Research | Pesquisar artigos de Belverede

Select the language

domingo, 2 de março de 2014

Mais vale agradar a Deus do que aos homens

Todo cristão, em graus diferentes, recebe uma carga de pressão para não emitir a instrução de Cristo em diversos assuntos. 

Há muitos anos atrás, sentei à mesa com uma pessoa, mãe de duas crianças, que alguns meses antes havia feito duas malas do marido e o colocado para fora de casa. E ele foi embora. Ela me perguntou qual a minha posição sobre o divórcio.

Falar sobre crises de relacionamento conjugal rompido nunca é fácil, porque envolve sentimentos, não dói apenas no coração da ex-esposa e do ex-marido, filhos também sofrem porque são separados de pai ou mãe.  

Eu devia dar a resposta sendo fiel ao que está escrito, não foi fácil para mim, mas disse o conteúdo bíblico que conhecia e era fruto de estudo bíblico. Eu lhe disse que Deus permitiu emitir a carta de divórcio por causa da dureza de coração do ser humano em casos de imoralidade sexual, não havia permissão para divorciar-se além desse motivo. E, se um cristão casado crente é abandonado pelo cônjuge descrente, pode deixa-lo ir embora e assinar o divórcio se essa for a vontade do descrente e depois poderá casar-se outra vez com outro alguém que for crente.

Nunca mais a pessoa que fez a pergunta foi igual comigo. Parece que ela queria outra resposta. Eu só tinha essa:

Mateus 19.8.9: "Disse-lhes ele: Moisés, por causa da dureza dos vossos corações, vos permitiu repudiar vossas mulheres; mas ao princípio não foi assim. Eu vos digo, porém, que qualquer que repudiar sua mulher, não sendo por causa de fornicação, e casar com outra, comete adultério; e o que casar com a repudiada também comete adultério".

1 Coríntios 7.12-17: "Mas aos outros digo eu, não o Senhor: Se algum irmão tem mulher descrente, e ela consente em habitar com ele, não a deixe. E se alguma mulher tem marido descrente, e ele consente em habitar com ela, não o deixe. Porque o marido descrente é santificado pela mulher; e a mulher descrente é santificada pelo marido; de outra sorte os vossos filhos seriam imundos; mas agora são santos. Mas, se o descrente se apartar, aparte-se; porque neste caso o irmão, ou irmã, não está sujeito à servidão; mas Deus chamou-nos para a paz. Porque, de onde sabes, ó mulher, se salvarás teu marido? ou, de onde sabes, ó marido, se salvarás tua mulher? E assim cada um ande como Deus lhe repartiu, cada um como o Senhor o chamou. É o que ordeno em todas as igrejas".

No livro de Atos, encontramos os apóstolos entre a vontade de Deus e dos líderes judaicos. Os judeus pressionavam a liderança da Igreja, até com encarceramento, para que parassem de pregar. O Senhor queria que eles anunciassem a doutrina de Cristo e dava-lhes liberdade e encorajamento através da presença de um anjo com o recado para não pararem de falar os ensinamentos de Jesus. E numa determinada ocasião, Pedro é levado até a presença do sumo-sacerdote, quando disse-lhe:  

"Mais importa obedecer a Deus do que aos homens. O Deus de nossos pais ressuscitou a Jesus, ao qual vós matastes, suspendendo-o no madeiro. Deus com a sua destra o elevou a Príncipe e Salvador, para dar a Israel o arrependimento e a remissão dos pecados. E nós somos testemunhas acerca destas palavras, nós e também o Espírito Santo, que Deus deu àqueles que lhe obedecem" – Atos 5.29-32.

E.A.G.

Nenhum comentário:

As 7 postagens mais acessadas na semana

As 7 postagens mais acessadas nos últimos 30 dias

As 7 postagens mais populares (geral - desde 12 de junho de 2007)

▲ Clique na imagem para retornar ao topo do blog.

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes
Cidade Ocean - Praia Grande - São Paulo/SP - Brasil.