Research | Pesquisar artigos de Belverede

Select the language

quarta-feira, 13 de março de 2013

Esposa provedora do lar. Pode?

Recentemente, fiquei diante da seguinte queixa:

A Biblia diz, que cabe ao homem ser provedor da sua casa. Mas não é bem isso que acontece hoje. A esposa trabalha fora, depois do expediente chega na residência e vai para o fogão fazer comida para a familia, e ainda coloca na mesa o alimento que ela comprou. Ela tem que ir ao colegio nas reuniões dos filhos, paga contas de luz, água, etc. Enquanto o marido fica sentado na praça dando milhos aos pombos e não se importa com o esforço dela, acha tudo natural, e ainda diz ser o cabeça da mulher. Biblicamente, você concorda com isso? 
 
Eu perguntei: onde está escrito na Bíblia Sagrada que o homem deve ser o único provedor do lar? Não houve resposta.

"Porém aquele que não cuida dos seus parentes, especialmente dos da sua própria família, negou a fé e é pior do que os que não crêem".  1 Timóteo 5.8.

Antes de tudo, é preciso recorrer ao bom senso. Nem todos os homens deixaram de ser arrimo de família por decisão pessoal, passam por uma crise financeira por causa de desemprego ou outros fatores. Para muitos, depender do suor de suas esposas é muito humilhante e até leva-os à depressão. E, sobre aquele homem, que é um vagabundo, que não quer trabalhar por causa de preguiça, o apóstolo Paulo escreveu; "se alguém não quiser trabalhar, também não coma (2 Tessalonicenses 3.10).

É bíblico a esposa cristã ser provedora do lar? Para um casamento ser aos moldes bíblicos, é preciso que o casal despreze o machismo e o feminismo. A pergunta precisa passar por esse filtro e ser respondida sem influências de filosofias humanas, tão em voga na sociedade.

A Bíblia nos diz que, dentro do matrimônio, a mulher tem papel de adjuntora (pessoa ao lado) do marido. Ela é a auxiliar, a companheira. Quanto ao homem, nos diz a Escritura que ele é o cabeça da mulher. Ao longo do tempo, tais definições têm sofrido ataques de filosofias feministas e machistas. O feminismo alega que ser uma companheira auxiliadora é humilhante e desvaloriza a esposa; o machismo quer nos fazer crer que ser o cabeça é uma posição de superioridade. Nada disso está de acordo com a Palavra.

Não existe respaldo bíblico que nos faça aceitar que o marido deve ser o único provedor do lar. Também, é­ claro que um homem assumir o papel de único provedor é aceitável. E, não é correto afirmar que uma ou outra situação é orientação bíblica. A Bíblia não instrui nada a respeito, deixa em aberto essa questão da provisão. 

Existe mulher que não nasceu para lidar com atividades domésticas. Se a casa ficar aos cuidados dela tudo vira bagunça. Elas preferem seguir carreira em uma profissão. Quem se casa com uma pessoa assim jamais conseguirá ser o provedor dela. Ela será uma boa companheira, mas jamais tendo o marido como seu provedor. A vida conjugal deles será com ambos sendo fontes de provisão. 

Não estou criticando as mulheres caseiras. Elas desempenham o seu papel também. E merecem toda a nossa admiração. Tanto o primeiro como o segundo modelo estão certos, se o casal aceita que assim seja. 

E.A.G. 

Nenhum comentário:

As 7 postagens mais acessadas na semana

As 7 postagens mais acessadas nos últimos 30 dias

As 7 postagens mais populares (geral - desde 12 de junho de 2007)

▲ Clique na imagem para retornar ao topo do blog.

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes
Cidade Ocean - Praia Grande - São Paulo/SP - Brasil.