício de cerca de 11 metros por 11. Nela estão esculpidos vários sinais, mas sobretudo tem um menorá, ou seja, um candelabro de sete braços; ao que parece, trata-se do menorá mais antigo que se encontrou até a data em uma sinagoga. "Encontramos um bloco de pedra [foto] que provavelmente foi usada como uma tábua onde a Torá era lida. Acreditamos que seu desenho era uma réplica em miniatura do Segundo Templo de Jerusalém", disseram os arqueólogos.

Numerosos arqueólogos israelenses e também cristãos se   reuniram para visitar as ruínas. Cientistas disseram que o detalhe mais importante do descobrimento arqueológico - considerado extraordinário, único e de grande interesse ao mundo judeu  - pois Jesus pôde ter frequentado esta sinagoga que serviu como um local que o Nazareno ensinou os cidadãos daquela área. "Nós não entendemos completamente o potencial (histórico) dessa pedra ainda", afirmou Arfan Najar, arqueólogo e co-diretor da escavação em Magdala, numa entrevista ao New York Times.

Autoridades israelenses pediram a continuidade da escavação na área da sinagoga, que os achados sejam preservados no lugar e se incluam no projeto do "Magdala Center" - centro multimídia -, as ruínas serão mantidas e expostas. O desenvolvimento do projeto segue graças ao apoio de milhares de cristãos de todo o mundo, de muitas as confissões religiosas

Fonte:
Mensageiro da Paz, ano 83, Julho de 2014, página 25, Rio de Janeiro (CPAD).
Regnun Christ - http://www.regnumchristi.org/por/articulos/articulo.phtml?id=27419&se=362&ca=966&te=707

Nenhum comentário:

As 7 postagens mais acessadas na semana

As 7 postagens mais acessadas nos últimos 30 dias

As 7 postagens mais populares (geral - desde 12 de junho de 2007)

▲ Clique na imagem para retornar ao topo do blog.

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes
Cidade Ocean - Praia Grande - São Paulo/SP - Brasil.