Select the language

Research | Pesquisar artigos de Belverede

terça-feira, 31 de dezembro de 2013

Feliz dois mil e quatorze, pessoal!

A postagem anterior é a número 3 mil. A ultrapassagem da marca numérica acontece na iminência da virada de ano. Agradeço a todos que prestigiaram as publicações aqui no Belverede em 2013 e em anos anteriores. Contamos com este prestígio no ano que está chegando. Obrigado!


segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

O livro de Êxodo e o cativeiro de Israel no Egito

Por Eliseu Antonio Gomes

Moisés é o autor do livro de Êxodo, o segundo livro do Pentatêuco, que também lhe é atribuído autoria. Foi filho de casal israelita, Anrão e Joquebede, da tribo de Levi, e irmão mais jovem de Miriã e Arão. Nasceu no Egito.

O livro de Êxodo figura a extraordinária redenção efetuada pelo Senhor, a libertação de Israel, o povo eleito, das guarras tiranas do Egito, potência mundial da época. Afirma-se que foi escrito por volta de 1450 e 1410 a.C, durante a peregrinação pelo deserto, com o objetivo de oferecer um registro permanente dos atos históricos e redentores de Deus, para descrever as atividades divinas na libertação do povo escolhido do Senhor - as etapas do cativeiro egípcio e toda a trajetória pelo deserto rumo à Terra Prometida.

A divisão do Êxodo

A narrativa do livro enfatiza ao longo dos capítulos conceitos importantes, como a libertação da morte, da escravidão e da idolatria, mostra como os hebreus foram duramente afligidos por Faraó e como Deus os resgatou do jugo do inimigo. Em grande angústia o povo hebreu clamou ao Senhor, e a Palavra de Deus nos diz que ouviu o gemido do seu povo (Êxodo 1.4; 2.24)

Os pontos culminantes do livro são os detalhes da história da partida de Israel do Egito e o recebimento da Lei. O trecho mais conhecido de Êxodo é o capítulo 20, onde está a passagem dos Dez Mandamentos. Os eventos relatados ocupam posição central na revelação que Deus fez de Si mesmo ao seu povo, tanto no Antigo quanto no Novo Testamento.

Moisés é a pessoa central do livro, que está dividido em quatro partes:

1 - A libertação (1 - 15.21);
2 - A viagem até o Sinai (15.22 - 18.27);
3 - A Lei e a Aliança (19 - 24);
4 - A Tenda Sagrada e o culto (25-40).

Aborto

Durante muitos anos difundiu-se a crença de que Ramsés II era o Monarca da Opressão, porém, descobertas arqueológicas revelaram que a dura escravidão dos hebreus ocorreu sob a égide de Tutmés III, cujo reinado durou de 1501 a 1447.

Segundo os eruditos, o Faraó que consta no Êxodo é Amenotepe II. As páginas bíblicas mostram o quanto esse rei era cruel e capaz de tomar atitudes atrozes. O livro inicia apresentando uma breve genealogia, e em seguida apresenta a inquietude dos egípcios por causa do crescimento numérico dos israelitas, que tiveram uma multiplicação vertiginosa no Egito (Atos 9.31; Lucas 14.22-23)..

Para contrabalançar a explosão populacional dos hebreus, que os egípcios consideraram ameaça, Faraó promulgou decretos. O primeiro sujeitava os hebreus ao trabalho forçado, suprindo a necessidade de mão-de-obra, sob vigilância de capatazes. O segundo decreto ordenava o extermínio de bebês masculinos, às parteiras egípcias receberam ordens para matar todos os recém-nascidos, porém, elas eram tementes a Deus e não o obedeceram. Depois Faraó ordenou que todos os meninos hebreus fossem atirados no rio Nilo para morrerem afogados ou servissem de alimento aos crocodilos (Êxodo 1.17, 21, 22).

Vale observar: meninas não deveriam ser assassinadas.

A atrocidade de Faraó subsiste nos dias atuais. Muitas crianças são mortas vítimas do aborto.O infanticídio generalizou-se, em muitas partes do planeta está legalizado.

A impressionante biografia de Moisés

1 - Joquebede, a mãe exemplar 

Deus cuidou de Moisés em todas as etapas de sua vida.

Ele nasceu durante o período em que Faraó ordenou a matança de meninos israelitas recém-nascidos. Quando bebê, escapou da morte porque seus pais eram tementes a Deus, e com a ajuda celestial conseguiram salvá-lo. Movidos pela fé em Deus eles descumpriram a ordem do rei e o esconderam em casa. Por providência divina, a fé que possuíam fez com que elaborassem um plano brilhante que livraria o bebê da ira do monarca e o colocaria em plena segurança até alcançar a fase adulta. Para que Moisés escapasse do edito faraônico, ele foi posto em um cestinho de junco ou papiro recoberto de pixe, entre as canas que havia à margem do Nilo, sua mãe orientou sua irmã Miriã a vigiá-lo secretamente. Assim, ele foi encontrado e adotado pela filha de Faraó, que ao banhar-se encontrou o cesto. A princesa escolheu sua própria mãe para criá-lo como se fosse sua babá. Desta forma Joquebede foi remunerada para tratar bem seu filho (Êxodo 2.1-10; Atos 7.22; Hebreus 11.23).

Não temos a informação por quanto tempo Moisés ficou aos cuidados de seus pais, em determinado momento o menino foi levado ao palácio para receber preparo intelectual. Frequentou as mais renomadas universidades egípcias (Gênesis 41.45; Atos 7.22). Segundo achados arqueológicos, na educação superior egípcia constavam ensinos de administração, arquitetura, matemática, astronomia, engenharia, etc. Todo esse preparo serviu de base para que ele fosse escritor, condutor e legislador do povo hebreu pelo deserto.

2 - Foragido

Moisés cresceu mantendo viva sua origem hebraica. Adulto, certo dia testemunhou um hebreu sendo maltratado por um egípcio e fez justiça com as próprias mãos, matando o opressor e enterrando seu corpo no deserto. O crime não ficou às escondidas por muito tempo e ele teve que fugir para não morrer. O equívoco, o zelo precipitado e a fuga não impediram os propósitos divinos em sua vida.

Morou  em Midiã por quarenta anos. Foi bem recebido por Jetro, xeque e sacerdote, em sua casa e casou-se com Zípora, uma de suas filhas. Como estrangeiro, formou sua família longe de seus pais e irmãos (2.11-22).

3 - A chamada ministerial

Por meio da visão da sarça ardente que não se consumia, Deus revelou a Si mesmo a Moisés dizendo seu nome sagrado, Jeová, e comissionou-o a voltar ao Egito para libertar Israel da escravidão e conduzi-lo rumo à Terra Prometida. Ele obedeceu e assumiu o posto de liderança, colocou os israelitas para fora do território egípcio. Após dez pragas ocorridas por intermédio do ministério de Moisés, Faraó consentiu que os israelitas seguissem para Canaã (2-18).

4 - Últimos dias

Por mais de quarenta anos Moisés cumpriu o mandado de Deus: promoveu a Aliança entre os israelitas e Deus; tornou-os preparados para a entrada em Canaã (19-24; Deuteronômio 1-37). Morreu às portas de Canaã, no monte Nebo (Deuteronômio 34).

A libertação dos judeus

O vocábulo "êxodo" significa "saída". É a forma latinizada da palavra usada na Septuaginta (exodos).

O povo hebreu viveu no Egito por 430 anos, grande parte em aflição, oprimido por Faraó. A saída dos israelitas do Egito é o episódio histórico mais expressivo do Antigo Testamento, porque mostra teologicamente a magnificente ação de Deus em favor de seu povo e de todas as nações gentias. Mostra como Deus é cumpridor de suas promessas, como estabeleceu um povo sem pátria em uma nação, conforme havia dito que faria aos patriarcas.

No livro de Gênesis vemos a criação, a Queda e o projeto de redenção divina para a humanidade. Deus chama Abraão e promete que de sua descendência abençoaria todas as famílias da terra. E no livro de Êxodo podemos ver o povo hebreu, descendência do patriarca, sendo resgatado da escravidão, criando uma nação com a finalidade de que o plano da salvação, na pessoa de Jesus Cristo, alcançasse toda a humanidade. 

Igreja

As crianças necessitam de pais verdadeiramente cristãos, que zelem por suas vidas assim como Moisés foi preservado da morte por iniciativa corajosa e perspicaz de sua mãe. Há uma recompensa para os pais piedosos e obedientes, nenhum cristão pode desanimar em conduzir seus filhos no caminho do Senhor (Provérbios 22.6)

Como Moisés, muitas vezes as circunstâncias desta vida levam o cristão a viver em terra estrangeira, longe dos familiares. E não precisa amedrontar-se porque Deus está presente providenciando tudo que for necessário. Esses são momentos em que o Senhor treina quem o serve para ser instrumento de realizações da sua obra.

O cristão está sujeito a experimentar aflições. Se oprimido, não desanime diante das crises. Quando a situação é humanamente irreversível, o Pai se mantém atento e tem o poder de nos libertar da opressão do mundo e do pecado. O Senhor observa sofrimentos e súplicas, e responde apresentando a libertação no momento certo.

Tal qual os israelitas se multiplicaram no Egito, o povo de Deus precisa multiplicar-se em todos os municípios, estados, países e continentes. Por todo o mundo. Porém o Senhor deseja que o crescimento da Igreja seja tanto em quantidade quanto em qualidade espiritual, quer que o crente seja fortalecido em Cristo (Marcos 16.15; João 3.3; Atos 1.8; Filipenses 4.13; 1 Pedro 5.10). 

Na Antiga Aliança a redenção do homem era por meio de sacrifícios e por isto um animal puro deveria morrer em um ritual religioso. Cristo morreu na cruz do Calvário para nos libertar do jugo do pecado de uma vez por todas. Ele morreu em nosso lugar para que Deus nos liberte da escravidão espiritual operante neste mundo tenebroso. Na Nova Aliança, o homem deve sacrificar os desejos desenfreados da sua natureza pecadora e caminhar segundo as sete características do fruto do Espírito Santo (Gálatas 5.16-23; Colossenses 3.5-17).

Deus não muda. Do mesmo modo que foi atuante em favor de Moisés e do povo hebreu, também está presente para livrar o cristão e toda sua família da ira do Inimigo.

E.A.G.
__________

Compilações:
Ensinador Cristão, ano 15, nº 57, jan/fev/mar de 2014, Rio de Janeiro - RJ, CPAD.
Lições Bíblicas, lição 1,1º trimestre de 2014, Rio de Janeiro - RJ, CPAD. 
O Novo Dicionário da Bíblia, volume I, 4ª edição 1981, São Paulo - SP, Edições Vida Nova.
O Novo Dicionário da Bíblia, volume II, 4ª edição 1981, São Paulo - SP, Edições Vida Nova.

Schumacker em coma: ex-piloto de Fórmula 1 sofre acidente esquiando

Biografia de 440 páginas escrita por Christopher Hilton, que também escreveu sobre Airton Sena.

O alemão Michael Schumacker, ex-piloto heptacampeão de Fórmula 1, 44 anos, esquiava com o filho nos Alpes Franceses, na manhã de domingo, dia 29 de dezembro, quando caiu e bateu a cabeça em uma pedra. Mesmo usando capacete, sofreu traumatismo craniano e está internado em estado grave, segundo informações de seus agentes e de médicos.

Schumacker foi socorrido por dois patrulheiros e levado em um helicóptero para um hospital na cidade de Moutiers. Estava consciente no momento do socorro, inclusive teria caminhado dizendo que se sentia bem. Mas deu entrada no Hospital da Universidade de Grenoble às 12h40, horário local, já em coma e passou por neurocirurgia. 

O site oficial do ex-piloto saiu do ar, sobrecarregado por causa do elevado número de acessos, quando a notícia do acidente foi veiculada pela imprensa.

O ex-piloto é casado e pai de dois filhos.

E.A.G.

Rob Bell e as três chamas do amor: raya, ahava e dod

Na proximidade de Natal, e outras épocas, como o Dia dos Namorados, muitas pessoas demonstram mais sensibilidade, querem um amor “para chamar de seu”. Neste desejo, nem todas vão buscar a pessoa querida em lugares ideais. Muitas escolhem métodos equivocados para procurar acabar com a solidão. Mas, à parte essa questão de erros e acertos, ter o interesse é um grande primeiro passo para encontrar um relacionamento importante.

Na Bíblia Sagrada, o livro Cânticos do Cânticos de Salomão reúne belíssimos poemas românticos da poesia oriental. Belas estrofes que expressam a relação amorosa em estado de reciprocidade de sentimentos, a evidência da alegria de um casal unido pelo amor verdadeiro.

Quando existe verdade no amor entre o casal, o namoro sempre chega ao ponto em que surge a ideia do matrimônio. O rapaz quer casar-se, mesmo que não considere estar preparado para esse passo tão importante em sua vida. E a garota também quer.

Raya, Ahava  Dod

O pregador americano Rob Bell produziu um DVD, intitulado As Três Chamas do Amo. A mensagem apresenta três aspectos fundamentais para que o relacionamento seja saudável e sempre amoroso. Bell toma como base o livro Cântico dos Cânticos, que descreve o amor de Salomão pela Sulamita, e o contrário também. Ele usa as três palavras hebraicas para definir o amor, que é sempre um sentimento pulsante e atual. Segundo ele, as três palavras hebraicas -  raya, ahava e dod - descrevem três dimensões do amor.

1. Amizade 

A palavra hebraica usada pela primeira vez para descrever o amor no livro Cântico dos Cânticos é "raya", cujo significado é ser um amigo, um companheiro ou alma gêmea (Cântico dos Cânticos 4.7). A companhia que queremos para a jornada da vida deve ser especial, deve ser o nosso melhor amigo (a). 

2. Profundo afeto / compromisso

A segunda palavra hebraica “ahava". Ela significa uma profunda afeição. É o desejo incontrolável de estar com a outra pessoa. Sentimento que faz coração sofrer de saudade.

“Ahava” é o ingrediente sólido na relação do casal. Um sentimento muito forte de afeição na relação de um homem com uma mulher. Amor voluntário, mais intenso do que o sentimento romântico fugaz. Amadurece o relacionamento, provoca o desejo de estar junto para o resto da vida. É o comprometimento que faz perder o interesse pelo passado, os momentos anteriores em que não estava relacionado com quem está agora.

Este tipo de amor é uma escolha firme de estabelecer e solidificar uma união estável. Há cumplicidade, o amparo mútuo, o auxílio em reciprocidade voluntária.

O casal de Cântico dos Cânticos experimenta o estado do amor / “ahava”, ele é descrito como mais forte do que a morte (Cânticos 8.7).

3. Paixão

A terceira palavra é dod, que significa paixão. É o estágio da união de corações, do romantismo das carícias mútuas, da atração física, da satisfação, do prazer consumado. Tempo de festejar.

Conclusão 

Rob Bell descreve estas três características do amor como três chamas distintas. Cada uma é um fogo diferente.

Uma pessoa pode se contentar com uma dessas chamas em seu relacionamento, apenas com chama da paixão / dod, sem considerar que ela representa apenas uma parte do amor. Quando este sentimento está isolado causa sofrimento. É possível manter o fogo aceso, mas jamais ele resolverá o problema da dor na alma.

O segredo para estabelecer um relacionamento feliz é manter as três chamas acesas em um único facho. Transformar amizade, compromisso e paixão em um único luzeiro, as três chamas juntas se transformam em uma única chama, porém, maior, mais quente. A labareda de fogo é capaz de aquecer o coração e satisfazer as necessidades da alma. “Qualquer coisa menos do que isso é viver abaixo da qualidade de vida que o casal está destinado a viver em uma relação matrimonial”, diz Rob Bell em seu vídeo, Ele conclui: “A boa notícia é que se em seu relacionamento estiver faltando uma das chamas, existe a chance para acendê-la e agrupá-la com as outras.”

E.A.G.

Confira o vídeo, produzido pelo ministério Nooma, em legendas no idioma português, cujo título é Chama / Flame. Três descrições para amor em hebraico, por Rob Bell

_________

Rob Bell pronunciou-se afirmando acreditar que o inferno não existe. Este blog não compactua com tal posicionamento.

País das Lembranças


O ano termina 
Calor
Frio
Chuva fina
Sede
Cubos de gelo na água gelada
A aridez ali e os jardins aqui

A cegueira ao meio-dia de um dia de verão de alguém
As cores na escuridão que o mundo inteiro não vê

Ao braço forte e amigo
Agradecido

Eu vi
Nascimentos, lutos
Percebi
Velocidade de pensamento na mente do tetraplégico sem pressa
 De ir e voltar

Adeus
Rádio antigo
Destino
 Lata  de lixo
[Não chie]

Quase saudade
Música do passado em MP3 transporta para o hoje aquela sintonia
 [que não lembrava mais]
VHS
Promove festa ao mostrar a festa de aniversário
De uma infância que adolesceu cheia de energia
Alegria

Olá
Ano Novo
Receba eu tão bem quanto receberá as quatro estações
As quatro emoções da Natureza, 
Que nobreza
Sol
Primavera
Frutas
Linho e lã

Tchau
 Ano Velho
Velho, por quê?
 Você jamais chegará ao 15, 20 aninhos!
Sai de mudança da realidade para o Pais das Lembranças
Que parece estar há quilômetros de distância
Mas continua por perto a caminhar indelével e invisível junto de toda gente saudosa

O par de chinelos velhos não passeiam mais comigo

Quase cinquenta
Estou em pé me sentindo pronto
Para viver outros trezentos e sessenta cinco presentes de Deus
  Obrigado, meu Pai
Por mais força para viver.

E.A.G.

domingo, 29 de dezembro de 2013

Sobre a origem do sofrimento Provérbios 4.23-27

Não poucas pessoas perguntam qual é a origem do sofrimento humano. A Bíblia responde isso, apontando para quem sofre, afirmando que em alguns casos (friso: alguns casos!) a dor tem como causa algumas ações inconsequentes do sofredor.

Graças a Deus existe uma porta de escape aos que erram: confessar o erro/pecado e arrepender-se, trocar hábitos ruins por bons, não desanimar, seguir adiante tendo Jesus Cristo como Salvador e Senhor (Provérbios 28.13; 1 João 1.9).




E.A.G.

Anderson Silva quebra perna ao chutar Chris Weidman

A modalidade UFC é a pior competição de lutas que existe. Golpes proibidos em outras são permitidos nela. Cotoveladas, joelhadas, pontapés, socos, chave de cervical. 

2013 não foi um ano bom para Anderson Silva e não termina bem. Faixa preta em jiu-jítsu, depois de 17 vitórias uma após outra e 10 defesas seguidas do título de campeão no UFC, o brasileiro conheceu a vergonha do nocaute pela primeira vez na carreira ao ter como oponente o americano Chris Weidman em 6 de julho de 2013, quando perdeu o cinturão da categoria peso-médio. Ele foi aos Estados Unidos para revanche. O duelo ocorreu no MGM Arena, em Las Vegas, na madrugada de sábado, dia 28,  para domingo, 29. Perdia a luta no primeiro round, ao começar o segundo voltou tentando se recuperar, aplicou um potente chute na canela do adversário e parece ter se fraturado gravemente, quebrando a tíbia

Cena forte: pôde-se ver a área quebrada dobrando-se! O brasileiro gritando, posto sobre uma maca e sendo levado do ginásio para um hospital. É por situações assim que não consigo considerar lutas como um esporte.


sábado, 28 de dezembro de 2013

Tema a Deus em todo o tempo

Um dos conselhos mais importantes de Salomão está no livro de Eclesiastes. Refere-se aos últimos anos de nossas vidas e nos prepara para vivê-los da melhor maneira possível. É: "Lembra-te do teu Criador nos dias da tua mocidade" (12.1).

A vida é passageira, a beleza e o vigor físico da juventude não duram para sempre. É preciso refletir a respeito das diferentes fases dela e saber valorizar cada uma delas.

A Humanidade tenta encontrar a fórmula para não envelhecer, mas o inevitável está presente diante de nós: chegarão momentos de falta de ideias; membros do corpo enfraquecidos; visão encurtada; voz trêmula; cabelos brancos; memória lenta, a cárie destruindo o esmalte dos dentes.

Teremos que vivenciar a velhice, as características da idade avançada. Então, precisamos viver de modo pleno em todo o tempo, aproveitar bem todas as etapas da vida. Isto só é possível quando o ser humano teme a Deus e obedece aos seus mandamentos.

Evitamos falar a respeito da morte, mas ela é parte integrante da vida e não pode ser negligenciada. Chegará para nós o derradeiro dia, quando o corpo retornará ao pó e a alma e o espírito voltarão a Deus que os criou (Gênesis 2.7; 3.9). Por este motivo Salomão usa algumas metáforas para tratar do assunto (Eclesiastes 12.6-8).

O capítulo 12 de Eclesiastes incentiva-nos a manter o temor do Senhor, que por conseguinte nos leva a cuidar bem da saúde em todas as faixas-etárias. Temendo a Deus a alma e o espírito são mantidos renovados até ao final dos dias do homem exterior. Desta forma, quando chegar o momento de vivenciar a existência no porvir o ser humano tem condições de ser feliz ao lado de seu Criador na eternidade (João 14.2-3).

E.A.G.

Confira mais neste blog: A fonte da juventude

Rachel Sheherazade e Paulo Giraldelli

A jornalista e apresentadora  do SBT postou no dia 27 de dezembro, no Twitter, um suposto crime contra sua pessoa. O suposto criminoso não seria alguém desinformado, mas Paulo Ghiraldelli, que é professor na Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ. Ele estaria incitando estupro.



"‏@rachelsherazade caso grave de INCITAÇÃO AO CRIME promovido pelo sr. PAULO @ghiraldelli ou quem se faz passar por ele! COMPARTILHEM!"

Giraldelli teria digitado, ou alguém em seu lugar:

"VOTOS PARA 2014: que a Rachel Sheherazedo abrace bem forte, após ser estuprada, um tamanduá".
"MEUS VOTOS PARA 2014: que a Rachel Sheherazedo seja estuprada."

Preconceito religioso por ela ser evangélica? Após a denúncia ele negou ter feito a declaração e afirmou que as postagens teriam sido feitas por terceiro usando seu perfil sem permissão.

E.A.G.

A presença certa de Emanuel

Nas Escrituras Sagradas, Jesus Cristo é chamado de Emanuel, que significa Deus Conosco. Conferir: Isaías 7.14; Mateus 1.23.



sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

Ex-atleta Edmundo com Valdemiro Santiago

Edmundo compareceu na Igreja Mundial do Poder de Deus. Durante culto religioso, atendeu solicitação e autografou camiseta do Vasco da Gama para o apóstolo e teria entrado em acordo com ele para estar em campo em jogo beneficente, junto com o líder da igreja, objetivando arrecadar alimentos para necessitados. 

Valdemiro disse gostar e ser telespectador do ex-jogador e agora comentarista de futebol na Band.

Na ocasião do encontro, em tom descontraído o líder da igreja contou para Edmundo, aos presentes e telespectadores da transmissão ao vivo, que uma vez encontrou Milton Neves no aeroporto de Joanesburgo, África do Sul. Havia uma multidão aguardando quem chegava e Milton Neves pensou que as pessoas estavam lá por causa dele, mas para sua surpresa todos correram para abraçar o apóstolo.

Veja mais sobre o ex-atleta:

Ex-jogador Edmundo convertido

Ex-jogador Edmundo declara: ninguém quer ter filho homossexual

Edmundo está preso 

Edmundo livre: Pronunciamento sobre acidente

Fonte: Igreja Mundial na Rede

terça-feira, 17 de dezembro de 2013

Lança o teu pão sobre as águas

"Lança o teu pão sobre as águas, porque, depois de muitos dias, o acharás" - Eclesiastes 11.1.

Lançar o pão sobre as águas é viver com dinamismo, tomar atitudes certas e ter esperança e fé quanto ao futuro que desconhece. É um convite a escolher fazer o bem, ser uma pessoa bondosa, afastada do egoísmo, apesar da imprevisibilidade da vida, pois  quem apenas observa o vento e as nuvens jamais semeará (Eclesiastes 11.4).

O termo hebraico para "lançar" é "shalah": deixar ir, mandar embora, enviar. Muitos questionam o que quer dizer a metáfora sobre jogar o pão na água. Seria jogar a  comida fora? Desperdício? A figura de linguagem não é negativa é expressão extraída do comércio de cereais em uma cidade portuária ilustrando a perspectiva de sucesso em empreendimento comercial ousadamente diversificado.

Assistencialismo

Dizem que as maiores motivações da vida estão ligadas ao desejo de ganhar e medo de perder. A sociedade está marcada pelo interesse próprio, se recusa a dar espaço à generosidade. Quem vive afastado de Deus não tem o hábito de compartilhar o que tem com o próximo, ao fazer algum benefício tende a esperar que aquele que foi beneficiado pague em tempo oportuno. As Escrituras Sagradas  nos ensinam que ser uma pessoa egoísta torna a vida sem sentido, vazia.

Deus promete recompensar aqueles que são bondosos e abrem suas mãos aos que necessitam "Ao que distribui mais se lhe acrescenta, e ao que retém mais do que é justo, é para a sua perda. A alma generosa prosperará e aquele que atende também será atendido" - Provérbios 11.24-25.

No episódio da multiplicação de cinco pães e dois peixinhos, lanche de um menino, Jesus Cristo demonstrou sua compaixão pelas pessoas famintas. Todos os presentes na  multidão se alimentaram fartamente. Embora Deus tenha demonstrado seu poder e generosidade e tenha havido enorme sobra de comida, o alimento que sobrou não foi jogado fora mas recolhido em doze cestos cheios. Com certeza o recolhimento ocorreu para que outras pessoas que não estavam naquele lugar e momento do milagre espetacular também pudessem ser abençoadas (Mateus 14.20; Marcos 6.43; Lucas 9.17; João 6.13).

Como Igreja do Senhor jamais devemos nos esquecer dos necessitados, pois Jesus Cristo nunca de esqueceu deles (Mateus 25.36; Lucas 4.18, 19).  Ao fazer misericórdia o cristão jamais deve pensar em recuperar o seu "pão", como um rendimento da sua boa obra. Praticar o amor através da assistência social é uma obrigação cristã, a ação do benefício material ao próximo é uma forma de dedicar-se ao Senhor. Contribuir com liberalidade é um dom (Romanos 12. 6, 8).

2 Coríntios, capítulos 8 e 9, contém instruções sobre ofertas dirigidas aos crentes pobres de Jerusalém. Encontramos nestes dois capítulos o ensino mais completo do Novo Testamento sobre a contribuição financeira cristã para ajudar aos necessitados. Em 8.5, 15, 24 somos informados que ao realizar o socorro a quem precisa provamos nosso amor cristão, e um dia a situação pode inverter-se, quem tem abundância pode experimentar a escassez e precisar receber assistência. Em 9.12, 14, aprendemos que a generosidade é um sentimento que glorifica a Deus, ao praticá-la  motivamos que sejam realizadas ações de graças, aumenta a proximidade entre cristãos, deve ser o reflexo do nosso desejo interior de ajudar ao necessitado.

Vigilância na prosperidade financeira

O cristão deve servir ao Senhor com o seu dinheiro, precisa tomar cuidado para que o dinheiro não se transforme em seu deus, considerando-o mais importante do que o Criador e  seus semelhantes. Jesus Cristo ao falar sobre a condição de quem é verdadeiro servo de Deus, referiu-se a riqueza como se fosse uma pessoa, um ídolo pagão aos que amam o dinheiro (Mamom: a transliteração grega da palavra aramaica "riqueza", Mateus 6.24).

Missões

Lançar (hebraico: shallah = enviar) o pão sobre as águas também pode ser interpretado como fazer missões além-mar. Jesus Cristo é o Pão da Vida. É Deus quem envia os homens como seus embaixadores, representantes em missões oficiais (Isaías 6.8; Jeremias 1.7; Ezequiel 2.34). Moisés e Gideão foram representantes de Deus nas missões que lhes foram confiadas (Êxodo 4.28; Deuteronômio 34.15; Juízes 6.14). E na mais sublime de todas as missões o Messias foi enviado para salvar a humanidade (Isaías 61.1).

Conclusão

Aquele que dá uma parte do que tem para suprir a necessidade do outro sem esperar nada em troca será abençoado  (Deuteronômio 15.10-11).

Salomão revelou que o caminho para o sucesso é agir generosamente. A generosidade não deve se limitar à área material, seja generoso na esfera financeira e também na espiritual. O cristão deve ser generoso sempre, em todos os aspectos da vida.

E.A.G.

Outra reflexão sobre o mesmo tema: O que quer dizer lançar o pão sobre as águas?

domingo, 15 de dezembro de 2013

Analisando Festival Promessas 2013

Imagem da Internet.

Luigi Baricelli apresenta o evento sem usar o tradicional microfone da emissora com logotipo da Rede Globo. Vergonha? Discriminação religiosa? Talvez sejam as duas coisas. É um péssimo sinal contra os evangélicos.

Imagem da Internet.

O evento foi realizado em Brasília, com a presença de uma grande multidão. Tecnicamente, a transmissão não deixou a desejar. Afirma-se que este foi o último Festival Promessas em nível nacional, os próximos terão alcance regional, oferecido às praças em que foi gravado.

Imagem da Internet.
.
Imagem da Internet.


Thalles Roberto: camiseta lembra que Jesus Cristo foi condenado por pecados que não cometeu. "Jesus não tinha culpa, não. Mas carregou a culpa e a dor. Sofreu a dor do mundo inteiro para que eu fosse salvo".

Imagem da Internet.

Aline Kistenmacker Barros dos Santos, mais conhecida como Aline Barros ao lado de seu pai Ronaldo, sempre um companheiro nos palcos tocando sua guitarra.

Imagem da Internet.

Aline, entre outros louvores, após lembrar a presença de crianças no local, canta Homenzinho Torto.

Imagem da Internet.

Da direita para a esquerda: Ana Paula Valadão, Aline Barros e Bruna Karla. Cantam juntas Sonda-me.

Festival Promessas 2013

O que é o Festival Promessas?

Para os cantores, o evento é uma oportunidade de anunciar Jesus Cristo como Senhor e Salvador, fazer publicidade de suas carreiras. É isso que já tive a oportunidade de ler em algum lugar Aline Barros e Ana Paula Valadão afirmarem.

Para o conglomerado Globo, o Festival Promessas é um produto trabalhado para ser lucrativo. É a chance de aumentar o número de telespectadores da Rede Globo, e para a Som Livre a oportunidade de promover seu catálogo, impulsionar vendas de CDs e DVDs.

Os produtores do evento ainda não entenderam que o elo entre o artista religioso e seus admiradores não é igual ao elo que existe entre o artista secular e o público não religioso. No cenário gospel, não há incentivo à fanatização ao cantor, o público cristão é orientado a render louvor a Deus junto com o artista, aprende nas igrejas que sua adoração deve ser destinada só a Deus.

Para os cristãos em geral, o Festival Promessas ainda parece ser uma grande incógnita.

Bastidores do Troféu Promessas

Os artistas que se apresentam no Festival Promessas foram premiados com o Troféu Promessas, administrado pela Rede Globo.

Ainda falta credibilidade ao Troféu Promessas. É obscuro o critério da premiação. Apesar do incontestável talento de todos os premiados, aparentemente o prêmio serve como fórmula para aumentar as vendas de artistas da Som Livre. Uma pergunta pertinente: por que a Sony Music não tem nenhum representante este ano? Muitos respondem que é pelo fato de ser a maior concorrente da gravadora do conglomerado Globo.

2013

Neste domingo, 15 de dezembro, a Rede Globo deverá apresentar o Festival Promessas. O evento conta com seis atrações, sendo que a maior parte não possui vínculos de contrato com a gravadora Som Livre, o braço musical do conglomerado da família Marinho: Thalles Roberto é da Graça Music;  Aline Barros, Bruna Carla e Oficina G3 estão no selo da MK Music; apenas Jonas Vilar e o Diante do Trono são contratados da Som Livre. 

Provavelmente poderá haver sensível queda de audiência no programa deste ano, o público-alvo costuma estar em atividades nos respectivos templos que congregam no dia e horário marcados pela emissora para realizar a transmissão. Diante do dilema ficar em casa  no domingo assistindo o Festival Promessas ou ir à igreja, uma parcela enorme irá congregar.

Veja mais: Analisando Festival Promessas 2013

E.A.G.

sábado, 14 de dezembro de 2013

Colocando os alicerces

Por Sarah Wilke

"Todo aquele que, pois, que ouve estas minhas palavras e as pratica será comparado a um homem prudente que edificou a sua casa sobre a rocha; e caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram com ímpeto contra aquela casa, que não caiu, porque fora edificada sobre a rocha" - Mateus 7.24-25.

Imagine você tendo que começar a construir a sua casa sobre a rocha? Você arma uma tenda sobre a areia enquanto procura, ou espera encontrar um lugar mais sólido? Imagino que todos nós ansiamos que a terra firme dos ensinamentos de Jesus, que cada um de nossos passos vão em direção a este objetivo, mas sei que isso exige uma série de ações e decisões que garantam nossa fidelidade ao plano que Ele tem para nossas vidas.

Foi Haksun Joo quem me fez lembrar isso. Haksun Joo é um pastor inspirador que conheci em junho de 2012 na Quarta Reunião Familiar Internacionbal do Upper Room Ministries. Durante quatro dias repletos do Espírito, editores e líderes do Emmaus/Chrysalis da Austrália, Ásia e Ilhas do Pacífico se reuniram em um centro de retiros próximo a Brisbane para se conhecerem, e eu, mergulhei em suas histórias de fé e fidelidade.

Haksun Joo, hoje líder da comunidade Emaús na Coréia do Sul, sinda estava no seminário e, 1988 quando foi apresentado ao No Cenáculo pela mulher com quem ele acabaria por se casar. Na verdade, ela lhe deu um exemplar do "livrinho" em seu primeiro encontro. Imagine a força e a coragem desta jovem ao fazer uma afirmação tão determinada a um pretendente que ela acabava de conhecer. Para Haksun, a mensagem foi clara: ela dizia que aquela jovem era "muito fiel", não apenas a Deus, mas a uma disciplina de oração diária. Seu gesto, contou-me Huksun, o levou a tomar a decisão de lhe pedir em casamento.

Estou tentando abraçar esta história todos os dias ao refletir sobre meus próprios alicerces. Quero ser como aquela jovem, não apenas esperando o melhor, mas trabalhando para alcançá-lo. Em pequenos e grandes aspectos, nossas ações são o que garantem que nossas vidas sejam construídas sobre a rocha.

O salmista Davi faz uma declaração inspiradora sobre a imagem de uma rocha:

"Que as minhas palavras e os meus pensamentos sejam aceitáveis a ti, ó Senhor Deus, minha rocha e meu defensor' (...) 'Esperei com paciência pela ajuda de Deus, o Senhor, Ele me escutou e ouviu meu pedido de socorro. Tirou-me de uma cova perigosa, de um poço de lama. Ele me pôs seguro em cima de uma rocha e firmou os meus passos" - Salmo 19.14; 40.1-2.

Que cada um de nós se sinta encorajado a tomar decisões corajosas: colocar sua vida, sua família, seus projetos sob os cuidados da Rocha verdadeira que é Jesus Cristo. Nele encontramos salvação, amor, paz e direcionamento seguro nos caminhos a serem percorridos no dia a dia.

Fonte: No Cenáculo; paginas 2, 6; ano 74; edição maio-junho de 2013. Obs: Artigo postado com adaptações ao blog.

quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

Desfragmentadores para computadores com Windons

Produto desenvolvido pela Piriform.
Quanto mais tempo de uso tiver um sistema operacional, maior a necessidade de efetuar desfragmentação do HD (disco rígido).

Explicando por analogia: pense no disco do computador como uma prateleira de escritório desorganizada, repleta de pastas com documentos espalhados. O trabalhador demanda mais tempo para encontrar o que precisa. Desfragmentar é colocar a documentação em ordem, para que haja acesso sem procura.

O disco rígido do computador armazena arquivos em blocos lado a lado. Quando gravamos ou editamos arquivos espalhamos partes de blocos na "prateleira"; ao navegar pela internet produzimos mais arquivos;  quando deletamos um arquivo nem sempre tudo é apagado. Então, a sequência de blocos fica desorganizada, arquivos espalhados de modo incompleto, intercalados com espaços livres. Se o número de fragmentos for grande e existirem muitos espaços livres entre um e outro bloco, o uso da máquina terá processamento de resposta aos comando de maneira lenta, com os indesejáveis travamentos. O que o desfragmentador faz? Reúne todos os fragmentos de arquivos e programas um ao lado do outro, e assim a leitura do seu sistema operacional torna-se mais ágil.

Desenvolvido pela IObit.
Mas, antes de desfragmentar, encontre possíveis erros lógicos que possa haver no seu disco rígido, os erros são gerados por arquivos corrompidos - arquivos incompletos ao deletar algo ou por ação de vírus. O Windons oferece aos seus usuários um serviço de limpeza por meio do utilitário CHKDSK (é o antigo Scandisk em versão atualizada, oferecido no sistema operacional XP e programas anteriores). Essa ação identifica e corrige defeitos. A limpeza, identificação e correção antes da desfragmentação são necessárias, pois evita problemas futuros, agiliza e potencializa muito o processo de desfragmentação.

Deixo aqui duas dicas aos leitores fixos e eventuais do Belverede. São aplicativos gratuitos, disponíveis em português, indicados por técnicos de informática. Estão instalados num Windons 7 e num Windons 8.1. Estou satisfeito com esses desfragmentadores.

São: Defraggler (versão 2.16.909) e IObit Smart Defrag (versão 2.9). Neste momento que escrevo apresento as versão atualizadas, mas convém pesquisar no momento em que lê se a data de sua leitura for distante da desta postagem, pois provavelmente haverão atualizações importantes nestes dois programas.

E.A.G.

terça-feira, 10 de dezembro de 2013

A ilusória prosperidade dos ímpios

Por Eliseu Antonio Gomes

O humanismo secular está impregnado em nossa sociedade, coloca o ser humano como centro de tudo e põe Deus para fora. O escritor do excepcional livro Eclesiastes aborda o caos dessa situação, totalmente contrária à revelação das Escrituras Sagradas.

A prosperidade do ímpio

A Teoria da Evolução introduziu na mente das pessoas a filosofia que o ser humano é apenas um animal superior aos bichos, e que a sua morte é semelhante a morte de animais irracionais. Faleceu, acabou, alega.

E seguindo essa alegação equivocada, o ímpio põe a si próprio no centro do universo, não tem interesse pelo bem-estar das outras pessoas, pensa mais em si mesmo e muito pouco nos outros. Alimenta o desejo egoísta por poder e riquezas, intenção esta que o leva a desconsiderar valores morais, dignidade e bondade humana. Sem misericórdia, é capaz de oprimir quem não pode se defender. Este estilo de vida preza pelo amor ao dinheiro e tudo que ele pode comprar, faz o mundo estar repleto de situações opressivas.

Quando uma pessoa assume o controle de sua vida, acreditando ser autosuficiente, não precisar seguir a orientação do Senhor, a vida desta pessoa perde o propósito e a bênção divina. Mesmo que conquiste uma posição financeira privilegiada, viverá carregando sua existência como um fardo pesado para sua alma.

Quem é o ímpio?

Você já parou para pensar quem são os ímpios? Um pai que joga a filhinha da janela do apartamento ou uma filha que coloca indivíduos dentro de casa para matar o pai e a mãe? Sim, são pessoas más, sem compaixão, impiedosas. É comum pensar que o ímpio está longe das igrejas e deplora as religiões. De acordo com a Bíblia Sagrada, é possível ao ímpio ser extremamente religioso e usar a aparência piedosa (2 Timóteo 3.1-5, 13). Quem odeia o próximo, segundo as palavras de Jesus também é assassino (Mateus 5.21-25; 38-48; 1 João 3.15).

A frustração com o materialismo

Salomão, o homem mais rico de sua geração, procurou o sentido da vida sem o Criador no centro do coração humano, apresentou os aspectos da filosofia onde prevalece o pensamento que não leva em consideração a importância de reverenciar a Deus. Ele empreendeu uma busca inútil para encontrar a felicidade neste mundo.

Percebemos que o acúmulo de bens e riquezas que Salomão possuiu não o tornaram um homem feliz. Ao final da procura, ele concluiu que a felicidade não reside em coisas materiais, que buscá-la neste mundo é uma vaidade. O termo vaidade pode ser entendido como correr atrás do vento, que é uma atividade totalmente sem sentido.

Em Eclesiastes capítulo 4, Salomão observa o sentimento da avareza como pano de fundo de algumas opressões que predominavam no dia a dia contra trabalhadores. Ele percebeu que o esforço para conquistar condições de vida melhores causava desilusão; também, que algumas pessoas com objetivo de levar vantagem e enriquecer rapidamente provocavam o mal-estar de seus vizinhos. Ponderou que a pessoa obsessiva para ser superior aos demais pode se fartar daquilo que quer, porém, junto com seu aparente sucesso encontrará infelicidade interior e frustração. É melhor ter um pouco menos e desfrutar de uma consciência limpa (versículo 6).

Aflição e prosperidade espiritual

A injustiça está em curso desde a queda de Adão e há de permanecer até o retorno de Cristo. A vida não é sempre fácil para os crentes. E por este motivo alguns cristãos podem estar embaraçados com a filosofia humanista. Às vezes pode passar o pensamento na cabeça do cristão que ele poderia ser mais feliz se tivesse algumas coisas que outras pessoas têm. No entanto, a experiência de Salomão demonstra que as coisas materiais não podem tornar a pessoa feliz, embora provoque alguma felicidade parcial e passageira.

Não devemos nos concentrar apenas nas dificuldades. Deus é misericordioso e faz o sol nascer e a chuva cair sobre todos. Portanto, lutas e oportunidades da vida estão perante  justos e ímpios, bons e maus. Enquanto estivermos neste corpo de sangue e carne, estaremos tão sujeitos às intempéries quanto ao céu de brigadeiro. Isto é: ao clima inóspito e também ao clima agradável, ao infortúnio e do mesmo modo ao sucesso, à doença e igualmente à saúde (Eclesiastes 9.2; Mateus 5.45).

A inveja de Asafe

O verdadeiro sentido da vida não se encontra no raciocínio humano, mas na revelação divina. Devemos fixar a nossa atenção no conhecimento do Senhor, que oferece a indicação correta à resposta certa para todos os problemas.

O Salmo 73 nos revela sentimentos inquietantes de Asafe. Levita, servo fiel, ministro da música na Casa de Deus, tinha problemas em seu raciocínio sobre a situação financeira do justo, que sofria injustiças, e do ímpio, que usufruía prosperidade, e como o Senhor exercia sua soberania sobre ambos, e se sentiu desanimado ao passar por aflições. Ao ir ao templo, passou a meditar sobre o paradoxo e Deus lhe fez entender o resultado final da vida em impiedade e a consequência de se viver em fidelidade ao Senhor.

A prosperidade do cristão

Por que os ímpios prosperam e os justos sofrem? Quando o cristão está confuso devido passar por circunstâncias complicadas, pode encontrar consolo e fortaleza na oração, na comunhão com os irmãos, nos ensinamentos contidos na Bíblia Sagrada. Na oração, se aproxima de Deus em primeiro lugar. Na união fraterna Deus o vê e ordena que seja abençoado (Salmo 133). Através do contato com a Palavra o Espírito Santo ensina os propósitos de Deus para sua vida.

Uma das bênçãos de se conhecer a Cristo é que, mesmo quando não encontramos facilmente as respostas, temos o poder para superar o problema e prosseguir com o Senhor.

As filosofias deste mundo não são capazes de nos fazer realmente prósperos e felizes e nem nos dar a vida eterna. Ser próspero pela perspectiva bíblica não significa apenas estar acima da linha da pobreza, assim como ser salvo em Cristo é muito mais do que ser liberto da condenação ao inferno. Ser próspero e salvo é, entre muitas outras coisas, entender a vida através do ponto de vista de Deus e viver neste mundo, que despreza ao Senhor, triunfando segundo a vontade e graça divinas.

Conclusão

Enquanto o cristão estiver neste mundo estará sujeito a sentir dor e experimentar sofrimento, mas deve considerar e esperar também que um dia estará livre das lágrimas e dores para sempre ao receber um corpo totalmente incorruptível, imortal, glorificado (Romanos 8,18-23; 1 Coríntios 15.52; Apocalipse 21.4).

Em todas as ações que realizamos, devemos levar em conta que a eternidade existe e que ela será sem Deus para todas as pessoas que não obedecem ao mandamento do Senhor. Amar é uma ordem do Senhor, não é uma sugestão. Então, coloque-se sempre na posição de servo fiel e ame ao Todo Poderoso em primeiro lugar e ao próximo como a si mesmo.

Um dia todos teremos que enfrentar a morte, tanto justos quanto ímpios. Do ponto de vista natural, o ímpio desconsidera que há uma existência após a morte, não analisa que esta existência será o começo da sua aflição na eternidade. Mas o Dia do Juízo chegará para eles, se não se arrependerem de seus maus feitos antes que venham a morrer (Hebreus 9.27; 2 Pedro 3.9). Terão que enfrentar o julgamento do trono branco e após condenados prantearão e rangerão os dentes numa aflição sem-fim (Apocalipse 20.11-15; Mateus 13.41-43).

Às vezes podemos ter a impressão que os ímpios levam vantagem em relação aos servos de Deus. O cristão não deve se deixar abalar por circunstâncias adversas que enfrente neste mundo e nem pela aparente prosperidade do ímpio debaixo do sol, porque a riqueza material não resolve sua condição além-túmulo, o destino do impio e do justo são completamente diferentes no porvir. A prosperidade deles é só nesta vida, enquanto a dos justos pode ser nesta vida e também na vida eterna. Assim sendo, o crente precisa manter viva a esperança e confiança no Senhor, que lhe preparou moradas celestiais (João 14).

A felicidade plena e duradoura da alma está em assumir o compromisso de viver com e para Deus. É assim que o cristão se renova espiritualmente todos os dias e retém a perspectiva do propósito de Deus para si.

E.A.G.

Texto baseado em:
Ensinador Cristão, ano 4, nº 56, lição 11, A ilusória prosperidade dos ímpios, página 41, Rio de Janeiro (CPAD).
O Mestre - Vida Radiante, volume 9, lição 20, O sentido da vida, páginas 141 a 146, ano 1998, São Paulo (Editora Vida).

segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

Pobre Daniela!

Malu Verçosa
Crise na carreira. O sinal que a trajetória de um artista está em declínio é quando deixa de aparecer na televisão por causa do seu trabalho, a matéria do jornal e da revista fala menos sobre o trabalho e coloca em destaque o lado pessoal. Foi exatamente isso que aconteceu agora há pouco em um determinado programa de televisão.

É isso o que acontece com Daniela Mercury. Pouquíssimos brasileiros conhecem o repertório de suas músicas mais recentes, e toda exibição de sua imagem na mídia enfatiza sua opção sexual e cita o nome de quem está ao lado dela - talvez mais que o dela.

Por acaso, zapeando os canais hoje assisti o quanto é trágico esse momento de decadência. A cantora se transformou em sobra (opss, sombra!) de Malu Verçosa.

Tragédia, sim. Por quê? A sombra não tem vida, é incapaz de caminhar só...

E.A.G.

Lamentações 3.24

"A minha porção é o Senhor, diz a minha alma; portanto esperarei nele." - Lamentações 3.24.



Ex-jogador Edmundo convertido

A imagem é compartilhada em rede social. O ex-jogador Edmundo, dono de uma personalidade forte, se deixa fotografar, aparentemente em no salão de uma igreja evangélica, antes ou depois de um culto, com uma Bíblia na mão. A data e o local são indefinidos.

Atualmente Edmundo é comentarista de futebol na Band.


Outras publicações sobre o ex-atleta neste blog:

Ex-jogador Edmundo declara: ninguém quer ter filho homossexual

Edmundo está preso

Edmundo livre: Pronunciamento sobre acidente 

E.A.G.

sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

A história de Nelson Mandela

Nelson Mandela: 18 de julho de 1918 - 5 de dezembro de 2013. 

Sabemos, não negamos que a figura de Nelson Mandela foi importante para derrubar o Apartheid, regime racista que subjugava de maneira instituciolizada os não-europeus, na África do Sul.

Nem todos lembram que a situação de prisioneiro em que Mandela esteve, por 27 anos, foi usada habilmente por ativistas norte-americanos e ingleses como estratégia vital para chamar a atenção mundial contra a política segregacionista. Grandes nomes do cenário do rock e do pop, gente de cinema e televisão, se engajaram e doaram talento e prestígio para pressionar o governo racista a libertar Mandela e mudar sua política interna de opressão contra os negros.

É histórico o show Nelson Mandela 70th Tribute, realizado em 11 de julho de 1988, no estádio de Wembley, Londres. A rede de televisão inglesa BBC registrou tudo ao vivo com muito profissionalismo, a Fox, emissora americana, retransmitiu  o evento aos Estados Unidos, e outras emissoras para 67 países, quase todas simultaneamente. Estiveram lá as bandas Dire Straits, Simples Minds, Bee Gees; os cantores Eric Clapton, Phil Collins, Peter Gabriel, Sting, Stevie Wonder, Harry Belafonte, a cantora Tracy Chapman. Atores e atrizes: Daryl Hannah, Woopi Goldenberg, Jennifer Beals, Denzel Washington, Richard Gere, Gregory Hines. E muitos outros artistas, nomes não menos importantes no cenário artístico da década de 80.

Naquela época, a maioria das pessoas não sabiam que Nelson Mandela existia, e quem sabia tinha a falsa informação que era um  terrorista cumprindo pena. Então, quando artistas famosos se reuniram para celebrar seu 70º aniversário, todos começaram a querer saber mais sobre quem realmente ele era. A partir de 11 de julho de 1988, dia memorável, o mundo bradava "libertem Mandela". Empresas sediadas na África do Sul foram pressionadas a mudarem suas instalações para outros países. A ONU passou a censurar com veemência a segregação racial. E as portas da cela se abriram para Mandela em 12 de fevereiro de 1990, ganhou o prêmio Nobel da Paz em 1993 e conquistou o cargo de presidente eleito democraticamente entre 1994 a 1999.

É inegável que a pessoa de Mandela é de grande importância para o povo sul-africano assim como foi Mahatma Gandhi para os indianos. Porém, não é possível esquecer que Mandela teve altos e baixos, quando de civil e prisioneiro tornou-se político. Em seu mandato presidencial, ministros foram acusados de corrupção grave, e tal qual Luiz Inácio Lula da Silva, disse "eu não sei de nada disso", e teve sua pessoa blindada de investigações mais aprofundadas. Não comparo as duas personalidades, apenas lembro que ambos viveram em cargos similares, rodeados de gente com comportamento parecido, e que deram declaração iguais sobre a situação.

Aceitemos a hipótese que Mandela não sabia. Não saber não o fez melhor governante, pois a responsabilidade do cargo presidencial exigia que estivesse supervisionando as pessoas que escolheu para comandar os ministérios de seu governo.

Cristão metodista, corajoso, persistente. Mas, ninguém é perfeito, nem Mandiba (apelido carinhoso que recebeu) conseguiu ser. Embora tenha vivido a maior parte de sua vida correndo atrás de metas nobres, o grande líder sul-africano não alcançou a perfeição.

Curiosidade sobre o movimento de libertação de Mandela: A banda Dire Straits havia se dissolvido quando foi convidada para tocar no evento de Wembley. Mark Knopler, o líder da banda, alegou que os integrantes estavam "enferrujados", despreparados, longe de instrumentos por um longo tempo, mas mesmo assim aceitou tocar no evento por ser questão humanitária. Por aqueles dias o guitarrista Jack Soni, um dos componentes,  tinha sua esposa gestante, nasceram duas meninas, e por causa dos bebês gêmeos não pôde comparecer, e foi substituído por Eric Clapton. O resultado da apresentação é esse vídeo abaixo:




quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Cumprindo as obrigações diante de Deus


Por Eliseu Antonio Gomes

Em todas as áreas da vida temos direitos e deveres. Temos responsabilidades a cumprir em família como pai/mãe ou filho (a), em trânsito como motorista ou pedestre, na escola como professor ou aluno, na indústria como empregador ou empregado, no comércio vendendo ou comprando.

Em nosso relacionamento com Deus também existe um senso de responsabilidade a ser cumprido, seja como líder ministerial ou o mais simples membro na congregação. Nosso compromisso com Deus é prestar-lhe culto sincero. O idioma grego oferece duas palavras para culto: latreia e proskuneo. A primeira refere a adoração e a segunda significa reverenciar.

É obrigação de todo cristão esforçar-se para conhecer a Deus.

Nosso Deus é Santo, Amoroso, Misericordioso. É necessário ao ser humano, em sua totalidade, apresentar-se diante dEle santificado; o corpo, a alma e o espírito irrepreensíveis para render-lhe glórias (1 Tessalonicenses 5.23). Como fazer isso? É nossa obrigação imitar quem Ele é em nosso jeito de viver, nos afastando do estilo de vida pecadora, amando o próximo, e agindo com misericórdia para com todos em nossa volta. Agir conforme as explicações em Marcos 12.33 e Tiago 1,27: amá-lo de todo o coração, e de todo o entendimento, e de toda a alma, e de todas as forças, e amar o próximo como a si mesmo, é mais do que todos os holocaustos e sacrifícios"; "a religião pura e imaculada para com Deus e Pai, é esta: visitar os órfãos e as viúvas nas suas tribulações, e guardar-se da corrupção do mundo". 

Nosso Deus é transcendente: um Ser cuja Pessoa Divina ultrapassa o senso comum dos seres humanos - sabemos sobre Ele apenas aquilo que nos permite saber (Deuteronômio 29.29). Nosso Deus também é imanente: tem o atributo da onisciência, onipresença e onipotente - está em todos os lugares; sabe tudo; e pode tudo (Salmo 33.6-11; 135.6;  Jeremias 23.24; Efésios 4.6).

É obrigação do cristão respeitar o ambiente de culto.

Salomão escreveu o capítulo 5 do livro Eclesiastes, exortando sobre o perigo de pela força do hábito o crente praticar adoração vaidosa, indiferente.

"Guarda o teu pé, quando entrares na casa de Deus; porque chegar-se para ouvir é melhor do que oferecer sacrifícios de tolos, pois não sabem que fazem mal" (versículo 1).  "Guarda o teu pé" é uma exortação a tomar cuidado, prestar atenção e ouvir com intenção a obedecer, jamais substituir o propósito da reunião de culto a Deus por intenções ligadas às coisas materiais dessa vida.

"Não te precipites com a tua boca, nem o teu coração se apresse a pronunciar palavra alguma... sejam poucas as tuas palavras" (versículo 2). A presença do crente no culto a Deus deve ser humilde, com o coração devotado a tributar reverência com os lábios, estar disposto a calar e ouvir pois a exposição da Palavra é alimento para a alma.

Certa vez Jesus Cristo foi ao templo judaico e ficou indignado com o comportamento das pessoas presentes. O louvor não era perfeito, a adoração era negligenciada. Havia comércio de pombinhos, usados nos sacrifícios. Acontecia a atuação de cambistas, eles trocavam a moeda de circulação comum pela de Israel, ofereciam aos judeus siclos tírios ou hebreus, que possuíam peso padronizado, eram perfeitos, e depositados no gazofilácio como ofertas (Mateus 21.12).

Na Antiga Aliança, os israelitas eram instruídos a reverenciarem o sábado como dia santo e o santuário do Senhor desde sua infância, o judeu adorador era representado por um sacerdote e entregava sacrifícios durante o culto (Levítico 19.19.30; 26.2); na Aliança atual o adorador cristão tem a figura essencial de Jesus Cristo como seu único mediador diante de Deus, então é capaz de estar na presença do Pai, adorando-o, sem a necessidade de fazer sacrifícios (Efésios 2.18; 1 Timóteo 2.5).

A falta de reconhecimento do valor do culto reverente é fator para tornar vão o tempo que o crente se ocupa durante as liturgias praticadas nas reuniões no templo (Jó 15.4). O crente precisa aplicar-se eficientemente em sua função de adorador. Deve frequentar as reuniões no templo para usar dons espirituais e talentos natos com o único objetivo de reverenciar a grandeza de Deus, prestar homenagem a divindade do Criador, orar, pregar, profetizar, cantar, tocar instrumentos para edificação coletiva.

É obrigação de todo cristão adorar a Deus, mas como ato obrigatório mas por amor.

Deus procura adoradores que O adorem em espírito e em verdade, pessoas dispostas a amá-lo além de discursos e teorias (João 4.24; Mateus 22.37). "Rogo-vos, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional" - Romanos 12.1.

Será que os filhos de cristãos são ensinados desde pequeninos a adorar a Deus no templo de maneira correta? Muitos crentes confundem cultuar ao Senhor com ir à igreja. Sem ater-se em propósitos espirituais, fazem uso da liberdade do tempo na participação de culto desordenadamente. Muitos vão ao templo mas não sabem cultuar a Deus de maneira santa e agradável. Desperdiçam o tempo ali, durante hinos envolvem-se em atividades frívolas, durante a mensagem bíblica o pensamento vagueia bem longe dali.

"Que fareis pois, irmãos? Quando vos ajuntais, cada um de vós tem salmo, tem doutrina, tem revelação, tem língua, tem interpretação. Faça-se tudo para edificação" -  1 Coríntios 14.26.

O verdadeiro culto ao Senhor é adorá-lo conscientemente. É importante ao cristão saber a significância de adorar a Deus, ter claro em sua mente o motivo de ser reverente; entender que a devoção genuína é reconhecer que Ele é único e digno de receber toda honra, toda glória e todo louvor e dedicar-se com a máxima capacidade humana a fazer isso através da música, ensino das Escrituras e exposição da Palavra de Deus.

E.A.G.

Artigo baseado em comentários de:
A Bíblia Anotada Expandida, Charles C. Ryrie, 2007, São Paulo, (Editora Mundo Cristão).
Bíblia Sheed, 2011, São Paulo, (Edições Vida Nova);
Ensinador Cristão, página 41, Rio de Janeiro (CPAD)
Lições Bíblicas, José Gonçalves, 4º trimestre de 2013, Rio de Janeiro (CPAD).

Seres racionais - charge

O ser humano foi criado dotado de inteligência. Por quê? Para usar a razão, o bom senso, escolher o diálogo ao invés da truculência, violência.              

terça-feira, 3 de dezembro de 2013

Duas estatísticas falsas sobre crentes - a fé de cientistas e o divórcio


Imagem: KK Mustafah


Os dados negam a ideia de que “os cientistas não acreditam em Deus” e que “os cristãos se divorciam na mesma proporção que o resto da sociedade”.

Como você costuma ver o nível social dos cristãos? A escritora Dargan Thompson, explica em um artigo na revista “Relevant” como alguns dos estereótipos não têm muito a ver com a realidade. Em seguida, lista dois deles. “Muitas vezes são as próprias igrejas que reforçam os estereótipos que existem sobre os cristãos ao tentar combatê-los“, acredita Thompson.

Embora algumas dessas imagens sociais sobre os crentes não são facilmente quantificáveis, sim, há casos em que os dados desmentem o que se acredita.

Os cientistas não acreditam em Deus

Uma estatística bem utilizada é baseada em um estudo de 1998 focada em membros da Academia Nacional de Ciências dos EUA. De acordo com as respostas de cerca de 300 entrevistados, apenas 7% desses “cientistas de elite” afirmava acreditar na existência de Deus.

Um estudo mais recente de 2009, realizado pelo Instituto Pew Forum, concentrando-se neste caso nos cientistas membros da Associação Americana para o Avanço da Ciência (“American Association for the Advancement of Science”}, chegou a conclusão de 33% dos cientistas americanos creem em um Deus pessoal, e outro 18% acreditam em algum tipo de “espírito universal ou força superior”.

Estes dados são significativamente abaixo da média dos cidadãos americanos como um todo (socialmente, 83% acreditam em um Deus pessoal e 12% em uma força superior indefinida). Mas ainda assim, o número de cientistas crentes do novo estudo quadruplicou ao do estudo de 1998.

O divórcio é igual entre cristãos e não cristãos?

Outra ideia que se repete habitualmente, tanto fora como dentro de muitas igrejas, é que diz que os casados cristãos se divorciam em proporção igual às pessoas sem nenhum tipo de crença.

Um estudo publicado pela revista “Journal of Reglion and Society”, explicava em 2012 que os cristãos nos EUA tinham uma porcentagem de divórcio de 37% menos que a média geral da sociedade, que estava em 44% (segundo dados realizados entre 1980 a 2009).

Os divórcios são muito reduzidos quando a diferença entre os crentes “praticantes” (que participam pelo menos uma vez por semana de um culto ou celebração na igreja) e os “não praticantes”. Enquanto aqueles protestantes não praticantes tinham uma porcentagem de divorcio de 39%, os que se consideravam praticantes se divorciavam muito menos, em cerca de 26% dos casos. De fato, o menor impacto do divórcio foi entre os entrevistados que se definiam como católicos ativos. Sua porcentagem de ruptura conjugal era de 21%. Por outro lado, as pessoas não religiosas sofrem divorcio em 50% dos casos, segundo o estudo.

A autora do artigo recorda em sua conclusão que “como qualquer outro grupo da sociedade, os estereótipos sobre os cristãos muitas vezes tem alguma razão de ser, e ao mesmo tempo como as pessoas provavelmente não têm a capacidade de mudar as percepções de todas as pessoas, podemos tentar viver uma vida que desafia os estereótipos.”

Fonte: Portal Padom via e-mail Wallace Sousa

O salmo do profeta Isaías

O inseto coleópteros, da família Coccinellidaejoaninha, popularmente conhecido como Joaninha, é uma das maravilhas de Deus na lavoura brasileira. Além de bonito, é predador de muitos outros insetos nocivos às plantações

Isaías 25.1-12

Ó Senhor, tu és o meu Deus; exaltar-te-ei, e louvarei o teu nome, porque fizeste maravilhas; os teus conselhos antigos são verdade e firmeza.

Porque da cidade fizeste um montão de pedras, e da cidade forte uma ruína, e do paço dos estranhos, que não seja mais cidade, e jamais se torne a edificar.

Por isso te glorificará um povo poderoso, e a cidade das nações formidáveis te temerá.

Porque foste a fortaleza do pobre, e a fortaleza do necessitado, na sua angústia; refúgio contra a tempestade, e sombra contra o calor; porque o sopro dos opressores é como a tempestade contra o muro.

Como o calor em lugar seco, assim abaterás o ímpeto dos estranhos; como se abranda o calor pela sombra da espessa nuvem, assim o cântico dos tiranos será humilhado.

E o Senhor dos Exércitos dará neste monte a todos os povos uma festa com animais gordos, uma festa de vinhos velhos, com tutanos gordos, e com vinhos velhos, bem purificados.

E destruirá neste monte a face da cobertura, com que todos os povos andam cobertos, e o véu com que todas as nações se cobrem.

Aniquilará a morte para sempre, e assim enxugará o Senhor DEUS as lágrimas de todos os rostos, e tirará o opróbrio do seu povo de toda a terra; porque o SENHOR o disse.

 E naquele dia se dirá: Eis que este é o nosso Deus, a quem aguardávamos, e ele nos salvará; este é o Senhor, a quem aguardávamos; na sua salvação gozaremos e nos alegraremos.

Porque a mão do Senhor descansará neste monte; mas Moabe será trilhado debaixo dele, como se trilha a palha no monturo.

E estenderá as suas mãos por entre eles, como as estende o nadador para nadar; e abaterá a sua altivez com as ciladas das suas mãos.

E abaixará as altas fortalezas dos teus muros, abatê-las-á e derrubá-las-á por terra até ao pó.


(Almeida Revista Corrigida e Fiel)


E.A.G.

As regras para ser um bom pastor

Por Genivaldo Tavares de Melo

1) Não queira ser um bom pastor, seja você mesmo.
2) Ame pela ordem: Crianças, idosos, adolescentes, jovens e os demais.
3) Seja o mais próximo possível daqueles a quem rotulamos de "símplices".
4) Valorize os chamados "pobres" na somatória, o dízimo deles é maior que o maior.
5) Não se deixe levar pelas aparências, quanto mais polida a Bíblia, mas, desconfie.
6) Não permita que o espírito do caciquismo (aqui mando eu) repouse sobre a sua inteligência.
7) Entenda que você foi chamado para servir e não para ser servido.
8) Não mande, dê o exemplo.
9) Aprenda a ser respeitoso com o público.
10) Faça teologia, mas, saiba, que o melhor, vem do alto.

segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

J. P. Kolenda e a profissionalização do ministério


Um homem que marcou e "incomodou" sua época. Assim pode ser descrito o trabalho do missionário John Peter Kolenda, ou simplesmente J. P. Kolenda. Nascido na Alemanha em 1898, filho de um pastor luterano que trabalhou em comunidades de colonização alemã no Rio Grande do Sul, Kolenda residia nos Estados Unidos quando, após a conversão, teve contato com o movimento pentecostal. Ordenado pastor ainda jovem sentiu uma forte chamada ministerial.

Quando foi convidado para ajudar no trabalho missionário no Brasil, JP já era um obreiro experiente e destacado nos EUA. Kolenda veio trabalhar (tanto ele como outros missionários da AD estadunidense) em regime de cooperação com a Missão Sueca, inclusive se sujeitando as normas e aos métodos de trabalho dos suecos. Essa sujeição era uma exigência dos escandinavos, pois estes se viam como pioneiros do trabalho pentecostal em terras brasileiras, e não queriam a princípio ceder lugar aos estadunidenses.

JP chega ao RJ no ano de 1939, e para curiosidade e espanto geral, desembarca com seu Chevrolet e aluga um apartamento em Copacabana. Era evidente que a postura e o status financeiro dos obreiros vindos da América do Norte era vista com reservas pelos suecos. Segundo Paul Freston, não foi só isso que trouxe dificuldade de aceitação por parte dos missionários. Para o sociólogo a "ênfase americana em educação teológica e a atitude menos severa na área de costumes" contribuíram para vários conflitos entre os missionários estadunidenses, suecos e brasileiros.

Logo, JP seguiu para o estado de Santa Catarina onde o trabalho ainda era muito modesto. Juntamente com outro missionário estadunidense, organizaram a AD em Santa Catarina e promoveram as bases para seu maior crescimento. De forma simultânea, Kolenda estava envolvido nos grandes debates acerca do ensino teológico nas Convenções Nacionais. Não foram poucos os debates sobre esse assunto, muito dos quais JP foi rechaçado pela liderança das ADs brasileiras. O tema sobre a melhor formação dos obreiros era necessário e incomodo. Mas não havia acordo entre as partes, e as discussões prosseguiram durante muitos anos.

Porém, foi em outro projeto que Kolenda foi bem sucedido. Lançou uma campanha financeira nos EUA e no Brasil em favor da Casa Publicadora das Assembleias de Deus (CPAD), para compra de maquinários e aquisição de um prédio próprio para a editora. Conseguiu ainda trazer um técnico dos EUA para ajudar na instalação gráfica. O sonho do instituto bíblico JP não conseguiu concretizar, deixando esse desafio para seus sobrinhos João Kolenda e Dorris Lemos.

Deixou Santa Catarina em 1952, se dedicando tão somente a CPAD no RJ. Ainda nos anos 50 partiu para a Alemanha, país arrasado pela guerra, para ali ajudar na reconstrução das igrejas, fundando inclusive um instituto bíblico em seu país de origem. JP voltou outras vezes ao Brasil, e na década de 70 ajudou a implantar na AD em Belém um instituto bíblico. Em outras vezes esteve em SC para ministrar estudos bíblicos e rever parentes, amigos e obreiros.

Em uma de suas visitas à CPAD no RJ no ano de 1969, Kolenda é entrevistado para o Mensageiro da Paz. Uma das perguntas feitas ao legendário obreiro foi "qual o maior problema que se depara as Assembleias de Deus presentemente?" A resposta do antigo pioneiro surpreendeu por sua aguda observação das transformações em curso no seio das ADs. Para ele o maior problema das ADs no Brasil e no mundo era "a tendência para a acomodação entre os crentes e o profissionalismo ministerial." Ainda segundo Kolenda "o ministério têm perdido o fervor da evangelização, trocando-o por um ministério que é apenas uma profissão".

Chega a ser uma ironia essa constatação, pois quando ele e outros obreiros defendiam os institutos bíblicos, geralmente eram acusados de querer montar uma "fábrica de pastores" dentro das ADs. Agora JP revela outra preocupação e observa uma tendência, a qual se aprofundaria durante os anos seguintes e, chegaria aos dias atuais como uma triste e sórdida realidade: o ministério visto apenas como profissão, meio de vida e fonte de lucro.

Quantos obreiros hoje não são fabricados? Não em institutos, mas em famílias pastorais, atuando em uma espécie de plano de carreira ministerial. Plano esse que não exige nada mais do que uma boa filiação, parentesco, casamento ou lábia para ser bem sucedido. Sim, conforme diagnosticou JP, o ministério para muitos se transformou em uma atrativa profissão. E quem paga essa conta e as benesses de uma vida de muitos privilégios?

Fonte
ARAUJO, Isael. Dicionário do Movimento Pentecostal. Rio de Janeiro: CPAD, 2007.
FRESTON, Paul. Breve História do Pentecostalismo. In: ANTONIAZZI, Alberto. Nem anjos nem demônios; interpretações sociológicas do pentecostalismo. Petrópolis: Vozes, 1994.
MENSAGEIRO DA PAZ. Junho de 1969 - nº 12. Rio de Janeiro: CPAD.
Conteúdo extraído de Memórias das Assembleias de Deus - http://mariosergiohistoria.blogspot.com.br/ 

Veja mais: A morte do Pr. João Kolenda Lemos

As 7 postagens mais acessadas na semana

As 7 postagens mais acessadas nos últimos 30 dias

As 7 postagens mais populares (geral - desde 12 de junho de 2007)

Assuntos abordados em Belverede / clique sobre a palavra para acessar os artigos sobre o tema

.Vida Cristã .Artigo e Comentário .cosmovisão .Comportamento .Televisão .Devocional .Vídeo .Política .CPAD .Líderes e liderados .Blogosfera Evangélica .Lições Bíblicas .Pais e Filhos .Atualidade .Família .Louvores .Charge Tirinha Cartum e Gravura .Dinheiro .Fé .Fruto do Espírito X Carne .Motivacional .Mulher .Casamento .Apologia Bíblica .Sexualidade .Crente Politizado .Música .Silas Malafaia Pr .CGADB .Frases & Imagens Impactantes .Etimologia Bíblica .Prosperidade .Profetas .Saúde .Meio Ambiente e Sustentabilidade .Hermenêutica .Livros e Leitores .redes sociais .Bom humor .Jovens .Conceitos e Preconceitos .Dupla Cidadania .Você sabia? .Ateísmo e Agnosticismo x Fé .neopentecostais .Cinema .Esporte .José Wellington Bezerra da Costa - Pr .Grupo de Colaboradores em Belverede .Personagens da Bíblia .Antigo Testamento .Dica de Blogueiro .Salmos .Introspecção .Natal .Soteriologia .Marco Feliciano Pr .Verdades e Mentiras .Pérolas .Sociedade Bíblica no Brasil .Ecologia .Aborto .Comunicado .Internet .óbito .Escatologia Bíblica .pentecostalismo .Samuel Câmara-Pr .Teologia .Gif .Novo Testamento .Ana Paula Valadão Bessa .[Fotos Belverede] .UBE .Questões (des)complicadas .RR Soares .Facebook .Belverede .Daladier Lima .Missões .animal doméstico .Carlos Roberto Silva Pr:: Blog Point Rhema .Provérbios de Salomão .Fanatismo .Pneumatologia - A Doutrina do Espírito .Quem sou eu? .Aline Barros .Crônicas e fábulas .Diante do Trono .Bíblia de Estudo .Dízimos e ofertas .João Cruzue .Billy Graham .Cosmovisão Cristã .Poema e Poesia .Namoro .Virtualidade Real e Realidade Virtual .Editora Vida .Páscoa .Sermão do Monte .Educação .Guerra e Paz .Gênesis .Nani Azevedo .Hamartilogia - A doutrina do pecado .Julio Severo .Sociedade Bíblica Trinitaria do Brasil .Jeremias .Nova Tradução na Linguagem de Hoje .Postagem Factual .Valmir Nascimento Milomen-Pb .Carta de Tiago .Geremias do Couto-Pr .Lília Paz .Fotos - Templos Evangélicos .Homilética .Virada de Ano .Altair Germano - Pr .Bem aventurança .Randy Glasbergen .Sammis Reachers .rádio .André Valadão .Angeologia .Arlete Oliveira .Arqueologia Bíblica .Carnaval .Crianças .Dia das Mães .Livros da Bíblia .Nova Versão Internacional .Patmos Music .Banda Voz da Verdade .Editora Central Gospel .Geografia Bíblica .Opinião .Priscila B Gomes .Rachel Sheherazade .YouTube .animal selvagem .Eclesiologia .Thalles Roberto .Wilma Rejane EBD / sumário .Cassiane .Editora Vida Nova .Política Brasileira .Editora Mundo Cristão .Ezequias Soares-Pr. .Jabes de Alencar - Pr. .LUCAS - O Evangelho escrito por Lucas .Magno Malta .Pesquisa .Prêmio Carta de Paulo aos Filipenses Smilinguido .Dia dos Pais .Exegese .Martinho Lutero .Mensageiro da Paz .Botânica .Dia das Crianças .Islamismo .animal aquático .Barack Obama .Cartas do Apocalípse .Charles Darwin .Fotos .Gutierres Siqueira .Insetos .Max Lucado .Shirley Carvalhaes X criacionismo versus darwinismo .A Bíblia Viva .Arminianismo .CONAMAD .Calvinismo .Editora Betânia .Eyshila .Fernanda Brum .Harpa Cristã .Jaime Kemp - missionário .Livro de Daniel .Lydia Moisés .Mulheres na Bíblia .Primavera .Tania Guahyba .Twitter .grafite .pássaros na Bíblia .Cristologia .Dia dos Namorados .Donald Zolan .Marisa Lobo .Árvores da Bíblia Charles Haddon Spurgeon .Dia da Bíblia .Edições Vida Nova .Futebol .Josué Gonçalves - Pr. .Livro de Jeremias .Montes da Bíblia .Neiva Silva .Paulo César Baruk .Reinaldo Azevedo .Soraya Moraes .Verão .Walter Brunelli - Pr. .teatro .Abba Press .Abraão de Almeida-Pr. .Bruna Karla .Carla Ribas .Dia Internacional das Mulheres .Dia de Finados .Esdras Costa Bentho-Pr .Instagram .Livro de Jó .Michael W. Smith .Oficina G3 .Oprah Winfrey .Outono .Regis Danese .Silas Daniel - Pr .Valdomiro Santiago - Apóstolo .Vanderleia M. Silva Yosef Nadarkhani .Albert Einstein .Antonio Gilberto - Pr .Cristina Mel .Dia da Mentira .Evangelho de Mateus .Flamir Ambrosio .Gediel Mendes .Gunnar Vingren .Jorge Tadeu Mudalen .João Ferreira de Almeida .Lauriete .Lázaro (ex-Olodum) .Morris Cerullo .Política Internacional .Slide . A. W. Tozer . Pregador Luo . Silmar Coelho - pastor .Adhemar Campos .August Rodin .Bom dia .CPAD Music .Claudionor de Andrade - pastor .Elaine de Jesus .Hillsong .Inverno .John Piper .Lea Wasiliew .Livro de Êxodo .Lucilene Batista de Brito Shirota .Nova Bíblia Viva .Quarteto Harmonia Celeste .Rose Nascimento .Timidez e Ousadia .orai por Israel .publicidade WhatsApp .Alan Kardec .Apocalípse 16 .Bete Gomes .Canon .Carta aos Romanos .Central Gospel Music .Daniel Berg .Danielle Cristina .David Quinlan .Editora Chamada da Meia-Noite .Editora Hagnos .Eduardo Cunha .Elinaldo Renovato - pastor .Enéas Tognini - Pr. .Genivaldo Tavares de Melo .Gesiel Gomes - Pr. .Google .Hernades Dias Lopes .João Alexandre .Livro de Isaías .Livro de Rute .Lourival de Almeida - Pr .MK Music .Marcelo Santos .Martin Luther King .Nito [Rubens Eduardo] .Pena de Morte .Ray Comfort .Robinson Monteiro .Russel P. Shedd .Third Day .Tim Laheye .Voltaire .Watchman Nee Damares .2 Carta de Pedro .2 Coríntios- Carta de Paulo .A Mensagem .Adolf Hitler .Alda Célia .Amizade .Andrea Fontes .Anita Malfatti .BLOG .Banda Catedral .CIMEB .CPAD News .Carta aos Gálatas .Casamento em jugo desigual .Cintia Kaneshigue .Dia Nacional da Consciência Negra .Dia do Professor .Dia do Trabalho .Downloads .Dwight L. Moody .Eber Cocareli - Pr .Editora Betel .Editora Candeias .Editora United Press .Edna Goetten .Escola Dominical .Evangelho de João .Fecomex .Feliciano Amaral .Google Plus (G+) .Gutemberg - Johannes .História Mundial .Isaac Newton .Içami Tiba .Jairo Elin Gollmann-Ev .John Wesley .Jorge Araujo .Katie Bivens .Katsbarnea .Kelem Gaspar - Missionária .Link Quebrado .Literatura .Livro de Amós .Livro de Juízes .Livro de Malaquias .Marcelo Crivella .Orquestra Jahn Sorheim .Ozeias de Paula .Paulo Romeiro-Pr .Quatro por Um .Raquel Melo .Retrospectiva 2017 .Robson Silva .Ronaldo Bezerra .Sociedade Bíblica Internacional .Sonia Hernades - bispa .Superstições e Lendas Urbanas .Talita Pagliarin .Tradução King James Atualizada (KJA) .Victorino Silva .folhetos evangelísticos Esequias Soares pastor Graça Music Juliana Bezerra Gomes Nésia de Araujo Gomes William Brassey Hole . .Introspecção . C. S. Lewis . Stephanie Colbert- vocalista Starship .1 Timóteo .A Nova Bíblia Viva .Adilson Lopes .Anderson Freire .Antropologia Bíblica .Antônio Cirilo .Ao Cubo .Arautos do Rei .Bezerra da Silva .Bill Gates .Boa noite .Boa tarde .Brenda-Santos .Bruna Olly .Bruna Surfistinha .C.I. Scofield .CPOL - Curso Preparatório para Obreiros de Pirituba .Caramuru Afonso .Carlos Alberto Bezerra Jr .Carta aos Efésios .Carta de Paulo aos Colossenses .Charles C. Ryrie .Ciclo das quatro estações .Claudio Duarte - pastor .Cleber Lucas .Comunidade Internacional da Zona Sul .Contos .Cristiano Santana .Curiosidades bíblicas .Danny Berrios .Dany Grace .Davi - rei .Deigma Marques .Discopraise .Donald Trump .E-books .EBI .Editora Atos .Editora Bom Pastor .Editora Cultura Cristã .Editora Dynamus .Editora SEPAL .Editora Sextante .Eduardo Campos .Elienai Cabral - pastor .Eliseu - profeta .Estevan Hernandes - Apóstolo .Estevão - o primeiro mártir .Evangelho de Marcos .ExpoCristã. .Fatos Curiosos - internacional .Fernandinho .Ficção Evangélica .Filho do Homem .Flamarion Rolando .Frederick K.C.Price .Geisa Iwamoto .Graça Editorial .Grupo Elo .Heber Sousa - pastor .Hebraico .Hieronymus Bock .Homenagem .Igreja Evangélica Indiana .Il Divo .Imprensa Bíblica Brasileira .Instituto Cristão de Pesquisa - ICP .Jair Messias Bolsonaro .Jamily .Jeanne Mascarenhas .Jimmy Swaggart .John Bevere .John Bunyan .John Lennon .Jonas .Josias Botelho .José Wellington Bezerra da Costa Junior - pastor .José Wellington Costa Neto - pastor .José do Egito .Kathy Fincher .Kleber Lucas .Leandro Marques .Lidia Caetano de Sousa - missionária .Livro de Deuteronômio .Livro de Eclesiastes .Livro de Habacuque .Livro de Joel .Livro de Josué .Livro de Miquéias .Livro de Números .Livro de Oséias .Livro do Apocalipse .Lições Bíblicas - Jovens .Ludmila Ferber .Lívia Malta .Magno Paganelli .Manuel Ferreira - Bispo .Marcio Melânia .Mariana Valadão .Marina Silva .Mario Teixeira .Marquinhos Gomes .Michelangelo .Mike Smith .Ministério Hebrom .Ministério de Adoração .Missões na Índia .Neemias .Notícia comentada .O Livro de Ageu .Oração .Os presidenciáveis para 2018 no Brasil .Paul Wilbur .Pedofilia .Profetas .Você sabia? .Quarteto Gileade .Rachel Novaes .Rebanhão .Recursos .Ressurreição .Rob Bell .Rodolfo Abrantes .Ron Kenoly .Salomão - rei .Saudade .Snezhana Soosh .Sociedade Bíblica Íbero-Americana .Sofonias .Sony Music .T.A. Hegre .Templo Soul .Vineyard .Voices .Walciley Vieira .William Shakespeare .Wim Malgo .áudio 1 Coríntios Alberto Rezende - pastor Charles Studd Elizeu Martins - pastor George R. Foster

▲ Clique na imagem para retornar ao topo do blog.

Sobre ilustrações no Belverede

O Direito Autoral de algumas imagens encontradas aqui não pertence ao Editor do blog. Esta situação se dá porque elas estão na Internet sem que haja a informação de quem seja o Dono.

Caso você seja o detentor do conteúdo, queira que seja feita a indicação autoral, ou não seja de sua vontade o compartilhamento, solicitamos que nos faça saber disto. Por favor, acesse a página do próprio texto e deixe recado no próprio texto em questão, ou use a página Contato.

Arquivo de postagens

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes
Cidade Ocean - Praia Grande - São Paulo/SP - Brasil.