Research | Pesquisar artigos de Belverede

Select the language

sexta-feira, 26 de julho de 2013

O que significa ser manso e humilde de coração?



Dias atrás, escrevi sobre a humildade de Jesus Cristo, o seu nascimento em uma estribaria que deveria estar cheia de animais, local fétido. Alguém então fez um comparativo entre riqueza e pobreza, referindo à virtude da humildade relacionando-a à pobreza. É um equívoco pensar assim, porque nem todo pobre é humilde e nem todo rico é orgulho.

O local em que Jesus nasceu não tinha a ver com questão financeira. José procurou estalagem, local adequado para pernoitar com Maria, portanto o problema que ele enfrentou não era falta de dinheiro,  não havia vaga em Belém para alugar (Lucas 2.7).

Uma outra pessoa na conversa, disse: Cristo era humilde,  mesmo que usufruísse de todo conforto de uma condição multimilionária, ainda que tivesse nascido em um suntuoso palácio, cercado de toda a pompa real, continuaria sendo humilde e simples. Comparando o céu, o lugar onde Cristo estava, qualquer posição na pirâmide socioeconomica aqui no mundo é um lixo.
"Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas almas." - Mateus 11.29. O texto bíblico diz "manso e humilde de coração". Por quê? Porque a humildade cristã que Jesus quer de cada um de nós é na alma, não se refere a  questão de falta ou posse de bens materiais.

Em outra passagem bíblica (João 16.33), Jesus Cristo comentou que no mundo teríamos aflições. E desde o parto percebemos que enfrentou problemas. Imagine a aflição de Maria aos nove meses de gravidez, longe de casa e sem um quarto com uma cama para conceber o bebê. Com isso entendemos que ter dinheiro ou não ter, estamos sujeitos a passar por contrariedades absurdas. E nestes momentos caóticos devemos nos manter mansos e humildes de coração.

Por outro lado, precisamos entender que a permissão de Deus para que Jesus nascesse próximo aos bichos não é necessariamente um problema, porque se tratava do nascimento do Criador de todas as coisas, o evento era o encontro físico do Criador com as criaturas que criou, tanto a flora quanto a fauna. (Salmo 148.5; João 1.1-3). Excetuando os seres humanos Maria e José, quem viu Jesus primeiro foram os animais no estábulo. Tal situação é um recado divino aos homens: prestigiem a natureza irracional!

E.A.G.

Nenhum comentário:

As 7 postagens mais acessadas na semana

As 7 postagens mais acessadas nos últimos 30 dias

As 7 postagens mais populares (geral - desde 12 de junho de 2007)

▲ Clique na imagem para retornar ao topo do blog.

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes
Cidade Ocean - Praia Grande - São Paulo/SP - Brasil.